COLUNA DOMINICAL



(publicada ontem, no Lance!)

NO VÁCUO

Quem tentou falar com Mano Menezes entre terça e quarta-feira (e não foi pouca gente), deparou-se com a caixa postal de seu celular. Direto, sem toques, como se o telefone estivesse desligado. E estava mesmo. Quem falou com pessoas próximas ao técnico, ouviu que MM tinha esquecido o celular em São Paulo, enquanto o Corinthians estava em Goiânia.

“Então, tá. O cara está prestes a assumir a Seleção Brasileira, e esqueceu o celular em casa? Não é possível”. Foi o que pensei, e tenho certeza de que não fui o único. Mas era verdade, assim como era verdade tudo o que saiu da boca de Mano sobre a Seleção nos últimos dias.

Quando um técnico diz “não falei com ninguém da CBF”, deixa aberta a possibilidade da conversa existir por intermédio de representantes. Dele ou dela. Mas “não tenho convite da CBF”, como MM declarou, é uma afirmação taxativa, sem rotas de escape, ainda mais para quem já tinha dito “posso omitir, mas não minto”.

Mano não omitiu, nem mentiu. E os que acreditaram nele (ainda que desconfiar seja item de série para quem trabalha no jornalismo, por causa de quem mente sem constrangimentos) resistiram à tentação de cravá-lo como sucessor de Dunga, por mais indicativos que tenham sido os depoimentos dos bem informados sobre um subproduto da ida de Mano para a Seleção. O Corinthians se preparou para o caso de perder seu técnico. Acertou tudo, na palavra, com Adílson Batista. No meio das conversas, chegou-se à mesma conclusão: Mano está saindo. Dedução lógica, mas perigosa. Sopa para o azar.

Pois quem estava saindo, pelo menos na cabeça do autor do convite, era Muricy Ramalho. O café da manhã do técnico do Fluminense com Ricardo Teixeira, ontem, no Itanhangá Golf Club, era um segredo compartilhado entre a CBF e a TV Globo. Como nos velhos tempos. Segredo que acabou exposto pelo acaso. Uma equipe de reportagem da ESPN Brasil estava no clube para cobrir o Campeonato Brasileiro de Golfe. Imagine a surpresa ao ver Muricy, Teixeira e o superconselheiro Rodrigo Paiva juntos no restaurante, tirando fotos com sócios. A informação (e depois, a imagem), levada ao ar durante o SportsCenter, frustrou o furo combinado e deve ter azedado o café de pelo menos um dos comensais. Acontece.

Ao sair, Muricy deu à repórter Patrícia Lopes uma frase que, para os apressados, parecia uma formalidade. “Ainda tenho que falar com o Fluminense”, disse o “novo técnico da Seleção Brasileira”. Esqueceram que MR não é um treinador que apenas diz que cumpre seus contratos, ele os cumpre. E que o compromisso verbal dele com o Fluminense vai até dezembro de 2012. Como Mano, Muricy falou a verdade.

A melhor declaração desse episódio foi publicada pelo portal Terra. “Eu tenho que dar exemplo para os meus filhos. O Fluminense foi me buscar em São Paulo e eu não posso deixá-lo na mão. Se o Flu não liberar, eu não vou”, disse Muricy.

E a melhor imagem é da ESPN Brasil. Muricy, com o braço estendido, tentando cumprimentar o presidente da CBF, ao fim da conversa. Duas vezes, em vão. Teixeira simplesmente não deu a mão ao técnico que quis contratar.



  • Roberto Carlos

    André
    Desculpe fugir do assunto postado, qual a tua opinião a respeito da marmelada de hoje na Formula 1?
    Abraços

    AK: A mesma que me fez perder a vontade de ver corridas: piada. Um abraço.

  • Leonardo

    Por mais absrdo que posso parecer, o Ricardo Teixeira queria matar dois colehos com uma cajadada só, colocar um nome de peso na seleção e dar uma cutucada na diretoria do fluminese, do qual a alguns meses atrás ele era tão intímo. Eis que, ele não contava com um hoeme de aplavra no meio disso tudo, apesar de ele ter fetio a coisa certa, fico triste que um técnico do gabarito do Muricy não pssa comandar a seleção brasileira, por casua da falta de tato da CBF. Mas ele está de parabéns e o Fluminense agora vai ter que banca-lo, coisa que ultimamente não tem feito, pois é um dos clubes que mais troca de técnico

  • alex

    Só espero que o Flu cumpra o acordo até 2012!!!

  • Custodio Neto

    AK,

    sinceramente, na imagem da ESPN me pareceu que o Teixeira não estendeu a mão por conta de estar levantando da cadeira.

    creio que foi por uma circunstância.

    custodio neto

    AK: E na segunda tentativa do Muricy? Para mim, as expressões nos rostos dos 3 dizem tudo. Um abraço.

  • BASILIO77

    AK, sem teorias malucas de conspiração e que tudo fora definido na Africa do Sul?
    Tá muito simples isso aí. Aí tem coisa…que jornalista é voce?
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Abraço.

  • leko

    André

    – Toda essa confusão deveu-se unicamente pela falta de habilidade e inteligência do Presidente da CBF Ricardo Teixera.Em primeiro lugar não precisava pressa em escolher um técnico para seleção em um semeste com 2 jogos amistosos apenas. Contratava em janeiro. Com isso haveria técnicos suficientes para escolher. Acho Mano Menezes bom técnico, mas não para seleção. Acho que houve lobby paulista para sua contratação. O Muricy seria o ideal, mas foi grosso com a imprensa em São Paulo, manchou sua imagem. O Ricardo Teixeira pensa que pode contratar quem quiser na hora que lhe convier e o Muricy provou que não. Por isso a cara emburrada.Bem feito. Acho que Mano Menezes não dura ATÉ 2014. Na minha concepção acho o Dorival Júnior mais preparado embora um pouco verde também, mas sabe trabalhar as divisões de bases e o profissional, o Mano deixa a desejar neste aspecto. Como Renovação para mim não houve,apenas a troca de técnico. O Dorival a quatro anos seguidos é campeão de diversas competições. E vocês da imprensa paulista nem cogitaram. Tamnho de trocida não é igual a competência. Mano tem, mas não para técnico da seleção. abraços

  • claudio marques

    Nesta particularidade Dunga vai deixar saudades…Mano concedeu uma exclusiva para a “emissora oficial”. ( o profissional Bruno Laurence não tem nada a ver com isso)

    AK: Esqueceu que Dunga esteve na bancada do Jornal Nacional? Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Alguém lembra o que o Celso Roth,hoje no Inter,fez com o Vasco a pouco mais de 1 mês?

    Exatamente o oposto do que o Muricy fez com o Fluminense.Não cumpriu a palavra,não levou o que havia sido acertado entre ambas as partes a cabo,e simplesmente deixou,de surpresa,o Vasco sem treinador,tendo em troca a possibilidade de comandar um elenco melhor qualificado.

    Ponto pro Muricy.Provou que,mais que um bom treinador,é um cara de palavra.

    Todos dizem que há muita canalhice no meio do futebol.Mas quando vemos situações como essas,do Muricy,pensamos que nem tudo está perdido.

  • O Maldito

    Não se decepcionem os adeptos do futebol “muléque” e “bem brasileiro”: o Muricy é mais retranqueiro que o Mano. Como corintiano, só posso lamentar a saída do sujeito, mas… é a chance dele. Pensando que há menos de uma década Émerson Leão teve sua vez, até que o Mano fez mais do quê por merecer.

  • Rita

    Vejamos se merecerá mesmo está no cargo. Torço para que sim, porque se for verdade que ele tinha (ou tem) relações obscuras com empresários no Corinthians, o que dirá na Seleção… vai tá no lugar certo, parceiros certos, com o patrão perfeito.

    Muricy não combina nesse cargo, especialmente nesse momento que antecede uma Copa (???)no Brasil.

  • Marcos

    Alguem mais ai vive a mesma dicotomia de ao mesmo tempo torcer contra (antes dos jogos, pelo “estado das coisas” nos ultimos 21 anos) e pró (quando a pelota rola, pelo simples jogo de bola, especialmente na Copa, a Seleção, provavelmente maior equipe esportiva do Planeta). Ó , o dilema…

  • Paulo sp

    Muricy mais retranqueiro que o Mano? Na melhor das hipóteses uma briga boa, são realmente parecidos, porém a vantagem de Muricy é gigante!
    Pegue os campeonatos brasileiros, quem fez mais gols? os times de Muricy ou de Mano
    Libertadores quem fez mais gols ?(Compare desempenho tambem)
    Acho que o Maldito comparou baseado apenas no achometro…
    Claro que Mano leva vantagem na segundona afinal Muricy é tecnico de ponta !

  • Pedro Valadares

    André, o Juca disse que com a troca do Mano pelo Adílson o Corinthians ganha. Eu discordo. Acho que perde pouco, mas perde. E você, o que acha?

    AK: Acho que não dá para saber. Mas, assim como o Mano em 2008, o Adílson hoje é um técnico que ainda fará seus melhores trabalhos. A substituição foi correta. Um abraço.

  • Willian Ifanger

    O Ricardo Teixeira deve ter ficado muito feliz ao saber que justamente o pessoal da ESPN estava ali…..hehehehehe.

    E o comportamento do Ditador foi cretino.

  • Essa 1ª convocação dirá se Mano será mais um mero fantoche da CBF, como os anteriores (exceção feita ao Felipão). Se for coerente mesclará novos valores com medalhões em alta:

    Julio César, Victor e Ceni

    Maicon, Dani Alves
    Lúcio, Miranda
    Thiago Silva, Alex Silva
    André Santos, Roberto Carlos

    Ramires, Elias
    Hernanes, Wesley
    Kaká, Diego
    Ganso, Bruno César

    Neymar, Kleber
    Luis Fabiano, Nilmar

  • Marcelo

    André, desculpe pelo assunto fora do tópico, mas você viu este penalti?
    http://www.marca.com/2010/07/24/futbol/seleccion/1279994338.html
    Particularmente, nunca tinha visto ninguém bater dessa forma.

    AK: Boa. Vai para o post. Obrigado e um abraço.

  • Andre Luis

    AK, infelizmente não lembro em que programa de rádio eu ouvi, mas de acordo com um dos comentaristas um dos fatores que fizeram Muricy não se interessar tanto pela seleção foi a necessidade de ganhar a copa américa, ano que vem.

    De acordo com o que foi dito, Muricy poderia fazer a reformulação que quisesse, convocar quem achasse melhor, desde que na Argentina a seleção fosse campeã, ou no mínimo, finalista.

    Sabe algo nesse sentido?
    Tentei colocar esse questionamento no blog do PVC e do Mauro, na ESPN Brasil, mas não estava carregando a página.

  • Gustavo

    Pelo visto, o Muricy pode esquecer a Seleção enquanto o Ricardo Teixeira tiver influência. As notícias dos bastidores permitem concluir que a ética custa caro no meio futebolístico.

  • Marcos Vinícius

    Só pra livrar a cara do homem:

    Quem disse não a ida de Muricy para a seleção não foi o próprio,e sim o Fluminense,que não o liberou.

    Portanto,quando Ricardo Teixeira recusou o aperto de mão de MM ainda não sabia qual seria a resposta do treinador que,segundo o prórpio,antes teria que falar com o seu atual empregador.

    Então o que o levou a fingir que não viu,por duas vezes,a mão estendida de Muricy Ramalho?

    AK: Não sei. Talvez o fato de MR não ter aceito o convite imediatamente. Um abraço.

  • Chico Neto

    Tá tudo muito bonito, muito certo, todo mundo louvando Muricy, cumpridor de contratos, etc. A única questão que ninguém explica é que, se não quisesse mesmo, se tivesse a intenção de cumprir seu contrato até o final, como o próprio e a mídia alardeiam, teria dito NÃO no momento em que o convite foi feito e não apenas após a não liberação do seu empregador. Resumo: balela!

    AK: Independentemente de como as coisas aconteceram, discordo de você. Lembrando o que MR disse: “preciso falar com o Fluminense”. É evidente que um convite da Seleção Brasileira é algo diferente, que justificaria, em minha opinião, a rescisão. Mas Muricy não quis romper seu contrato unilateralmente, quis a concordância do clube. Ela não veio, ele não foi. Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Apenas repetindo a pegunta feita em outro post:

    O que vc achou da convocação do Mano?

    Embora ninguém tenha perguntado minha opinião,acho que ele exagerou na renovação.

    Grande abraço.

MaisRecentes

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo