DÚVIDA CRUEL



Aproveitando a estreia do Santos na Libertadores, e adiantando que eu acho, sim, que o time de 2011 tem potencial para ser ainda mais formidável do que o do ano passado (não tão goleador, porque as dificuldades serão maiores), um pensamento alto sobre dois jogadores:

Neymar e PHG.

As diferenças entre eles dividem as opiniões. Quem gosta mais da irreverência, do drible, da ousadia, aplaude Neymar.

Quem prefere a elegância, o passe, a discrição, aplaude Ganso.

Bater palmas para um, obviamente, não significa desdenhar o outro.

Mas o que estamos propondo aqui é uma suposição, o tipo de pergunta que faz parte de qualquer boa conversa sobre futebol. Se no seu time só pudesse jogar um, qual seria?

Posso tranquilamente estar errado, mas creio que se essa pergunta fosse feita na noite em que (toc, toc, toc) Ganso se machucou, o meia ganharia a parada.

Mas desde que PHG se afastou para tratar sua lesão, vimos Neymar passar por muita coisa. E a última imagem que temos dele, no Sul-Americano Sub-20 (mesmo levando em conta o cartão bobo levado no jogo contra a Argentina), é a de um garoto que cresceu como jogador.

Talvez os últimos meses tenham servido para mudar, para melhor, o que se pensa, e se imagina, sobre Neymar.

Não há dúvida de que bom, mesmo, seria ter os dois juntos (para quem não é santista, há a Seleção Brasileira). Mas se você tivesse de escolher um, hoje…

Deixe-me responder primeiro: PHG. Acho que, se tudo der certo, Neymar pode ser um jogador espetacular.

Ganso pode ser genial.



  • Ganso… sem dúvidas…
    tem tudo para ser um dos melhores camisas 10 dessa geração!

  • Leandro Azevedo

    Acho ainda que a pergunta pode ser usada em contextos diferentes:

    Se for para ser utilizado em um time no Brasil, o Neymar eh mais efetivo e consegue ser mais importante, ate pela maneira que os “craques” sao tratados.

    Na Europa, acho que o estilo de jogo do PHG se adapta melhor e ele tem o potencial de fazer o que o Kaka fez no Milan, e acho que e a escolha mais correta.

    Na selecao pela carencia que o time tem hoje por um armador, um camisa 10, Ganso tambem e a escolha.

    Na minha opiniao, e sem usar a diferenca geografica (ou selecao), fico tambem com o Ganso e o seu estilo de jogo. Ele tem a elegancia dos meias de antigamente, e se nao sofrer com problemas de lesoes nem com problemas na “cabeca”, pode ser um Kaka melhorado e quem sabe um pouco de Zidane.

    Mas se algum time tiver cacife de bancar a contratacao dos dois juntos…

    Abs

  • alex

    Ganso…sem dúvida.
    não gosto muito de jogadores q correm com a bola.

  • Paula

    Minha escolha é o PHG, sem dúvidas!

    Acho que o PHG é um jogador com melhor adaptação, é um cara que “encaixa” em qualquer time!

    O Neymar, um craque, obviamente. Mas me lembra muito o Robinho… Um jogador cujo talento é indiscutível, mas que passa muita insegurança. Será que o Neymar conseguiria aplicar todo o talento diante de uma zaga inglesa ou italiana?

  • Leonardo atleticano

    André, os dois são ótimos e se completam, a resposta é complicada, e acho que a resposta depende muito da equipe que você torce em questão.
    Se falarmos da seleção brasileira, vimos pelo último jogo que o Ganso fez falta demais.
    Existem times com carência na criação e outros sem atacante. Acho que os dois são ótimos, vai depender é da necessidade de cada um.
    O Santos mesmo, com o Elano em plena forma, escolheria o Neymar para compor o time.
    Meu Galo está com um bom ataque, acho que o Ganso completaria melhor o time.

  • Anna

    Eu prefiro o Paulo Henrique Ganso por criar as jogadas, ser mais cerebral, discreto. Eu o escolheria primeiro, apesar de reconhecer todo o talento do Neymar. A Seleção está sentidno falta de um jogador como ele!

  • Christian

    Ganso com certeza!

  • BASILIO77

    Já dei minha opinião na época em que PHG se machucou.
    Eu escolhi Neymar. Continuo pensando assim.
    Se Neymar evoluiu, Ganso ainda terá de provar que está 100% após a cirurgia.
    Resumindo minha opinião:
    Neymar é mais decisivo(atacante) e pode fazer o que Ganso faz(assistencias).
    O contrário não.
    Abraço.

  • Rafael Wuthrich

    O problema da seleção é no meio, não no ataque. A falta de um 10 clássico (desde os tempos de Zico, aliás, pois Raí não foi sombra na seleção do que era no SP e Rivaldo sempre se destacou mais no ataque que no meio; além deles, R10 sempre foi mais um ponta que um meia e Kaká mais um meia-atacante que um meio de campo cerebral que distribui passes). Assim, PHG

  • Olá André! Ó nóis aqui ‘traveiz.

    PHG.

    E esse post foi baseado no Tabelinha de ontem? Kfouri Pai e Birner perguntaram: se for pra escolher um, Romário ou Ronaldo?

    Essa eu estou tentando responder ainda. E você?

    Abraço!

  • Discordo do Basilio77. Ganso sempre foi decisivo. Não lembra do golaço do meio da rua no jogo contra o Grêmio na Vila?

    Quem era fã de Zidane, como eu, será, consequentemente, fã de Ganso!

    Eu escolheria o Ganso, apesar de reconhecer que o Neymar tem cada vez mais mostrado que não vai seguir o estilo triatleta de Robinho.

    Abraço!

  • Fala Andre…. na minha cabeca nao tem duvidas, e PHG. Ele e genial e tem potencial pra ser um craque de bola do nivel dos melhores do planeta!

  • Alexandre

    Pergunta difícil, os dois são ótimos.
    Mas me incomoda muito que eles sejam tratados por muitos torcedores e pela mídia em geral, ainda tão jovens, como a salvação para o futebol brasileiro.
    Junta-se a semi-aposentadoria do Ronaldinho Gaúcho, a dúvida sobre a volta por cima do Kaká e uma geração pós-2002 bem mais fraca que a anterior e cria-se as condições propícias para a busca de “salvadores da pátria”.
    Vejam o caso do Robinho, que foi alçado ao posto de “futuro melhor do mundo” muito cedo, e hoje é constante alvo de críticas de quase todos. Como disse o sempre certeiro Tostão, o Robinho não é nem nunca foi um cracasso, é “apenas” um ótimo jogador, que merece sim estar na Seleção, mas como coadjuvante, não como protagonista.
    Acho que o Neymar vai superar tranquilamente o Robinho, pois é tão habilidoso quanto ele e finaliza muito melhor. E acho também que o Ganso será um jogador extraordinário.
    Mas vamos com calma, pois realidade, hoje, é Messi e Cristiano Ronaldo.
    Quem sabe até 2014…

  • Desde que Ganso machucou Neymar evoluiu muito…

    Mas não sai da minha cabeça uma comparação Neymar x Robinho (de 2004). Hoje desdenhamos do “pedalada” até porque ele fez por merecer, mas naquela época ele jogava bem, fazia gols aos montes, enfim…

    … meu maior medo é o Neymar cair nessa, seguir esse caminho.

    MAS tenho a sensação que isso não irá acontecer. Apesar da MARRA, Neymar brilhará mais que Ganso no futebol mundial. Ele tem mais fome de bola, é mais ousado e goleador.

    Apostaria minhas fichas em Neymar, apesar de ser fã de Ganso!

  • Caio

    Sou mais o Ganso também. Faz o time jogar, passa a calma dele pro time todo, Monstro!

    Mas o Neymar tb é ótimo, não tem o qu falar…

  • Rita

    Ah, o Ganso.

    Eu diria que o Ganso pode suprir meu sonho
    de ver a Seleção com um 10 magistral estilo Zinedine.
    Assim seja!

  • Raphinha Silva

    Ganso… Fácil!

  • Gabriel Cantoni

    Ganso, simples assim.

  • Marcel Souza

    Ganso.

  • Oto Luiz Jr

    Prezado André:

    Gostaria de parabenizá-lo por seu trabalho, seus comentários e pela imparcialidade.
    Também gostaria de dizer que as transmissões dos campeonatos europeus pelos canais ESPN está excelente.
    Aliás, é sobre isso que quero falar.
    Vendo os jogos dos Campeonatos Espanhol e Inglês e, especialmente da UEFA Champions League, me ponho a pensar: o que falar dos campeonatos estaduais, dessa mediocridade que é a Libertadores da América?
    Perto da UEFA Champions, a tal Libertadores é campeonato de várzea, sem nenhum atrativo.
    Analisando sem paixões clubísticas, é inconcebível que tendo oportunidade de acompanhar pela excelente programação dos canais ESPN esses cempeonatos Europeus, alguém se dê o trabalho de ficar perdendo tempo com Libertadores e Estaduais.
    Na Europa sim se joga futebol. Estádios limpos, gramados perfeitos, tudo organizado, bons espetáculos. No Brasil, hoje em dia, não se chega perto do que se pode conceber como futebol. Seja em campo, ou, especialmente, fora dele.
    Como dizer que o Brasil é o “país do futebol”?
    Acredito que há muito tempo não é mais.
    A começar pelas torcidas.
    Quem tem mais admiradores fiéis? Os clubes brasileiros ou os europeus? Basta observar que Mancheter Unites e Barcelona (sem contar o Real Madrid) tem média de mais de 80.000 pessoas por jogo e trocedores em diversos países, inclusive com média de pelo menos 30 canais de televisão estrangeiros transmitindo cada jogo (em clássicos chegam a ter mais de 60 emissoras de países estrangeiros transmitindo os jogos).
    O futebol brasileiro e sul americano está em decadência. Campeonatos medíocres. Times idem. Libertadores que é uma várzea. A começar pela seleção brasileira que mais parece um timeco freguês de Argentinos e Franceses, sem padrão de jogo e atletas despreparados, com expulsões infantis.
    Por isso, agradeço à ESPN pela transmissão desses jogaços dos times europeus, com os quais estou aprendendo que no Brasil e na América do Sul não se joga o verdadeiro futebol, mas algo que talvez se assemelhe.
    Curioso também observar que os times de maior destaque – na minha opinião Mancheter United e Barcelona – têm poucos brasileiros como titulares absolutos.
    Vai ver que os europeus finalmente perceberam que Brasileiro dá azar.
    O Milan está um pouco melhor esse ano porque sobraram apenas dois por lá (Robinho e Pato). Quando a turma de brasileiros infestava o time de Milão, do gol até as laterais, meio de campo e ataque, o Milan não ganhou nada!
    Enfim, saúdo os times europeus. E a ESPN que me dá essa alegria de poder acompanhá-los.
    E declaro meu desprezo a todo o futebol brasileiro e sul americano. Coisa de várzea.
    Para comparar, gostaria de que pensasse como seria esse time do Fluminense, atual campeão brasileiro (com as calças na mão), jogando contra Real Madrid, Barcelona, Manchester United, Arsenal e Chelsea. Não dava nem para o começo.

  • Paulo sp

    Quando Ganso marcou seu último gol?
    Horas se for falar de passado…Ele não tem NADA !!!
    SIM, ele jogou muito contra o Santo André ! Mas foi “só” !
    Em 2009 perdeu 2 penaltis num jogo(reta final) e seu time brigou para não cair(br 09).
    Em 2010 o cara “só” jogou com Robinho e Neymar em grande fase…

    Agora se fosse Neymar, metendo essa MARRA para renovar contrato…

    Na verdade o Ganso foi adotado pela mídia, não ganhou NADA, esta a meses sem jogar e querem ele com a camisa 10 da seleção !

    Neymar superou uma fase ruim, mesmo assim o Santos esteve entre os primeiros no br09 até o fim ! Fez o que fez no Sulamericano e não foi um mala sem alça na hora de renovar…
    Neymar parecia um astro da música, arrastando multidões e claro jogando bola.
    Enquanto Ganso, sei lá o que está fazendo.

    Nesse caso não discuto estilo nem capacidade tecnica, apenas momento.

    Neymar no meu time jogando e Ganso no rival parado …É covardia !

    E caso Ganso se recupere, todos torcemos por isso, deixe o Santos e vá para um rival como estão falando, como fica?
    Sacanagem né?

    Como as coisas no futebol mudam!
    vlw

  • danielle

    Neymar,sem duvidas
    Ganso tem 23(?)anos,e o Neymar ainda não chegou na ‘casa’ dos vinte
    a diferença parece pouca…aos nossos olhos,mas dentro de campo ….conta sim

    Tenho certeza q o Neymar aos 23 anos,estará mais maduro e jogará ainda mais bola
    será ainda mais decisivo

  • Oto,

    eu concordo com muitas coisas que você disse, porém eu acho sim que o Brasil é o país do ESPORTE futebol, não do ENTRETENIMENTO futebol.

    Porque, para se jogar futebol, como já diziam os antigos filósofos da bola, basta ela. E mais nada.

    Esse negócio de campo arrumadinho, uniformes alinhados, todo mundo sentado, é coisa para do ENTRETENIMENTO futebol.

    E, sim, acho que nossos campeonatos, principalmente os organizados pela Conmenbol, estão bilhões de anos-luz dos europeus, como você bem-disse.

    Mas o Brasil é sim o país do futebol: o esporte, não o entretenimento.

    Abraço!

    AK: Eu prefiro dizer que o Brasil é o país do jogador de futebol. Um abraço.

  • Fábio Bruxel

    André, se fosse para considerar a seleção, eu escolheria o Ganso. Um jogador como o Ganso muda uma partida, não num lance, mas o desenvolvimento da mesma com a sua habilidade. Temos atacantes brasileiros que, se não são um Neymar, são eficientes e perigosos quando bem municiados. Neymar também é capaz de mudar uma partida, mas num lance de genialidade, arriscando, prendendo a bola.

    Agora, considerando o MEU time, o Paraná Clube, escolheria Neymar.

  • Paulo Henrique Ganso, de longe.

    Neymar é talentosíssimo e terá um futuro brilhante, mas os passes imprevisíveis de PHG são muito mais raros do que os dribles e arremates do amigo de moicano.

    Com o camisa 10 em campo, até o Keirrison voltará a brilhar.

  • Sidney

    Ganso sem pensar 2 vezes..

  • Oto Luiz Jr

    Prezado André:

