INESQUECÍVEL CLÁSSICO



Aparentemente, todo mundo que gosta de futebol deveria conseguir se relacionar com o que o Barcelona fez ontem.

É só imaginar como é bom ver seu time mandar 5 x 0 num rival.

Mas o que o torcedor catalão viu e sentiu nesta segunda-feira no Camp Nou foi mais do que isso. Bem mais.

O Barcelona é o único clube do mundo onde existe filosofia de futebol.

O tipo de jogo que o time principal mostra é ensinado aos garotos de 10 anos nas chamadas canteras (categorias de base).

Uma frase dita por Xavi, na véspera do clássico do primeiro turno do ano passado, é um exemplo de como os jogadores formados no Barcelona representam essa filosofia: “O Real Madrid é uma vítima do nosso futebol”.

E quando se lembra que existe uma nacionalidade por trás da camisa, fica menos complicado entender o que o time, o distintivo e essa cultura futebolística significam para o torcedor.

Fica evidente que quando Carles Puyol fez um gol num clássico recente no Bernabéu e beijou a braçadeira com as cores da Catalunha, foi um gesto sincero.

O Barcelona representa uma série de coisas que quem não é catalão pode até conhecer, estudar, entender. Mas não pode sentir.

É o melhor time do mundo, é o atual campeão da Copa do Mundo, tem os melhores meias do mundo e o melhor jogador do mundo.

E tudo isso foi feito em casa. O jogo de ontem terminou com 8 produtos das canteras em campo.

Se o mais exagerado torcedor do Barcelona pudesse escrever como seria o clássico, sua obra não seria tão espetacular.

Na noite do aniversário de 111 anos do clube, a quinta vitória seguida sobre o Real Madrid, e de 5, a pior derrota da carreira do famoso treinador adversário…

Que bom que o jogo produziu o que prometia, ou até mais.

Inesquecível.



MaisRecentes

Em voo



Continue Lendo

Não estamos prontos



Continue Lendo

Ferido



Continue Lendo