NOTINHAS PÓS-RODADA (e Neymar não foi)



O Corinthians terminará a rodada na ponta, mas a diferença pode voltar aos 2 pontos.

A Conmebol mandou um presentinho, e a área-vip só tem 3 sofás.

As notas da abertura da vigésima-quarta rodada:

* Segunda vitória seguida do Palmeiras (1 x 0 no Grêmio Prudente: Márcio Araújo – público ND no Prudentão) como visitante, situação em que o time não perde há 8 rodadas.

* No Grêmio Prudente, lanterna, situação triste: um time sem identidade com nada, trabalhando sem as mínimas condições. O resultado não poderia ser outro.

* O Atlético Goianiense ganhou (3 x 1 no Goiás: Elias, Amaral, Gilson e Juninho – 11.240 pagantes no Serra Dourada) o clássico municipal.

* Elias fez seu décimo gol no BR-10. O Goiás não perdia há 4 jogos.

* O São Paulo ganhou (2 x 1 no Guarani: Marlos, Baiano e Ricardo Oliveira – 10.264 pagantes no Morumbi) o quinto jogo sob o comando de Sérgio Baresi – Juvenal Juvêncio, em conversa com PVC: “Não vou contratar Dorival Júnior”.

* Miranda, que levou cartão amarelo no lance, disse que até os jogadores do Guarani não entenderam a marcação do pênalti.

* O Cruzeiro só começou a construir a vitória (2 x 0: Montillo e Farías – 16.914 pagantes na Arena do Jacaré) sobre o Ceará aos 38 minutos do segundo tempo.

* O time mineiro está invicto há 9 rodadas, e é o vice-líder pelo menos até hoje à noite.

* Duas novidades no clássico carioca (Vasco 2 x Botafogo: Ramon, Éder Luis, Herrera e Abreu – 14.248 pagantes) no Engenhão: o Botafogo recuperou o quarto lugar e o Vasco é o novo líder…

*… nos empates. São 12 em 23 jogos.

* Já são 7 vitórias do Atlético Paranaense (1 x 0 no Internacional: Paulo Baier – 18.597 pagantes na Arena) em sua casa. De um total de 11.

* Por que não surpreende que Paulo Baier tenha se envolvido (dessa vez, sozinho) no gol?

* O Grêmio (2 x 2 com o Flamengo: Douglas, Kléberson, Jonas e Petkovic –  24.968 pagantes no Olímpico) não pode reclamar das chances que teve para vencer.

* Mas Renato Gaúcho reclamou da linha de impedimento que falhou na jogada do gol de Pet.

* Vale uma terceira nota: aos 21 minutos do segundo tempo, após uma cabeçada de Deivid, Victor fez uma gigantesca defesa.

* O time que não sabia ganhar (Corinthians 3 x 2 Santos: Durval, Iarley, Neymar, Elias e Paulo André – 10.898 pagantes na Vila Belmiro) fora de casa mudou de hábito. A intensidade do meio-de-campo do Corinthians impressiona.

* Danilo estava impedido na jogada do terceiro gol. Lance difícil, em que tanto o árbitro quanto o assistente estavam muito bem colocados.

______

Na lista de jogadores convocados hoje por Mano Menezes, há um atacante cujo nome começa com “N” e termina com “mar”.

Mas não é o santista, e sim Nilmar.

MM decidiu deixar Neymar fora dos próximos amistosos, dizendo que “a volta depende dele” e que acontecerá quando ele “voltar a chamar a atenção pelo futebol”.

A convocação, ou não, de Neymar é o assunto da minha coluna de hoje no Lance! (que estará aqui amanhã, mesmo que a pergunta já tenha sido respondida).

Mano não teria dificuldade para justificar sua decisão, fosse qual fosse.

Entre o estímulo que poderia ser confundido com prêmio não merecido, e a preservação que pode ter um pouco de puxão de orelha, escolheu o segundo caminho.

Não surpreende.



MaisRecentes

Cognição



Continue Lendo

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo