MEU DENTE (e o púbis de Kaká)



Desculpem pela ausência, tive um problema médico para resolver.

Odontológico, para ser mais preciso.

Um pedaço de um dente lá de trás apareceu no meio da comida ontem, durante o almoço.

Liguei para o serviço de assistência internacional contratado pela ESPN na mesma hora. À tarde, durante o treino dos reservas do Brasil, me ligaram de volta marcando a consulta ao dentista para hoje de manhã.

Talvez o consultório que visitei aqui em Joanesburgo seja melhor do que o do meu dentista em São Paulo (que ele não leia isso). A única coisa que eu achei estranha foi que a cadeira ficou muito inclinada, me senti de cabeça para baixo.

O cara olhou, soltou um “mmm… uma fratura grande, porém limpa. Vou resolver e depois te explico o que fiz”.

Concordei. O que mais poderia fazer?

Em menos de meia hora, estava dentro do carro. O dente já tinha sido tratado, e será novamente. O cara disse que fez algo “que não é provisório, mas também não é permanente”, que vai aguentar firme enquanto eu estiver longe do Brasil.

Vamos torcer.

Cheguei ao clube de golfe a tempo de ver a entrevista coletiva de Kaká, na qual ele contestou a informação publicada nesta nota.

O jogador mais importante da Seleção Brasileira disse que sente “dores normais, como qualquer outro jogador”. E que as dores não estão relacionadas ao problema no púbis que o incomodou nos últimos meses.

Na mesma entrevista, porém, Kaká declarou que uma cirurgia após a Copa do Mundo é algo que será discutido.



  • Edouard Dardenne

    Quem sente “dores normais” não cogita cirurgia. Cogita?
    No mais, achei de muito mau gosto ele achar que você responde pelo Juca Kfouri porque são são pai e filho. Eu não gosto muito do tom de jornalismo que seu pai faz, não acesso o blog dele mais do que uma ou duas vezes por semana, mas respeito a liberdade profissional dele. Entendo, sobretudo, que você e seu pai não a mesma pessoa. Kaká deveria fazer o mesmo.
    Um abraço.

  • robson

    É…como já dizia o Chacrinha…nada se inveta tudo se copia…Quer ser colunista esportivo que seja, mas seja bom nas informações que dá…que vender medar, escreva em papel de pão.
    Tá achando melhor o tratamento odonto, porque vc não foi para a India, pelo menos vc será bem atendido no meio da rua…
    escreva, + escreva certo e com fontes certas.

    AK: Do que você está falando?

  • Ezequiel Candido

    isso e uma vergonha, a noticia não esta completa, tudo isso e uma vergonha….

    AK: ?

  • yuri

    Uai… Se a dor é normal, vai operar para que? Ninguém perguntou isso não?

    Ou quem o médico do kaka é irmão do seu dentista sulafricano, e arrumou uma solução que “que não é provisória, mas também não é permanente”, e que vai aguentar firme até o final da copa?

  • Ricardo

    O único equivoco do Kaká foi misturar pai com filho.

  • Beto

    Estava esperando seu post sobre o assunto.

    Como eu também esperava, você foi muito bem no posicionamento. Acho que o Kaká misturou um pouco descontando em você algo que ele queria dirigir ao seu pai. Contudo, eu entendo a posição de Kaká, pois não raro creditam à sua fé o fato de ele não ter feito uma cirurgia, esperando por um milagre. Tem um colunista que escreveu isso (e outras muitas asneiras) de forma preconceituosa.

    Em tempo: queria saber a sua opinião sobre esse colunista que mencionei. Sente-se à vontade para falar aqui ou mando por e-mail?

    Abraço!

    Um abraço,

    AK: Eu não sei de quem você está falando. Fique à vontade para mandar o e-mail. Um abraço.

  • O Kaká é mais um que está aprendendo com o Dunga. Uma pena, ultimamente o Dunga tem ensinado pouca coisa útil. Sobre a briga entre Dunga x Jornalistas eu tenho uma solução simples: fazer o mesmo que os jornalistas gaúchos fizeram para o Muricy Ramalho (www.mafiadoapito.com.br/ConteudoVisualizar.aspx?id=70)

    Abraço,

    Fernando – Mafia do Apito
    http://www.mafiadoapito.com.br/Blog.aspx

  • MARCELO BRANDÃO

    André,

    Vocês jornalistas esportivos deveriam ler os comentários dos leitores dos diversos blogs que existem na net(MUITOS por sinal!!). A maior parte está a favor do Dunga (mesmo com sua falta de educação e grosseria) e dos jogadores e contra os jornalistas!!! Por que será? Talvez, por que falte (tambem) do lado de vocês, um pouco de humildade e bom senso e, sobre orgulho e rancor.

    Abs

  • MARCELO BRANDÃO

    Boa sorte com o dente.

  • MARCELO BRANDÃO

    Outra coisa, sobre um post anterior seu referente a Copa 2014.

    Não acha que seria realmente uma idéia interessante que SP realmente ficasse fora da Copa? As outras sedes escolhidas teriam maiores beneficios economicos (SP precisa muito pouco da Copa), alem dos problemas de transito e segurança serem mais graves em SP que nas outras cidades.

    Abs

  • Bruno Feitosa

    Notinha desnecessária que nao acrescenta nada! Só para gerar intrigas…
    Jornalista serve também para isso, né?!

    AK: Jornalista serve para dar informação. O problema é que, muitas vezes, a informação está clara, mas tem gente que não entende.

  • Gabriel

    Parabéns pelo ótimo trabalho André! uma bela bomba durante a coletiva, dizem que todo grande centro avante/goleiro também precisa de sorte, acho que o mesmo se aplica ao jornalismo – lugar certo na hora certa! um abraço!

  • Willian Ifanger

    André, eu vi no Blog “do seu pai” (como se referiu o Kaká), um pouco mais das palavras dele na entrevista.

    O que acontece com todo mundo ali no grupo? Desde quando a imprensa virou inimigo número 1? Eu sei que a palavra vingança não é a correta, mas os jogadores não tem noção do que pode acontecer se forem eliminados?

    Eu juro que me esforço pra torcer só pelo que eles fazem em campo, mas o extra-campo cada dia me incomoda mais.

    AK: Cara, não há nenhum problema com os jogadores. As entrevistas têm sido longas e, muitas vezes (como hoje), proveitosas. A resposta do Kaká foi um episódio específico, isolado. Um abraço.

  • Por que São Paulo?
    A novela da sede paulista na Copa do Mundo de 2014 ainda renderá muitos capítulos, mas alguns detalhes já começam a incomodar.
    Causa desconforto ver a crônica esportiva defender apaixonadamente o São Paulo F. C. no imbróglio contra Ricardo Teixeira. Ninguém recorda que o Morumbi deixou de apresentar as intervenções acertadas com a Fifa dentro de um cronograma que qualquer estádio do mundo seria forçado a obedecer. Juvenal Juvêncio virou agora um exemplo de virtude e espírito cívico.
    Também preocupa a rapidez com que a cidade foi transformada em sede “natural” da Copa, sem questionamento. A última coisa de que a capital violenta, caótica e poluída necessita é um evento de proporções mundiais que esgote ainda mais sua infra-estrutura já saturada. Alguém imagina como ficará a ridícula malha metroviária da cidade com um aporte de milhares de turistas estrangeiros? E o trânsito, que paralisa por míseros chuviscos, pode receber centenas de novos ônibus e vans lotados? Os hotéis terão vagas?
    É muita irresponsabilidade. Cidades como Barueri, Jundiaí ou Campinas (para ficar apenas nos arredores da capital) possuem maior potencial turístico, a menos de uma hora de aeroportos internacionais, com abundante oferta de serviços e uma qualidade de vida que, se não chega a comover, indiscutivelmente supera a da Babel paulistana. Também possuem estádios ou áreas disponíveis para novas arenas, que contemplariam os interesses de todos, e provavelmente poupariam o sagrado dinheiro público.
    Mas, claro, a brava crônica paulistana jamais bulirá com os interesses do agrupamento político que comanda o Estado e a capital, especialmente em ano de eleições. Por isso existem indignações mais indignadas que outras nessa nebulosa disputa de poder.

  • José

    No blog do seu pai, antes da questão ateu X crente vir à baila, comentei a nota assim:

    “Kaká é um crente. Sou ateu. Verdadeiramente, ateu. O que importa? Kaká é craque. De bola, muita bola. E como pessoa, também. Mas ao vê-lo, me enterneço. Passa-me a impressão de despedida. Última copa. De arrebentar-se, pois não haverá amanhã. Doar-se. Kaká, o Deus que você criou também te cria, garoto. A tua dignidade nos engrandecerá.”

    A minha intenção, obviamente, não foi trazer à superfície velhos ressentimentos. Foi apenas a de expressar a minha admiração pelo futebolista, independente de visões diversas de mundo. Se a brilhante carreira do Kaká for abreviada pelo que a nota do Juca nos informa, o esporte e os campos do mundo ficarão mais pobres.

    Abs.

    AK: Concordo com você. Um abraço.

  • Anna

    André, eu só acho que o Kaká devia se reportar diretamente ao Juca e não a você. Apesar de a associação ser inevitável, são duas pessoas distintas. Não vejo a matéria do Juca como sendo perseguição religiosa, com todo o respeito ao Kaká. Eu sou católica praticante, já comentei sobre religião lá no blog dele e ele sempre me respeitou. Eu não li a matéria toda porque não sou assinante da Folha, nem do Uol, só ouvi o que o Juca disse no Linha de Passe a respeito, mas o papel do jornalista é informar, relatar fatos, apurar. É o que eu penso.

  • Fabio

    Seu pai escreveu essa manchete “Jesus é uma farsa” na Folha ano passado. Ao mesmo tempo recebe dinheiro da Ambev, pois a empresa que trabalha recebe dinheiro deles sem o menor constrangimento.Traballhou na Playboy e se auto-proclama o “Pai da Ética”. Jamais critica jogadores católicos por realizarem o sinal da cruz nos jogos, já os protestantes só falta jogar na fogueira. Da forma que julgas será julgado. Paz =)

    AK: Você está pessimamente mal informado. Um abraço.

  • Dunga não é mais técnico da Seleção Brasileira!

    Pediu demissão domingo, indiretamente, com aquela palhaçada.

    Só resta aguardar quando oficializará essa condição: nas oitavas, quartas, semi, final ou com o caneco na mão.

    O que não dá p/ entender são as “dunguetes” que apóiam esse sujeito… mas, pensando bem, até dá!

    Uma pergunta: houve réplica de sua parte pós ‘dungada’ do Kaká? Se não, porque? Não foi permitido? Se pudesse, responderia o que?

    Abraços!

    AK: Seria permitida uma réplica, sim. Não houve porque o que ele disse não me diz respeito. Se alguém sabe separar as coisas, sou eu. Um abraço.

  • Bruno Feitosa

    Sim, AK! Jornalista serve para dar informação! Diferente de CERTOS jornalistas que gosta de fazer algazarra e gerar polêmicas! Se era isso que ELE queria, ELE conseguiu! Tem que dar ibope, né?
    Ele podia apenas dar a informação sem as cutucadas de quinta categoria!
    Tem gnt que nao perde a oportunidade de ficar calado…

    AK: E gente que não vai entender nunca.

  • Bruno Feitosa

    Você nao precisa concordar com o Juca só pq ele é seu pai!
    Esse tipo de informação nao costuma ser de sua alçada! Mas vai ver que eu estava enganado….

    AK: Você está enganado, e certamente não é a primeira vez.

  • Lopes

    Vergonhoso mesmo é a raça de jornalistas, que trabalham em cima da vida alheia e privada de terceiros. Liberdade de expressão? Que liberdade é essa que viola a Constituição? Claro! Não diretamente, mas indiretamente, perseguindo aqueles que pensam contrário. Mas o pior não são vocês Jornalistas, mas sim, quem dá ibope , assistindo e acompanhando esse trabalho fétido que é feito. Aliás, não são todos os jornalistas, mas sim uma minoria que distorce a verdade a fim de sensacionalismo barato! Parabens a vocês jornalistas, por conseguir fazer as pessoas engolirem isso que chama “notícia”! Continuem distorcendo, violando direitos, perseguindo as outras “liberdades”, como sempre fizeram. Certamente, um dia terão vossa recompensa! E esse dia, cedo vem!

    AK: Procure o significado da palavra “informação” no dicionário. Um abraço.

  • Beto

    Enviei o e-mail!

    Abs!

  • Lucas

    Vocês da imprensa estão torcendo para o Brasil perder a Copa e crucificá-lo de vez!
    Essa é a grande verdade!
    Essa é a copa da imprensa mais chata e perseguidora!

    AK: Seria legal se, antes de comentar, você lesse o que está escrito.

  • DIONISIO

    André, o Kaka respondeu sua pergunta ? Qual foi a pergunta que voce fez a ele ? A TV não mostrou até agora uma reprise na tal entrevista. Abraço e parabens pela postura, sempre impecavel.

    AK: Perguntei se ele estava jogando com dor. Ele disse que sentia dores normais, não relacionadas ao problema no púbis. Obrigado e um abraço.

  • manoel

    André, parabéns, li na folha o que Kaká falau p/vc sobre seu pai, eu até pensei em criticar, mas lendo seu blog, só posso dar os parabéns por suas respostas atenciosas o mesmo não dá p/falar dos outros bogueiros, P.V.C., Mauro, Trajano e seu pai, continue sendo independente.

  • Lucas

    Eu li o que está escrito. Mas me limito a comentar sobre seu dente ou sobre o que seu papai falou (de péssimo gosto, aliás…)!

    Vocês da imprensa estão se superando! Já roubaram a cena, ótimo trabalho de vocês!

    AK: Não, você não leu.

  • Douglas

    Eu não sei porque tanto drama sobre essa nota!
    Esta parecendo novela mexicana!

  • leonardo atleticano

    André, acho estranho que o que tem tomado nosso noticiário não é o futebol, estamos em uma copa do mundo e as notícias que pipocam no ar não tem nada com a bola rolando, isso eu acho um saco sem tamanho. O Brasil jogou contra um bom time, ganhou com sobras e não escuto nada de futebol, está muito chata essa cobertura, acho que vamos ter que buscar da copa muitos analistas e mandar para lá o Nelson Rubens e o Leão Lobo, me parecem mais apropriados para a corbetura que está sendo feita dessa copa. Você é jornalista, passa informação, agora o que tem de palpiteiro sem noção só fazendo fofoca é uma grandeza. Quem perdeu e muito com o Dunga nessa copa foi a Globo, pois perdeu uma teta enorme, o resto da imprensa devia agradecer, pois se ele da coice, ele da de forma geral, parece que todo mundo quer trabalhar na Globo. Pensando bem, eu tambem queria.

  • Rocha

    Apenas no sentido de ajudar, lembro que o André, nem ninguém, pode pedir que desculpem ausência. É o mesmo equívoco do “desculpem o transtorno”. Ora, não faz sentido pedir às pessoas: “por favor desculpem a dona ausência, ela não fez por mal”. Do mesmo modo que não é saudável pedir que desculpem o sr. transtorno, ele fez sem querer. Enfim, pedimos que nos desculpem pela ausência, ou pelo transtorno e não que desculpem os citados “cidadãos”. Desculpem-me pela intromissão no papo futebolístico, mas é sempre salutar tratarmos bem o nosso velho português.

    AK: Verdade. Obrigado, será corrigido. Um abraço.

  • Conrado

    Vem cá, André…
    tu é ateu também?
    totalmente Off-Topic (só por curiosidade)

    abraço

    AK: Não. Um abraço.

  • Teobaldo

    De tudo que li neste post o mais importante foi a resposta do Sr André Kfouri ao blogueiro Felldesign: “Seria permitida uma réplica, sim. Não houve porque o que ele disse não me diz respeito”. Vale também destacar a participação do blogueiro Dionísio que, para mim, foi muito inteligente: “Qual foi a pergunta que você (AK) fez a ele”? Muitas vezes a imprensa (desculpe-me se estou generalizando) “pinça” uma frase em uma declaração sem contextualizar toda a resposta ao tema proposto, o que, não raramente, dá uma conotação diferente ao que foi dito. E isso, na minha opinião, é de uma sordidez sem tamanho. Um abraço a todos.

  • Marcos Santana

    Só nao entendi do porquê que o Kaka falou isso para você.

    Em tempo: “Kaká se engana e enfiou Jesus onde Jesus não foi chamado”, por JK!

    O povo cria polêmica por nao entender bem as coisas! E a vida segue…

  • Roberto Carlos

    Andre
    Os assuntos abordados nesta Copa tanto a nivel de Brasil como das demais favoritas são brigas e polemicas entre jogadores, técnicos, imprensa, etc. Ja reparou que não temos as tradicionais discussões para sabermos que são os melhores jogadores da Copa? A falta de craques e um futebol robotizado (até os jogos dos africanos perderam a graça) dá mais espaço para estes tipos de polêmicas extra-campo?
    Abs.

  • Júlio

    Essas entrevistas coletivas estão ficando cada vez mais divertidas! É F. Melo, “Dungadas”, Kaka agora…
    As entrevistas coletivas nessa Copa estão cada dia mais bombásticas!
    Não estou perdendo um capítulo hahaha
    Qual será a próxima polêmica?

  • kappen

    o robson (segundo comentário) só pode (poderia) estar bêbado.

  • Conrado

    André, tu nao acha que essa Copa está meio chata?
    Pouco futebol e muita briguinha…

    AK: Cara, não consigo achar uma Copa do Mundo chata. Um abraço.

  • ricardo

    André,
    Vc talvez não queira estender seus sentimentos sobre o ocorrido, o que acredito que seja o melhor a fazer, mas eu acredito (posso estar enganado) que deva te deixar incomodado (eu fico furioso, pois trabalho no mesmo ramo que meu pai) o fato de ter de ouvir uma resposta ao seu pai em uma pergunta que era sua.
    Eu ouvia a Eldorado ESPN no momento da entrevista, e fiquei muito constrangido por você, pois já li neste mesmo espaço algumas linhas suas a respeito destas comparações que de certa forma incomodam um pouco, e acredito que seu pai deva ficar furioso quando algum problema dele ( divergência de idéias) respinga em você.
    Tirando essa bobagem incomoda, parabéns pela cobertura da Copa.

    AK: Cara, eu faço questão de entender meus sentimentos sempre. Os anos na profissão me ajudaram a separar o que deve ser separado e criar uma “pele grossa” para lidar com quem não consegue fazê-lo. Não foi a primeira vez que isso aconteceu, e não será a última. Acredite, o que houve hoje não é nada. Há coisa muito pior. Um abraço.

  • Felipe Lino

    Não o desculpo pela ausência (rs)…
    Você deveria ser obrigado pelo Lance! a postar ao menos duas vezes ao dia neste espaço, pois seus comentários sempre são informativos, e mais do que isso, inteligentes (o que no meio jornalistico deveria ser a regra e não a exceção)

    Parabéns pela cobertura da ESPN Brasil na copa, excelente como sempre.

  • Paulo

    Blergh que nojo essa história do dente na comida, eu querendo ler sobre a entrevista e você conta esses detalhes escatológicos?

    AK: Que sensível…

  • Herberth Brasil

    André, o kaká te botou para escanteio com aquela crítica ao seu pai! Como você recebeu a crítica?

    Abraços.

    AK: “botou para escanteio”? Eu fiz uma pergunta, ele respondeu e aproveitou para responder a outro jornalista. Um abraço.

  • luiz antonio

    porque você não faz esta pergunta ao maradona:maradona em 82 você foi expulso após tentar quebrar o zico /86 la mão de dios / 90 boa noite cinderela / 94 doping , que trampa você eo bilardo estão armando para 2010

  • Ivan Alves

    Andre, ja escrevi isso aqui uma vez e repito: muitas vezes voce joga perolas aos porcos. Quanta gente do tipo “nao li e discordo”… Mas por favor nao desista!! Parabens pelo(s) trabalho(s)! Um abraco.

    AK: A turma do “não li e discordo”, a e do “li, não entendi e discordo”, são os chamados “efeitos colaterais”. Precisam ser tratados, também. Obrigado e um abraço.

  • leonardo atleticano

    André, sempre que aparecem essas ligações da sua pessoa com a figura do seu pai, eu me lembro muito do Bruninho, filho do Bernardinho. Ligar a imagem de vocês com a dos seus pais é uma coisa natural, pois eles estão entre os grandes no que fazem, diga-se que sou mais admirador do Bernardo, seu pai é um dos grandes no jornalismo, mas tenho minhas ressalvas quanto aos métodos dele. Agora, creio que vocês fazem um grande trabalho, e com esse peso a mais nas costas. Fez você muito bem durante a entrevista, e depois no comentário aqui no Blog. Você não deu corda e nem quis aparecer com o fato, deixou para as partes realmente envolvidas. Valeu pelo trabalho, acho que você e outros jornalistas novos estão salvando a cobertura da copa, esses mundo de comentaristas estão falando só bobagens, agora ainda mais, quando o assunto não é bola e sim intrigas.

    AK: Obrigado pelo comentário. Um abraço.

  • Ana

    Kaka falou diretamente p/ o juca tb.. uma x q falou em publico ..foi uma forma q ele achou de falar claramente.. pq quem sabe o q seria publicado caso fosse uma conversinha particular???

    o cara sente uma dorzinha e os nossos amigos jornalistas já cogitam uma ultima copa…fim de carreira…

    então…corcordo q acabou a era da matata… de uma emissora ter esclusividade em tudo.. concordo com o desabafo do kaka…
    e espero relamente q o povo Brasileiro acorde… cuidado com o poder de manipulação q a imprenssa tem principalmente algumas…

    AK: E eu espero que você leia o que está escrito. Um abraço.

  • Jonas

    O Problema é que jornalista pode falar mal e dar pitaco na vida de todos, se alguém enfrenta um desses profissionais que sequer precisam de diploma para falar toda sorte de asneira, ai é um crime contra liberdade de imprensa… abaixo o corporativos…

    Está na hora de passar a imprensa a limpo…

    Kaká foi muito educado, diga-se de passagem…

    AK: Pelo jeito, quem não precisa de diploma para escrever asneira é você. Um abraço.

  • Carlos Henrique Rutz

    Excelente oportunidade, André. Perguntado claramente, Kaká respondeu claramente que não tem noção do que tem no púbis/bacia/quadril. Dor não é o único sintoma. Atleta negligencia dor, principalmente os que não são chinelinhos, que quando convém sentem dor e muita. A comparação com Guga é, sim cabível. Guga tratou com os profissionais menos indicados seu problema enquanto era administrável. Ao procurar os profissionais corretos, era tarde. O alerta ao Kaká deve sim, ser dado. Por quem, não sei, ams deve. Com relação à acusação ao Juca, o Kaká tem o direito de não gostar, mas não de misturar as coisas. Ele é e deve sim, ser criticado pelas atitudes enquanto jogador. Nunca foi criticado por ir à igreja. Foi, sim, por fazer merchandising dela em campo. Para alguns é apenas fé, para outros é fé, dízimo, má fé e abuso. E dentro de campo, nem alá, deus, jesus, buda deveriam ser propagandeados. Simplesmente por já possuírem seus templos específicos, sem traves e gramado. O inverso seria tão ridículo quanto. Num rito religioso, propagandas de times de futebol ou discussões sobre quem foi melhor. Essas misturas não têm como dar certo. Abraços, André.

  • ricardo

    Desculpe André, não usei o termo correto, eu disse “estender os sentimentos” como se vc não quisesse ficar prolongando o ocorrido, colocar uma pedra nessa bobagem, sem mostrar que ficou triste, incomodado ou que nem ligou, e por isso não citou o ocorrido no texto.
    Mas como vc disse tem que ter “pele grossa” pra essas coisas que enchem o saco, hoje vc tem um trabalho consolidado e bem singular, descreve legal as suas jornadas que devem dar muito trabalho, mas que com certeza devem ser bem prazeirosas de viver.
    Eu de fora sem lhe conhecer faço apenas uma comparação a vc e ao seu pai, aparentam ser dois caras de bem, que adoram as filhas / netas, e é isso que vale a pena nessa vida.
    Boa jornada !!!

  • Parabéns pela atitude André. Outros, mais afoitos, com certeza criariam uma tempestade com um assunto tão explosivo que envolve futebol e religião. Você fez o que sua profissão pede, questionou e informou. Um abraço!

  • Bruno

    André, pessoalmente
    não tenho nada com a crença de voce e sua família, mas, o Kaká na minha opinião errou, ao usar o nome de Jesus para atacar alguém de quem demonstrou ter ressentimentos (em se tratando de uma entrevista vista por todo o mundo) aproveitando a oportunidade para falar disso ferindo algúem. Espero que isso não venha lhe trazer uma má imprensão sobre os evangélicos.

    Gostamos muito do trabalho de voces na ESPN.
    sucesso

  • Rodrigo Campos

    O Dunga conseguiu o que queria. Passar adiante, para todo o “grupo”, a psicose em relação à imprensa de um modo geral e a alguns veículos (Globo) e jornalistas (“seu pai”) em particular. E o pior (ou melhor, dependendo do ponto de vista): com essa manobra diversionista, os torcedores, em sua grande maioria, comentam, falam, repercutem, centenas de vezes mais sobre a suposta rixa do “seu pai” com o Kaká, questões religiosas, etc., e se esquecem do fundamental: qual é o real estado clínico do púbis do jogador?
    Penso que “seu pai” não ia bancar essa informação (segundo a qual seria caso de cirurgia e a carreira do atleta corre risco de ser abreviada) de graça, irresponsavelmente. Aliás, é bom lembrar que, na última polêmica que “seu pai” bancou (sobre a exclusão do Morumbi de 2014 e o batismo da horrorosa palavra “Piritubão” na imprensa), o tempo mostrou que ele estava certo. Torçamos para o Kaká continuar jogando a Copa e aguardemos o desenrolar dos fatos pós-Mundial.
    Abraço

    AK: Obrigado por ler o que está escrito. Um abraço.

  • Emerson

    Sem exercer nenhum juízo de valor sobre as tais declarações do Kaká, mas há de se ressaltar que ele teve a coragem, de nomear o jornalista com o qual ele tem ou teve alguma divergência, ao contrário do Dunga que quando recebe uma crítica ou discorda de algum veículo e ou algum profissional em particular, descarrega toda a sua irritação na classe de modo generalizado.

  • Gilvani de Fatima Pereira Rodrigues

    Como ser jogador de futebol é dificil. Como são sensiveis. Tem piscologo na seleção?
    Se acham perseguidos? se ofendem por qq pergunta?
    André, por favor, me responda, como separ (ignorar) tanta …. (nem consigo achar a palavra correta)

  • gbitte

    Cara se a informação venho a parti indiretamente de um medico do KaKá houve clara violação do sigilo medico. Você não acha falta de ética noticiar informação adquirida a parti de uma violação do código civil? Ou na carreira jornalistica o que fale é a noticia e que violações de códigos de éticas e civis não devem magiar as fontes de informação?

  • hélio

    André , Boa noite !!
    Primeiro , apenas uma palavra sobre o seu trabalho >
    PARABÉNS !
    Agora aos fatos >
    Uma pena …Está ficando insuportável para gente como eu que acompanha e gosta futebol a cada dia do ano , aguentar as sandices cada vez maiores por todos os lados , escritas por essa multidão de “torcedores de cada 4 anos” que de uma hora para outra vão transformar o Dunga e seu timeco nos nos salvadores da honra nacional , quase mártires da pátria ( ahhh se o Nélson Rodrigues estivesse por aqui …)
    Gente que acha que um time com Felipe Melo , Michel Bastos , Gilberto Silva ,Luis Fabiano é uma SELEÇÃO ……. tá bom !
    Uma pena , porque óbvio CONHECEMOS O DUNGA
    Uma pena , porque isso é futebol . Só isso . e ponto.
    Olha temos que ter estomago . Ou uma lei > só fala de futebol quem vive e sofre com ele TODO DIA ,TODO O ANO . Como seria BOM ….
    Que venha a segunda parte do Brasileiro , ahhh esse promete !
    Grande abraço do seu sempre leitor
    Hélio Rheinfranck

    PS > Tentei escrever para o Juca ,não consegui , acho que estava congestionado .Por favor passa para ele os meus parabéns pela coluna da resposta ao Kaká . Parabéns e Admiração
    PS2 > Puxão de orelha > O Mais Gelo !!! Esqueceu ???

  • TP

    se “jornalista serve para dar informação” pq vcs comentam tanto as noticias?

    ok. ok. quem não gosta de mesa redonda, né? eu adoro. mas você não acha que pra ficar dando opinião como fazem vcs deveriam entender de futebol?

    é muito por isso que os atletas não gostam da imprensa.

    AK: E você não acha que para dar opinião sobre a imprensa você deveria entender de jornalismo?

  • TP

    “AK: E você não acha que para dar opinião sobre a imprensa você deveria entender de jornalismo?”

    vc acha isso uma boa resposta? ok. a imprensa é intocavel.

    ,pior que sou formado em ciencias sociais.

    abraços.

    AK: É uma resposta tão boa quanto o seu comentário. Um abraço.

  • TP

    me responde aqui como alguém como o flavio gomes, que até possui um certo conhecimento de automoveis, pode ficar horas opinando sobre futebol na espn?

    tô falando de comentar, não de fazer jornalismo…

    AK: O Flávio Gomes tem um blog. Se você quer falar com ele, ou sobre ele, escreva para ele. Um abraço.

  • Wellington Fco Silva

    “Grandes profissionais se destacam dos outros pelas suas atitudes” Palavras de um sábio (minha lógico hehehe) Cara vc e o Alex Escobar estão de parabéns, você por não dar corda a um assunto que não lhe diz respeito afinal você não é o seu pai e não tem nada que responder pelo que ele pensa e escreve e o Escobar por ter feito a mesma coisa e não ter polemizado o assunto “Dunga” no blog dele.
    Voltando a você meus parabéns pelo seu trabalho que continua da melhor qualidade e fala pro teu pai ficar tranquilo, alguma coisa estranha deve estar se passando com o pessoal da seleção os caras estão com os nervos a flor da pele.

    Um forte abraço…

  • TP

    eu fiz uma pergunta pertinente. é claro que um bom jornalista pode passar informação de qualquer natureza, de bolinha de gude a politica externa…agora…pra ser comentarista deveria entender o minimo. e não é isso que a gente vê. nem procuram se preparar.

    mas e daí…continuem dando uma de “tudologo”.

  • rodrigo

    desculpe andre, mas o seu pai adora criar caso. tenta pq tenta encontrar pelo em ovo ou desestabilizar o ambiente. qual jogador de alto nivel que nao sente dor? haja falta do que falar.

    AK: A conversa não é sobre sentir ou não sentir dor. É fácil entender, mas é preciso se esforçar um pouquinho.

  • Nossa, André , nem terminei de ler os comentários e já vi (de novo) como é difícil o mundo hoje em dia…

    É gente querendo saber se por causa da ética dos outros uma informação não pode ser publicada, é gente querendo que todos sejam graduados naquilo que se comenta, outros ainda falando que isso não é seleção, e etc… meu Deus, isso cansa! Não sei como você aguenta (credo, que horrível, cadê o trema?!)!

    Ainda bem que ninguém comenta no meu blog (nem assim nem assado nem frito :D), acho que não teria paciência!

    Ah, a quem eu quero enganar, teria sim, sou paciente de natureza… mas às vezes cansa!

    Não vi a entrevista, li apenas os posts seu e de seu pai, e me pareceu que o Kaká não foi ofensivo, pelo contrário, até disse que não era com você mas gostaria de aproveitar a situação e tal (pergunta: seu pai estava na coletiva? Talvez isso responda o comentário da Anna – abraço, querida! – também). Só acho que ele se equivocou ao relacionar as coisas, mas acho que é porque seu pai escreve muitas coisas juntas, e aí tem gente que não lê direito e não entende nada – apesar do seu pai bater nessa tecla toda hora, e às vezes irrita mesmo :P.

    Abraço e parabéns pela cobertura!

  • Lili

    Tem que ter ‘sangue no olho’ pra suportar a parcialidade de voces jornalistas.

    AK: E tem que ter muita paciência para aguentar tanta incapacidade de compreender o que está escrito.

  • Felipe Correa

    André, antes de mais nada quero dizer que admiro muito o seu trabalho e já comentei aqui outras vezes. Admiro, além das suas qualidades jornalísticas, porque você é um dos poucos jornalistas com blog, que realmente respondem a quem comenta. Não nos faz sentir que estamos perdendo tempo ao tentar emitir nossas opiniões sobre os posts.
    Sobre o episódio em si, concordo que você teve uma postura digna e sóbria e confesso que seu auto-controle me surpreendeu. Seu pai é um extraordinário jornalista e sei que, apesar de você evitar comparações, é uma grande fonte de inspiração pra você. Mas Kaká não precisava dizer e repetir tantas vezes o “seu pai” na sua opinião (a qual respeito). Parece que imaginava que, após a entrevista, você iria almoçar com seu pai e passar os recados a ele. Mas enfim, o que quero dizer em meio a tudo é que, como alguém comentou antes, a nova geração do jornalismo esportivo está salvando essa copa. E você faz muito bem em não entrar em conflito, pois parece que alguns jornalistas, tal qual Dunga, alimentam-se disso. Parabéns e siga assim, competente e humilde. Grande abraço!

    AK: Obrigado pelo comentário. Um abraço.

  • Junior Touche

    Cara, na boa, vc não acha q o titulo desse post ficou estranho? como seu dente foi parar no pubis do kaka? kkkkkkkk
    perdao pela piada, so pra descontrair. mas vc eh o kara…
    abraços

  • Carlos

    Olha Andre, leio sempre seu blog, te admiro mas nesse caso voce esta errado.
    O juca misturou sim “informação” com “religião”.
    o Kaka fez uma observação precisa e honesta (alem de educada)
    seu comentario foi fraco.
    a resposta do juca foi fraquissima.
    (e pare com esse negocio de dar respostas curtas tipo “ler e entender”) (dá a impressão que TODOS seus leitores são imbecis.)

    AK: Impressão errada, de sua responsabilidade. Mas há muita gente que não entendeu a questão principal dessa conversa. Você é mais um exemplo. Um abraço.

  • Raquel

    Bom dia André Kfouri, não conheço sua carreira como profissional, é muito dificil falar de uma pessoa sem conhecer sua trajetoria, mas acredito que isso, que você está fazendo com o Kaká, é falta de profissionalismo, mistura o profissional com o particular é ridiculo. Mas claro que com uma declaração como: “Kaká se engana e enfiou Jesus onde Jesus não foi chamado”, não precisa se espera muito de você!!!!!!

    AK: Você está bem? Escreveu para a pessoa errada. Preste um pouquinho de atenção.

  • Anna

    Querido Alejjandro, o Juca não estava na coletiva. A meu ver, Kaká deveria ou telefonar pro Juca ou mandar email ou esperar um momento em que se encontrasse com o Juca pessoalmente. Mas o Juca já respondeu em seu blog, na televisão, enfim, foi elegante, um gentleman, e até ressaltou as virtudes de Kaká. Quanto ao seu ótimo blog, eu vou sempre. Só não escrevo… Obrigada pelo “querida”. Adoro quando me chamam de “querida”. Abraço a todos, Anna

  • Alexandre

    Só para entender a discussão:

    AK: E você não acha que para dar opinião sobre a imprensa você deveria entender de jornalismo?

    E para dar “palpite” sobre futebol? Precisa entender ou basta ser jornalista?

    AK: “Palpite” sobre futebol, todo mundo dá. Não precisa entender, nem ser jornalista. Isso é bem óbvio, não acha?

  • Edouard Dardenne

    André, você escreveu o post apenas para evidenciar que somente a parte em que o Kaka respondeu à sua pergunta sobre as dores que sente é que é relevante. Para mim, está claro que você está dando à resposta que ele deu ao Juca Kfouri um tratamento indiferente ao fato desse jornalista ser o seu pai.
    Do seu ponto de vista, ele aproveitou a sua pergunta para responder a outro jornalista. Qualquer jornalista. Do ponto de vista dele, ele aproveitou à sua pergunta para responder ao seu pai. Isso mostra que quem mistura a vida pessoal com a profissional é o Kaká, e não você. Ele está errado.
    Os chiliques que tenho lido nos comentários são de quem faz a mesma confusão que o jogador.
    Só acho que a sua abordagem, embora mais correta, talvez não seja a mais eficiente, dadas as reações histéricas de alguns leitores… hehe
    Um abraço.

  • Marcelo

    Carlos,
    É bastante comum que o bom jornalista André Kfouri responda assim aos seus leitores.
    Muito frequentemente quem discorda dele é convidado a reler o texto. Ou ainda ele diz que a pessoa leu e não entendeu.
    Nunca, jamais em tempo algum o texto dele pode ter algum problema de interpretação. A falha é sempre do leitor, que não sabe ler ou não entende o que lê.

    Abraço

    André boa sorte com seu dente

    AK: Legal que concordamos em relação a isso. Um abraço.

  • Leonardo Pires

    André, de todo esse imbróglio, algumas circunstâncias restaram claras. Os fanáticos religiosos (e o Kaká inclui-se nessa categoria) têm uma dificuldade inefável de diferenciar as críticas a específicas atitudes de alguns de seus pares e o leviano desrespeito à crença (e também à descrença, repise-se) assegurada a todos os cidadãos brasileiros pela legislação democrática ora vigente no Brasil. O debate, em verdade, é muito mais profundo do que muitos querem fazer crer. De todo modo, ficou clara a deselegância do Kaká ao enfatizar, deliberadamente, estar fornecendo resposta ao seu pai quando estava reportando-se a um jornalista (renomado, não se discute, e por isso bastava, como ao final foi feito, citar-lhe o nome) da Folha. Abordar certos assuntos hoje no nosso país é extremamente delicado. Por mais que se tente ser claro, objetivo e respeitoso ao discordar, sobra sempre espaço para aqueles que se utilizam de subterfúgios espúrios de uma interpretação distorcida para atacar os que não se omitem. Deposito aqui meu apoio, minha admiração e solidariedade a você e, aqui penso poder dizer pois sei que você compreenderá, ao seu pai. Aliás, permita-me uma reflexão final: não me espantarei se, em breve, virmos comentários de que você e o Juca mantêm sérias divergências, inclusive de ordem pessoal, as quais os motivam a tentar manter silenciosa a relação familiar. Um abraço.

    AK: Obrigado pelo comentário. Não tenho nenhuma divergência séria, de qualquer ordem, com meu pai. Obviamente, não concordamos em relação a tudo, não somos a mesma pessoa. Como profissionais, cada um é responsável pelo que diz e escreve. Quem mistura as coisa, erra. Um abraço.

  • Olá André gostei do seu blog, sou Pastor Batista, gosto de ler blogs inteligentes, por isso estou no seu blog, visito mas nunca comentei, é a primeira vez.
    Todo esse pessoal ta te atacando pelo seu pai assim como fez o Kaká, ele aproveitou e respondeu ao Juca, não acho que foi o melhor momento, mas quem tá com o microfone aproveita mesmo.
    Mas meu comentário é sobre sua postura, vai nessa amigo, vai na sua, faça seu trabalho, vai na sua pegada, não ligue para esses caras que ficam tentando te atacar por coisa que o kk nem falou pra você.
    Sua pergunta foi muito pertinente, eu acho que em volta do kk tem muito dinheiro e muitos interesses, tirá-lo da copa seria um desastre financeiro, se fosse um Elano ou Gilberto Silva ja teria sido cortado com certeza, aliás nem seria convocado.
    Copa do Mundo deveria ser tratada de outra forma, levar quem está melhor e pronto. Valeu e fique na Paz. Deus te ilumine para fazer perguntas mais pertinentes ainda.

    AK: Obrigado por compreender o que estamos discutindo. Um abraço.

  • Marcelo Valadares

    André Kfouri, seja homem suficiente e de respostas claras e não nas entrelinhas , isto sem nenhum preconceito como de religião ou homosexualismo não estou dizendo que você não é ou não alguma coisa que fique bem claro…

    Outra coisa… você e seu pai não tem nenhum conhecimento médico ou “ondotológico” se assim preferir… para fazer qualquer afirmação, nem sempre uma pessoa que esta sem dor, não necessite de uma intervenção cirurgica, mas é assim jornalista sempre sabe tudo né?!

    AK: Nem sempre, e nem todos. Só os que falam com as fontes certas. Pense um pouco. Um abraço.

  • Leonardo Pires

    André, estou de pleno acordo com você. Desculpe se não consegui me fazer claro: não disse e nem acredito que haja divergências entre você e seu pai; só não me espantarei se, a partir do epísódio abordado, alguém levantar essa hipótese…

    AK: Entendi. Isso sempre é possível. Até provável. Um abraço.

  • Rafael

    Em minha opinião não há muito mistério no que está acontecendo. A influência de Dunga e Jorginho no que diz respeito a buscar o ‘inimigo invisivel’ ou melhor ‘inimigo inexistente’, (pois ele não existe) contaminou Kaka, que agora reforça a idéia junto aos outros jogadores que que precisam realmente lutar “contra tudo e contra todos” (como diz a propaganda da cerveja que patrocina a Seleção) e porisso agora a imprensa que na cabeça dos jogadores era moldada como sendo muito malvada contra eles, agora ganha nova versão (pois o efeito já estava passando) então a nova versão é que a imprensa é agora “anti-cristo”. Porisso Kaka trouxe de volta um assunto de tempos atrás. Quer motivo melhor para lutar contra o mal? Este ambiente que Dunga tenta criar é parecido com o de 1994, porém Dunga parece que esqueceu que em 94 o Parreira precisou aceitar o fato que precisava chamar Romario e não era apenas um simples apelo popular. Nesta seleção não há um Romario. E se houvesse, talvez Dunga não o chamaria. O combustivel de Dunga para os jogadores nesta seleção é tentar extrair da discórdia (do monstro que vem sendo criado por ele mesmo) a gana de vencer, mas sem talento ou sem condição física fica difícil.

  • Paulo

    André, e o que você achou do Kaka em relaçao a você? Vc nao falou nada sobre isso…
    Achou ele deselegante ou algo do tipo?

    AK: Achei que ele confundiu as coisas, as pessoas e os assuntos. Mas isso acontece. Um abraço.

  • Gustavo

    André,

    Acho que o Kaká não errou em criticar outro jornalista; errou em fazê-lo enquanto falava com vc, que não tem nada a ver com a estória.

    Há tempos, seu trabalho é bom o suficiente para vc não ser mais “o filho do Juca Kfouri”. Pelo andar da carruagem, logo é ele que será o “pai do André”.

  • clovis junior

    O Kaká é a figura que representa muito bem a hipocrísia.

  • Jane

    Interessante como o Kaká, que nem é jornalista, utiliza as palavras com maestria e educação, enquanto que as pessoas que estudaram para trabalhar com informação não conseguem ficar sem dar opinião (insignificante) e o pior, nem conseguem disfaçar que odeiam o Kaká, seja por sua religião, seja por pura e enorme INVEJA. Juca Kfouri se comporta com o Kaká do mesmo modo que o Maradona se comporta em relação ao Pelé… vê-se de longe que é só vontade de aparecer na mídia às custas de quem realmente tem talento.

    AK: Você teria uma carreira brilhante num desse programas humorísticos que, na verdade, não têm graça nenhuma. Juca Kfouri está “na mídia” há apenas 40 anos… um abraço.

  • Michell Porto

    André, admiro Você e acho que Você escreveu hj é até coerente além de engraçadooo! kk..
    Mas o que seu pai escreveu foi ridículo, além de ele envolver fatos que não tem nada a ver eu o acho um “DUNGA” jornalista muito ranzinza! Você não se parece nem um pouco com ele!

    Só acho que ele deveria rever o que ele escreve em suas críticas e comentários pra não atingir ninguém e não criar confrontos com pessoas boas à toa!

  • Marlon Meira

    Oi, André.

    Boa tarde!

    Estou escrevendo, pois tenho certeza que você ira ler este comentário ao contrário da grande maioria dos Jornalistas/Comentaristas que fazem de seus blogs instrumentos de alto-promoção e não canal de comunicação bidirecional com seus leitores.

    Sobre o Fato acima, parabéns!!! Você teve muita criatividade ao comentar um fato inusitado na sua estadia ai na AFS, para tirar os holofotes das polêmicas criadas em torno da sua pergunta ao Kaká e a respectiva resposta. Só que alguns fatos não podem ser deixados de lado:

    1 – Foi desnecessária a utilização do aspecto religioso pelo Kaká para justificar a “persiguição” sofrida pelo sr. Juca Kfouri. De fato, há está persiguição, mas, o motivo é por ser o Kaká expoente desta seleção que representa a perpetuação do amadorismo no comando do futebol nacional.

    2 – O fim não justifica os meios. Se a intenção era “Informar” ao Brasil sobre a Lesão do Kaká, a obtenção desta informação via quebra de sigilo da relação Profissional da Saúde/ Paciente, não é justificada e se não foi desta fonte ou de algum familiar do Kaká está informação não é 100% segura ou confiavel.

    3 – Você deve estar pensando o que eu tenho a ver com isso? Eu te respondo: Muito. Eu sei que é preciso separar e distinguir Você do Seu Pai, mas, sei também que de certa maneira isto é inevitavel, tendo em vista que, como observo acompanhando o trabalho de ambos, vocês seguem a mesma linha de pensamento, compactuando das mesmas crenças e valores. E, pare para pensar, este Sobrenome não te ajudou a abrir algumas portas, não estou dizendo no mercado de trabalho, mas, sim entre o publico, afinal, quantos não passaram a acompanhar o seu trabalho para ver a continuidade do primor, inteligência, audácia e qualidade com que seu Pai escreve, Eu sou um desses.

    Grande Abraço,

    Do seu Leitor.

    Marlon Meira

  • Bom…Os fatos levam a crer que, realmente, seu pai direciona os canhões para o jogador Kaká.
    Marcelinho Carioca cansou de fazer proselitismo religioso e seu pai nunca comentou sobre…
    Seu pai publicar que um atleta terá uma aposentadoria precoce, sem citar a fonte, beira a má fé…
    Comentários de médico para médico…!!!!????
    Isso pode prejudicar futuros contratos do atleta. Fica um pouco irresponsável, em que pese a credibilidade do Sr. Juca Kfouri. A própria imprensa destaca Kaká, como uma pessoa equilibrada e de fácil trato. Seria muito improvável que ele agiria de forma gratuita.
    Quando se tem uma história, os cuidados se tornam maiores, pois é muito difícil construir e muito fácil destruir. Você pode passar 40 anos sem roubar, mas se roubar uma única vez, é ladrão.

    AK: Companheiro, informe-se. Ele cansou de criticar o Marcelinho. Você não precisa acreditar na informação, se não quiser. Um abraço.

  • Maurício

    Discordo que o Kaká ao menos teve coragem de dar nome ao boi no episódio. Ele só o fez porque o Juca Kfouri é ateu. Ele sabe que para milhões de crentes, evangélicos ou não, a palavra “ateu” gera movimentos peristálticos de indignação e ódio. Jogou com isso e foi duplamente covarde: porque o fez com o André Kfouri, que não é advogado do pai, e por querer que sua expressa fé o coloque acima da crítica.

    Será que nos bons contratos com Armani, Gillette, Adidas, e etc, Kaká deixa sua fé em Jesus cuidar de tudo, ou são seus advogados que cuidam dos negócios?
    É uma grande honra defender o Brasil na Copa ele dirá, mesmo com dores, que grande cara puxa vida, mas por 1 milhão em prêmios mais os milhões em novos contratos, quem não faria o mesmo? Ainda mais tendo o talento que Kaká tem.

    O futebol não é, antes de mais nada, a paixão de um povo, é sim um grande negócio e todos os zeros à direita no hollerith desses caras mostram muito bem disso. Querer que a torcida acredite que o que está em jogo é uma luta maniqueísta, onde o ateu, os críticos, aqueles que não estão nem aí, são o mal e eu, o crente, o bom moço, o esforçado, o que vai para o sacrifício, sou o bem, é apenas mais uma parte do negócio, embora bem patética e hipócrita.

    Se Kaká tivesse todo o bom caráter que quer deixar transparecer teria desmentido a nota, e o tempo diria se Juca está certo ou não, ou a confirmado e feito as ressalvas que achasse necessário. Sem floreios, sem canhões, sem máscaras.

  • Milton Oliveira

    Vendo alguma respostas acima, perguntar não ofende:

    Quem aprendeu a responder com quem: Dunga com a imprensa ou vice-versa?

    Vamos aprofundar:

    O estresse de quem pegou em quem?

    Teorizar não custa nada:

    a) Dunga estressou o grupo, a impresa, e o grupo estressou a imprensa, que hoje reclama do Dunga e do grupo e anda completamente sem humor para com seus leitores que, pelo visto, estão se estressando também.

    b) Dunga estressou a imprensa, a CBF, a comissão técnica e Maradona. A imprensa ficou sem assunto, segundo a própria imprensa – é só ler os blogs especializados – e estressou treinador como vingança. Sobrou de novo, para nós leitores.

    c) Durante 20 anos a imprensa tratou Dunga como um jogador medíocre, criou a ‘era Dunga’, não valorizou o tetra por causa de 82. Dunga não entendeu ainda que daqui a 100 anos será o nome dele que estará nos livros de história e não os de seus críticos. Ele jogou três Copas, foi a duas finais e ganhou uma. Como treinador tem mais títulos que os ex-técnicos que hoje o perseguem na TV. Não dá para não notar a dor-de-cotovelo. E por não entender tudo isso, perdeu uma oportunidade de ser irônico e sarcástico nas entrevistas, e estressou todo mundo.

    d) NDA

    Mas achei interessante sua postura em não se manifestar sobre o assunto.

  • Luiz Roberto Cupido Junior

    Sou muto fã do kaká, seja como jogador, seja como o rapaz honesto que aparenta ser, mas pela primeira vez não gostei do que ele fez, realmente ele errou ao ficar mandando recado para o filho sendo que profissionalmente falando, são pessoas distintas, o sobrenome e o grau de parentesco não tornam uma determinada pessoa apta a responder por algo que foi feito pela outra.
    A sua pergunta foi fantástica andré, e a resposta que ele deu no final da entrevista dizendo que irá avaliar se precisará da cirurgia após a copa, contradiz a resposta que ele lhe deu, como disse o juca no linha de passe de ontem (22/06) ele no mínimo está caindo em contradição pois se não existe nada porque pensar em uma cirurgia?
    Bom, resumindo, sem preconceito algum, uma vez que tenho muitos parentes e amigos dessa religião, uma caracerística dela é a idolatria, o fanatismo que muitas vezes encobre a verdade e faz com que eles se sintam discriminados.
    Lógico que eu não esperava que o kaka assumisse o que o Juca postou em seu blog, mas no mínimo, ele poderia responder de uma forma mais educada, pois pareceu político, quando é atacado, ataca o adversário para desviar o foco.

    Um grande abraço do seu fã de Rio Claro – SP.

  • Marcos Vinícius

    Antes de mais nada,uma ressalva:

    Acho que o povo que frequenta esse blog é formado por,em sua maioria absoluta,um bando de analfabetos funcionais.Simplesmente impressiona a quantidade de gente que lê e não consegue entender o que está,segundo entendi,absolutamente claro.Isso deve ser reflexo do nosso fraquíssimo sistema educacional,que não ensina o povo a interpretar o que está “absolutamente claro”.
    Meu pai dizia o seguinte:”Quando estiver um monte de gente errada e só vc certo,reveja seus conceitos sobre ter razão”.

    Li hoje a entrevista do Kaká.Vou tentar reproduzir,segundo minha fraca memória,o que disse o meia da seleção e do Real Madrid.

    “Gostaria de responder ao seu pai (dirigindo-se a André Kfouri,filho de Juca Kfouri) sobre o que ele disse sobre mim.Faz tempo que ele está com seus canhões apontados para mim,e não é pelo que eu jogo,mas por eu demonstrar minha fé em Jesus Cristo.Respeito seu pai,que é ateu,mas acho que ele não deveria me atacar por eu ser evangélico”

    Claro que a íntegra não é exatamente essa,mas ele disse isso.Parte da imprensa culpa Dunga pelas declarações de Kaká,dizendo que ele “aprendeu com o chefe”.Isso,creio eu,é mais uma forma de fazer de Dunga o bode expiatório para todos os males da humanidade.

    Desde o começo do ano Kaká não vem convencendo no Real Madrid.Atuações apagadas e constantes visitas ao departamento médico do clube o fizeram ganhar o apelido de “Senhor Pubalgia”.Sabe Deus se é essa a razão,mas o fato é que suas atuações estão aquém daquilo que ele pode apresentar.Supõe-se (e apenas supõe-se) que seu púbis seja o grande culpado de suas fracas atuações.Se não fosse isso,o que seria,então,já que bola ele tem pra dar e vender?Mas fica a questão:qual jogador gosta de dizer publicamente que astá sofrendo desta ou daquela dor?A primeira coisa que se pensa é que uma cirurgia seria a salvação de sua carreira.Exemplo recente é PH Ganso,que escondeu de todo mundo que tinha que passar por uma cirurgia no joelho,isso às vésperas de uma convocação para a Copa.

    Mas fazer alarde em cima da cirurgia de Ganso vende jornal?se um jornalista pudesse escolher por dar em primaira mão um furo em que importante jogador teria que fazer uma cirurgia,quem ele escolheria(se é que pode escolher) entre Ganso e Kaká?Alguém comentou que Ganso passou por uma cirurgia no joelho,e que vai ficar,pelo menos,três meses afastados?onde estão aqueles que defendiam sua convocação?Pq nenhum deles veio a público dizer que estavam equivocados em defender sua convocação?Provavelmente Kaká irá operar o púbis,mas noticiar isso durante a competição mais importante do universo do futebol é ético?

    Aproveito para fazer um apelo aos analfabetos funcionais deste blog:

    Gente,vamos nos esforçar,mas nos esforçar muito mesmo para que consigamos entender o que está escrito pois,independente da formação de cada um,aparecem cada vez mais “analfabetos funcionais”.

  • Rodrigo

    Kaká apelou feio se escondendo atrás da religião, jogando pra galera, no caso, os crentes. Se fosse homem teria dito diretamente ao invés de mandar recado pelo filho. Nunca li Juca Kfouri se dizer contra nenhuma religião, ele publicou que Kaká estaria jogando machucado, ponto.
    A galera acusa o Juca de preconceituoso, sendo que o criticam pelo simples preconceito do Juca ser Corintiano e ateu.
    Religião e time de futebol, cada um com a sua (o seu), mas sem misturar por favor.

    Acorda Brasil!!!!!!

    AK: Só uma correção: Kaká não “mandou recado” nenhum. Disse o que disse numa entrevista coletiva para 350 jornalistas. Um abraço.

  • carlos costa

    Aonde , em que ponto os ateus são piores do que, os que acreditam em coisas criadas pela própria mente humana. Jesus me ama, mas é um amor mal correspondido. Sou mais o seu pai, que demonstra sinceridade e não se esconde em seitas que tomam o dinheiro do povo descaradamente.

  • paulo sp

    Cara é engraçado os jogadores tem que aceitar tudo o que falam deles(sua sexualidade , sua religião suas escapadas com travecos ,envolvimento com traficantes e até briga de marido , muié acidente de trânsito etc…) afinal eles são figuras publicas …e os jornalistas não são tambem figuras publicas?
    Pau que bate em Chico bate em Francisco né!
    E o Juka pega no pé dele sim! Garimpe em seu blog e ai achar muitas notas criticando e zombando da fé do kaka.
    o que o Kaka fez não foi pedir que pare de critica-lo e sim deixar sua religião fora disso
    Nada demais e muito justo!!!

  • paulo sp

    Ahh sobre as escapadas de um certo jogador com um traveco ops um não vários, muito pouco falaram nem André nem Juka nem globo nem ninguém(digo cronistas) passou em branco mas certa vez no próprio blog do juka tinha um link para uma matéria sensacionalista que denúnciava a noitada do imperador pela noite paulista segundo ele(J. Kfuri) era um furo jornalístico
    Acho que devem sim, criticar a ou b por seu futebol e só por isso como vc bem faz…
    Eles devem jogar e vcs cobrir, simples assim!

  • Amigos, esse blog é do André, quem quiser falar com o Juca, ou sobre o Juca, vai pra o UOL, saia daqui, pelo amor de Deus!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    AK: Obrigado. Um abraço.

  • E outra coisa o cara chama um monte de gente de analfabeto funcional e começa o texto com uma frase insana “Antes de mais nada,uma ressalva” antes de mais nada, é nada amigo!

  • alex

    Cara…. os canhões da galera viraram pra você!!!! No mínimo desnecessário já que você simplesmente faz seu trabalho.

    Não liga não… Você conseguiu o que poucos conseguem: Sair da sombra do pai que tem notoriedade!

    Gosto dele, mas pra mim você está ficando melhor porque você comenta de outros esportes, que eu sei que seu pai conhece e bem, mas que não sei por que não o faz.

    Crença em Deus é de cada um e não acho legal entrar no assunto.

    abraço,

  • Marcel

    Acho que o Kaká de fato misturou as bolas. Mas também acho que o Juca tava pegando um pouco pesado. Até porque se ele fosse o técnico da seleção, acho que não o teria escalado no último jogo. Supunho que seja essa a razão que tenha feito o Kaká deduzir que o Juca fez a crítica por razões de cunho religioso. E, pra ser justo, como tenho a mesma idade do Kaká, acho bastante possível que eu fizesse a mesma dedução se estivesse na posição dele. Mas também acho que essa questão repercutiu mais que deveria. Muita gente no blog do Juca agora o está xingando sem sem razão. Querer discutir com o André então, pior ainda. Aposto que como são todos profissionais respeitados e adultos, vão analisar a questão de maneira objetiva e não vão para o lado pessoal. Sugiro que façamos o mesmo!

    AK: A questão é que, nesse caso, não houve crítica. O que está escrito na nota é uma informação. Um abraço.

  • Fabio Melo

    O Kaka mandou recado sim a voce amigo…. pq a sua pergunta foi feita em cima da noticia que seu Pai o Dr. Juca deu de que ele teria realmente um serio problema no pubis.

    AK: Ele respondeu a minha pergunta, Einstein. Seria recado se o resto do discurso fosse dito apenas a mim. Como você deve imaginar, não foi. Um abraco.

  • Jane

    Resposta interessante essa sua… me chama de humorista e sem graça (paradoxo?!), quando eu não contei uma única piada. No mais, não vou ficar perdendo meu tempo tentando te apresentar meu ponto de vista, o qual você nem mesmo quer conhecer e se conhecesse discordaria.
    Afinal, não gosto do jeito como seu pai faz as coisas e isso não tem nada a ver como você.
    Thau. Um abraço…

    AK: Você escreveu para o blog errado, então. Um abraço.

  • Jerusa M.J.M.S. – Savona/Italia

    Boa noite…

    Decepcionante, alguem se perseguido pelo AMOR A CRISTO. Existe algo real TUDO QUE PLANTAMOS UM DIA COLHEREMOS…LEI DA SEMEADURA.
    Deus é maior que tudo isto e que todo o dinheiro, espero que um dia vc e sua familia possam ter a Oportunidade de conhecer verdadeiramente O SENHOR JESUS… e permitir que ele conduza a sua vida e preencha realmente o seu coração.

    Vamos dar atenção para aquilo que realmente vale a pena e não ficar julgando e falando dos jogadores que estão na copa, se queremos melhor deveriamos ter nos preparados para a convocação da Copa….assim o Dunga teria mais opçãos.
    Um forte abraço

    Deus te abençoe Andre.

  • Marcel

    Não me referi à informação de que ele estava jogando com dores, mas à crítica que Kaká jogou abaixo da crítica no primeiro jogo.

  • Marcos Vinícius

    Ô,seu Rony…

    Acho que a definição de analfabeto funcional lhe cai muito bem,embora o que eu tenha dito sobre os outros “analfabetos funcionais” seja uma ironia.

    E é por isso que essa definição lhe cai tão bem.

    Senão,como definir uma pessoa que não sabe diferenciar uma ironia de uma afirmação.No mais,grato pela preocupação com o que escrvi antes,embora,até então,não fosse direcionado a vc.

  • Marcos Vinicius
    Vou parar por aqui com você em respeito e carinho pelo André.
    Deus te abençoe.

MaisRecentes

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo