MANO, ABEL E A VUVUZELA PROIBIDA



O repórter Maurício Fonseca publicou, na edição de hoje de “O Globo”, que Mano Menezes é o nome mais forte para assumir a Seleção Brasileira.

A nota informa que o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, confidenciou a amigos que MM seria o preferido da CBF, por causa da dificuldade de acertar com Luiz Felipe Scolari.

Em comunicado oficial do Corinthians, Sanchez nega e Mano diz que ninguém o procurou.

E em seu blog, PVC informa que Abel Braga, que está nos Emirados Árabes, foi sondado pela CBF.

A decisão será anunciada no domingo. Mas vazará antes.

A carreira, a forma de trabalhar e os resultados de Mano Menezes o levarão à Seleção Brasileira. E talvez as circunstâncias conspirem para que o momento seja agora.

Se for, é ótimo para ele e para a Seleção.

E é péssimo para o Corinthians.

______

Primeiro foi o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres.

Agora, o Tottenham e o Arsenal seguiram o exemplo.

As vuvuzelas estão proibidas.

O prejuízo causado pelo barulho e os riscos à segurança são os motivos alegados.

Em estádios de futebol, poucas coisas são mais chatas do que as vuvuzelas. Aquelas buzinas náuticas e as fumaças coloridas (e fedidas) estão no mesmo patamar.

A Copa do Mundo de 2010 ficará na História por vários fatores. Entre eles, o de ter sido o primeiro Mundial em que não se ouviu o barulho da torcida na hora do gol.

Banir as vuvuzelas dos estádios sulafricanos seria um erro. É o tal “sabor local”.

Mas é preciso impedir que essa epidemia sonora se alastre.

Palmas para os ingleses.



  • Rejane

    Eu concordo. Apesar das vuvuzelas ser consideradas um patrimônio sulafricano, senti muita falta dos cantos e dos gritos das torcidas na Copa Sulafricana.
    Quanto ao técnico da seleção, estou torcendo pelo Felipão ou Mano Menezes. Se for um dos dois escolhidos, ou o Corinthians ou o Palmeiras poderão ter o técnico Adilson Batista como opção para substituição.
    André, você achou que a antecipação da janela de transferência dos jogadores foi de forma justa?

  • Leandro Azevedo

    O Yankees tb baniu as vuvuzelas depois que um maluco levou pro estadio durante a Copa…

    http://www.nypost.com/p/news/local/bronx/bronx_blowhards_v3yRWOSPKLLHaIUNFaus1I

    E vario times universitarios jah baniram as vuvuzelas dos seus eventos tb aqui nos EUA.

    Abraco

  • Danilo Otoni

    Eu não entendo como Mano Menezes, que só ganhou uma Copa do Brasil de título de expressão, possa ser o cogitadíssimo a técnico da Seleção Brasileira.

    Abel Braga dá de dez a zero em Mano Menezes!

    Muricy Ramalho dá de dez a zero em Mano Menezes!

    Paulo Autuory dá de dez a zero em Mano Menezes!

    Dorival Junior dá de dez a zero em Mano Menezes!

    Até o (eca!) Vagner Mancini é melhor que Mano Menezes…

  • Márcio

    A carreira de Mano Menezes: 2 títulos de série B com times de série A, e 1 Copa do Brasil roubada desde o início.
    É por isso que libertadores, NUNCA SERÃO !!!!
    Abraço

  • paulo sp

    Mano na seleção???
    É o Brasil se preparando para serie B…
    Muito chororo , bola parada e futebol gaucho ,mesma escola de Felipaõ ,Dunga e Roth
    a diferença é que Mano se tornou bem mais “manipulavel”, assim como pra Ronaldo no timão, na seleção veremos muita mordomia para pouco futebol
    para o Mano vai ser ótimo ,escapara do centenada por cima!
    Que beleza

  • Pedro Valadares

    Poxa, se o Mano sair vai ser uma perda sem tamanho para o Corinthians. Sem contar que o clube vai virar uma balurdia… Pra seleção vai ser ótimo…mas é uma notícia que me deixa muito menos confiante com a possibilidade de o Timão voltar a Libertadores do ano que vem…

    Lamentável…

    Abraços, André!

  • BASILO77

    Como Corinthiano e frequentador dos papos pela internet…posso dizer que tem muito torcedor querendo a “convocaçao” de MM. Acompanho de perto o trabalho dele e na minha opiniao, MM é o Parreira gaucho. Aquele futebolzinho obssessivo pela posse de bola, mas quando a tem…muito pouca agressividade. E nao tem curriculo pra segurar esse rojao. Entre Corinthianos e gremistas, MM está longe de ser unanimidade…que dirá entre o resto da torcida brasileira…uma pequena sequencia de jogos ruins, e ele estará queimado pelo Brasil afora. Enfim, MM nao tem a “gordura” necessária para os proximos 4 anos.
    Qualquer copa já é uma pressao tremenda, ganhar uma Copa DENTRO de casa será obrigação.
    Temos uma geração extraordinária e experiente para aguentar essa pressão? Acho que não.
    O único nome com “gordura” para segurar essa bronca é Felipão.
    Abraço

  • kleber

    Mano Menezes na seleção é o primeiro passo para a perca do título de 2014.
    Achar ótimo este técnico para seleção é brincadeira de mau gosto.
    É um bom técnico, mas que tem um péssimo trato com seus atletas (Ronaldo, Edu, Marcelo Matos são apenas alguns da lista), basta ver os motivos do fracasso do corinthians da libertadores.
    Vai convocar apenas atletas com quem simpatiza, repetir o esquema tático utilizado por ele no ano passado.
    A liderança do atual campeonato não significa nada, afinal basta lembrar que Andrade foi o técnico campeão da temporada passada.
    Por fim, cumpre destacar a forma como ele trata os seus “colegas” de profissão durante a partida – bate boca, sinismo e até ofensas pessoais, como o episódio ocorrido com Milton Cruz e o abaixo publicado em 09.03.2008 pelo portal último segundo:

    “SÃO PAULO – O confronto entre Corinthians e Guaratinguetá teve a proporção de um clássico. Emoção, disputa dentro de campo, polêmicas com arbitragens e troca de farpas entre os dois lados.
    Depois da partida, o zagueiro Carlinhos fez uma grave acusação contra o técnico Mano Menezes: “Ele me chamou de assassino por causa de um acidente automobilístico que ocorreu em 1996 em Caxias do Sul quando eu jogava no Juventude. Mostrou ser uma pessoa sem caráter, que não merece ter a nação corintiana por trás”, disparou.
    Todo o problema começou no intervalo da partida. Mano Menezes foi em direção do árbitro José Henrique de Carvalho para reclamar sobre lances duvidosos em campo. Capitão do Guaratinguetá, Carlinhos também se aproximou do apitador.
    “No final do primeiro tempo, eu me dirigi ao árbitro e fiz ponderações que foram de maneira educada. Ele (Carlinhos) estava em volta do árbitro e fez pressão para me expulsar. Eu me dirigi e falei algumas coisas (ao atleta)”, explicou Mano Menezes.
    Contudo, o comandante corintiano garante que não usou o termo ‘assassino’ na discussão com Carlinhos. “Na hora, eu me lembrei desse fato (o acidente), mas tenho certeza de que não falei essa palavra”, afirmou Mano Menezes.
    Sem prolongar a troca de farpas, Mano Menezes pediu para que os fatos em campo sejam esquecidos. Na insistência dos jornalistas para saber detalhes da polêmica com Carlinhos, o técnico foi enfático: “Para mim, é assunto encerrado”, comentou.”

    AK: Eu ia sugerir, então, que a CBF escolhesse um padre para técnico da Seleção. Mas aí me lembrei que, para você, opiniões diferentes são “brincadeira de mau gosto”. Desisti. Um abraço.

  • Marcel Souza

    Ainda bem que impediram essa coisa chata que são as vuvuzelas!!! Aquele barulho é insuportável!

  • kleber

    Caro André,

    Educação e fair play não são virtudes adstritas somente aos padres.

    E pessoas despreparadas em cargos importantes são sim bricandeiras de mau gosto, opinões diferentes das minhas nem sempre são.

    AK: Na minha opinião, o melhor técnico para a Seleção Brasileira, hoje, seria o Felipão. Felipão, como se sabe, já agrediu fisicamente um jornalista. E quando você falou em “brincadeira de mau gosto”, referiu-se a uma opinião diferente da sua. Haverá quem não concorde com você em relação ao MM, a começar pela CBF. Um abraço.

  • kleber

    Normal que assim seja, a CBF (e o atual conselheiro do Ricardo Teixeira) adoram piadas de mau gosto.
    Quanto ao técnico, espero apenas que o souza não seja convocado……………..
    abraço.

  • Dioniso

    O assunto aqui é vuvuzela, não é ? Felizmente aqui em SP não tem perigo disso nos incomodar. Primeiro que a polícia não deixa entrar com aquilo na mão. Outra é que se um cidadão tocar a corneta na arquibancada, corre perigo de morte.

  • Alexandre

    Muita gente passou quatro anos alertando que o Dunga não tinha experiência suficiente para dirigir a seleção brasileira e que ele prezava um estilo de jogo que não faz jus ao histórico da Seleção. Pois bem, agora ficamos sabendo que o favorito a assumir a vaga do Dunga é um técnico que certamente receberá exatamente as mesmas críticas que fazíamos ao Dunga, pelos mesmo motivos. Começamos mal…

    AK: Você pode não gostar do estilo, mas não dá para comparar a experiência de Dunga com a do MM. Um abraço.

MaisRecentes

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo

Inglaterra 0 x 0 Brasil



Continue Lendo