CADEIA DE COMANDO



Atualizando as informações sobre a sucessão dos professores Dunga e Jorginho na Seleção Brasileira:

Mano Menezes tem 90% de um acerto com a CBF. Quatro fontes diferentes confirmaram a informação, em conversas com o nosso camarada PVC.

Uma das questões pendentes é financeira. Como é o caso em quase todos os países onde o futebol é importante como no Brasil, o que se paga ao técnico da seleção nacional é muito menos do que se paga em clubes.

O salário de Dunga girava em torno de R$ 180 mil. Não me entenda mal: é um valor altíssimo, sob qualquer ótica.

Mas é pouco perto do que ganham os técnicos mais bem pagos do futebol brasileiro.

Para ter MM, ou Muricy Ramalho (que segue em pauta, e é ainda mais bem pago do que Mano), a CBF terá de melhorar a oferta.

Digamos que, em se tratando de CBF, isso não deve ser um problema.

Para o caso de Mano acertar, o Corinthians procurou Adílson Batista, e com ele já tem um acordo apalavrado.

Disse isso ao Lance! de hoje: Adílson é a melhor opção.

A dívida trabalhista que o clube tem com ele (está na Justiça) não deve ser um entrave.

As conversas estão acontecendo enquanto você lê este post.



MaisRecentes

Vitória com bônus



Continue Lendo

Anormal



Continue Lendo

Saída



Continue Lendo