    Como é bom lider com pessoas inteligentes.
    Boa sua argumentação de que o Brasil é o país do futebol, não do ENTRETENIMENTO futebol.
    Desculpe alguns erros de datilografia, especialmente “Manchester” que ficou sem o ‘s’.
    Mas que o futebol barsileiro poderia ser melhor organizado, isso podia.
    Vamos falar de futebol (com bola, não entretenimento).
    Então, na sua opinião, qual a razão dos recentes fracassos da seleção principal?
    Nos três últimos jogos contra “equipes que contam” (Holanda na Copa e amistosos contra Argentina e França) derrotas e futebol medíocre.
    Não necessariamente ENTRETENIMENTO, mas o futebol com a bola poderia estar sendo melhor jogado, não?
    Como já disse, sou fã de futebol europeu e tenho me inclinado muito a assistir os jogos do Campeonato Inglês. Ao contrário da Espanha (Real Madrid e Barcelona) e da Itália (Inter e Milan, com lampejos da Juventus e da Roma), me parece que na Inglaterra os jogos tem sido mais disputados.
    Eu pergunto: qual a dificuldade dos brasileiros em adaptar-se ao futebol Inglês? Kleberson no Manchester, Robinho no City; Beletti no Chelsea … Todos um fiasco. E nem se diga que é “outra cultura”, etc.
    Como pode alguém preparado (e se presume que os jogadores que querem jogar na Europa estão) não se adatar às extremamente organizadas Londres e Manchester?
    Fico em dúvidas da capacidade do jogador brasileiro. Depois do fiasco do Robinho no City, passei a considerá-lo apenas um jogador mediano. Lamentável.
    Gostaria de ver mais comentários seus, além dos habituais sobre esses campeonatos europeus.
    E a última pergunta: o pultimo campeão brasileiro, o Fluminense, no caso, em que posição ficaria se disputasse o Campeonato Espanhol ou Inglês? Daria conta do recado?
    Abraço e obrigado pela atenção,

    Oto

  • Mauricio Branzani

    Boa noite, André. Permita-me dar uma opinião pautada no amor que sinto pelo clube. Se essa pergunta me fosse feita no 1º semestre de 2010, eu cravaria minha preferência no Ganso, por tudo que você descreveu com precisão. Mas hoje, acredito que Neymar, além de espetacular, demonstra uma grande amor pelo clube, pelas cores do Santos. Hoje vejo Neymar jogando com paixão pelo clube, ao ponto que Ganso trata o futebol como eu trato a empresa onde trabalho: profissionalismo e nada mais.
    Não que ele esteja errado, pois é dos campos que ele tira seu sustento e de sua família, mas o torcedor comum (o desorganizado, como eu) se sente representado quando vê um menino recém-saído da adolescência como Neymar dizendo não ao Chelsea, crescendo como jogador no gramado de seu time e fazendo as pessoas gostarem de assistir a um jogo do Santos por sua causa. Pra mim, Neymar dá motivos para o Santos ser observado e isso, pra um torcedor, faz com que o menino se torne especial. Grande abraço!

  • Rita

    Sabe André, volto a comentar só para dizer que ainda outro dia
    estávamos nos perguntando quem era melhor: Diego ou Robinho.

    Na época fiquei com o Diego (síndrome do 10! rs),
    contudo ele não “vingou”. Não para o que esperávamos.

    Hoje discutimos se Ganso ou Neymar.

    Nem o Torero acreditava que a década seria tão generosa.

    Feliz do Santos, não?

  • Vagner Luis

    Ganso e Neymar? Ganso, sem duvida, sou mais adepto da elegância do que da correria, embora tbém goste de jogadas de velocidade. Aliás, não contei, mas quem ganhou dos dois entre os que responderam?

  • Luiz

    André, me conta, o que vc acha de imaginar o ataque da nossa seleção olímpica com Lucas, Ganso, Neymar e Pato? Acho que o Lucas, apesar da badalação exagerada, também pode ser um grande jogador. Não um Neymar, nem um Ganso, mas algo como o Kaká no seu auge. Um jogador decisivo, mas acima de tudo, regular. Neymar pode vir a ser um jogador espetacular. E o Ganso pode competir com o Zidane no que se refere ao melhor jogador que eu vi jogar. Mas acho que o Pato precisa corresponder às nossas expectativas. Precisamos de um grande centro avante. E tem que ser o Pato. Não vejo nenhum outro sequer perto da habilidade, técnica e etc dele no Brasil. Temos atacantes decisivos, Luis Fabiano, Fred, mas o Pato é o único com potencial para ser diferenciado. Ele tem que vingar.

MaisRecentes

A vida anda rápido



Continue Lendo

Renovado



Continue Lendo

Troféu



Continue Lendo