BATENDO NA BOLA



A bola oficial da Copa do Mundo se chama “Jabulani”.

Em Zulu, quer dizer “para celebrar”, ou “seja feliz”, dependendo da fonte.

Seja como for, a Jabulani vive um drama às vésperas de entrar em cena.

Primeiro, Julio César a comparou com uma bola “de supermercado”.

Depois, o chileno Claudio Bravo disse que ela parece uma bola de vôlei de praia.

Ok, JC e Bravo são goleiros. E goleiros tendem a acreditar que toda nova bola é concebida com o único objetivo de prejudicá-los, para que aconteçam mais gols.

Mas hoje Luis Fabiano bateu sem dó na coitada da Jabulani. Disse que é impossível entender os movimentos dela, que parece que “tem alguém guiando” a bola. Finalmente, a chamou de “sobrenatural”.

Luis Fabiano, claro, é um artilheiro. A relação entre ele e a bola deveria ter a intensidade dos apaixonados, a cumplicidade dos que se completam.

Mas, até agora, eles são como dois estrangeiros numa sala. Sem tradutor.

A Jabulani foi desenvolvida por uma universidade inglesa. Kaká, Michael Ballack, Frank Lampard e o goleiro Petr Cech, todos garotos-propaganda da marca de material esportivo que a fabrica, participaram do processo.

A bola foi usada no segundo turno do Campeonato Alemão, sem que se registrassem grandes crises por conta de suas reações aerodinâmicas.

As seleções nacionais têm mais ou menos 10 dias (o Brasil, 15) para aprender a lidar com a redonda oficial da Copa.

Pelas últimas declarações, parece pouco tempo.

ATUALIZAÇÃO, segunda-feira 31/05, 14h37 em Joanesburgo – Em entrevista coletiva hoje, Felipe Melo levou a conversa a um novo patamar:

“A bola é horrível. É difícil crer numa Copa com uma bola como essa. A outra bola é igual a mulher de malandro: você chuta e ela continua ali. Essa agora é igual patricinha: não quer ser chutada de jeito nenhum.”

Até onde irá esse debate?



  • Anna

    Em todas as Copas sempre há críticas à bola. Uns mais, outros menos. Que a jabulani não seja desculpa para um posterior fracasso, assim como o vento… Achei o nome da bola muito simpático. Tomara que ela seja funcional e que nossos jogadores se acostumem a tempo com ela.

  • joão

    curiosamente, os críticos são todos patrocinados por outras marcas esportivas… enfim, luis fabiano ficou marrento, hein…pra quem faz propaganda pra nike falando que jogava com bola de meia na rua, tá reclamando demais.

  • Ô André, esses marrentos ganham muita grana pra ficarem reclamando da bola. Que se virem! Faz parte da profissão. Jogador de futebol inventa cada uma…Abraço!

  • Rita

    Tão satifeitos quanto o fabricante da Jabulani, ficaram os argentinos pelas declarações do Luis Fabiano. O Olé já mandou recados. Por falar em argentinos, já trocastre umas idéias com jornalistas argentinos André?

  • Paula

    Engraçado os jogadores só tomarem conhecimento dessa bola agora. Pelo jeito o Grafite já deve ter mais intimidade com ela! heheh

    Se a mesma está disponivel há tanto tempo pq não colocaram os jogadores concentrados em curitiba para trabalhar com ela??

  • Anna

    André, a comparação de Felipe Mello foi horrível. A emenda saiu pior do que o soneto. 🙁

  • Joao Luis Amaral

    Comentariozinho mais infeliz desse Felipe Melo, hein?
    O Dunga podia dar um chute nesse Mané, para ver qual trajetória ele faria (e, caso nao voltasse e entrasse em órbita, o técnico teria uma boa desculpa para convocar o Ronaldinho… he he!).
    Abraço!
    Joao Luis Amaral

  • Lippi

    O Felipe Melo é da família do Bruno, goleiro do Flamengo?

    Não dá uma dentro…

  • Willian Ifanger

    Sempre achei frescura essas declarações de jogadores sobre a bola. Assim como é muita frescura toda hora inventarem “tecnologias novas” para fazer a bola (e terem como vender a novidade).

    Agora Felipe Melo e suas analogias cretinas. Imagino como ele deve tratar as mulheres e o que deve pensar delas. Atitude parecida com a entrevista cretina que ele deu no Bate-Bola após a convocação.

  • Ricardo Inocencio

    Felipe Melo calado é um poeta diria Romário !!!

    Mas esses caras reclamam demais…até uns anos atrás jogavam na rua, na várzea, no asfalto, com bola murcha, bola de plástico, de meia….sei lá…os jogadores ficam em hotéis cinco estrelas, vão jogar em gramados que são quase perfeitos, tem toda uma estrutura de 1º mundo por trás para dar suporte e ainda vão ter 15 dias pra se “familiarizar” com a Jabulani !!!

    Isso é que é chorar de barriga cheia.

  • André, jogamos de terças e quintas com a ADIDAS Teamgeist ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Adidas_Teamgeist ), bola oficial da Copa do Mundo de 2006!

    Ela é tão espetacular que compramos 3 e deixamos duas de reserva!

    Ela é tão espetacular que jogamos Society (no campo de grama sintética) com uma bola de futebol de campo e sequer percebemos (bolas de campo costumam quicar muito no Society)….

    Jogo desde os 6 anos (futsal, campo e society), fui federado até os 28 anos… e nunca joguei com uma bola tão espetacular como ela!

    De duas uma: ou a ADIDAS pisou feio na bola (literalmente), esquecendo tudo que fez em 2006… ou a NIKE pagou bem seus patrocinados!

    Como tenho quase certeza da resposta, prefiro dar um chute na danada (nos próximos meses, afinal será nosso próximo UP) para comprovar que a NIKE jogou muito baixo nessa!

    Abraços!

  • Douglas

    AK, vc sabe se o F. Melo é patrocinado pela Nike?
    Esse assunto de bola horrível tá parecendo jogada de marketing…

  • Edouard Dardenne

    Infelizmente não temos como avaliar a honestidade das declarações. Obviamente, o Kaká jamais viria a público criticar a bola desenvolvida e fabricada por seu patrocinador. Com esse raciocínio, não é demais imaginar que algum jogador de ponta patrocinado por algum concorrente da Adidas esteja fazendo jogo de marketing ao criticar o produto do concorrente.
    E o mkt é tão grande que parece haver uma concorrência para saber quem faz a crítica mais criativa.
    Um abraço.

    AK: Eu acho grave um cara falar mal de um produto porque é patrocinado por uma marca concorrente. É diferente de não falar mal porque é patrocinado pela mesma marca. Mas, como você, não duvido. Um abraço.

  • Boa tarde André!
    Cara,não sei se vc concorda comigo,mas o Felipe Melo reclamar de bola só pode ser onda…
    A bola que tinha que reclamar dele!rs
    Acompanho ele desde as categorias de base do Flamengo,não acho ele um brucutu como dizem,mas pra mim,nunca jogaria com o Sissoko no banco. Melhor ele ficar quietinho e jogar pq já tem falado mais do que devia!rs A bola pode ser ruim,mas vai ser para os adversários tbm.
    Grande abraço AK!

  • Ricardo

    Lord Felipe Mello

    Não joga nada, bate muito e dá entrevistas horrorosas

    E o Hernanes e o Ganso no Brasil…

  • Lucas

    Nestas horas, é impossível não lembrar de versos de William Shakespeare em uma de suas peças… O diálogo era meio assim… “Fulano é um desclassificado, um pária da sociedade, um marginal (maloqueiro será? – nos dias de hoje?), um jogador de futebol”! Hahahahaha…

  • eduardo pieroni

    engraçado só jogadores patrocinados pela NIKE que reclamam! parace obvio,mas porque não pegam aquelas bolas que pele, garrincha e didi jogavam com 2 kilos cada, coro duro e dizem a eles, aqueles eram jogadores de futebol de verdade vocês não são nada e ainda reclamam.

  • Leonardo Lopes

    Se a bola é ruim pra eles, deve ser ruim pra todos…
    Queria que a bola falasse pra saber a opinião dela sobre alguns que estão reclamando…

  • Bruno

    suahusahusah felipe mello gênio!

  • Rejane

    Achei engraçada a declaração do jogador Luís Fabiano em relação a Jabulani! Agora acho que alguns jogadores brasileiros estão fazendo muita polêmica sobre a bola! Se a bola é sobrenatural e ruim não interessa, o importante é jogá-la para dentro do gol adversário!

  • Edouard Dardenne

    Estou de acordo, quero ressaltar caso não tenha sido claro em meu comentário.
    Aqui em SP está um tal de discutir o clássico paulista de ontem… Ta acompanhando? O Santos teve um gol (bem) anulado e tem gente falando que passe para trás não gera impedimento, que o fato de o lance ter se originado num chute do Chicão ‘tira’ o impedimento, que na dúvida o bandeira deveria ter deixado o jogo correr (cmo alguém sabe se ele teve dúvida??) etc..
    Um abraço.

  • Bola pesada, uniformes arcaicos, gramados nem sempre adequados. Foi nessas condições “impraticáveis” que gênios como Pelé, Nilton Santos e Garrincha construíram sua História, com “h” maiúsculo, no futebol. E nunca reclamaram.

    Camisas que aborvem o suor, tapetes impecáveis e pelota criada sob medida. É com esses privilégios futebolísticos que os pseudo-ídolos da Seleção de Dunga criam ladainhas regadas a reclamações e, como diria Joel Santana, “palhaçadinhas”.

    Troço chato as constantes reclamações a respeito da Jabulani, a redonda oficial da Copa. Queriam o quê, os “pobres coitados”? A bola do patrocinador, é? Ah! Mais logo vocês que dizem que o mais importante é “defender o Brasil” na África? Coisa feia querer fazer média com o “colaborador” às custas da “Amarelinha”, hein?

    Aliás, como tem sido irritante acompanhar o noticiário brasileiro na casa dos Bafana-Bafana. “Dunga barra balada”, “Jogadores passeiam no shopping”, “Júlio Baptista é fera no golfe”, “Kaká vai ser o camisa 10 da Seleção”,são apenas alguns poucos exemplos da imensa relevância dos assuntos veiculados na mídia, quando o assunto é o time de Robinho e companhia.

    Poxa, seria legal saber como a comissão técnica viu a boa atuação da Costa do Marfim, o segundo adversário, contra o Paraguai, em amistoso ontem, ou então ouvir dos jogadores a opinião sobre Espanha, Suíça e Chile, mais prováveis rivais nas oitavas. Caramba, isto dá audiência também, gente! Parem de nos tratar como bovinos, pelo amor de Deus!

    A Seleção Brasileira não precisa de bajulação e manipulação de mentes para receber apoio. Vitórias, gols e, não é pedir muito, um futebol convincente é tudo o que povo gosta e espera ver a partir do duelo contra a Coréia do Norte.

    Ao tentar forçar a barra para promover a empatia entre público e equipe, uma parcela da imprensa corrobora justamente para o inverso. Aos meus olhos, por exemplo, a Seleção de Dunga, já controversa pelo que faz dentro de campo, também se torna a cada dia uma imensa “mala” fora dele.

    André, claro que o desabafo não se aplica a você. Abraço!

  • Anna

    Alguém perguntou sobre a resposta da bola. Ela está colocada de forma sensacional no blog do Juca, cujo link está aqui nos favoritos. Estou até agora passada com as declarações do Felipe Melo. Que machismo absurdo! Abraço, Anna

  • Pedro Valadares

    Felipe Melo precisa discutir esse assunto com o Bruno do flamengo…

  • http://blogdojuca.uol.com.br/2010/05/a-resposta-da-bola/ … ou …
    http://felldesign.wordpress.com/2010/05/31/bola-jabulani-x-felipe-melo-bateulevou/

    Charge inspirada na frase do CARLOS, ali em cima:

    Carlos disse: 31 de maio de 2010 às 13:28 Boa tarde André! Cara,não sei se vc concorda comigo,mas o Felipe Melo reclamar de bola só pode ser onda… A bola que tinha que reclamar dele!rs

  • Alex

    O Felipe Melo devia acordar e agradecer a Deus, Ala, Orixás, a bispa Hernandes e quem estiver disponível por poder chutar uma bola ruim ou boa numa Copa do Mundo!

  • Leonardo Pires

    Esse mundo politicamente correto é uma tremenda chatice! Tem gente que gosta de vasculhar as entrelinhas de uma declaração em busca de algo que comprometa uma pessoa pública. Não vi nada demais no que disse o Felipe Melo. Mas, mudando de pato pra ganso, André, você não acha que a seleção alemã leva certa vantagem nesse quesito uma vez que a bola já foi usada no 2.o turno do campeonato alemão?

    AK: Pode ser. Mas em pouco tempo todo mundo já se adaptou. Um abraço.

  • Rita

    kkkk
    Carlos, bem observado!

    felldesign, “a resposta da bola” foi bacana, sei que é pedir demais, mas seria legal também as respostas da mulher de malandro e da patricinha. Suas charges são ótimas!

  • mauro alvim

    Será que alguem poderia perguntar ao Kaka, se a bola é boa, ruim, horrivel ou horrorosa?

    AK: Quando ele for escolhido para falar (é a assessoria de imprensa da CBF quem escolhe), quanto tempo você acha que demorará para essa pergunta ser feita? Um abraço.

  • sergio lewis

    A Copa passou e a jabulani foi um sussesso!Jogada de marketing ou não ,a Espanha não relamou e a bola foi mais comentada que a atuação da Nova Zelandia ,que poe incrivel que pareça,saiu invicta da Copa. A propósito , estamos fazendo um campeonato de 40 empresas ,aqui em Recife e utilizando a JABULANI,o evento tem ao todo 102 jogos ,são quatro meses de competição,acaba em 30 de outubro e tem mais de 700 atlatas inscritos.Estamos na segunda rodada e sómente um,unzinho ,relamou. Deve ter contrato com a concorrente.Exelente bola.

  • sergio lewis

    Inteligentissima essa menina ,a ANNA, quando disse em 30 de maio que ,tomara que a BOLA não seja uma desculpa para um posterior fracasso. FOI ?

MaisRecentes

Feliz Natal



Continue Lendo

Mudar o meio



Continue Lendo

“O PF dos caras”



Continue Lendo