NOTINHAS PÓS-RODADA



Vitórias difíceis e cruciais dos 3 primeiros colocados.

Grêmio e Atlético-PR ameaçam o Botafogo.

As notas da trigésima-quarta rodada do BR-10:

* O Atlético Goianiense (2 x 2 com o Internacional: Juninho, Elias, Leandro Damião e Giuliano – 4.459 pagantes no Serra Dourada)  vencia por 2 x 0, cedeu o empate e vê a ZR a apenas 1 ponto de distância.

* Dois pênaltis, um para cada lado, bem estranhos.

* O empate (2 x 2: Neymar-2, Diego Tardelli e Obina – 16.771 pagantes na Arena do Jacaré) com o Santos foi ruim para o Atlético Mineiro, que mantém a cabeça acima da linha d’água por causa do número de vitórias.

* No lance do segundo gol mineiro, Tardelli já estava comemorando quando o goleiro Rafael não segurou o chute de Renan Oliveira.

* O Grêmio (5 x 1 no Ceará: André Lima-2, Jonas, Fábio Rochemback, Douglas e Magno Alves – 20.789 pagantes no Olímpico) continua seu ataque a uma possível, sim, vaga na Libertadores 2011.

* O saldo de gols do Grêmio (17) só é inferior ao de Fluminense e Corinthians (21).

* O Grêmio Prudente venceu (4 x 1 no Goiás: Rafael Moura, João Vitor, William José, Wesley e Rhayner – 674 pagantes no Pudentão) o “jogo do desespero”, e puxou o Goiás ainda mais para baixo.

* O público do jogo diz tudo.

* Para que a rodada ajudasse (não foi o caso…), o Botafogo (0 x 0 com o Avaí – 14.538 presentes na Ressacada) teria de vencer fora de casa.

* Mas apesar da aproximação de Grêmio e Atlético Paranaense, o lugar no G-4 e está mantido.

* O Cruzeiro (1 x 0 no Vitória: Thiago Ribeiro – 34.940 pagantes no Barradão) não estava envolvido num clássico, mas nem por isso tinha um jogo menos difícil. Vitória enorme.

* Sei que é praxe dar o gol para o jogador do ataque que chuta a bola na direção do gol. Mas Thiago cruzou. O zagueiro Jonas (nome de artilheiro) cabeceou na pior direção possível. O gol foi contra.

* Roteiro conhecido no clássico entre São Paulo e Corinthians: gol de Elias, vitória corintiana (2 x 0: Elias e Dentinho – 42.667 pagantes no Morumbi), tabu mantido. Já são 11 jogos, ou 44 meses de invencibilidade.

* Para o torcedor do Corinthians, é preocupante lembrar que Elias e Jucilei (dupla que criou o primeiro gol) estarão em Doha no meio da próxima semana.

* A Copa Libertadores 2011 permanece ao alcance do Atlético Paranaense, após a vitória fora de casa (1 x 0: Paulo Baier – 6.585 pagantes no Raulino de Oliveira) sobre o Flamengo.

* Se o BR-10 acabasse hoje, o Flamengo (4 pontos acima da ZR) estaria classificado para a Copa Sul-Americana.

* Um gol no começo do jogo e, novamente, as defesas de Ricardo Berna deram ao Fluminense uma vitória (1 x 0 no Vasco: Tartá – 16.263 pagantes no Engenhão) fundamental no clássico.

* Na teoria, o caminho do líder é menos complicado nas últimas quatro rodadas, em comparação ao dos concorrentes.

* O time alternativo do Palmeiras venceu (1 x 0: Leandro Amaro – 3.154 pagantes na Arena Barueri) o Guarani, que tem uma tabela terrível neste final de campeonato.

* Vitória (C), Flamengo (F), Grêmio (C) e Fluminense (F).



  • Edouard Dardenne

    Quanto mais longe de Fortaleza, mais triste é a condição de jogo do Ceará.
    Quando eu falei, em outro post, sobre o número de vitórias do Galo e a possibilidade de escapar do rebaixamento com apenas um empate, me referia a uma situação exatamente como a que ocorreu nessa rodada. Mas eu não achava antes e já estou achando agora que o Galo deve fugir da degola no último minuto do último jogo.
    A mim só resta torcer pelo tropeço do Flu… Enquanto o Timão tem Vitória na Bahia e Cruzeiro, em casa, o Flu só tem dois jogos em tese mais difíceis. Exatamente contra Palmeiras e SPFC, ambos em São Paulo… Que coisa.
    Um abraço.

  • Beto

    É, acho que essas vitórias magras são o sinal do final do campeonato.
    E acho que o São Paulo não ganha do Corinthians mais pelo fator psicológico do que qualquer outra coisa.

  • eduardo pieroni

    Boa ANDRE,

    PROTESTO !

    contra a diretoria do SCCP, o corinthians nao pode emitir a NF PAULISTA, ao fregues ainda falta o SCCP fazer o ultimo servico ganhar ou empatar com o FLU, ai sim emitimos a NF.

    agradecemos a preferencia.

  • memoria de elefante

    Proximo filme tricolor dedicado ao Curintians!!! hahahahaha

    Eu Sei Oque vcs Fizeram No “Brasileirão” passado! A vingança

    http://esporte.ig.com.br/futebol/2009/11/30/jornal+do+corinthians+com emora+doce+derrota+para+o+flamengo+9187733.html

    PARABENS MURICY TETRA CAMPEÃO

  • Edouard Dardenne

    Em cima do que o Beto comentou, quero fazer um adendo. Jogador costuma dizer que tabu não entra em campo. Mas São Paulo e Corinthians têm elencos relativamente estáveis. Então, quando em uma situção de jogo sai o primeiro gol, acho que alguns jogadores pensam: “será que não vamos ganhar de novo?”.
    Para mim, não há motivos para pensar que o estado psicológico dos jogadores não seja influenciado assim.
    Eu tive a clara impressão de que a defesa do São Paulo parou no segundo gol do Timão. E parou pro fatores psicológicos, e não físicos.
    Um abraço.

  • Edouard Dardenne

    3 comentários em 6 no total é provavelmente um recorde.
    Mas vamos lá, eu ando meio desocupado ultimamente.
    Veja isso: http://www.youtube.com/watch?v=0UIdI8khMkw
    Coisa do futebol americano interescolas dos EUA. Um abraço.

  • Lima_BH

    Caro André,

    por acaso voce viu este vídeo de futebol americano com este touchdwon atípico?

    segue link : http://terratv.terra.com.br/Esportes/Esporte-Interativo/Curiosidades/4794-330330/Time-colegial-dos-EUA-engana-adversario-e-faz-touchdown-inusitado.htm

  • Luiz Felipe

    Cara,

    Olha essa:

    http://www.youtube.com/watch?v=0UIdI8khMkw&feature=player_embedded

    Fico imaginando o paulo antunes “comentando” esse lance… rsrsrsrs

  • Renato Faria

    Prezado,

    Aguardei alguns dias para ver se apareceria um post com o título de sequência: “O amigo conspiracionista – parte II”.

    É que no jogo entre São Caetano e Sport, DECISIVO para as pretensões do Leão para o acesso à elite do futebol, aconteceu um lance BEM PARECIDO com o que o senhor descreveu (e pediu por caras pintadas e protestos) na partida entre Palmeiras e Atlético Mineiro.

    No jogo o árbitro mandou seguir um lance na área do Rubro Negro.

    O bandeira sinaliza tempos depois e avisa que houve um toque de mão na área do Azulão.

    O árbitro prontamente marca o penalty.

    Pouco antes da combrança, ainda sob protestos do time de Recife, o quarto árbitro dirige-se ao banceira, põe a mão sobre a boca (como se escondesse algo escandalosamente deflagrado) e relata ao bandeira que a bola bateu na cabeça do zagueiro e não na mão.

    PARA-SE TUDO OUTRA VEZ; e o árbitro marca o tiro de meta para o azulão

    Seria uma declarada intervensão EXTERNA. Tivemos então, o contesta lance acontecendo de novo, e vossa senhoria não se dispôs a opinar.

    Tenho minhas dúvidas sobre a publicação deste comentário, mas já ficaria feliz de saber que leu… (agora comentando sobre o que falou/escreveu e não sobre o que imagino que diria, ok?!?)

    Abraço do incorrigível leitor conspiracionista.

  • Júlio César (Corinthians) e Neto (Atlético-PR), fizeram ‘milagres’ na rodada do fim-de-semana.

MaisRecentes

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo