CAMISA 12



(publicada ontem, no Lance!)

CONTEÚDO E FORMA

“Tem muita coisa que cai na conta do Dunga, mas, na verdade, não foi ele que inventou”, diz o assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva.

Conversávamos sobre o sistema adotado pela Seleção Brasileira para lidar com jornalistas nesta Copa do Mundo. O local e a situação não poderiam ser mais apropriados: ao lado do portão (fechado) da escola St. Stithians, após o fim do período em que a imprensa pôde acompanhar o treino de ontem.

Preciso repetir (e chatear quem já leu) o que penso: fechar treinos, trabalhar com privacidade, é direito de qualquer técnico. Não é isso que está em questão, e sim a forma como as coisas são conduzidas. O que Dunga ainda não entendeu é que ninguém pretende que ele deixe de pensar, em primeiro lugar, nos objetivos do time. Ele está aqui para ganhar a Copa do Mundo. Mas parece não perceber que o relacionamento com as centenas de jornalistas que cobrem a Seleção Brasileira faz parte do trabalho dele. O inegável mérito de acabar com os privilégios de poucos, com os diferentes níveis de acesso aos jogadores, não pode ser usado para justificar o ambiente criado apenas para eleger um inimigo comum (a ele e ao time) e “fechar o grupo”.

Mesmo porque este grupo já estava fechado, antes de chegar aqui. Fechado pela longa convivência, pelo “clima de clube” tão difícil de ser reproduzido na Seleção, pelos resultados conquistados. A formação do elenco e a maneira como os jogadores se relacionam é outro mérito, talvez o maior de todos, da atual comissão técnica.

Voltando à cobertura da imprensa, se lembrarmos que não foram poucas as declarações (Julio César, Kaká e Maicon, pensando rápido) de jogadores a favor de um regime mais recluso, concluiremos que o sistema não foi imposto de cima para baixo. Se há alguém que preferiria ter mais liberdade, topou as normas que o próprio grupo estabeleceu. Pois nenhum time de futebol é comandado apenas pelo seu técnico.

Faço parte de uma geração de jornalistas que viveu o “elo perdido” da cobertura dos times de futebol. O fim de uma época em que se entrevistava jogadores ao final dos treinos, dentro do campo. Em que se falava com quantos jogadores fosse possível, pelo tempo que fosse adequado para todos. Em que não havia salas de coletivas, nem painéis com nomes de patrocinadores.

Lá pela metade dos anos 90, quando jogadores brasileiros voltaram da Europa acostumados a um método mais organizado, e menos exigente, tudo mudou. Surgiram os “departamentos de comunicação”, os assessores de imprensa.

O que está acontecendo hoje na Seleção Brasileira era inevitável. E não é invenção do técnico. Mas o técnico erra na maneira como se comporta.



  • Alexandre

    Interessante!!! Estão mudando o tom da conversa!!! A campanha para para denegrir a imagem do Dunga pelo jeito falhou!! Agora vai sobrar para o Rodrigo Paiva!!! Falou demais!!!

    AK: Erro de compreensão. Aqui, o tom da conversa foi sempre o mesmo. Um abraço.

  • Anna

    Eu acho que o Rodrigo Paiva orientou o Dunga e ele aceitou dessa vez, porque o tom da entrevista coletiva de ontem que voce acompanhou já foi outro. Mas pra mim, não amenizou muito. Confesso que só no momento em que ele falou do pai. Eu sou sentimental com essas coisas, fazer o que? Ele quis dar a entender que o mau humor é por causa do problema familiar, mas todos sabemos que Dunga é assim, mesmo, em qualquer situação. Ao ganhar o tetra, ele xingou a taça… Imagina! Boa transmissão a todos em Brasil e Portugal!!!

  • leonardo atleticano

    Acho que o Dunga sofre pressão demais, ele é bombardeado 24 horas por dia há um bom tempo, e sua forma de lidar com os adversários é essa, tentando impor na força e atropelar. Foi assim dentro de campo e ele tenta trazer isso para a seleção, é claro que aqui fora não vai dar certo. Ele é mal educado, é grosseiro, mas grande parte dos treinadores são, parece que nunca ouvimos um treinador falar palavrões na vida, parece que dentro do cenário de futebol são só gentilezas. Dunga foi grosseiro, mas já vi Murici, Felipão, Luxemburgo e Leão serem bem mais grosseiros, falarem coisas bem piores, mas eles são espertos, com reporter da Globo a coisa tem que ser diferente. Acho que ele errou, mas gostaria de ver as patadas dos seus colegas mimados pela mídia serem tratadas da mesma forma.

  • j. luca

    Um pouquinho de humor no twitter:

    @OCriador O q Juca, ateu, falou qdo o soldado romano disse q iria furar a mão e o pé de Jesus p/ prendê-lo na cruz? R: Kfouri. kkkkkkkk kk

  • ANTONIO DUARTE

    Kia Joorabchian negocia Ramires nas barbas da CBF. A informação de que Kia adquiriu 50% dos direitos de Ramires por 6 milhões de Euros, evidenciou ainda mais o tipo de gente que comanda a Seleção.
    É impossível de acreditar que um atleta seja negociado por valores tão substanciosos sem que tenha tido sequer um participação mínima na conversa.
    A informação mais interessante é de que Joorabchian teria iniciado a transação no ano passado, com o Benfica, sabedor de que o atleta teria que ser convocado para a Seleção Brasileira, no mínimo, por cinco oportunidades, para que um repasse ao futebol inglês fosse possível posteriormente.
    Bastou bater o martelo e Dunga convocou Ramires para a Copa das Confederações. Estranho ? Nem um pouco. Muito menos o fato de Ramires ter acertado oficialmente com Kia Joorabchian durante a Copa do Mundo. Quem é o chefe da Delegação Brasileira na Copa do Mundo ?

  • paulo sp

    Se Dunga chegasse na redação do jornal querendo saber o que vão publicar amanhã tenho certeza que as portas estaraõ abertas né?(nossa, inclusive perguntarão se ele gostou)
    Portanto cada um na sua ele treina voces cobrem , como todas as outra seleções e sem camaradagem, ponto para ele.

    AK: Excelente comparação, coisa de gênio. Realmente o técnico da Seleção Brasileira e um jornalista estão na mesma posição…

  • Olá realmente lembro de quando os jornalistas ficavam na porta dos vestiários, e alguns mais atrevidos entravam no vestiário.
    Isso me faz lembrar a cena de um filme do Tom Cruise em que jornalista entrevistam os jogadores dentro do vestiários, inclusive mulheres, mesmo com os jogadores sem roupa, chega ser ridiculo.
    É fato, hoje repudiam a impressa, mas amanhã vão clamar por um espaço, por menos que seja.
    Mas volto a dizer, o que está mesmo em questão é quantos dolares vão ganhar ou perder,com essa ou com aquela entrevista.

    Fui

  • Boa tarde André!
    Cara,pra mim,o Dunga tá entrando num terreno complicado,comprando uma briga desnecessária só pra mostrar que é ele quem manda. Tbm concordo com vc,ele tem o direito de trancar treino e jogadores pra treinar jogadas sem divulgação da imprensa,mas determinar isso com truculência e apontar jornalistas como inimigos nacionais só por não concordarem com ele,é atitude ogra.
    Se o Brasil perder,e tomara que isso não ocorra,a carreira dele como técnico ficará seriamente ameaçada. Pena,mas ele quem quis passar esta imagem,mesmo nós tendo que repeitar seus números,que são impressonantes para um cara que acaba de começar na profissão.
    Mas,tudo isso faz parte do “combo Dunga”. Aceitemos pois,fazer o quê.
    Grande abraço André.

  • alex

    O Dunga está agindo errado com a imprensa. Ele sabia que teria que conviver bem com isso e não quis. Agora ele está pagando um preço muito mais alto do que deveria mesmo.

    Não estou dizendo que concordo com ele ou com a imprensa, mas o Dunga não percebeu que ele mesmo daria o tom dessa relação.

    Não quero fazer apologia, mas nos esportes americanos é tudo diferente. Tudo faz parte do show e as estrelas (técnicos e atletas) atendem a imprensa e fãs com muita cortesia.

  • Marcos Vinícius

    É fato, hoje repudiam a impressa, mas amanhã vão clamar por um espaço, por menos que seja

    Bem,talvez quem escreveu esse absurdo(ops,comentário,eu quis dizer) tenha esquecido que futebol vive sem imprensa,e imprensa(esportiva) não vive sem futebol,pelo menos no Brasil.A imprensa tenta( e no caso da seleção parece que fica mesmo na tentiva) informar aos torcedores que compram jornais,que assistem aos canais de tv,que acompanham a notícia deste ou daquele time.A imprensa vende,e depende do time para isso.A imprensa pode,apenas parafraseando o analfabeto funcional em questão,clamar por um espaço no clube,mas o contrário dificilmente se aplicaria.
    Sem contar que o analfabetismo do cidadão vai além do mero funcionalismo.Como confiar em quem escreve impressa,ao invés de imprensa?

    E MAIS:jornalista entrevistam!talvez uma aula de concordância caisse bem ao cidadão.

    E MAIS:Vão clamar por um espaço,por menos que seja.Alguém,por favor,explique ao distinto a diferença entre menos e menor,por gentileza.

    Bons tempos aqueles em que a Tia Maricota revisava o caderno da classe,cobrando uma ortografia correta.

    Bem,mas deixando quem menos importa de lado…
    Parte da imprensa(aproximadamente 99%) critica o Dunga pela sua declarada briga com esses profissionais.Sei não,mas tenho a nítida impressão que tem muita gente torcendo pro Brasil voltar mais code pra casa,só para ter o prazer de culpar Cláudio Caetano por tudo.

  • Roberto Carlos

    André
    Com a eliminação precoce da Italia será que eles não irão tentar reduzir os estrangeiros por lá para valorizar a formação de valores da casa?

  • Carlos Magno

    Se o Brasil tivesse ganho de Portugal, por 2 x 0, por exemplo, com os gols perdidos pelo Nilmar e Fabiano, você teria voltado a esse assunto? Será?

    Se o Dunga é acusado de generalizar, os jornalistas da mesma forma estão veiculando essa última atuação do time com a rudeza do Dunga. Pura vingança.

    Dificil agradar a todos e complicado ir contra uma categoria a qual pertencemos.

    AK: Amigo, a coluna foi publicada na quinta-feira. O jogo foi na sexta. Um abraço.

  • DIONISIO

    Andre, voce é um jornalista diferenciado. Acima da média na qualidade. Não caia nessa mesmice de criticar o Dunga incondicionalmente. Já tem muita gente fazendo só isso da vida.
    Abraço.

    AK: Não critico o Dunga incondicionalmente. Critico e elogio, como neste texto, quando acho que tenho de fazê-lo. Um abraço.

  • santos

    o grande problema de nossa seleção chama se luiz fabiano esta matando o nosso ataque,contra uma defesa mediocre ate que ele ainda consegue alguma coisa mas quando pega gente de primeira ai e um angu de caroço,ele mal consegue ver a bola.

  • Rita

    Tenho a impressão que tem jogadores que adoram o método atual enquanto que outros tão sentindo a maior falta dos holofotes.
    Mas, vida que segue…

    André, vai ter palpites para as oitavas?

  • Fábio

    André,

    Falando sobre o comportamento do treinador da seleção e, remetendo à confusão da entrevista coletiva após o jogo contra Costa do Marfim…

    Recebi, via e-mail, uma informação de que o Dunga, antes do jogo de estreia da seleção, vetou uma entrevista exclusiva (autorizada por Ricardo Teixeira) que a Globo faria com ele e alguns jogadores, e que esse fato teria culminado na confusão entre um jornalista da mesma emissora e o técnico.

    Essa informação realmente procede ou é mera especulação?

    Abraços e parabéns pelo trabalho!

    AK: Seriam 3 entrevistados. O Dunga realmente não permitiu. Um abraço.

  • paulo sp

    Desculpa se não me expressei bem não comparo profissões e sim atitude…
    se atleta é figura publica pois aparece constantemente na tv(por isso estão sujeito a criticas) jornalista também deveria ser não.
    E pelo jeito não é só o dunga ou o kaka que não aceitam criticas(embora eu não tenha criticado ninguém) …Apenas imaginei como seria Dunga se INTROMETENDO no trabalho dos outros (seria muito divertido)
    Um abraço

    AK: Atleta é figura pública porque seu trabalho gera interesse público, é notícia. Jornalista não é notícia. Um abraço.

  • Dica de um bom livro;
    Quase me perdi.
    A venda no site da livraria cultura

  • André,
    A forma como estão sendo conduzidas as coisa por Dunga foi um pedido quase que estrondoso pela imprensa ao final da participação brasileira na Copa de 2006. Agora todos reclamam, mas na época era o que queriam. Ricardo Teixeira, para o assombro de todos, chamouDunga e lhe falou o que queria da seleção, Dunga aceitou e foi mais adiante, limitou o poder de Ricardo Teixeira no grupo de jogadores convocados.
    Seguindo adiante, eu fiz uma projeção dos confrontos das oitavas de final em meu Blog Global Esportes, dá uma olhada lá!
    http://global-esportes.blogspot.com/2010/06/copa-do-mundo-2010-oitavas-de-final.html
    Também atualizei a lista dos TOPs 30 que estou fazendo, agora só falta os 14 primeiros colocados, olha lá e acompanhe!
    TOP 30 Seleções: http://global-esportes.blogspot.com/search/label/TOP%2030%3A%20Sele%C3%A7%C3%B5es
    TOP 30 Jogadores Brasileiros: http://global-esportes.blogspot.com/search/label/TOP%2030%3A%20Jogadores%20Brasileiros
    TOP 30 Jogadores Estrangeiros: http://global-esportes.blogspot.com/search/label/TOP%2030%3A%20Jogadores%20Estrangeiros

    Um abraço e continue acompanhando,
    assim como faço com o seu!
    Leonardo “PATCH” Garcia

  • mauro alvim

    Caro André.
    O ser humano é vaidoso. Cristiano Ronaldo e Robinho,são com certeza, dentro da espécie:Jogadores de futebol, os mais vaidósos.
    Não há jogada que os gajos façam, que seus olhinhos não procurem o telão.
    É um festival de caras.
    Para que servem os teloes nos estádios?

  • Carlos Magno

    AK: Amigo, a coluna foi publicada na quinta-feira. O jogo foi na sexta. Um abraço.

    Tem razão, amigo, fui mal. Mas o ranço não continua? Claro que sim!

    Abraços.

    AK: Não. Não há ranço. Há uma opinião sobre um assunto específico. Um abraço.

MaisRecentes

Feliz Natal



Continue Lendo

Mudar o meio



Continue Lendo

“O PF dos caras”



Continue Lendo