RONALDO



Em toda conversa sobre Ronaldo, sempre conto uma história que aconteceu em 2002 (já a transformei numa coluna no jornal. Se você já a conhece, perdão pela repetição).

A Seleção Brasileira, em preparação para a Copa do Mundo, faria um amistoso em Barcelona contra a Catalunha. Junto com um produtor da ESPN Brasil, eu estava na porta do hotel em que o time se hospedaria.

O ônibus se aproximou, a segurança se mobilizou e nos separamos. Ficamos em lados opostos do “corredor”. De onde eu estava, podia ver meu colega, prestando atenção no desembarque. Jornalista experiente, com coberturas internacionais e vários jogos da Seleção no currículo.

Os jogadores começaram a descer. Roberto Carlos, Rivaldo, Cafu, Ronaldinho Gaúcho… Ronaldo.

Por algum motivo, olhei para meu colega. Parecia que ele estava diante de um ser extraterreno. Olhos arregalados, boquiaberto, uma expressão que misturava a comoção de uma criança com a certeza de estar diante de alguém incomum.

Isso é Ronaldo. Isso é o que ele provoca nas pessoas.

Lógico que, para muita gente, a maneira de vê-lo mudou no final de 2008, quando Ronaldo voltou ao Brasil. Voltou para deixar de ser “um jogador de todos nós” (ótima frase de Muricy Ramalho), para ser um jogador do Corinthians.

O casamento com a segunda maior torcida do Brasil significou o divórcio com a maior. E sua transformação em ícone do corintianismo o fez vítima de algo quase tão poderoso – o anticorintianismo.

Mas a crítica de que ele não passaria de uma jogada de marketing não sobreviveu ao segundo jogo. O “gol do alambrado” contra o Palmeiras livrou o Corinthians de uma derrota e internacionalizou o Prudentão. O momento será lembrado em cada jogo de futebol realizado lá, para sempre.

Vieram outros gols. Mas não foram apenas gols.

Foram gols como o que ele marcou contra o Santos, no domingo em que a Vila Belmiro o estimulou a emular Pelé.

Como o que ele marcou contra o São Paulo, rasgando metade do campo numa velocidade que parecia impossível.

Como o que ele marcou contra o Internacional, no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil.

Ronaldo também foi campeão duas vezes pelo Corinthians, o que, por si só, já deveria ser suficiente para carimbar sua passagem pelo clube como um sucesso.

Mas ele fez mais, até. O corintiano comum, aquele que não se sente dono do clube e é incapaz de agir como vândalo, sente-se privilegiado por ter visto um jogador como Ronaldo vestido com a camisa de seu time.

Sente-se diferenciado por ter comemorado gols de um dos maiores de todos os tempos.

A hora mais favorável para a despedida teria sido o fim de 2009? Parece consenso que sim.

Mas Ronaldo teve motivos mais do que compreensíveis para jogar em 2010, ano do centenário de seu clube e de participação na Copa Libertadores.

Fora isso, não é justo criticar, por excesso de horas extras, alguém que perdeu tanto tempo de futebol por causa das lesões.

Maior artilheiro da história das Copas, melhor do mundo três vezes, (provavelmente) maior atacante de todos os tempos, jogador brasileiro mais importante pós-Pelé.

Felizes de nós, todos nós, que o vimos do começo ao fim.



  • Nilton

    O post esta otimo, somente falta uma Correção “O jogador brasileiro mais importante depois de Pelé e Romario” (que aposentou com 40 e naquela epoca jogava mais que o Ronaldo com 34 e olha que ele era festeiro).

    Pelo menos para a historia do futebol nacional, cada um ganhou uma copa do mundo (sendo que Ronaldo tem dois título) porém Romario nunca passou vergonha nos torcedores canarinhos como em 1998 e 2006.

    E na minha opinião se Romario estive em 1998, o Ronaldo poderia bater no pleito e falar que ele é tri campeão do mundo igual a Pelé.

    AK: Óitmo ponto, no final do comentário. Um abraço.

  • Teobaldo

    Com a expressão “… jogador brasileiro mais importante depois de Pelé” você quis dizer que Ronaldo é o segundo, abaixo apenas de Pelé, ou o Ronaldo foi o jogador brasileiro mais importante após a era Pelé? Eu concordo com a segunda opção. Um abraço.

    AK: Pós-Pelé. Vou corrigir para ficar claro. Obrigado e um abraço.

  • Anna

    Belo texto, à altura do que foi Ronaldo para todos nós, brasileiros. Ele é um pouquinho do Corinthians, porque, na verdade, ele pertence a todos nós, com suas virtudes e defeitos, um mito, que ora se torna deus, ora humano. Achei a coletiva extremamente emocionante e nunca tinha visto Ronaldo tão sensível e de coração tão aberto. Esse dia 14 de fevereiro entrou, definitivamente, pra História. Agora é esperar um jogo da Seleção, de despedida, que enalteça o que ele representou pro futebol brasileiro. Garanto que Mano fará questão que isso aconteça!

  • David

    Como corinthiano… arrepia de ler, e de saber que o “fenomeno” um dia vestiu o manto sagrado…

  • SCCP em luto

    Parabéns à gaviões da fiel: Conseguiu antecipar o fim da carreira de um dos 5 maiores jogadores de todos os tempos.

    Essa torcida maléfica não serve nem pra fazer carnaval, quanto mais pra ser chamada de Fiel.

    Espero que essa torcida seja rebaixada no carnaval, e que de alguma forma ela se acabe, porque esses bandidos banguelos só atrapalham!!!! É por causa deles que existe o anticorintianismo.

    TORCIDA DESGRAÇADA

  • Rafael Wuthrich

    Concordo com o Nilton. Romário, tanto nacionalmente quanto para a seleção, foi mais importante que Ronaldo. Sem contar que jogou mais e melhor por mais tempo. Até sua despedida foi menos melancólica (para os Americanos, e especialmente para “Seu Edevair”), vestir a camisa do “Mecão” no último jogo do resgate do América da segundona carioca foi um momento muito bacana.

    Não sei, acho que Ronaldo foi excepcional mas sua capacidade de superação o colocou numa posição que as pessoas passaram a acreditar que ele jogou mais do que realmente jogou (a expressão estranha é essa mesmo), embora tenha sido de fato um craque no sentido literal da palavra futebolística. Até em matéria de títulos seu currículo é inferior à maioria dos grandes jogadores nacionais – por exemplo, não conquistou nenhum campeonato nacional, em que pese as “Copas”.

  • Leonardo atleticano

    André, o Ronaldo foi grande demais, é uma pena esses últimos acontecimentos, ele merecia muito não ter uma mancha sequer em sua bela história. Sou atleticano, e vi de perto o estrago que esse atleta causava nos adversários. Para mim, ele, Romário e Reinaldo serão eternos. Mestres maiores na arte de colocar a bola para dentro.
    A diretoria da Gaviões podia fazer uma coisa esse ano, baseado em suas proprias atitudes, se a Gaviões não for campeã no carnaval, eles todos se demitem e quebram seu barracão inteiro.

  • Rui Esteves

    Os 4 R’s, Ronaldo, Romario, Rivelino, Reinaldo, foram os quatro jogadores brasilieiros mais sensacionais que vi jogar. Gostaria que Ronaldo Fenomeno continuasse a jogar por mais uns 2 anos para eu poder continuar tendo o prazer de ver belas jogadas e belos gols. Sinceramente e infelizmente, acho que não veremos mais no futebol brasileiro Ronaldos, Romarios, Rivelinos e Reinaldos.

  • Edouard Dardenne

    Nunca vi o Ronaldo pessoalmente, a uma distância que possa ser considerada um ‘encontro casual’ entre mim, um anônimo, e ele, um mito. O vi, contudo, algumas vezes no Pacaembu, vestindo a camisa do meu time. Lembro-me com clareza do dia em que ele entrou em campo pela primeira vez contra o Itumbiara e, pela TV, o que parecia é que eu estava vendo uma peça de ficção. Também pela TV assisti a seu primeiro e mais marcante gol, o do alambrado, com o manto sagrado.
    Obviamente lamento os episódios selvagens de alguns ditos torcedores do Corinthians contra ele e alguns outros jogadores do Clube. Acho, porém, que ao Ronaldo fica bastante claro que não se trata de comportamento representativo da torcida do time, e acho que tais fatos pouca ou nenhuma influência tiveram na decisão dele de aposentar-se.
    Como outros grandes jogadores do Clube, o Ronaldo experimentou a maior parte das tradições corinthianas. Algumas para o bem, outras nem tanto. Mas estou certo de que ele pôde experimentar como poucos a mais marcante de todas elas: a paixão da torcida pelo time.
    É um dia triste o de hoje para o futebol. Triste e inexorável.
    Um abraço.

  • Cesar

    André, em 2009, depois dos títulos do Paulista e Copa do Brasil, meu filho (então com sete anos) me pedia, todo dia, para levá-lo ao estádio, pois ele queria ver o “Gordo jogando”. No segundo turno do Brasileiro fomos ao Pacaembu ver Corinthians e Grêmio. Eu, meu filho, minha filha (então com 10 anos) e minha mulher. O “Gordo” jogou, fez um gol, deu passe para outro e o Corinthians ganhou. Pronto, eu tinha cumprido mais uma obrigação de pai. Por algumas horas, o “Gordo” me fez sentir o melhor dos pais. Lembro até hoje o tamanho dos sorrisos dos meus dois filhos naquele dia….

    Abraço.

  • Fábio Minghetti

    Excelente, André!

    Meu sentimento é exatamente esse sobre o Ronaldo.

    Abraço

  • Leandro Azevedo

    Um genio dentro de campo e uma lenda fora dele…

    Na MINHA opinao, depois do Romario eh sem duvida o maior atacante de todos os tempos e uma pena que o corpo nao acompanhe mais a mente genial que ele tem.

    Um jogador de todos, enaltecido por torcedores de Real e Barca, Inter e Milan, corinthianos e anti-corinthianos como perfeitamente descreveu o Muricy.

  • Luciano SJC

    E ai André, tudo bem ?
    Ótimo post, concordo com voce em quase tudo, mas felizmente não em tudo.Ronaldo foi ótimo, más na minha opinião Romário foi melhor.Acho até que Ronaldo foi mas completo, mas se pudesse escalar o meu time dos sonhos, Romário seria o centrovante titular,e Ronaldo ficaria no banco, brigando pela posição nos treinos.
    Abraço

  • Denis lopreto

    Parabéns! Ótimo texto! De todos os que li durante o dia o seu de longe descreveu melhor o sentimento do corinthiano.. O sentimento q nenhuma outra torcida do Brasil , nem a do cruzeiro ( pq lá quem jogou foi o Ronaldinho e Nao o fenômeno), ira entender… Nenhuma torcida saberá qual foi o sentimento de comprar um ingresso, vestir a camisa e pisar no pacaembu para aplaudir o fenômeno jogando com a camisa de nosso time… Foi o maior jogador q vestiu a camisa do Corinthians e acho q sempre sera…. Graças a deus q eu vi!!!!! Abraco e parabéns novamente!

  • Sergio

    Parabéns André.
    Ronaldo foi o melhor atacante da história. Enquanto Pelé fez 1000 gols, metade deles driblando zagueiros do Jabaquara, o Fenômeno fez 500 driblando os melhores zagueiros do seu tempo. Concordo com tudo. Ou melhor, quase tudo. Na minha opinião o Corinthians é a maior torcida do Brasil e não a 2ª como se diz por aí.

    Abraço.

  • Felipe Ramos

    Não tenho dúvida, Ronaldo foi o melhor jogador da minha geração. Se o Romário fazia muito gol, ronaldo fazia mais que isso, ele fazia “OS GOLS”, os mais bonitos e completos, fenomenais. Tem uma mancha na história do Ronaldo, pelo menos para um Cruzeirense, ele passou pelo Cruzeiro, fez espetáculo e foi embora para ganhar o mundo. Ele nunca olhou pra traz para dizer pelo menos que valeu a pena. Mas tudo bem, está perdoado, pelo menos vamos poder dizer sempre: “Ele começou aqui”.

  • Marcelo

    Caro André…

    Como fã da “família Kfouri” e da “Família ESPN”, venho lhe parabenizar pelo post…
    Àqueles que tentam diminuir tudo o que Ronaldo fez pelo futebol brasileiro, meu sentimento é único: sinto pena deles…
    Já beirando os 40 anos, e freqüentador assíduo dos estádios de futebol na infância (confesso que hoje o ofício que abracei não me permite mais participar tanto), venho postar minha opinião…
    O brasileiro é um povo que se diz apaixonado por futebol, mas é, também, por vocação, um pessimista…
    Eu que já tive o prazer de ver “lendas do futebol” em campo, tais como Pelé (no Cosmos), Rivelino, Reinaldo, Zico, Romário, e tantos outros, tive o prazer de ver Ronaldo Nazário conquistar tudo o que nem convém repetir aqui.
    Se formos comparar, Zico nunca ergueu um mundial pela seleção, etc., etc., etc.
    Baboseira de brasileiro tupiniquim e bestial!!!
    Se foi melhor que esse ou aquele, ou não, não importa…
    Cada um fez a sua história no futebol, e tenho certeza absoluta que todos vestiram as camisas dos clubes e da seleção, como apaixonados pelo esporte e pelo seu país!!!
    Nenhum atleta gosta de perder uma partida ou um campeonato…!!
    A realidade, e o que entra pra história, é que RONALDO é o maior artilheiro da história das copas do mundo, e um dos raros jogadores que, no futebol atual, pensam “com a cabeça”, e não “com os pés”…!!!
    Não é qualquer um que arranca com a bola nos pés e a conduz com domínio excepcional, até o gol, que muitos já diriam feito, antes dele adentrar a grande área, e conclui com firmeza e precisão…!!!
    momento em que pressente que o gol “já está feito”, escolhe a forma de finalizar e conclui a jogada…!!!
    Aos que tentam, ainda, denegrir a imagem de Ronaldo, procurem por gols dele no you tube, p. ex…
    E citem outro que conseguiu a admiração de torcidas rivais como Milan e Inter, na Itália, ou Real Madrid e Barcelona, na Espanha?
    Além disso, é um exemplo de humildade, cidadania (vejam a mobilização no amistoso do Brasil no Timor) e comprometimento ao público que admira o desporto…
    André, mais uma vez parabéns a você e ao Fenômeno, pelos anos de serviços prestados aos verdadeiros admiradores do esporte!!!

  • Bravo, André!

    Bravo Ronaldo!

    http://felldesign.wordpress.com/2011/02/14/ronaldo-fenomeno-despedidas-e-sua-historia-de-amor/

    Vários fenômenos são passageiros, Ronaldo é eterno, sempre será!

  • Marcelo

    Caro André…

    Como fã da “família Kfouri” e da “Família ESPN”, venho lhe parabenizar pelo post…
    Àqueles que tentam diminuir tudo o que Ronaldo fez pelo futebol brasileiro, meu sentimento é único: sinto pena deles…
    Já beirando os 40 anos, e freqüentador assíduo dos estádios de futebol na infância (confesso que hoje o ofício que abracei não me permite mais participar tanto), venho postar minha opinião…
    O brasileiro é um povo que se diz apaixonado por futebol, mas é, também, por vocação, um pessimista…
    Eu que já tive o prazer de ver “lendas do futebol” em campo, tais como Pelé (no Cosmos), Rivelino, Reinaldo, Zico, Romário, e tantos outros, tive o prazer de ver Ronaldo Nazário conquistar tudo o que nem convém repetir aqui.
    Se formos comparar, Zico nunca ergueu um mundial pela seleção, etc., etc., etc.
    Baboseira de brasileiro tupiniquim e bestial!!!
    Se foi melhor que esse ou aquele, ou não, não importa…
    Cada um fez a sua história no futebol, e tenho certeza absoluta que todos vestiram as camisas dos clubes e da seleção, como apaixonados pelo esporte e pelo seu país!!!
    Nenhum atleta gosta de perder uma partida ou um campeonato…!!
    A realidade, e o que entra pra história, é que RONALDO é o maior artilheiro da história das copas do mundo, e um dos raros jogadores que, no futebol atual, pensam “com a cabeça”, e não “com os pés”…!!!
    Não é qualquer um que arranca com a bola nos pés e a conduz com domínio excepcional, até o gol, que muitos já diriam feito, antes dele adentrar a grande área, e conclui com firmeza e precisão…!!!
    Aos que tentam, ainda, denegrir a imagem de Ronaldo, procurem por gols dele no you tube, p. ex…
    E citem outro que conseguiu a admiração de torcidas rivais como Milan e Inter, na Itália, ou Real Madrid e Barcelona, na Espanha?
    Além disso, é um exemplo de humildade, cidadania (vejam a mobilização no amistoso do Brasil no Timor) e comprometimento ao público que admira o desporto…
    André, mais uma vez parabéns a você e ao Fenômeno, pelos anos de serviços prestados aos verdadeiros admiradores do esporte!!!

  • silvio jr

    Perfeito este post Andre. Concordo pleamente contigo, quando diz que nos torcedores brasileiros fomos sortudos em acopanha-lo durante esta passagem pelo Corinhians.
    Como corinthiano sinto-me feliz em te-lo visto com a camisa do clube que amo…e como brasileiro so posso agrader pelos serviços prestados ao futebol mundial durante estes 20 anos de carreira.
    Ele foi um dos grandes…Genio e por isso mesmo sempre será lembrado não so pelos seus gols sensacionais, mas principalmente pela vontade de sempre se superar.
    Obrigado por tudo, Fenomeno.

  • Caio

    Simplesmente o melhor atacante que eu vi jogar.
    Gênio, gênio, gênio. Uma máquina de fazer gols, de ganhar jogos. O Ronaldo, em seu auge, era meio time. Ele vindo contra quatro marcadores era perigo de gol.

    Ele não merecia passar por aquilo tudo na semana passada. Ele não precisava se sacrificar tanto pelo corinthians.
    Espero sinceramente que ele seja lembrado por tudo o que fez na seleção, pela força que mostrou nas recuperações das cirugias, pela paixão que sempre teve em fazer aquilo que escolheu como profissão. Jogava muito quando mais precisavam dele, quando tudo parecia que poderia dar errado, como em 2002. E, claro, tinha o brilho, a sorte do gênio, o diferencial que só aparece em quem pode e merece.
    Deu valor ao dom que Deus lhe Deu.
    Só tenho a agradecer pelo que ele fez.

    Sou flamenguista e tenho certeza que aquela história toda da transferência repentina pro corinthians foi muito mal explicada.
    Como tenho a sensação de que em 98 ele deu o melhor de si. Mesmo que não fosse o melhor pra seleção naquele momento.

    Que ele continue sendo feliz com fez a todos que gostam de futebol.

    FenôôÔÔôôôôômeno!!!!!!!
    Viva R9!

  • Leandro Azevedo

    P/ o Sergio que achando que desmerecendo o Pele, enaltece mais o Ronaldo:

    “No total, dos mais de 1280 gols marcados, 50 foram contra o Corinthians em 48 partidas disputadas, resultando na incrível média de 1,04 gol por partida. Motivos de sobra para que o corintiano prefira não vibrar tanto assim com todos os feitos de Pelé. Arquirrival paulista levou 50 gols e é o time que mais sofreu com os pés do Rei do futebol; média é de mais de um por jogo.”

    Abs

  • Wanderson

    André,

    Meus parabéns pelo belo texto.

    E a vc FENOMENO, só me resta dizer:

    OBRIGADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • João Paulo Pereira Leite – SP

    André, você me permite copiar esse seu texto pra guardar de lembrança? Disparado o que mais me emocionou, lembrei quando o vi transformar o Furacão em brisa, na nossa casa, com 35.000 fanáticos, sendo honrados pelo maior de todos. Falo maior de todos, pq eu não vi o Pelé. E acho que se o Pelé tivesse jogado nos tempos do Ronaldo, não seria tão espetacular a ponto de ser melhor do que ele. GRAÇAS A DEUS PUDE VÊ-LO AO VIVO ALGUMAS VEZES!!! R9=TIMÃO

  • Anna

    André, permita-me discordar de uma coisa do seu texto perfeito: depois de Pelé, vieram Zico e Romário. Depois, Ronaldo, Eu considero Garrincha no mesmo patamar do Rei Pelé. Sinto-me privilegiada de ter visto o Ronaldo jogar. Foi um dia histórico, mesmo, hoje.

    AK: Repetindo: pós-Pelé, nenhum jogador brasileiro teve a importância de Ronaldo. Um abraço.

  • rodrigo

    “…internacionalizou o Prudentão.” que forcada de barra!

    AK: Só para quem não entendeu.

  • Marcus

    Vai se mais um fora-de-série no futebol, hoje ainda é recente tudo, mas daqui a alguns anos o reconhecimento virá como sempre vem tardiamente aos gênios, somos privilegiados em poder dizer: pertencemos a uma geração que viu Ronaldo Nazário jogar.
    Maior atacante que eu vi, o que ele fez no Barça eu nunca vi igual, era imparavel, só dando um tiro, parecia um bufalo disparando a toda velociade, driblando, parando, acelerando, magia pura, indo pra cima da zagueirada e carregando todo mundo pra dentro do gol, goleiro, zagueiro e bola, uma mistura de técnica, força, genialidade… fácil entre os 5 maiores da história… Valeu Ronaldo, eu não vou critica-lo pelos seus erros, brasileiro tem essa mania hipócrita, sou santista e mesmo que me doa o que aconteceu em 2009 não apaga o que vc fez pela seleção, sempre honrou, em 2006 todos erraram e ele também
    E mais ainda sobre os seus erros faz parte da vida, afinal vc é humano e passivel de todos como eu e o bando que te critica, obrigado por 2002, pelos grandes momentos que me proporcionou.

    Valeu Ronaldo!

  • Renato Silveira Jr

    André
    Parabéns pelo texto.
    Até agora o texto mais belo e verdadeiro sobre a historia do fenomeno.
    Quero deixar um recado pro R9
    R9 nos vemos no pacaembu no meio do bando!!!
    abraço

  • BASILIO77

    Muito bom cara!
    Muito bom.
    Abraço.

  • Marcio

    Ronaldo sempre foi um guerreiro, ninguém pode questionar isso. Como ser humano, tem seus defeitos e qualidades, momento bons e ruins, erros e acertos. OBRIGADO RONALDO, POR TUDO QUE FEZ PELA SELEÇÃO e OBRIGADO PELO QUE VOCÊ FEZ PELO MEU CORINGÃO.
    OBRIGADO POR ME DAR A OPORTUNIDADE DE VER UM CRAQUE VESTIR O MANTO ALVI-NEGRO.
    OBRIGADO POR TUDO QUE VOCÊ FEZ PELO ESPORTE.
    PRA SEMPRE RONALDO !

    Aproveitando, não queria ficar dando notoriedade ao bando de vândalos e bandidos que foram lá no CT protestar de forma violenta mas, é preciso ressaltar algumas coisas :
    – Estes elementos que provavelmente não tem mais o que fazer, pois acredito que não trabalham, já que estavam na porta do CT durante a semana em horário comercial.
    – Estes elementos merecem CADEIA ! Se eu simplesmente chutar um onibus na rua, ou apredejar um edifício, vou preso na mesma hora.
    – Estes elementos que se dizem “torcedores”, não tem o direito de ir ao local de trabalho de ninguém pra “quebrar tudo” e xingar todo mundo.
    – Estes elementos precisam de tratamento psiquiátrico, porque devem se agarrar ao futebol para descontar todos os seus problemas pessoais, frustrações e incapacidades. Estas pessoas tem gravíssimos distúrbios emocionais. Colocam a violência acima de todos os valores morais.
    – Esta “torcida organizada” só existe por causa do Corinthians e não ao contrário. Limitem-se a fazer o papel de torcedor que é torcer.
    – Já fizeram isso em outras ocasiões e pelo jeito não vão parar de fazer nunca, pois isso, está na essência destas pessoas, seres desprezíveis.
    Concordo que as vezes o time dá raiva, nervoso, angústia e tudo mais. Eu mesmo fico assim, fiquei com raiva e p da vida pelo jeito que o time se comportou contra o Tolima mas não é por causa disso que eu saí quebrando tudo e colocando a culpa disso no mundo !
    Protestem de forma pacífica, ou será que é impossível ?
    Se acham que o time não vale a pena, não vão aos jogos, acredito que esta é a melhor forma de protesto. Quando um lugar é ruim eu não volto mais lá enquanto não mudar.

    O que fizeram com o Ronaldo foi ridículo !!!! Será que ele foi o único culpado ? Ou será que o time todo estava displicente ? Faltou vontade pra todo mundo lá , todo mundo.
    Mas, já foi… agora é levantar a cabeça e partir pra outra…

    Ah, se a Gaviões não ganhar o carnaval, vamos ver se eles vão “quebrar a sede”, chutar os onibus, demitir o presidente, mandar toda a bateria embora….
    Tomara que desta vez eles não atropelem o relógio do sambódromo ….

  • Nilson – Ribeirão Preto/SP

    Olá, André !
    Parabéns pelo lindo texto.

    Ao Ronaldo, muito obrigado!!!

    Abç,
    Nilson

  • Eduardo Ferreira

    André,

    Belo texto. Não torço para o Corinthians, mas sou apaixonado por futebol e acho que vale dizer que o brasileiro que gosta mesmo de futebol (e não é vítima do fanatismo radical, irracional e vândalo) está emocionado com a despedida dessa (agora) lenda. Lá no final de 2008, quando foi anunciado pelo Corinthians, confesso que senti inveja por não ser pelo meu time que ele jogaria. Sem dúvida, estará para sempre na lista de gênios do futebol.

    Abração,

    Eduardo

  • Rodrigo

    Caceta, tive dois nós na garganta vendo o Ronaldo jogar: quando foi substituído na final em 2002 e quando fez o primeiro gol pelo Corinthians. Hoje deu um baita nó de novo. Valeu, “femônemo”…

  • Rita

    Em 2009, tirei o chapéu para ele e em 2010 torci muito contra.
    Mas, nada pessoal Ronaldo… rs.

    Qd ele tava no Barça, torcia pelas transmissões dos jogos na rede aberta.
    Foram jogos incríveis!!!
    Como foi bom vê-lo jogar, especialmente com a camisa do Barcelona.

    Sem falar em 2002… Sensacional!

    Valeu Fenômeno.

  • George

    Perfeito. Concordo com tudo! Parabéns.

  • Rafael

    Para o Felipe Ramos: assista o VT dos melhores gols do baixinho, principalmente os dentro da área. Você verá que em matéria de gols bonitos, 10 Ronaldos não dá um Romário. Ah, deve ser por causa de um certo gol de elástico contra um certo clube do Parque São Jorge…

  • ” O corintiano comum, aquele que não se sente dono do clube e é incapaz de agir como vândalo, sente-se privilegiado por ter visto um jogador como Ronaldo vestido com a camisa de seu time.” Fantástico! Disse tudo, André.

    foi muito emocionante ver Ronaldo com a camisa do Timão. Há de se lembrar que quando ele chegou ao Corinthians, o time tinha acabado de voltar da 2ª divisão. Em 2010, mesmo tendo jogado pouco, o patrocínio que ele ajudou a trazer para o time contribuiu muito para formar uma equipe competitiva. E na reta final do Brasileirão, até a contusão no jogo contra o Vitória, ele vinha fazendo gol em todos os jogos!

    Foi incrível! Pena que terminou.

    Abraços!

  • Alexandre

    -Ronaldo deu a maior volta por cima da história do futebol, em 2002;
    -É a segunda maior celebridade do futebol brasileiro em todos os tempos, só atrás de Pelé;
    -Está entre os 10 melhores jogadores brasileiros de todos os tempos;
    -Definiu uma era, como Friedenreich, Leônidas, Zizinho, Garrincha, Pelé, Zico e Romário;
    -Tinha, entre 96 e 98, a maior arrancada da história do futebol mundial;
    -Mas saiu brigado dos times onde jogou melhor, Barcelona e Inter;
    -Ganhou poucos títulos importantes em clubes. Só dois campeonatos espanhóis e um Mundial Interclubes, pelo Real Madrid;
    -Não soube escolher o melhor momento para o adeus;
    -Não conseguiu superar o Romário como o maior atacante brasileiro pós-Pelé.

  • Gonzaga

    Infelizmente não encerrou a carreira no Flamengo, mas como disse o Muricy ele é de todos nós que amamos futebol. Certamente, o maior atacante de todos os tempos.

  • Carlos César Sanchez

    Devemos a Ronaldo toda a reverência, não devemos julgá-lo por suas atitudes particulares fora de campo. Eu sei bem o que ele diz, quando se queixa das dores pelo Corpo, tenho tres cirurgias no joelho, a primeira ainda fiz quando era juvenil de um clube sem expressão no ABC, e na época não fui corajoso o bastante para seguir na carreira. Ronaldo não precisa nos provar mais nada. Praticamente foi Campeão por onde passou. No meu Corinthians conquistou dois títulos e destruiu nossos rivais, não nos deu a famigerada Libertadores, mas nos deu um Centro de treinamentos moderno e o projeto do sonhado estádio. Valeu Ronaldo!!! Ele sabe muito bem que a Fiel não se resume a meia dúzia de baderneiros. Só os gols que fez em cima dos nossos rivais já valeram a pena a sua contratação!!!

  • Anderson

    André Kfouri, primeiramente gistaria de parabeliza-lo pelo texto maravilhoso, e segundo pelo vídeo exibido na ESPN Brasil. Gostaria de saber onde vc postou o videio pq me emocionei e queria vê-lo novamente.

    Abraço

    #prasemprefenomeno

  • Gustavo Xavier de Almeida

    OBRIGADO RONALDO,
    PARABENS ANDRÉ KFOURI,

    Sou SPFC e sinto muita alegria, emoção e uma pontinha de inveja de ter visto Ronaldo com a camisa do SCCP.

    Seja feliz R9

  • Romário???? tá de brincadeira né??? Se ser bom é somar títulos Brasileiros… então, vamos tirar Romário desta lista e vamos colocar o Zico, porque o Zico além de uma excelente pessoa também foi um exemplo fora de campo… romário??? Romário foi um Banheirista!!! quem viu Romário arrancar do meio campo driblar 4 ou até mais jogadores adversários??? quem correu o mundo? quem foi aceito em times rivais com a mesma festa?? (Milan, Inter; Real e Barça). Mil Gols do Romário?????? enrolação!!! Romário foi melhor???? Sim, realmente foi o melhor em empurrar a bola pra dentro, mas foi um enrolador fora de campo e um atleta que não é exemplo pra ninguém e sinceramente… quem enaltece o Romário… cospe na cara do Gerson, Rivelino, Tostão e do Próprio Pelé… sinceramente, o Maradona não foi melhor que o Pelé e o Maradona só é melhor que o Romário e vamos confessar: a Copa de 94 foi mole pro Brasil, qualquer um ali faria o que o Romário fez… Se o Romário fosse realmente melhor que o R9, o próprio ROmário não daria um esporro no Ronaldo dentro de uma Academia na Barra da Tijuca… ameaçando o Ronaldo e dizendo pra ele que ele “iria ter que comer mt arroz com feijão pra ser um romário”, eu acho que o Romário é que sabia que iria perder o trono pro Ronaldo… e perdeu!!!! Mas, é aquilo né! mania de Brasileiro: Não evoluir com o tempo, não é a toa que o Brasil está assim! Ah, sim e as Torcidas Organizadas… eu escrevi “Organizadas”??? ah, sim… esta palavra deriva de “Crime Organizado”, estas torcidas “Organizadas” ao invés de largar as suas mulheres com o Ricardão nos dias de jogos do Corinthians, deveriam era se unir pra cobrar dos Vereadores de São Paulo soluções para as enchentes sempre constantes, melhorar a sua forma de vida, aumentar a sua renda e ver se acabam também com as suas próprias torcidas “organizadas”, eu acho que o corinthians e os demais times que sabem que estes bandidos que dizem “amar o seu clube”, mas que só o denigrem, deveriam ser punidos, mas, não é com grana não, é com rebaixamento mesmo. Aí com certeza, não teríamos debandada de jogadores de peso internacional mais uma vez de nosso país por causa de uns mortos de fome que não tem nada na cabeça a não ser barbáries e babaquices… Ô Torcida do Corinthians… por que vocês não crescem e não viram adultos?????? Ronaldo, você foi muito mais do que o Fenômeno… só eu sei da alegria que você nos trouxe com seus gols em todas as Copas que disputou… é uma pena você não ter brilhado como queria em 1998 e em 2006… Só acho que o seu único erro foi ter vindo jogar no Corinthians porque com certeza, por mais que você não queira dizer, você não deveria passar por nada disso… desde os episódios como os travestis até estas coisas ridículas que estes torcedores imbecis que se dizem torcedores ainda por cima, pra mim são vândalos. Não tem jeito, tem gente que só aprende na porrada…
    Ronaldo… meus parabens meu amigo… agora, eu te recomendo uma coisa: pega a sua família e sai deste país porque este país não valoriza nem aqueles que suaram pela nossa bandeira… vai morar em um país aonde você é reconhecido pelo seu real valor.
    Ronaldo, obrigado por existir para o futebol! Sou muito grato por isso!
    Ah, sim, para os lambe-sacos do Romário: por que será que não houve tanta comoção no mundo – eu disse no mundo – quando o Romário se aposentou?????????????????? que estranho…

  • Gabriel

    Parabéns André, maravilhoso post concordo com tudo.Principalmente com a parte do anticorinthianismo, que se encaixa perfeitamente para vários companheiros seus da espn, “pseudojornalistas” como Mauro Cezar, Leonardo Bertozzi, João Carlos e Julio Gomes.Todos estes ironizaram e não respeitaram o maior atacante da história.E quem está comentando e dizendo que o Romário foi melhor é uma grande piada.Na área os dois foram genias,mas fora dela Romario não fez nem 1 porcento do que Ronaldo fez. Sua carreira também mostra isso, e a maioria do mundo e dos grandes jogares concordam que Ronaldo foi o maior atacante de todos os tempos e depois de Pelé, o jogador mais importante do Brasil.

    AK: Obrigado. Mas não chame de pseudo… quem tem uma visão diferente da sua. Opinião é isso. Um abraço.

  • Marcelo Coelho

    Ronaldo é incrível.
    O que fez na Copa de 2002 já seria suficiente para eterniza-lo como um dos maiores de todos os tempos.
    Como jogador, Romário foi melhor do que ele. Do pouco que vi, nos últimos 30 anos, Maradona, Romário e Zidane, em ordem alfabética, foram os maiores.

  • Ricardo Inocencio

    André, mais uma vez te parabenizo pelo seu texto : claro, objetivo e muito sincero.

    Ronaldo se resume no seu apelido, que virou sinônimo de si mesmo : FENÔMENO.

    Como eu sempre digo aqui : somos privilegiados de termos vivido nessa geração onde vimos lendas como Ronaldo, Ayrton Senna, Michael Jordan, Maradona, César Cielo, Gustavo Kuerten…entre outros.

    Obrigado Ronaldo, por ter sido esse exemplo de craque e de superação e por ter jogado no meu time de coração.

  • Rafael Wuthrich

    Alexandre, perfeito!!!!

  • Rafael Wuthrich

    Marcelo, em que pese Ronaldo ter feito 8 gols, teríamos sido campeões sem ele, mas não sem Rivaldo.

  • Rafael Wuthrich

    Prezado Gabriel, você deve ser mais um que só conhece Romário do Vasco para cá. Veja Romário no Barcelona e na seleção 93-96. Mais: veja Romário no PSV. Você verá que o “Gênio da Grande Área” e “Romário no auge” não correspondem à mesma época.

    Veja: http://www.youtube.com/watch?v=xkgzof8oT58

  • Erlandsson Oliveira

    André,
    Entre os grandes gênios do futebol, você coloca o Ronaldo em qual posição?
    Você acha que ele foi superior ao Maradona? Nem vou perguntar sobre Pelé, para não cometer nenhum absurdo…

    Abraço!

    AK: Abaixo de Maradona e de Zidane. Um abraço.

  • Dan

    Ronaldo foi grande. Romário foi melhor.

  • Rodrigo

    Acho que, dor jornalistas brasileiros, os mais sortudos são Nivaldo Prieto e Paulo Calçade. Era com os dois na bancada que a ESPN transmitia a maioria dos jogos do Barcelona, na melhor fase do Ronaldo. Me corrija se eu estiver errado, mas tenho quase certeza que eram esses dois. Sortudos também foram os que, como eu, tiveram a oportunidade de assistir aqueles jogos. Me lembro que era sagrado: a maioria dos jogos acontecia às 14hs, e a tríade ESPN x Barcelona x Ronaldo conseguia reunir minha família inteira pra assistir na sala. Tempinho bããão.

  • Dan

    Ronaldo foi grande. Romário foi melhor. Os dois juntos eram imbatíveis.

  • Ailton

    Prezado André

    Desculpe pela mensagem acima sair com onome do Lédio, espero que você também faça esta corrente de craque só esta impedido de jogar a decisão por jogada violenta no jogo anterior ou por doença, mas uma vez desculpas.
    Ailton

    Com a despedida do Ronaldo e muito outros grandes jogadores em várias épocas, passar com certas rapidez pela nossa mente os grandes gols, as grandes vitórias, os grandes títulos, o espetáculo que este grandes jogadores apresentam. Parando um pouco para pensar vem a seguinte pergunta, se o futebol é espetáculo, se pagamos ingressos para ver grandes jogadores e grandes times, uma decisão onde um grande jogador de um time seja impedido de mostrar toda sua grandeza para para o seu time, para platéia não parece uma coisa errônea, este jogador ser impedido de jogar por ter tomado cartão amarelo ou vermelho no jogo anterior, este jogado que é a estrela da companhia que justifica o espetáculo, a sua ida ao estádio, não é um desserviço a beleza do esporte, ao telespectador e ao tordedor esta ausência e muita vezes dada por um cartão amarelo ou vermelho sem criterio do juiz. Não me lembro de nenhuma grande final do Ronaldo se ausentando por uma situação dessa, mas imagine uma final de libertadores o santos sem Newmar e Ganso por causa de um cartão e quando fomos relembrar a sua despedida este jogo na estará na lembrança.
    Quem sabe uma campanha de craque só esta impedido de jogar a decisão por jogada violenta no jogo anterior ou por doença.
    DECISÃO É PARA OS MELHORES QUEM NÃO ACHA DISSO NÃO GOSTA DE FUTEBOL.

  • Gabriel

    André, eu digo pseudojornalistas pois acompanhava muita a espn e consigo deferenciar quando eles opinavam e quando deixavam o seu lado anticorinthiano falar mais alto,muitas vezes sendo maldosos e mal intensionados.E esta e uma opinião de vários corinthianos que conheço.Mas respeito muito você e sei que a sua opinião é diferente da minha.E mais uma vez PARABÉNS PELO POST!

  • João Vitor

    Ronaldo, em forma, faz falta à seleção brasileira já faz um tempo.
    Ficamos mal acostumados. Antes dele houve um certo baixinho –
    Romário – que foi só quem voltou a fazer o Brasil campeão depois de Pelé.
    Acho Romário incomparavelmente superior ao Fenômeno, mas a verdade é que hoje não temos ninguém próximo aos dois, e deve demorar a surgir.

  • Carlos Antonio

    Segue um link com um ótimo texto para aqueles que gostam de opiniões divergentes da babação de ovo da nossa péssima mídia esportiva

    http://colunas.epoca.globo.com/guilhermefiuza/

    AK: Eu não gosto de música sertaneja, acho péssima. Não me relaciono com ela de nenhuma forma. Por isso acho cômico quando alguém diz que a imprensa esportiva é péssima, mas frequenta blogs, sugere links… aí está um comportamento curioso. Em relação ao texto proposto (de ótima autoria): ele opina que Ronaldo “não tinha o talento de um Falcão”. Bem, o próprio Falcão discorda. Tostão também. Zidane também. Todo devem estar babando ovos…

  • silvio jr

    Andre

    ontem eu ja havia mandado uma mensagem para vc falando sobre este post. Mas depois que chegheui em casa e vi o texto com as imagens no BB 2 edição, não resisti e confesso, derramei algumas lágrimas.
    Impressionate a força do texto com as imagens…..Sinceramente foi o melhor texto sobre a saida do Fenomeno….
    Não falo isso para puxar seu saco ou qualquer outra coisa deste genero…falo como tele-expectador que sentiu o poder de um bom texto aliado a boas imagens…para um ” aspirante ” a reporter como eu, foi mais que um texto jornalístico….foi uma aula.
    obrigado e parabéns

  • Gabriel

    Rafael Wuthrich , conheco sim Romário antes do Vasco.Por isso minha opinião é essa:na área os dois foram genias, mas fora dela Ronaldo foi muito superior, isso é confirmado pela grande maioria da opinião mundial.E tenho certeza que também seria aqui no Brasil, mas como está escrito no post: a partir de 2008 ele deixo de ser de todos e passou a ser do Corinthians

    Veja uma pequena parte do reportorio infinito de jogadas, que inspiraram Ronaldinho Gaucho,C.Ronaldo,Ibrahimovic,Robinho…. http://www.youtube.com/watch?v=3M7R8nKMxlo

  • Alexandre

    André,
    Com relação à sua coluna, na minha opinião não existe este tal de “anticorintianismo”, ao menos não na forma alegada pelos corintianos (“Nós contra todos, bla, bla, bla…”).
    Oras, qualquer palmeirense é anticorintiano por definição, da mesma forma que, por exemplo, um gremista é anticolorado, um flamenguista é antivascaíno e um corintiano é antitricolor.
    Onde está a novidade? Quem não torce a favor, torce contra, e isto vale para todos os grandes clubes do Brasil e do mundo, não havendo qualquer excepcionalidade do Corinthians aí.
    O Ronaldinho Gaúcho, jogando pelo Flamengo, também não é um “jogador de todos nós”. Quando estiver na Seleção, é. Isso não o torna vítima de nada.
    Por fim, Santos, Cruzeiro, Inter, Grêmio e Fluminense não são nem nunca serão “o Brasil na Libertadores”.
    Rivalidade é isso!

  • Jose Abreu

    Concordo com o texto do link enviado pelo Carlos Antonio e escrito pelo Guilherme Fiuza

    Realmente estamos vivendo tempos muito pobres.O Ronaldo não foi melhor nem do que o Reinaldo (ex-Galo) e nem que o Careca (ex-São Paulo), isso só pra citar jogadores da mesma posição e que a imprensa nunca reconheceu nem metade do que puxa o saco do Ronaldo. O Ronaldo foi excelente mas não isso tudo que fazem questão de parecer ser….Acho que faz parte da vaidade dos jornalistas de quererem valorizar o seu próprio tempo e trabalho. Definitivamente o futebol deixou de ser esporte e virou jogo de dinheiro, e a impresna que deveria valorizar a esportividade e “frear” essa mercantilização do esporte, também prefere o dinheiro das audiências….Lamentável……

    AK: O que é verdadeiramente lamentável é a dificuldade que você demonstra em conviver com opiniões diferentes das suas. A ponto de querer desqualificá-las ou, pior, encontrar motivos escusos que as justifiquem. Atitude própria dos que carecem de argumentos. Um abraço.

  • Rodrigo

    Careca melhor que Ronaldo? Eita…

  • Felippe

    Não acho que Ronaldo foi isso tudo. Até seria, se a lesão permitisse.
    Infelizmente não permitiu. Passou a jogar mais com o nome (conquistado com justiça na Era Pré-Lesão). Concordo com outro que disse que Reinaldo foi melhor.

    Mesmo assim o Ronaldo foi um grande jogador e nos deu muitas alegrias.

    Desejo felicidades a ele.

  • GUILHERME S.

    Romário foi bem melhor.

  • chato.com

    O que todos jornalistas estão fazendo até parece brincadeira,Ronaldo foi um ótimo jogador,até o momento em que jogava na Europa,depois disso,mais nada…fala-se tanto em suas passagens pelo Barça,Real e principalemente o Corinthians…pq não dizem sobre sua passagem pelo Cruzeiro? que diga-se de passagem jopgou muito mais do que jogou no corinthians? Falar bem do cara,pelas suas conquistas e alegrias até aí todos concordam…o que não dá prá engolir é esse exagero qdo se fala dele..um extraterreno,um deus…prá mim um traíra que virou as costas pro flamengo,um V…dão q não contente com a mulherada resolveu fazer uma orgia com três travestis, a entregada da final da copa prá frança e por aí vai…isso foi só prá lembrar o Deus que ele é

  • renato

    nossa senhora…
    é cada opinião… careca melhor q ronaldo?!?!
    romario melhor q ronaldo?!?!?!
    como o zico disse, o auge do ronaldo foi longe daqui. acho q poucas pessoas do brasil realmente acompanharam a carreira do fenômeno do barcelona e da inter. pq akele ronaldo foi melhor q maradona. basta ver no youtube.
    nossa senhora… comparar ronaldo com reinado e careca… meu deus…

  • arnaldo

    vc vai nos foruns dos sites europeus e todos citam ronaldo no nível de maradona e pelé.
    aki no brasil, colocam o cara no nível de romário, ou até de careca e reinaldo!!!
    inacreditável.
    aki no brasil ainda acham q ronaldo era só jogador de área!!! ele começou a jogar mais na área por causa das contusões. o ronaldo antes dos 22 já tinha sido melhor do mundo 2 x. e depois de 2 cirurgias no joelho foi melhor do mundo e artilheiro da copa!!!
    o brasileiro é um povo babaca mesmo…

  • Felippe

    “comparar ronaldo com reinado e careca… meu deus…”

    Comparar o Ronaldo com o Reinaldo é uma honra para o Fenômeno. O problema é que, por incrível que pareça, a síndrome do vira-lata nos persegue até mesmo no futebol.

    Assim como Ronaldo, Reinaldo foi um dos maiores de sua época. Ambos jogaram nos principais pólos futebolísticos, mas cada um em seu tempo.

    É uma comparação justa.

    Eu fico com Reinaldo, mas é aceitável preferir Ronaldo.

  • Fainho

    Fenômeno!!!

    Mas Romário foi melhor!

  • Tiago Cardoso – Franca/SP

    E aí André, tudo bem?

    Depois que o Ronaldo anunciou o fim de sua carreira profissional (de modo definitivo), um questionamento congestionou quase todos os pontos de encontro entre os apreciadores do esporte mais empolgante e democrático do mundo:

    Quem foi melhor: ROMÁRIO ou Ronaldo?

    A minha opinião e da maioria esmagadora dos meus conhecidos é a seguinte:

    A resposta é fácil e convicta!

    O Gênio ROMÁRIO! Disparado! Incomparável!

    1,69 m e mais de 900 gols!

    No mínimo, “apenas” uns 600 a mais que o Ronaldo.

    Genialidade, Classe, Frieza, Implacável com os goleiros, Pesadelo dos zagueiros, Autêntico, Ousado, Destemido, Técnico, Extraordinário, Avassalador, Imprevisível, Completo, etc…

    Artilheiro do Campeonato Brasileiro aos 39 anos!

    Mesmo relegando a preparação física; perseguido pelos técnicos; tendo a mídia mais como adversária; sem marketing; além de não temer ninguém mesmo que pudesse comprometer algum momento da sua carreira, etc…

    Marcava gols como ninguém (uma dádiva inata) tanto dentro quanto fora da área;
    driblava;
    arrancava;
    se posicionava;
    desequilibrava;
    cabeceava, etc…

    ROMÁRIO foi imprescindível para o Brasil nas Eliminatórias para a Copa em 1993 e o destaque da seleção na conquista do tetra em 1994!

    Em suma, seria quase impossível o Brasil levantar a Copa depois de 24 anos sem o gênio ROMÁRIO!

    Em 2002, a seleção como um todo era muito mais qualificada e o melhor jogador do Brasil foi o Rivaldo.

    Certamente, as chances da seleção ser campeã sem o Ronaldo eram imensas!

    O Ronaldo foi incontestavelmente muito mais bajulado, glamourizado e protegido pela mídia, além de se valer de um marketing vigoroso!

    Vide seu descomprometimento na Copa de 2006, o episódio do motel na Barra da Tijuca e seu peso incompatível com o profissionalismo.

    Apesar desses fatos, sua imagem saiu quase ilesa.

    Imaginem o ROMÁRIO em seu lugar?

    A trégua não seria a mesma!

    O Gênio de 1,69 m sofreu uma lesão a poucos meses da Copa de 90 (anteriormente foi o maior destaque da seleção na conquista da Copa América depois de 40 anos na fila);

    foi bastante prejudicado quando foi cortado da Copa de 98 (devido a uma lesão na panturilha, mas com amplas condições de se recuperar);

    além de sofrer uma retaliação para a Copa de 2002 (não foi convocado por birra do técnico Luiz Felipe Scolari).

    Apesar desses contratempos e de não ter o mesmo apelo midiático que o Ronaldo, foi e será o maior centroavante da história do futebol!

    Incontestavelmente, ao lado do Pelé (o maior atleta que o mundo já viu) forma a dupla titular de atacantes da seleção mundial de todos os tempos!

    O Ronaldo (camisa 09) tem que se contentar em disputar a 5ª posição de maior jogador da história do futebol brasileiro, pois as 4 primeiras já estão ocupadas pelo
    PELÉ (camisa 10), ROMÁRIO (camisa 11), ZICO (camisa 10) e GARRINCHA (camisa 07)!

    O Ronaldo deveria se retratar a respeito da sua entrevista de despedida.

    A tentativa de colocar a culpa do excesso de peso na glândula tireóide foi lamentável!

    Grandes especialistas da área médica (dos mais remomados hospitais e institutos do país) refutaram completamente a declaração do ex-jogador!

    Disseram em alto e bom som que o hipotireiodismo não causa obesidade;
    que ele prestou um desserviço aos obesos e aos pacientes hipotireoideos;
    os hormônios para o tratamento do hipotireoidismo não fazem parte da lista de substâncias dopantes;
    que há um pequeno aumento de peso, mas não de gordura (motivado pela retenção de líquidos) compensado ao mesmo tempo pela diminuição do apetite;
    improvável ter tal disfunção e não tratá-la corretamente durante 4 anos;
    a pessoa tem uma vida normal se tiver acompanhamento médico
    e que ele usou uma má justificativa para o excesso de peso.

    André, obrigado!

    Até mais!

  • Gabriel

    Meu Deus!!Opinião esmagadora do Mundo (e seria aqui no Brasil também se Ronaldo tivesse jogado seu auge aqui e principalmente se nâo fizasse história no Corinthians) é:RONALDO FENOMENO O MELHOR ATACANTE DA HISTÓRIA.E depois de Pelé,o jogador mais espetacular da história do Brasil.
    E em relação às outras comparações citadas aqui nem vale a pena comentar.Risos são mais adequados.

  • Gabriel

    Meu Deus!!Opinião esmagadora do Mundo (e seria também no Brasil se Ronaldo tivesse jogado seu auge aqui e principalmente se não fizesse história no Corinthians) é:RONALDO FENOMENO O MELHOR ATACANTE DA HISTÓRIA.E depois de Pelé,o jogador mais espetacular da história do Brasil.
    E em relação às outras comparações citadas aqui nem vale a pena comentar.Risos são mais adequados.

  • Romario o melhor de todos…Não errava

MaisRecentes

Futilidade



Continue Lendo

Incoerente



Continue Lendo

Sozinho



Continue Lendo