NOTINHAS PÓS-RODADA



Três times podem ganhar o título, na última rodada.

Confronto direto pela Libertadores 2011, na última rodada.

Confronto direto pela permanência na Série A, na última rodada.

E o sistema de disputa é ruim?

Como dissemos aqui na semana passada, o Flu só perde o título, merecidíssimo, por uma tragédia.

As notas da rodada 37 do BR-10:

* O Fluminense (2 x 1 no Palmeiras: Dinei, Carlinhos e Tartá – 11.291 pagantes) adora a Arena Barueri. Pela segundo domingo seguido, saiu feliz do estádio paulista.

* O cúmulo: depois de um diretor palmeirense falar em W.O., e outro convidar o torcedor do Fluminense para ver um jogo “onde não tem tiroteio”, a torcida organizada quis obrigar o time a perder para o Fluminense.

* O Corinthians (2 x 0 no Vasco: Bruno César e Danilo – 33.487 pagantes) fez seu último jogo no Pacaembu, onde ganhou 15 das 19 partidas que fez. Em boa parte do jogo, a atuação do Vasco foi marcada pelo desinteresse. 

* A seguinte frase do presidente Andres Sanchez – “Se o Corinthians não vier a ser campeão no domingo que vem, a culpa será do próprio Corinthians (…) pau que bate em Chico, bate em Francisco” – soa ou não soa como uma confissão pelo que houve no ano passado?

* O Cruzeiro (2 x 1 no Flamengo: Diego Maurício, Roger e Thiago Ribeiro – 14.575 pagantes no Raulino de Oliveira) permanece na perseguição. O Flamengo permanece na Série A.

* Mas o Rubro-negro, hoje, estaria fora da Copa Sul-Americana, objetivo declarado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

* O Atlético Mineiro (3 x 1 no Goiás: Diego Souza, Éverton Santos, Renan Oliveira e Diego Tardelli – 17.234 pagantes na Arena do Jacaré), que passou o campeonato preocupado, finalmente se garantiu na Série A em 2011.

* Do décimo lugar para baixo, o Atlético é o time com mais vitórias (13).

* O Grêmio (3 x 0 no Guarani: André Lima, Jonas e Diego – 5.725 pagantes no Brinco de Ouro) pode completar sua incrível reação com uma vaga na Libertadores.

* O Guarani está rebaixado, e terá seu papel na disputa do título.

* Caio virou o jogo para o Avaí (3 x 2 no Santos: Keirrison, Neymar e Caio-3 – 12.291 pagantes na Ressacada), e Florianópolis terá dois clubes na Série A em 2011.

*Neymar fez 43 gols em 2010. Depois de Pelé, Serginho Chulapa é o maior artilheiro do Santos numa só temporada, com 45.

* O  Ceará (1 x 1 com o Atlético Paranaense: Rafael Santos e Magno Alves – público ND no Castelão) fez o último jogo em casa de uma campanha que merece elogios.

* As chances de Libertadores do Atlético ficaram em Fortaleza.

* O Atlético Goianiense não conseguiu vencer o São Paulo (1 x 1: Rogério Ceni e Elias – público ND no Serra Dourada) e terá um jogo dramático no domingo que vem.

* Pode empatar no Barradão, é verdade. Mas isso não alivia muito.

* Se o Vitória (1 x 1 com o Internacional: Adaílton e Rafael Sobis – 22.444 pagantes no Beira-Rio) ganhar em casa na última rodada, haverá Ba-Vi na primeira divisão no ano que vem.

* O Inter jogou com a escalação que usará no Mundial de Clubes da Fifa.

* O Botafogo (3 x 1 no Grêmio Prudente: Antônio Carlos, Edno, William José e Marcelo Cordeiro – 4.932 pagantes no Engenhão) terá a dura missão de vencer no Olímpico para ficar com o quarto lugar.

* Jobson, novamente disciplinado pelo clube, parece ser um caso definitivo de talento desperdiçado.

______

“Assim caminha a humanidade, com passos de formiga e sem vontade.”

Lulu Santos

Não é preciso ter prova de coisa alguma para ver um jogo de futebol e notar comportamentos estranhos.

Assim foi em Corinthians x Flamengo e Flamengo x Grêmio, em 2009. Assim foi em São Paulo x Fluminense e Palmeiras x Fluminense, neste ano. E assim foi em Corinthians x Vasco, ontem.

No caso do jogo do Pacaembu, a diferença é que o Vasco obviamente não estava diante de sua torcida, o que diminuiu seu constrangimento.

Além disso, as relações entre Vasco e Fluminense não são, hoje, tão bélicas como as que “unem” Corinthians, São Paulo e Palmeiras.

A quem pergunta, por exemplo, como se pode cobrar que o atual time do Palmeiras (“o mesmo time que não conseguiu empatar com o Goiás, pela CSA”) derrote o líder do campeonato, digo que a questão não é o resultado do jogo.

Claro que o Fluminense é muito melhor e venceria a grande maioria dos jogos entre esses elencos. Mas o ponto é como o resultado aconteceu.

Voltando ao jogo contra o Goiás: alguém pode dizer que o Palmeiras não lutou? Depois de sofrer o segundo gol, o time ficou tocando de lado?

Qual é a explicação para fazer isso ontem, depois do gol de Tartá?

Uma das explicações é o fato de o Palmeiras ter sido ameaçado por parte de sua própria torcida. Verdadeiramente ameaçado. Esse aspecto não pode ser ignorado.

Entendo a frase do presidente do Corinthians como uma confissão pelo que houve no ano passado. Aqui se faz, aqui se paga.

Isto dito, o Fluminense não tem nada a ver com os problemas de um adversário momentâneo na luta pelo título. Ninguém chega como líder à última rodada de um campeonato como esse sem ter méritos.

ATUALIZAÇÃO, terça-feira 30/11, 10h35 – para quem quer mais do que observação e opinião, o Datafolha analisou as atuações de São Paulo e Palmeiras contra o Fluminense.



  • kleber

    Ótima coluna.

  • Mauricio Branzani

    André, boa tarde! Perdoe discordar de você, mas vi a resposta completa de Andres Sanchez onde ele disse que “pau que bate em Chico, bate em Francisco”. Ali, ele falava sobre mala branca e dizia que ele pessoalmente não ofereceria. MAs disse que apostava que “o Guarani poderia complicar a vida do Flu pois isso é futebol. Com todo o respeito, quem diria que o Atlético Goianiense viria a SP e derrotaria o Corinthians?”. Eu só não sei se reproduzi exatamente como ele falou, mas acredito que consegui passar o contexto. Outro ponto: quando ele se referiu aos erros do Corinthians, citava exatamente os pontos perdidos em casa e a sequência de sete jogos sem vitória. Não vi, em momento algum, ele falar sobre 2009.
    Aliás, finalizo dizendo que te passo essa dica porque tenho você como um dos grandes repórteres dessa geração e não sou ao menos jornalista pra poder te corrigir. Mas acredito que, apesar de não simpatizar com Andrés, nesse ponto ele falou sobre o campeonato atual. 
    Espero ter contribuído. Abraços.

    AK: Obrigado pelo comentário. Eu estava na entrevista do presidente do Corinthians. Eis a declaração completa:

    “Se o Corinthians não vier a ser campeão no domingo, a culpa será do próprio Corinthians. Minha, dos jogadores, das comissão técnica que passou (sic) pelo clube no campeonato. Querem que eu fique reclamando desse e daquele… mas é o que eu falei, pau que bate em Chico bate em Francisco.”

    Um abraço.

  • Alexandre*

    O Palmeiras entregou, o Vasco entregou também. Estar ou não diante de sua torcida é irrelevante. E igualmente constrangedor.

    AK: Não é irrelevante. Se o jogo fosse no Engenhão, o ambiente seria outro. Mas isso não embeleza o papel que se fez. Um abraço.

  • leonardo atleticano

    André, tenho quase certeza que ao final do campeonato, iremos ouvir de alguns:” Corinthians, o campeão moral de 2010″ . Aí meu caro, lhe digo: será o fim do mundo.

    AK: Campeão moral é algo que não existe. Um abraço.

  • Antonio

    Respondendo a sua pergunta: o sistema desse campeonato é horroroso. O futebol deve ser diversão, correto? Alguém se divertiu ontem com a rodada? Houve algum resultado imprevisto? Não, a rodada foi extremamente chata e previsível. Apostaria todo meu dinheiro na vitória do Fluminense. Vamos pegar esse ano como exemplo e acabar logo com essa mania de pontos corridos que assola a imprensa.

    AK: Não sei qual é o seu conceito de diversão. Talvez você deva perguntar aos torcedores do Fluminense. Um abraço.

  • Lucas

    É simplesmente ridículo que os corintianos que entraram no Mundial 2000 pelas portas do fundo, que ganharam um campeonato depois de 23 anos graças a estranha expulsão de Rui Rei (1977) e que estejam na frente do Cruzeiro porque um juiz marcou um penalti aos 43 minutos do segundo tempo numa partida em que outra clara penalidade deixou de ser marcada, que conquistaram o Brasileirão 2005 graças a remarcação de vários jogos, que ajudaram o Flamengo a ser campeão no ano passado, estejam vivendo a crise do politicamente correto em 2010. Deviam pensar nisto antes de terem orgulho de cantar que são maloqueiros… Mas, o Fluminense deve se precaver nos bastidores do jogo, porque senão, serão prejudicados aqui no país do jeitinho, onde os fins justificam os meios e uns são mais julgados do que outros. Andres Sanchez é petista… Forte em Brasília e amigo íntimo de Ricardo Teixeira… Já imaginaram a comoção em São Paulo se o tal de Todo Poderoso Timão for campeão no ano do seu centenário??? Já vai até ter estádio de graça, mesmo se não tiver dinheiro para pagar a obra… E tudo com o beneplácito da imprensa paulista, dita especializada… Especializada em legitimar títulos para o time da grande massa… Abre o olho, concorrentes da Libertadores… O time do estelionato está de volta… Desde que contratou Ronaldo, o único ex-jogador ainda em atividade no Brasil… Vai fazer uns cinco gols nos reservas do Goiás para provar que é realmente um fenômeno e o Guarani jogará como nunca um rebaixado jogou… Acho que o juiz ideal para consolidar a maracutaia é o Heber Roberto Lopes, ou aquele carioca que anulou gol do Palmeiras na Sulamericana contra o Galo Mineiro… Aquele que o bandeirinha atende “telefone” durante o jogo… Palhaçada… Timão – campeão da Vergonha no País do Socialismo das Bananas… Pena que nem o Sávio, nem o Paulo César de Oliveira possam ser escalados… E o Simon também é brincadeira, né… Cadê aquele do penalti aos 43, para completar o serviço? Aquele os jornalistas especializados dizem que é ótimo! Hahahahahahaha…

  • alfredo

    Andre.. temos que incluir, para sr justo, os jogos goias x inter (resultou rebaixamento corinthians) e sao paulo x inter (2008 – que tirou o gremio da lideranca)…………… 2 jogos “beeeeeeeeeeeeeeeeemmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm” estranhos
    abraco…………

    AK: Correto. Um abraço.

  • Alexandre

    é horrível, por mim pegaria os 4 primeiros e faria semi-final e final (com dois jogos cada), mais 06 jogos, e com certeza os 06 mais emocionantes do campeonato, com todo mundo vidrado na frente da televisão, alguns secando e outros torcendo, e se o grêmio (provável quarto colocado) fosse campeão, na minha visão, não seria nenhuma injustiça, uma vez que faz o melhor 2º turno do campeonato.

    Obs: Sou colorado!! Lógico que torceria contra, como irei torcer no domingo para que perca do Botafogo.

    Só a imprensa esportiva gosta desse campeonato.

    AK: Não é o que dizem as pesquisas feitas sobre o tema. Um abraço.

  • A melhor frase que exemplifica toda a questão sobre entrega, ética etc. foi do próprio André:

    O formato atual é vítima, não vilão. Não há fórmula eficaz contra defeito de caráter.

    E esse discurso do Lucas, generalizando a tudo e a todos, é de se envergonhar…

  • Luciano SJC

    André Boa Tarde
    Concordo com voce que obviamente palmeiras, vasco, e são paulo em 2010 e corinthians e gremio 2009, digamos “não tiveram interesse em ganhar”.Agora em relação a fórmula me parece que no tempo do “mata a mata”, esta sentimento de entregua de jogos não existia.Pra ser sincero não em lembro deste assunto antes de 2003. Quando se formava o quadrangular final, era puram emoção.A rodada de ontem foi chaticima até para o torcedor do fluminense.Qual a graça de entram em campo sabendo que vai ganhar, e ainda ter depois o titulo manchado por isso.Que o ponto corridos é mais justo, pode até ser, mas muito mais chato, sem emoção.Tenho saudades da época do mata a mata.Com certeza a 1 rodada do fim hoje a pauta seria outra, sem este lenga a lenga de entrega ou não.Até mais.Sucesso.

  • Rejane

    Eu não sou contra a torcida torcer contra ao triunfo do time adversário! Agora da forma que a torcida organizada do Palmeiras fez, é um absurdo! E isso não é a primeira vez e nem será a última!

  • Beto

    É, como milhares de leitores por aí já disseram, no campeonato de pontos corridos, a justiça quem faz é o próprio clube, que depende apenas de si mesmo para ser campeão, entrar na libertadores, sulamericana ou ir para a segunda divisão.

    O resultado final é uma foto fidedigna dos próprios passos do time no campeonato, ué.

    Ficar resmungando que este ou aquele time entregou é atestar a própria incompetência de vencer o campeonato sozinho.

    Estou bem de saco cheio do foco das competições ficar no entrega-não-entrega das últimas rodadas.

    E, por “increça que parível”, a frase do Andres, dura, porém lúcida, traz um pouco disso. Ele confessa o que houve o ano passado e tem a dignidade (se é que podemos chamar assim) de se conformar com a atual posição de seu time na tabela, por mais que o campeonato ainda não tenha acabado.

    Abs!

  • Teobaldo

    A seguinte frase do presidente Andres Sanchez – “Se o Corinthians não vier a ser campeão no domingo que vem, a culpa será do próprio Corinthians (…) pau que bate em Chico, bate em Francisco” – soa ou não soa como uma confissão pelo que houve no ano passado?

    Eu ouvi e, depois, li a entrevista do Andrés Sanches e na minha opinião ele quis dizer apenas que, “caso o Corinthianas não vença o BR-10, será por seus próprios erros, cometidos apenas no BR-10”. Há que se considerar que até o jogo contra o Vitória, o Corinthians dependia apenas dele para ser o campeão. O complemento “pau que bate em Chico bate em Francisco”, na minha ótica (e posso até estar enganado), está totalmente fora do contexto inicial e deve (pretensão minha) ser interpretado da seguinte forma: “Entregamos no ano passado e agora fomos vítimas da entrega dos nossos rivais. Não é ético, não é correto, não é honesto, mas em relação a esse aspecto, não temos nada à reclamar”. Um grande abraço à todos.

  • BASILIO77

    Faltando 4 rodadas para o final, o fluminense tinha 4 “bábas”. 
    O SCCP, 2 “bábas”. 
    O Cruzeiro, 2 “bábas”.
    O Fluminense será o campeão.  
    Justo? Acho que sim. Um pouco de sorte na tabela, talvez…
    Sim, seria justo o titulo para QUALQUER um dos 3 que chegarão na frente, é bom que se diga.

    Pontos corridos ou mata-mata? O torcedor/consumidor deveria decidir.
    AK, em uma resposta anterior, a qual pesquisa sobre formula de disputa voce se refere? Nunca vi uma sobre essa questão… 

    Abraço.

    AK: A última pesquisa sobre o assunto foi feita em novembro do ano passado e mostrou 44% de aprovação dos pontos corridos. Mas (e isso é importante) a pesquisa foi feita apenas no estado de SP.

  • O pessoal fica entregando jogo pensando em prejudicar os rivais mas nao pensam nas outras equipes que estao brigando,imagina se dependendo do resultado dos jogos o cruzeiro virasse lider ontem?ta dando vergonha de ver o camp.brasileiro…

  • André, vc acha q classificar para a libertadores e rebaixar através da média dos ultimos 3 anos não acabaria com o entrega entrega? Pois o time estaria se sabotando efetivamente!! Acho q seria a solução… Abraço

  • Realmente, leonardo atleticano, será o fim do mundo… hahahahaha… o único que tem “moral” de ser campeão é o Muricy… esse sim, campeão da moral, do trabalho, da dedicação, da entrega (não “dessa” entrega que estamos discutindo, mas da entrega ao que se propõe a fazer).

    E pegando o gancho, meu caro Lucas, acho sim que o Corinthians merece tudo isso que você digitou (afinal faço parte da maior torcida do Brasil, a anti-Corinthians), mas acho que você se esqueceu de muitas outras coisas, e só pra ficar em duas do próprio Fluminense: usou o tapetão duas vezes… uma pra não cair em 1996 (mas acabou caindo em 97 para a 2ª divisão novamente e em 98 para a 3ª) e outra pra subir da 3ª (onde foi campeão em 1999) direto para a 1ª divisão em 2000.

    Como falei no parágrafo antes deste último (boa essa, hein) o Muricy é o único a merecer esse título. Parabéns a ele. E se ele não for o “verdadeiro” campeão, é o único também que pode ser chamado de “campeão moral”. Porque os outros não têm moral nenhuma.

    Abraços!

  • Eduardo

    O Lucas é o típico anti-corintiano. Só falta dizer que o Corinthians é o culpado por tudo de ruim que acontece no Brasil hehe

    Não vejo o futebol como a coisa mais importante do mundo. Se o Fluminense for campeão, paciencia. Outros campeonatos virão. Não vou ficar chorando pelos cantos nem ficar botando a culpa nos outros.

    Tem gente que chora há mais de 5 anos por um título que nem foi o time dele que perdeu e pelo jeito vão chorar por mais 50.

  • Leonardo Pires

    André, eu ia fazer um comentário similar ao que fez o Basilio77, questionando sobre essas tais pesquisas que você menciona sobre a preferência dos torcedores pelos pontos corridos. Você, de certa forma, já esclareceu, apontando que essa preferência de que se tem notícia é oriunda de pesquisas realizadas em São Paulo. Como dito, isso é importante! Faltou você dar o crédito da pesquisa. Que instituto conduziu a enquete, onde foi publicada etc. E, ainda em tempo: não há pesquisa no mesmo sentido mas realizada nacionalmente, não?

  • Fabio

    Andre,

    Vários times entregando jogos para prejudicar os rivais, jogando com times reservas na reta decisiva do campeonato e a formula de disputa é boa?

    Concordo com a Alexandre, só a impresa esportiva gosta desse campeonato. O torcedor quer o mata-mata de volta!

  • Henrique

    Não vai me surpreender se o “timão” sair de Goiás campeão. Só assim a imprensa que hoje chora clamorosamente vai se alcamar. Impressiona o levante da ética e da moral por parte dessa “nação”. Desejo sorte ao Fluminense, time que não está tendo o devido valor, mesmo líder do campeonato.

  • E as “Notinhas pós-humilhação no Camp Nou”, nada?!

    Ah, não esqueça de mencionar que o Real entregou para o Barça… afinal, entregar tá na moda… hehehehe…

    Abraço!

  • Leandro Azevedo

    Jogo do Ceara:

    Renda R$ 491.100,00
    Público 38.997

    O Ceara fez um planejamento serio e financeiramente responsavel para o ano e conseguiu a meta de nao cair e ainda o bonus de uma Sul-Americana. Para o ano que vem vai sofrer um pouco com o fechamento do Castelao e ter que jogar no PV com um publico maximo de 21mil pagantes, mas jah tem 13mil socios em dia (o maximo que vai ser permitido para o ano que vem) e uma fila de espera no momento. O clube tambem conseguiu re-financiar dividas trabalhistas e vem trabalhando para melhorar a sua estrutura fisica e de trabalho para os atletas e nao atrasou salario NENHUMA vez esse ano nem ano passado e jah adiantou o 13o desse ano para os seus funcionarios. Espero que ano que vem o Vozao possa fazer ainda melhor e quem sabe almejar algo mais.

    Li em um jornal essa semana que a CBF vai dividir um valor “a mais” que foi repassado pelo sistema Globosat por pay-per-views in excesso ao que foi estipulado no comeco do ano e que o campeao leva um extra de $8m, $5m para o segundo, $3m para o terceiro, $2m para o 4rto e $1m para TODOS os times que se classificaram para a Sul-Americana. Essa informacao procede mesmo? E existe um premio fixo para os clubes ou apenas os valores de direitos de imagem pagos no comeco do ano?

    Abraco

  • Fred Ferreira

    André,

    Tá ficando difícil continuar gostando de acompanhar o futebol assiduamente e com paixão pelo esporte.

    Boa parte da imprensa está “desesperada” para dar credibilidade para este campeonato. Mas não dá!!! Numa disputa, em que se decide por apenas 1 ponto de diferença, 2 jogos que foram “entregues”, portanto, 6 pontos, fopram obtidos pelo Flu, com um mínimo de esforço e muita facilitação dos adversários, no momento decisivo da competição.

    Mesmo sem o Fluminense ter nenhuma culpa disso, como não haver mácula ?

    AK: Porque além de o Fluminense não ter nada a ver com isso, o Fluminense não fez nada de errado. Um abraço.

  • Lucas

    Enquanto não há amordaças contra o povo brasileiro, é bom dizer o que percebemos. A banca de venda de favorecimentos da Casa Civil da República se reproduz totalmente dentro da CBF do Ricardo Teixeira que só não engana ninguém internacionalmente, como aponta notícia divulgada em recente publicação suiça. Portanto, não me surpreende que o petista Andres Sanchez, presidente do Todo Poderoso Timão e único aliado das posições de Teixeira na última eleição do Clube dos 13, garanta que não existem maracutaias nos bastidores do esporte chamado futebol. Afinal de contas, quem pode facilmente se sagrar campeão brasileiro neste domingo, graças a um esquema que envolve arbitragens fraudulentas, tem que no mínimo legitimar a promoção dos eventos esportivos da qual participa. O Fluminense que abra o olho. Como o Goiás ganhou de presente a vaga na final da Sulamericana, não terá o foco suficiente para causar dificuldades ao “time do povo” na partida simultânea de domingo, que garantirá o 5º título ao time do Presidente Lula. Contra tudo e contra todos, dirão os cronistas mais apaixonados que não se esquecerão de lembrar das entregas de São Paulo e Palmeiras, mas omitirão a garfada de que foi vítima o time de Aécio Neves depois da marcação do penalti aos 43 minutos do jogo contra o real concorrente Cruzeiro, em cima do jogador de maior pedigree do Brasil (insisto em afirmar: na Europa, atleta sem condições físicas não atua, porque as possibilidades de jogo de cena lá, são menores). A Grande Nação Corintiana e os mascates da informação (jornalistas do Lance?) e seus apaniguados (gente como Felldesign?) irão festejar junto. Afinal de contas, a estrutura a ser beneficiada com esta conquita, já encomendada, é comercial, política e social. O Lance irá vender que nem água e a conta das últimas eleições presidenciais no País também estarão pagas. Parabéns Timão, pelos títulos de 2005 e de 2010 (Centenário com prêmio de consolação) e pela forma com que foram obtidos. Desta vez, se não estiver certo, nunca mais escreverei em site algum…

  • Thiago Rhys Cass

    Você leu a última coluna do MCP? Decerto complica algumas análises rasteiras que temos lido aqui e ali…

    http://espnbrasil.terra.com.br/maurocezarpereira/post/162861_JORNAL+USA+NUMEROS+PARA+SUSTENTAR+TESE+DA+ENTREGA+MERA+INTERPRETACAO#comentarioAba

  • Antonio

    Olha acho que nem torcedor do Fluminense se diverte ao assistir um jogo que sabe antes de começar que já está ganho. Agora, se tocar na Virgem Maria da crônica, os pontos corridos, o leitor será desqualificado….

    AK: Aponte um.

  • Willian Ifanger

    Sensação de deja vu.

    Mais um triste exemplo de comportamento cretino de alguns “torcedores”. Além de pedir pra entregar, ficaram o jogo todo ameaçando o Deola. Eu juro que achava que o Palmeiras não iria seguir o mesmo caminho que São Paulo e Corinthians. Mas parece que o Futebol está sendo transformado em outro esporte.

    Incrível como ninguém se preocupa em dar exemplos….exemplos públicos, diante da mídia, das câmeras, pra que todo mundo veja que existe um outro caminho a se seguir. O “Corinthians” abriu uma porta ano passado (apenas levando em conta os rivais da capital paulista) que “São Paulo” e “Palmeiras” deveriam chegar perto dela e fechá-la. Seria um baita exemplo. E o pior é que isso está tirando toda a atenção de um título que está sendo disputado tão duramente há muito tempo. espero que ano que vem alguém feche essa porta.

    Sobre os números do Datafolha, se algum são paulino ainda acha que o jogo contra o Fluminense foi “normal”, é bom pensar novamente. Os números apenas dão mais cores às imagens que vimos.

    E hoje saiu aquele ranking do IFFHS sobre os melhores clubes da década. E o primeiro brasileiro no ranking foi o São Paulo em 12o lugar. Tenho certeza que muitos são paulinos que se divertiram e pediram pro time entregar o jogo contra o Fluminense estão hoje mandando essa notícia pra todos os rivais. Mas há um contrassenso nisso: esse ranking se baseia, além dos títulos, no posicionamento dos clubes nos torneios que disputam. Ou seja, leva em conta o aproveitamento, a pontuação. Só que pro time pontuar cada vez mais, ele tem que vencer. E se você torce pra ele perder, me desculpe, esse ranking não te diz respeito.

  • Breno

    Excelente post do Mauro Cezar, da ESPN. Uma aula!

    http://espnbrasil.terra.com.br/maurocezarpereira/post/162861_JORNAL+USA+NUMEROS+PARA+SUSTENTAR+TESE+DA+ENTREGA+MERA+INTERPRETACAO

    Definitivamente: não dá pra se falar em entrega, há falta de motivação de times que não buscam mais nada no Brasileiro… é simples e notório!

  • Mauricio Branzani

    André, peço desculpas então. Não sabia que você estava na coletiva. Então, fico com sua versão, mais confiável.

    AK: Cara, não há motivo para pedir desculpas. Estamos aqui para conversar. Meu entendimento sobre a declaração pode estar errado. Um abraço.

  • Antonio

    Basta ler a crônica de seu colega Valdomiro hoje no Lance no qual ele debocha claramente dos defensores do mata-mata. Acho que a única voz dissonante no jornalismo é o Flavio Gomes e espero que a voz dele ganhe força.

    AK: Ótimo texto. Faltou você apontar quem foi desqualificado aqui por defender o mata-mata. Um abraço.

  • José A. Matelli

    Mas já que se fala tanto nos seis pontos que o FLU ganhou de PAL e SPO, porque não também falar dos seis pontos que o COR, forte postulante ao título, perdeu para o AGO, forte candidato ao rebaixamento? Tivesse ganho esses pontos, não precisaria arcar com as conseqüências de depender de rivais históricos e nem a falsa distorção do sistema de pontos corridos estaria em discussão.

  • Lucas

    Parabéns ao Jornal “A Folha de S.Paulo”, conhecido reduto petista, por desenvolver pesquisa “científica” que aponta São Paulo e Palmeiras, como equipes que entregaram jogos ao Fluminense. A intelectualidade de esquerda trabalha sempre em nome do “time do povo”. Abre o olho, diretoria do Fluzão e não permita que um trio de arbitragem da maloqueragem influencie no resultado do jogo. Basta um pau mandado que inverta faltas ou que pare bastante o jogo e acelere na hora errada e tenha dois tipos de critérios no apito (um para cada time) pro time do Presidente da República (caudilho) comemorar mais um título. Alguém como o badalado Sandro Meira Ricci. E será que o corintiano Deco vai respeitar as cores do time do João Havelange? No Serra Dourada vamos assistir a um amistoso patrocinado pela Neo Química.

  • Waldir Junior

    Acredito que essa discussão de pontos corridos ou Mata-mata só se resolverá quando a Copa do Brasil (mata-mata) for disputada simultaneamente ao Campeonato Brasileiro (pontos corridos), e com todos os times da 1ª Divisão.

    Assim, a Vaga da Libertadores da Copa só seria conhecida, muito provavelmente, depois da definição das 4 vagas do Brasileiro, fazendo com que por exemplo, o Santos, que tinha time pra brigar por uma das vagas, ou o Corinthans no ano passado, DISPUTASSEM o Campeonato, não só participassem.

    E o Calendario do Brasileiro tb não deveria ser simultaneo à Libertadores, pq o que tá acontecendo agora no fim, de motivação ou querer entrar com time reserva, aconteceu no inicio do brasileiro tb.

  • BASILIO77

    Lendo posts como do Lucas, me lembro de Mauro Carrara. Ele tava certo.
    Abraço.

  • Valdir

    O Fluminense ganhou 10% (6) dos pontos que ganhou no campeonato, apenas nos 2 jogos “entregados” por Palmeiras e Sao Paulo.
    Isso é interferir no resultado do campeonato ou nao?
    A diferenca entre Flu, Corinthians a Cruzeiro é menor do que estes 10%, logo foi vergonhoso para o futebol estas entregadas e depois dizer que o Flu será campeao sem nenhuma mancha é outra marmelada, 10% dos pontos foram entregues.

MaisRecentes

Escolhas



Continue Lendo

Gracias



Continue Lendo

Abraçados



Continue Lendo