DE CASTIGO



A Seleção Brasileira faz um treinamento fechado, neste momento.

A “boa notícia” foi dada aos jornalistas por Felipe Melo (a pedido da assessoria de imprensa da CBF), em tom bem humorado, ao final da entrevista coletiva de hoje.

A comissão técnica da Seleção não precisa de nenhum motivo para fechar um treino, mas pode ter ganhado um de presente ontem à noite.

A divulgação das imagens (e as subsequentes interpretações) do lance de Daniel Alves e Julio Baptista pode ter sido a senha para a decisão de trabalhar com total privacidade.

Se foi, e tudo indica que sim, é retaliação pura e simples

A assessoria de imprensa não confirma a relação entre uma coisa e outra, mas também não afasta a possibilidade.

Na coletiva, perguntado sobre o assunto, Felipe Melo disse algo como “é uma palhaçada dizerem que existe algum problema na Seleção” por causa do lance.

Pois bem. Aos fatos:

1 – Como está evidente nas imagens, Daniel pegou JB. JB não gostou e reclamou. A resposta de Daniel foi ríspida. Cada um foi para o seu lado. Acho que estamos de acordo em relação a isso.

2 – As cenas foram divulgadas. E cada jornalista a interpretou como achou que deveria.

A grande vantagem da televisão em relação às outras mídias é óbvia: o telespectador vê as imagens e forma a própria opinião.

Não importa o que um jornalista diga a respeito do que está na tela, cada pessoa tem todas as condições de concordar ou não.

Questionar a divulgação da jogada é, mais uma vez, uma prova de desconhecimento do papel da imprensa.

Como se pode cobrir um treino da Seleção Brasileira e simplesmente não mostrar um lance como esse?

Pessoalmente, fiquei com a impressão de que foi uma jogada mais forte, porém corriqueira em treinamentos desse nível. O fato de os dois não terem se cumprimentado, para mim, não tem importância. É capaz de Daniel e JB terem jantado na mesma mesa ontem à noite.

Se algum colega pensa diferente, que dê sua opinião. E se alguém quiser fazer uma pergunta numa coletiva sobre o tema, que faça. E que essa pergunta seja respondida, como foi pelo Felipe.

As coisas são simples.



MaisRecentes

Perversidades



Continue Lendo

Arturito



Continue Lendo

Terceirão



Continue Lendo