MANO, ABEL E A VUVUZELA PROIBIDA



O repórter Maurício Fonseca publicou, na edição de hoje de “O Globo”, que Mano Menezes é o nome mais forte para assumir a Seleção Brasileira.

A nota informa que o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, confidenciou a amigos que MM seria o preferido da CBF, por causa da dificuldade de acertar com Luiz Felipe Scolari.

Em comunicado oficial do Corinthians, Sanchez nega e Mano diz que ninguém o procurou.

E em seu blog, PVC informa que Abel Braga, que está nos Emirados Árabes, foi sondado pela CBF.

A decisão será anunciada no domingo. Mas vazará antes.

A carreira, a forma de trabalhar e os resultados de Mano Menezes o levarão à Seleção Brasileira. E talvez as circunstâncias conspirem para que o momento seja agora.

Se for, é ótimo para ele e para a Seleção.

E é péssimo para o Corinthians.

______

Primeiro foi o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres.

Agora, o Tottenham e o Arsenal seguiram o exemplo.

As vuvuzelas estão proibidas.

O prejuízo causado pelo barulho e os riscos à segurança são os motivos alegados.

Em estádios de futebol, poucas coisas são mais chatas do que as vuvuzelas. Aquelas buzinas náuticas e as fumaças coloridas (e fedidas) estão no mesmo patamar.

A Copa do Mundo de 2010 ficará na História por vários fatores. Entre eles, o de ter sido o primeiro Mundial em que não se ouviu o barulho da torcida na hora do gol.

Banir as vuvuzelas dos estádios sulafricanos seria um erro. É o tal “sabor local”.

Mas é preciso impedir que essa epidemia sonora se alastre.

Palmas para os ingleses.



MaisRecentes

O início



Continue Lendo

Desconforto



Continue Lendo

Irmãos



Continue Lendo