VEJA SÓ…



Da coluna Painel FC, assinada por Eduardo Ohata e Bernardo Itri, na Folha de S. Paulo de hoje:

Tiro no pé

Três dias antes de enfrentar o Corinthians, o diretor de futebol do Cruzeiro, Dimas Fonseca, se reuniu com o presidente da comissão de arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa. No encontro, Fonseca sugeriu o nome de Sandro Meira Ricci para apitar a partida e afirmou que o clube o via como o melhor juiz em atividade. Corrêa respondeu que o jogo no Pacaembu era sua prioridade número um, tranquilizando os mineiros.

______

Comentário do blog: O Cruzeiro indicou para o jogo contra o Corinthians o árbitro que, depois, foi chamado de “fdp” e acusado de “ter levado grana” pelo presidente do clube, Zezé Perrella.

Os bastidores do futebol são realmente interessantes.



  • Fábio Minghetti

    André, eu tinha lido no dia em que saiu a notícia e resolvi “caçar” pra colocar aqui. Olha a posição do Cruzeiro sobre o Ricci depois do sorteio.

    http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2010/11/11/mineiro-e-acusado-de-ajudar-o-cruzeiro-juiz-apita-decisao-contra-o-corinthians.jhtm

    Abraço

  • Bruno

    Ontem vi o José Trajano afirmar que daria o penalti a favor do Corinthians, mas não aos 42min do 2o tempo. Existe hora pra dar penalti?

  • Esse choro cruzeirense é nojeto. Ricci apitou o clássico mineiro e favoreceu o Cruzeiro descaradamente. Ainda assim o time smurf nao deu conta de ganhar. São uns fracassados que transferem a culpa pra arbitragem.

  • Luis

    Eu sou cruzeirense.
    Meu sentimento de indignação é autêntico.
    Eu realmente acho que fui prejudicado no sábado.
    E não espero que você me defenda.
    Não espero que você concorde com o Perrela.
    E no lance do penalti no Ronaldo, eu acho que foi realmente penalti.

    Esperava mais imparcialidade da sua parte. Comentários sobre a atuação do árbitro no jogo todo.
    Comentários sobre os erros graves durante o jogo.
    Eu esperava seu comentário sobre eles.
    Mas você trata o caso como corinthiano.
    E Talvez você nem perceba.

    E pra mim, que me sinto verdadeiramente prejudicado como torcedor (prejudicado e não roubado, percebe?), ler você é um desalento. Eu não sou idiota. Ler você prolonga minha tristeza.
    Mas, apesar de você, acho que as coisas mudam.

    É uma pena que você, como jornalista, seja um grande torcedor.
    É mais uma máscara que cai.
    Duas, aliás.

    AK: É uma pena que você, torcedor, ache que todo mundo opina como tal. Você não comentou aqui quando eu opinei dizendo que o Cruzeiro foi prejudicado. Ou que o Corinthians foi beneficiado. Por quê? O título do post anterior me parece claro. Falo sobre o lance do pênalti, e você concorda comigo. Curioso, não?

  • alex

    como eu disse, vou refazer a alegria dos anti-corinthianos:

    – Corinthians só ganha roubado e todos os outros são honestíssimos!!!!

    é isso que querem ouvir! então tá dito!

  • BASILIO77
  • Luiz Felipe

    Mudam os campeonatos, mudam os coadjuvantes, mas o protagonista é SEMPRE o mesmo.

    Isso é fato.

  • Alexandre

    Com indicação cruzeirense ou sem, nada muda o fato de que o trio de arbitragem deste jogo atuou muito mal e marcou favoravelmente ao Corinthians em todos os lances duvidosos da partida.
    Alguns lances de impedimento marcados em ataques do Cruzeiro no primeiro tempo foram absolutamente constrangedores para o bandeirinha. Ou o sujeito é completamente inepto para a profissão ou queria deliberadamente cometer estes erros. Não há outra conclusão possível ao ver estes lances: http://www.youtube.com/watch?v=XuMYzmcRd4k&feature=youtu.be

  • kleber

    André,

    Já que vc está em Milão proponho que vc apresente o lance do penalti, que alguns entendem que nem ao menos foi polêmico, a jornalistas italianos para eles proferirem suas opiniões.

    Afinal, Ronaldo participou do lance e atuou nas duas equipes da cidade.

    AK: Tarde demais, já voltei. De qualquer forma, não sei que diferença faria. Um abraço.

  • kleber

    Provavelmente eles mais uma vez dariam risadas da situação do Ronaldo e do futebol brasileiro.

    Abraço.

  • Alexandre

    André, o que o Luis e tantos outros disseram é que a notícia importante, jornalisticamente relevante, que mais merece um post, não é a análise isolada do tal do pênalti no Ronaldo, lance duvidoso (ninguém isento vai “crucificar” um árbitro apenas por um lance difícil como este!!!), e sim a atuação do trio de arbitragem em TODO o jogo, na minha opinião muito ruim e tendenciosa em favor do mandante da partida.
    O que se está dizendo, e você parece não entender, é o seguinte: analisar só o lance do Ronaldo é insuficiente, o árbitro ter sido previamente aprovado ou não pelos dirigentes Cruzeirenses é pouco relevante. Comentários sobre uma arbitragem muito criticada no jogo mais importante do campeonato até aqui, isto é o que nós, leitores seus (e não apenas “torcedores”) gostaríamos de ler aqui.
    Mas, evidentemente, o blog é seu, e quem escolhe a “pauta” é você, óbvio.

  • Luis

    O post a que me refiro é o “camisa 12”.
    E eu nao entendo o que você chama de “curioso”.
    Mas eu acho estranho é que num jogo como o de sábado, os comentários fiquem reduzidos ao lance do pênalti.
    Eu vi o jogo inteiro. aconteceram erros grotescos naquele jogo. Tão grotescos, que pelo critério do árbitro durante o jogo, se o lance com o ronaldo tivesse sido no W. Paulista, ele não teria dado o penalti.
    Falo isso porque houve um lance muito parecido. E ele nada marcou.
    Mas mesmo assim o juiz recebeu nota 10 da comissão de arbitragem pela atuação.
    Como pode uma coisa dessa?
    E o fato de que os arbitros erram contra todos não me faz aceitar mais um erro.
    Erro é erro. Se erra contra todos, todos têm o direito de reclamar. Ou não?
    Também não justifica nada o fato de o cruzeiro ter aprovado o árbitro e reclamado depois. Se aprovou é porque confiava. Agora pergunta se o Cruzeiro aprova o árbitro novamente.
    O fato é que os erros do jogo foram muito pouco discutidos, em relação ao lance do penalti.
    E o porque disso é o problema a que me refiro.
    Um abraço

  • Edouard Dardenne

    O cara fez dois posts seguidos sobre um mesmo assunto, e ainda assim há quem diga que a ‘imprensa paulista’ não está dando bola para a questão. Não lembro de haver precedentes no blog. O fato de que o jornalista discorda e não adere à histeria coletiva não pode ser confundido com “você não entende” ou “você é parcial” ou “se fosse o contrário, você daria atenção”.
    Esses mesmos diriam, caso a choradeira fosse do Corinthians, que: 1. obviamente foi pênalti; 2. o SCCP sempre rouba mesmo e merece o troco; e 3. Só se está fazendo este escândalo porque é contra o time do ‘eixo do mal’.
    E essa historinha de que o problema não se resume ao pênalti (que houve, deixemos claro) é conversa para boi dormir. O árbitro não deixou de assinalar nenhum pênalti existente a favor do Cruzeiro. Nenhum. Sobram apenas os impedimentos, que são em número menor do que o reclamado pela diretoria do time de Minas. É sério, vamos mesmo ouvir esse chororô por conta de impedimentos mal marcados? É isso? Por favor, isso não resiste a 5 minutos de conversa séria. O SCCP teve os seus também. Não vi ninguém na televisão acusando o árbitro de ser fdp e vendido porque nao ter mandado para o chuveiro o Thiago Ribeiro quando este, já amarelado, deu um pontapé no Dentinho.
    Tenho absoluta certeza que, caso o jogo tivesse transmissão de alguma equipe que contasse com comentarista de arbitragem, antes do escândalo, o repórter de campo teria sido indagado. E teria confirmado que o comentarista, técnico, concordara com a marcação. Assim, o escândalo em campo teria sido menor.
    Um abraço.

  • Leonardo

    Acho que os cruzeirenses têm todo o direito de protestar.
    Acho que os corinthianos têm todo o direito de comemorar.
    O que não pode acontecer, mais uma vez, é essa corrente de teorias da conspiração e gritaria em excesso alegando favorecimento a um time específico.
    O Corinthians, assim como o próprio Cruzeiro e o Fluminense, tem méritos de sobra para estar onde está na tabela. Esteve o campeonato inteiro entre os 3 primeiros colocados, e mostrou grande regularidade e consistência durante todo o torneio.
    Se é líder hoje, não foi apenas o jogo de sábado que determinou essa condição.
    Um campeão brasileiro de pontos corridos não se faz em apenas 3 pontos.
    Um campeão brasileiro de pontos corridos requer muito mais do que favorecimento de árbitro, de CBF, da comissão de arbitragem, ou seja lá o que for.
    Não argumentem a favor do time de vocês, através do desmerecimento do adversário.
    Todos têm e terão sempre do que reclamar ou agradecer.
    Temos inúmeros exemplos recentes de lances polêmicos envolvendo os três times do topo da tabela.
    Com um pouco de tempo e paciência, mais um punhado de jogos realizados, dá pra montar um dossiê pró ou contra qualquer time de futebol do planeta.
    Vamos respeitar o trabalho dos times que estão fazendo jus e merecimento para estar onde estão, e brigando pelo Campeonato Brasileiro de 2010.

  • Edouard Dardenne

    Complementando: obviamente, o campeonato está comprado a favor do Flu. Somente isso explicaria o pênalti marcado no empate contra o Goiás.

    Achei que você seguiria viagem para cobrir Brasil e Argentina no Catar.

    Um abraço.

    AK: A ideia era essa. Mas mudou. Um abraço.

  • Romulo

    André KfouriFala andré, tudo bem?
    sou RB do Fluminense Imperadores, segue o link dos meus melhores momentos:
    http://www.youtube.com/watch?v=aXWVo4j4lqo

  • Rejane

    Só espero que na próxima rodada do BR-010 não tenha tantas polêmicas! Aff…esse assunto já deu muito pano para manga. Faltam ainda três rodadas…tanto o Corinthians quanto o Fluminense e o Cruzeiro podem conquistar o título de campeão do BR-010. Nada foi definido.
    Acho que os erros de Arbitragens devem ser debatidos de forma geral e não num episódio isolado. O André Kfouri já debateu sobre mudanças no apito várias vezes. Principalmente sobre o uso da tecnologia para evitar erros de arbitragens.

  • Roberto Carlos

    André
    Desculpe a insistência sei que você é defensor do uso das imagens da TV como auxilio nas arbitragens, porem no lance do pênalti no Ronaldo ainda não temos um concenso sobre a jogada mesmo depois de dezenas de replays, o unico recurso que parece ter captado a verdade foi uma foto da agencia Estado, será que se tivermos o uso dos recursos eletronicos teremos que parar os jogos para rever os lances polêmicos tanto em videos como em fotos para chegarmos a uma conclusão?

    Abraços
    Roberto Carlos

    AK: Sim, a mesma conclusão a que chegaram TODOS os ex-árbitros ouvidos sobre o lance. Isto é, claro, se estivermos falando de árbitros analisando o replay. A regra 12 do jogo de futebol é simples de ser entendida, e explica por que foi pênalti. Um abraço.

  • Renato Faria

    “Sim, a mesma conclusão a que chegaram TODOS os ex-árbitros ouvidos sobre o lance. Isto é, claro, se estivermos falando de árbitros analisando o replay. A regra 12 do jogo de futebol é simples de ser entendida, e explica por que foi pênalti.”

    Essa é das coisas mais estúpidas e idiotas que eu já li em toda minha vida.

    Beira a insanidade. 

    Mas vindo de quem vem, é naturalmente estúpido. 

    Gente que supõem que se fosse pra ajudar o Corinthians, o juiz não anularia os lances contra o Guarani e blá blá blá…

    Foram 14 penaltis, a maioria mal marcado, durante todo campeonato. 

    Na referida partida, foram SEIS impedimentos mal marcados, dois cartões para jogadores Celestes suspeitos, duas faltas como último homem não marcadas, dois penaltis duvidosos pró-cruzeiro, um penalti TOSCO a favor do Corinthians… isso sem falar nas faltas não marcadas.

    Aí aparece um o senhor falando da “regra doze comprova que foi penalty e todos os ex-árbitros acham isso…” – insanidade, má-ontade ou incompetência??? 

    Eu, particularmente, voto nas TRES OPÇÕES!!!

    PS: O ex-presidente da comissão de arbitragem, Sr. Armando Marques, é o árbitro que apitou a final do Brasileiro de 74 entre Cruzeiro e Vasco e que não consegue explicar porque marcou impedimento do ataque Celeste numa cobrança de escanteio e que recebeu este prêmio.

    PS2: Porque nenhum comentarista que defende o Cruzeiro neste espaço, você responde com a mesma educação e cortesia que os que concordam com a marcação de penalty. Lamentável!!!

    AK: De estupidez e idiotice, estou certo que você entende. E como esse foi seu último comentário publicado neste blog (se mandar outro, irá direto para a lixeira), abaixo vai uma cortesia:

    Regra 12: Tiro livre direto

    Será concedido um tiro livre direto a equipe adversária se um jogador comete uma das seguintes seis (06) faltas de uma maneira que o árbitro considere imprudente, temerária ou com o uso de uma força excessiva:

    – dar ou tentar dar um pontapé em um adversário;
    – dar ou tentar dar uma rasteira em um adversário;
    – saltar sobre um adversário;
    – trancar a um adversário;
    – agredir ou tentar agredir a um adversário;
    – empurrar a um adversário.

    É uma pena (para você, que fique claro) que sua relação com o futebol seja tão miserável. Mas você deve merecer que seja assim.

  • Leonardo Pires

    André, como funciona essa questão de indicação do árbitro? Não é escolhido por sorteio?!

  • Alexandre

    “A regra 12 do jogo de futebol é simples de ser entendida, e explica por que foi pênalti”.
    Não esperava um comentário tão simplista neste blog, mas já que foi escrito, o que a simplíssima e exatíssima regra 12 “explica” sobre os lances faltosos reclamados pelos cruzeirenses?

    AK: Certamente os explica, também. Mas você percebe que estamos falando sobre “o lance que decidiu o campeonato”, na opinião dos escandalosos? Meu post com o comentário do Marsiglia diz que ele acha que houve um pênalti para o Cruzeiro. Você não leu? Um abraço.

  • Cesar

    Infelizmente, mais uma vez, se o Corinthians ganhar esse campeonato teremos que ouvir que o título foi roubado, comprado, acertado….
    Caramba, o jogo de sábado não foi a final do campeonato, foi um jogo da 36ª rodada. Num campeonato de pontos corridos se perde o campeonato em várias partidas e não numa só. O Corinthians perdeu em casa para o Atlético Goianense, empatou com Ceará e Botafogo, perdeu para Avaí, empatou com Prudente e Guarani…. E se tivesse feito todos esses pontos? O campeonato já teria acabado! Todos os outros times também perderam pontos pelo meio do campeonato que não deveriam. Todos os times foram beneficiados e prejudicados pela arbitragem pelo meio do campeonato, mas, de novo, só o Corinthians é que ganha título roubado…..
    Abraço.

  • o ricci é funcionário do senado brasileiro… apitando tantos jogos, pergunto: que horas esse camarada trabalha no senado?

  • Alexandre

    “Certamente os explica, também. Mas você percebe que estamos falando sobre “o lance que decidiu o campeonato”, na opinião dos escandalosos? Meu post com o comentário do Marsiglia diz que ele acha que houve um pênalti para o Cruzeiro. Você não leu? Um abraço.”

     Claro que eu li, André, só quis ser irônico. Não é só o dono do blog que pode ser sarcástico. 😉

     Me desculpe, mas minha forma de entender as regras do futebol e as esportivas em geral é de que estas indicam apenas as diretrizes a partir das quais o jogo será arbitrado, sem ter a pretensão, por exemplo, de “explicar” de forma exaustiva quando um lance é faltoso ou não. Para mim, é o aplicador da regra que, interpretando a mesma, e baseado não só no lance em questão e na “letra da lei”, mas em todo o histórico de aplicação das regras, define se o lance é faltoso ou não (para quem gosta do assunto, pode-se fazer um paralelo com o “Common Law” do direito anglo-saxão). 

     Em resumo, pode-se acreditar que foi pênalti ou que não foi, mas é simplista basear a sua convicção em uma simples leitura do manual de regras. 

     Ninguém perguntou, mas a minha opinião sobre o lance do Ronaldo, após ver o mesmo várias vezes, por todos os ângulos possíveis, e de ler dezenas de opiniões sobre o assunto, é de que de fato houve a falta do Gil, mas se eu fosse o árbitro da partida, paradoxalmente, eu não marcava este pênalti.

     Grande incoerência? Não! O árbitro só tem frações de segundo para decidir e um único ângulo de visão, então, ele só deve marcar uma infração se tiver uma boa dose de certeza de que ela realmente houve. Falta, pênalti, saída de bola, impedimento…tem dúvida? Não marca. Quanto menos o árbitro interferir no jogo (tendo dúvida, que fique bem claro), melhor. 
     
     E a dose de certeza tem de ser diretamente proporcional à gravidade da infração. Pênalti aos 40 e tantos do segundo tempo é gravidade máxima! A certeza tem que ser total!

     Ninguém racional (só os emocionalmente envolvidos) teve certeza total, de primeira, neste lance do Ronaldo, duvido que o Sandro Ricci tenha tido. 

     O legal desta discussão toda é que põe à prova diferentes formas de ver o futebol. 

     Um abraço.

    AK: Você está assumindo que o árbitro não teve certeza do lance, que você mesmo concorda que foi faltoso. Ninguém pode afirmar que ele não estava convicto da marcação. O que parece difícil pelo ângulo da câmera aberta, e de cima, não é necessariamente difícil na posição do árbitro. Um abraço.

  • João Carlos

    O Mauro César Pereira acha um absurdo usar como argumento o uso da regra doze, já que, todos os ítens são subjetivos e carecem da interpretação de alguem.

    O problema não é a regra doze, é alguem a usar como se “explicasse e definisse” um referido lance.

    Sobre os EX-ÁRBITROS, sou capaz de APOSTAR que o Sr. Sandro Meira Ricci se tornará comentarista de arbitragem de alguma emissora com sede no Rio ou São Paulo. Alguém duvída???

    Basta lembrar que Márcio Resende de Freitas, José Roberto Wrigth ou ARMANDO MARQUES foram TODOS PREMIADOS com empregos televisivos. Pasmem: Armando MArques, presidente da comissão de arbitragem.

    A ANAF enviou carta aberta mostrando apoio ao árbitro do jogo de Sabado. Sabe quem assina a carta? Sabe? Sabe? SR. MARCO ANTONIO MARTINS, PRESIDENTE DA INSTITUIÇÂO. Aqui em Minas, as pessoas lembram dele. Ele apitou um clássico entre Cruzeiro e Atlético, com vitória alvinegra, e horas mais tarde, foi filmado com jogadores do Atlético em uma Pizzaria de BH, brindando e comemorando…

    PELAMORDEDEUS, alguem precisa dizer para alguns da imprensa que o Cruzeiro RECLAMA de LANCES DE TODA A PARTIDA, vários lances, sempre em benefício do Corinthians e claro a falta de CRITÉRIO nos lances de penal. Parem de analisar EXCLUSIVAMENTE o lance do Redondo.

    Obrigado.

  • Fred Ferreira

    Mais uma vez lastimável um jornalista que pretende ser sério, adotar postura de torcedor. Ficar insistindo na “defesa” do juiz mostra claramente isso. Se o lance tivesse sido um pênalti claro, não haveria essa gritaria toda.  Se não tivesse marcado o penalti, ninguém ia se lembrar…E o empurrão do Chicão do W. Paulista ? Foi o mesmo tipo de lance que ocorreu com o Ronaldo….

    Já que nem no Brasil você estava para acompanhar o jogo completo, deveria segurar a sua onda de corintiano e ficar na sua.

    AK: Sabe aquele aviso “… não souber se expressar sem apelar para bobagens clubísticas, comente em outro lugar.”, que há no primeiro post sobre esse assunto? É para reclamões-seriais como você. Um abraço.

  • Fred Ferreira

    André,

    Eu sei que eu sou chato com você mesmo. Gostei do seu termo “reclamão-serial”, fiquei até “orgulhoso” !!! …Você é pago pra criticar e utiliza os meios de comunicação pra divulgar suas opiniões, já que você abre o espaço, sempre leio o que você escreve, você é bom jornalista, mas não gosto de várias opíniões suas….e sempre vou entrar em “baixar o pau” no que eu não concordo….

    Você já parou pra perceber que, no confronto direto contra vários dos principais adversários o Corinthians foi favorecido ?

    É só lembrar: Flu, Bota, Cruzeiro, Atl-PR, isso que eu me lembro agora….Não acredito em conspiração, mas haja coincidências….

    Um abraço

  • caro andré, nao acredito que haja uma conspiração para ajudar o corintians, mais que no campeonato todo ele vem sendo mais ajudado do que prejudicado é fato, continuo acreditando que nao foi penalti, uma foto publicada com os jogadores parados nao prova nada, se com a imagens das cameras ainda há muitas duvidas, torna-se um equivoco analisar um lance por uma foto sendo que no momento os dois jogadores estavam no ar, ao meu ver em disputa da bola, ronaldo a frente e o zagueiro atras, foi um erro capital, mais digo aos meus amigos cruzeirenses, que tenham calma o campeonato ainda nao está decidido.

    um grande abraço.

MaisRecentes

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo

Renovado



Continue Lendo