O ÚLTIMO AMISTOSO



Menos calor em Dar es Salaam e menos gente do que se imaginava no Estádio Nacional, para Tanzânia x Brasil.

Dos 60 mil anunciados, não apareceu metade.

E as gafes na cerimônia dos hinos superaram qualquer expectativa. Primeiro, os times ficaram perfilados por um longo tempo, e não se ouvia nada. É que estavam esperando a chegada das autoridades do governo tanzaniano (que colocou grana no amistoso) ao gramado.

Depois, o hino nacional brasileiro foi executado sob batucadas, que vinham de um clip no telão. Os vips locais gesticulavam, pedindo para parar com aquilo, mas foi até o fim.

Para fechar, o disco com o hino da Tanzânia estava riscado.

Por falar em defeitos, os que a Seleção Brasileira já tinha mostrado, especialmente na saída de bola, voltaram a aparecer.

O lado esquerdo da defesa também voltou a sofrer. E olha que os tanzanianos jogaram no domingo à noite.

Josué entrou bem no lugar de Gilberto Silva. Ramires entrou bem no lugar de Felipe Melo. Gilberto entrou bem no lugar de Michel Bastos.

Nenhuma dessas trocas significa mudança no time titular para a estreia na Copa. Dunga disse que as substituições servem para fornecer informações, para serem usadas em situações específicas.

Mas há algo intrigante: Kléberson não deveria ser o reserva imediato de Felipe Melo?

Sobre o problema na saída de bola, Kaká que declarou que se resolve em um ou dois treinos. A propósito: o gramado estava alto, bem diferente do que veremos no Mundial.

Aliás, quase tudo nesse amistoso foi diferente da Copa do Mundo. Em vez de frio, calor. Em vez de altitude, nível do mar. Em vez de clima seco, umidade.

Serviu para mostrar erros, e para Kaká (jogou os 90 minutos) melhorar sua condição.



  • Anna

    Ótimo resumo do que foi o jogo, que eu não consegui ver porque estava trabalhando. Só soube que Kaká fez gol. 😉 Valeu, André!

  • Tarik

    Estava lendo o post sobre a conversa em torno da mesa.
    Confesso que meus olhos também nao ficaram secos.
    Acho que além do prazer de estar num evento tão bacana, a chance de você conhecer mais sobre o que acontece na África vivendo esses dias, o prazer deve ser igual ou maior.
    Parabéns pelos textos bem escritos e bonitos.
    Te admiro como pessoa e como um excelente jornalista que é
    Boa sorte na Copa.
    Abracos!!

  • Igor Vinicius

    A moral do jogo é a seguinte: Felipe Melo, senta lá no banco de reservas!

  • Rejane

    Como foi um jogo treino, espero que contra a Coreia do Norte, a seleção cometa menos erros e que o KaKá tenha recuperado sua confiança e o seu condicionamento!
    Nesta terça-feira, folga para reflexão!

  • Tiago Rigonato

    Continuo acompanhando a cobertura da copa e o show de horrores promovido por nossa imprensa esportiva continua a todo vapor. Intensificou-se mais ainda nessa semana que antecede a copa. Recentemente li um comentário de um tal de stycer nem sei aonde, mas ele falou mais ou menos o que penso. Ele acompanhou uma quarta feira de futebol. Ficou mudando de canal, ouvindo um comentário aqui, um ali e outro acolá. Concluiu: só asneiras são ditas. Isso corrobora com meu pensamento: não somos obrigados a ouvir tantas asneiras. É só apertar o “mudo” no controle no dia dos jogos e seremos poupados para sempre. O que interessa é ver a bola entrando.
    Kfouri sua coluna hoje foi muito boa: sucinta, sem delongas. É assim que deve ser.
    Concordo com você quando diz não acreditar que é pago pra cobrir eventos esportivos.

  • Junior

    As atenções estão com o Kaká, mas eu fico preocupado é com o Luiz Fabiano que em dois amistosos contra adversários frágeis não conseguiu fazer nenhum gol.

  • leonardo atleticano

    André, o Dunga já deixou bem claro que o time está escalado para a estréia, então não havia disputa pelas vagas, razão dos titulares entrarem com menos disposição. Para os reservas era sim uma grande oportunidade, se não pegar uma vaga logo, pelo menos ser uma primeira opção.
    Claro para mim, foi a falta de ritmo do Felipe Melo, acho que o Ramirez atuaria melhor, embora para o Dunga, dois volantes mais brucutus é o mínimo aceitavel. Acho que o Gilberto Silva desempenha um bom papel, fecha bem e ajuda demais nas bolas aéreas, verifiquem no jogo, ele corta tantas bolas aéreas quanto os zagueiros, e copa do mudo é jogo complicado em que a bola pelo alto define muita coisa.
    Agora é esperar a hora chegar.

  • ROBSON

    Andre, o Felipe Melo corre risco de ficar de fora para a entrada do Daniel Alves?

  • Rodrigo Campos

    Parece óbvio pra quem está de fora que a entrada do Ramires dá outra dinâmica ao meio-campo da Seleção. Mas a “questão Felipe Melo” aparenta ter cunho freudiano, André. Dunga enxerga nele uma projeção de si próprio nas Copas de 90 e 94, ou seja, vê Felipe como o injustiçado da vez, o volante brigador, que entra duro em campo e mais duro ainda nas entrevistas. E, por isso, não vai tirá-lo do time. Resta-nos torcer por uma expulsão. Abraços

    AK: O que Dunga deixou claro ontem é que o time da estreia não será modificado. Agora, mais para a frente, é outra coisa. O FM não pode errar tantos passes como errou ontem. Um abraço.

  • Surfista

    Com nossos jogadores do meio em decadencia o Brasil perdera a copa,tudo bem que ganharão a copa das confederacões ano passado mas muitas coias mudaram de la para ca, se o Brasil jogar contra a Espanha vai tomar um vareio de bola, a Espanha toca de primeira deixa na rodinha ,eu imagino o jogo assim felipe melo batendo muito nos espanhois ,e chegando atrasado nas bola ,e Gilberto silva não conseguindo tomar a bola dos espanhois, e Ramires não tem fisico ainda para ser um jogador…e nosso dois jogadores decisivos estão vindo de contusão Kaka e Luis Fabiano e acho que eles nao estao em otimas condição…

    abraço Andre admiro o seu trabalho e do seu pai…

  • Ricardo

    Meu palpite

    O Brasil não será Campeào dessa vez.

    -Seu principal jogador não está bem e não vai estar bem em 3 jogos…
    -Em todos os títulos, havia pelo menos um fora de série que decidiu (Pelé/Didi, Garrincha, Pelé/Tostão/Jairzinho, Romário, Rivaldo/Ronaldo). Dessa vez não há
    -O meio campo é fraco na saída de bola e o ataque não inspira confiança
    -A lateral esqerda também é fraca e não há cobertura
    -O melhor jogador é o goleiro, depois um lateral e um zagueiro
    -O técnico é turrão e não vai mudar o time. Felipe Mello não é de seleção
    -Por fim, a próxima Copa será no Brasil, a Fifa não tem interesse em mais 2 títulos seguidos do Brasil

    Espero queimar a língua

  • Lucas

    Tem comentarista e torcedor que tinham de ser escalados como técnico da seleção brasileira, pelo menos uma única vez! Pena que não ganhem tão bem para tanto! Sempre a soberba, triste soberba que leva muitos a um muro repleto de hipocrisias! Vai Dunga! Consegue o hexa logo e cala o panteão dos seus críticos de barro…

  • vc ja viu o Robinho dizer que ele pode ser o melhor jogador da copa?

    eu vi e achei o cumolo um jogador como ele dizer isso. sera que ele pensa que o povo nao

    assiste televisao, um jogador que nao deu certo no Real , no manchester city e volta para o

    Brasil para nao ficar fora de uma copa do mundo jamais tem condiçao de ser o melhor jogador de

    uma copa. Se isso ocorrer e uma vergonha para jogadores como Messi, cristiano ronaldo, Rooney

    e ate mesmo o Kaká.

    outra pergunta: qual seleçoes do Brasil de 94 a 2010 vc acha mais fraca tecnicamente? eu acho a de hoje

    pois a de 94 tinhamos Romario e bebeto de 98 Ronaldo e Rivaldo de 2002 alem desses dois o ronaldinho gaucho

    de 2006 o quadrado magico e de hoje quem L.Fabiano e Robinho pois ate agora o Kaka pra min é dúvida fisicamente,

    sinceramente nao tenho esperança nenhuma de ser campeão , o Brasil pode ate ser campeao mais vai ter que se superar demais ter uma garra jamais tida e uma aplicaçao tática perfeita. Paulo henrique

MaisRecentes

Presente



Continue Lendo

Em frente 



Continue Lendo

Acordo



Continue Lendo