SNEIJDER FEZ 2



Como está no post abaixo, Felipe Melo marcou o primeiro gol contra da História da Seleção Brasileira em Copas.

Ôps… não marcou, não.

A Fifa decidiu hoje que o meia Wesley Sneijder foi o autor do primeiro gol da Holanda.

Não vamos discutir com a Fifa, mas a decisão é ridícula.

Sneijder cruzou a bola para a área, não teve a menor intenção de chutar para o gol.

O desvio de Felipe foi claríssimo. Gol contra, 100%.

Mas os dois devem estar felizes com a novidade.

Felipe poderá dizer que não fez o gol. E Sneijder virou um dos artilheiros da Copa, com 4.



  • Teobaldo

    Nitidamente, para mim, Júlio César erra o soco que desferiu na bola antes da cabeçada fatal de Felipe Melo. A falha do goleiro, na minha opinião, foi grotesca, mas não vi nenhuma consideração a esse repeito em nenhuma crônica relacionada ao jogo. Bem, é verdade que não posso ter a pretensão de ser o único com razão nesta história, mas que “o melhor goleiro do mundo” é um priviliegiado em relação a Felipe Melo, isso é inegável. Um abraço a todos.

  • Bruno Pontes

    Discordo de você, André. Me parece claro que a bola iria no gol mesmo que o Felipe Melo não a tivesse tocado. A intenção de chutar ou não ao gol não interessa tanto, na minha opinião. A bola entrou muito mais porque Júlio César não a interceptou (ainda que ele tenha se atrapalhado com o F.Melo) do que pelo toque do volante. Assim, eu daria gol do Sneijder.

  • Rodrigo

    As imagens da transmisão de Alemanha x Argentina revelaram um impressionante estádio em formato de bolo de noiva, o “Green Point” da Cidade do Cabo.

    Ficou ainda mais claro o quão era estapafúrdia a idéia de impor como arena paulista em 2014 o vergonhoso estádio em formato de panetone, o “Rose Point” do Jardim Leonor.

    Morumbi, não!

    Morumbi, nunca mais!

  • Rejane

    Gostaria de parabenizar você, o repórter André Plihal e toda equipe da ESPN Brasil pelo esforço para trazer notícias da Seleção Brasileira! Mesmo com todo dunguismo, a cobertura de vocês com a seleção brasileira foi excelente! Parabéns!
    André, você irá fazer cobertura de algum jogo da semi-final?

    AK: Espanha x Alemanha. Obrigado e um abraço.

  • Camila Cunha

    É inacreditável que aquele gol seja dado ao Sneijder.Todos viram que a bola desviou no Felipe Melo.

  • Anna

    Não faltava mais nada porque o Snejder não merecia esse gol. Pelo menos é uma coisa a menos para a conta do Felipe Melo. Espero que entendam por aqui que ele não é culpado de nada. Não é ele quem escala o time, tem o alto escalão de dirigentes e uma série de fatores. 🙁

  • André, descobri meu melhor companheiro para os jogos mais chatos dessa Copa: “Os 100 melhores jogadores brasileiros de todos os tempos”. Já ouviu falar nesse livro? Hehe… Abração e parabéns pelo trabalho.

    AK: Obrigado. Deveremos ter um lançamento quando PVC e eu voltarmos ao Brasil. Um abraço.

  • Boa noite André…
    Cara,impressionante como eu tava certo quando comentei dois posts anteriores,dizendo que não tinha um filling legal quanto a seleção ser campeã e quanto ao respeito “pero no mucho” da Holanda contra o Brasil…infelizmente.rs
    Bom,não sou pitoniza,nem vc e nem ninguém que não botava tanta fé assim no trabalho da seleção,mas essa derrota tava com cheiro de “Crônicas de uma morte anunciada”…até 2014,fazer o quê.
    Pior será ver grandes jogadores desta seleção fora da próxima copa,como Juan,Lúcio,Talvez Júlio Cesar…Gilberto Silva não conta!hehe…Mas cada um tem o que merece,ou o que não merece,no caso(que o diga o Dunga).
    Grande abraço.

  • Paulo Henrique

    Discordo de você AK. A bola do Sneijder, independentemente da intenção do mesmo, ia na direção do gol. Assim, o desvio do Felipe Melo não foi determinante para mudar ao rumo da bola, em direção ao gol. Em minha modesta opinião, ridículo seria classificar como gol contra.
    Poderia dar vários exemplos aqui de chutes que iriam longe do gol e, devido a um desvio, foram para o gol e, nem por isso, foram dados como gol contra.
    Seu trabalho é ótimo, um dos melhores jornalistas esportivos que temos (não por acaso faz parte da excelente equipe ESPN).
    Abraços.

  • Fábio Capella

    Mas o livro de vcs ja esta em pre-venda, neh?
    A livraria esta vendendo http://www.travessa.com.br/Andre_Kfouri/autor/EBCCE2ED-ECC6-4EF9-AFA6-1E2BAD26B76C
    Vou aguardar o lançamento na livraria pq quero o autografo de voces…
    abç

  • Keyci Cisney

    Você acha que o Brasil de hoje vai aguentar mais quanto tempo a ditadura de fazedores de opinião como a Globo? Os jornalistas, em geral, deveriam entender que o Dunga tinha o direito de exercer o seu trabalho da melhor maneira possivel. Ele foi um jogador de enorme valor. Chega de valorizar o que nunca prestou, gente como Maradona, Obhama, etc. A Globo e jornalistas decadentes, frustrados e com baixa estima pensam que depois da transformação que passamos com o presidente Lula vamos engolir qualquer coisa? Infelizmente tínhamos um jogador, Felipe Melo, que não soube avaliar a dimensão da oportunidade que o Dunga lhe deu. Chega de jogador pilantra e sem comprometimento com o país. Dunga, o malhado, teve importantes vitórias; mas Maradona, o “simpatico que liberava e entendia os jogadores”, não teve essas vitórias, perdeu de 4 a 0 no final e foi humilhado.

  • David

    Mais uma decisão bisonha e ridícula da FIFA. Aliás, dizer que uma decisão da FIFA é ridícula já virou pleonasmo.

  • Alexandre

    Na minha opinião foi gol contra, mas dar o gol parao Sneijder não foi tão absurdo assim, já que a bola ia em direção ao gol. Aliás, ridícula mesmo foi a saída do JC. Uma pena que, no primeiro jogo em que ele foi realmente exigido, falhou clamorosamente.

    PS: Teu livro nem foi lançado e já está desatualizado. Cadê o Felipe Mello entre os 100 melhores. 😉

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo