COLUNA DOMINICAL



José Mourinho disse ontem, à rede de TV italiana Sky, que está deixando a Inter e indo para o Real Madrid.

O jornal Sunday Times, da Inglaterra, foi o primeiro a publicar a informação em sua página na internet. O acordo foi selado na madrugada de sexta-feira, entre os presidentes Florentino Pérez e Massimo Moratti.

A reportagem também informa que o contrato tem duração de 4 anos, e que o salário de Mourinho será de 10 milhões de euros por ano. É o maior contrato de um técnico na história do futebol. O Sunday Times diz, ainda, que o brasileiro Maicon seguirá o caminho do treinador. O Real Madrid também quer Steven Gerrard, do Liverpool, e Daniele de Rossi, da Roma.

Mourinho não voltou para Milão com a Inter. O anúncio oficial de sua contratação deve acontecer até quarta-feira.

______

(publicada ontem, no Lance!)

MUY ESPECIAL

A imprensa espanhola estava ansiosa por um contato direto com José Mourinho. Desde que ele declarou ao Diário Marca que gostaria de treinar o Real Madrid, os jornais da capital falam mais no português do que na final da Liga dos Campeões. A entrevista coletiva de ontem parecia o momento perfeito para o ataque.

Primeira pergunta, e nem o deixaram respirar. A resposta saiu em italiano, pausado e perfeitamente compreensível. “Depois que o jogo acabar, é vida nova. Copa do Mundo, férias na praia, férias na montanha. Mas até o árbitro apitar o final, não penso em outra coisa”.

O que se comenta é que Mourinho tem tudo acertado com o Real Madrid, a ponto de já indicar futuros contratados, como o argentino Diego Milito e o brasileiro Maicon, ambos da Internazionale de Milão. Publicamente, o técnico apenas confirma que seu futuro não está na Itália. E garante que não precisa de muitos incentivos para seguir sua carreira em outro país. “Onde houver um campinho de futebol, jogadores e uma bola qualquer, serei feliz. Essa frase não é minha, mas é isso”.

O Real Madrid estaria disposto a lhe oferecer um pacote um pouco mais luxuoso: o mais ostentador centro de treinamentos da Europa, jogadores a escolher e 15 milhões de euros por ano. Deve ser o suficiente.
Dizem que boatos são fatos prematuros. O intrigante é que enquanto as especulações ganham força a cada dia, o Real Madrid tem um técnico. O chileno Manuel Pellegrini ainda não foi demitido, situação constrangedora que o noticiário trata como algo sem importância. Se é verdade que José Mourinho já planeja a montagem do elenco dos merengues, e Pellegrini foi engavetado antes de passar no RH, este é um caso clássico de pirataria futebolística. Perto dele, treinadores brasileiros que se oferecem para trabalhar em clubes onde a prancheta está ocupada parecem juvenis. E estamos deixando de lado o fato de Mourinho, seu empregador e seus comandados estarem envolvidos no jogo mais importante da Internazionale em décadas.

Jogo que pode transformar o português no terceiro técnico a conquistar a Liga dos Campeões da Uefa por clubes diferentes. Distinção que quem o viu começar na profissão não poderia prever, mas não surpreende. É o caso de Louis Van Gaal, que teve Mourinho como assistente no Barcelona. O técnico do Bayern de Munique, adversário do pupilo na decisão de amanhã, percebeu que estava diante de alguém “diferente” logo no primeiro contato. Em 1997, Van Gaal foi chamado para uma reunião com Josep Nuñez, presidente do clube catalão, na qual foi convidado para substituir Bobby Robson. Mourinho, que chegara ao clube pelas mãos do inglês, estava na sala e não gostou muito da notícia. “Ele ficou bem bravo, gritava na sala”, contou Van Gaal na entrevista coletiva do Bayern, ontem. Se o motivo da reação foi a demissão do chefe, ou uma promoção que não veio, não ficou claro.
Mourinho poderia ter saído do Barcelona. Preferiu ficar. Trabalhou “como um animal”, em suas próprias palavras, sob Van Gaal por três anos, e aprendeu que “ninguém alcança nada sem esforço”.

Seu próximo passo parece planejado. E não estou falando do jogo de logo mais.



  • Anna

    A sua coluna foi muito feliz, especial, como José Mourinho! Que tenha sorte em Madrid, no Real de Kaka e Cristiano Ronaldo!

  • Marcos Vinícius

    Pelo menos no Brasil,o sonho de todo treinador é dirigir a seleção nacional.Seria o auge da carreira poder escalar(será?) e comandar um time que tem o que há de melhor do nosso futebol.

    Mourinho sempre teve uma carreira vitoriosa.No Porto,no Chelsea e na Inter sempre levantou canecos,com campanhas,muitas vezes,irrepreensíveis.Arrisco dizer que o Porto deve em grande parte sua UCL a ele.

    Então pq Mourinho nunca dirigiu uma seleção,nem mesmo a de seu país,apesar de ser ele o treinador mais eficiente e renomado do futebol português?

    Será que é o salário?

    AK: É principalmente o salário, mas não só isso. Ele fatalmente será técnico de Portugal um dia. Um abraço.

  • Guilherme Gios

    André,

    O Mourinho é realmente sensacional e vai ser muito bom para o futebol vê-lo treinando um time com o potencial financeiro e de mídia do Real.

    Mas mudando de assunto, para você que gosta de propagandas e sempre indica umas boas, já viu essa? http://www.youtube.com/watch?v=KnZY4lFXzZg

    Um abraço

    AK: Fantástico. Obrigado. Um abraço.

  • Roberto Carlos

    Andre

    Messi, Tevez, Milito, Aguero, terá algum algum técnico alem do Maradona este nivel de potencial de ataque na Copa?
    Abraços
    Roberto Carlos

    AK: Não. Escrevi uma coluna sobre isso há pouco tempo. Um abraço.

  • Marcel Souza

    Podem falar que o Mourinho é arrogante, chato, retranqueiro, mas é um baita técnico! Talvez seja o que faltava pro Real voltar a reinar na Europa (desculpe o trocadilho tosco!)

    1 abraço!

  • leonardo atleticano

    André, vc não acha o esquema do Mourinho, muito parecido com o do Dunga? Time fechado, ótima zaga, laterais rápidos na saída, contra ataque fulminante e valorização do conjunto. Porque um é burro e o outro é gênio?

    AK: Não acho que o Dunga seja burro, ao contrário. Acho apenas que ele poderia pensar em mais opções. Um abraço.

  • Sandra

    Andre, pergunta Off-topic: Sou Angolano mas vivo tres anos aqui em Brasil. Estou indo para Africa do Sul acompanhar o primeiro jogo com meus pais. Boa sorte com a cobertura na Africa, sem duvidas uma Copa para ficar na historia! Precisavamos de um evento desses no nosso continente. Apesar de ainda atravessarmos dificuldades estamos vivendo uma nova Africa! Boa sorte la…
    Ja esteve na Africa antes? O continente e maravilhoso.

    ps.: meu teclado nao tem acento

    AK: Não, nunca estive lá. Será a primeira vez. Um abraço.

  • Ricardo Pires

    Se o Mourinho nao fizer esse time do Real Madrid jogar, ninguem faz.

    AK: O time deve mudar, pelo menos 3 contratações serão feitas. E pelo que ouvi lá, se o time não jogar para frente, o prazo será curto. O Capello foi campeão jogando na defesa e foi embora. Um abraço.

  • Alexandre

    André, você acha que a Seleção Brasileira (e aí eu incluo não só a CBF, mas também a imprensa e os torcedores em geral), mais de um século após a introdução do futebol no País, já estaria preparada para aceitar um treinador estrangeiro em suas fileiras? Se sim, você acha que haveria alguma chance do Mourinho aceitar dirigir a nossa Seleção, digamos, daqui a uns dois anos até a próxima Copa? A barreira do idioma, ao menos, não existiria.

    AK: Esse é um ponto muito interessante. A resposta para a primeira pergunta é não. Não creio que um treinador estrangeiro seria aceito aqui. Pessoalmente, eu não vejo problema nenhum. Sobre o Mourinho, ele tem os planos dele, já falou sobre eles várias vezes. Quer ganhar a UCL por 3 times diferentes e, quando estiver velho (nas palavras dele), quer ser técnico de Portugal. Mas eu duvido que um convite para treinar a Seleção Brasileira, e é claro que estamos falando apenas de uma hipótese, não o faria mudar de ideia. Um abraço.

  • leonardo atleticano

    André, não disse que você particularmente acha o Dunga burro, digo que é um conceito geral que se formou dele. Acho sim, que existe uma má vontade danada em relação a ele por não ceder a pressões da mídia. O acho muito turrão, não levou o Ganso pois não quis dar o braço a torcer, mas tem mais méritos do que defeitos.

    AK: Se você leu o que escrevi aqui sobre ele, sabe o que penso. Um abraço.

  • Anna

    Gostaria de ver José Mourinho treinando a seleção portuguesa. Na brasileira, eu particularmente preferiria ver Zico. Mas é uma opinião pessoal, nada mais!

  • Marcos Vinícius

    Aí,só pra me gabar…

    Fiz 93 pontos no Cartola F.C.

    Uhu!!

  • Luiz

    Gerrard não sai. Se eu fosse o Mourinho o De Rossi seria prioridade. O Maicon também seria uma baita de uma contratação. Pra fechar é só confirmar o que falaram algum tempor aí, sobre trazer o Ashley Cole e finalmente trazer um meia esquerda. Seja Silva, Ribery ou Dí Maria. Aí fechou o time, com Casillas; Maicon, Sergio Ramos, Pepe e Ashley Cole; De Rossi e Xabi Alonso; Cristiano Ronaldo, Kaká e o bendito meia-esquerda; Higuaín ou Benzema.

  • Daniel

    O Dorival Júnior quer acabar com a alegria do Santos e dos santistas!!?? Como pode ser tão rígido com os meninos que estão tão cansados de tantas decisões. E ainda prejudicou o Santos! Quando eles não jogaram, o Santos que foi punido e não eles! Esse Dorival é bom quando fica quieto e deixa as coisas acontecerem naturalmente. Quando ele resolve tomar uma ação ou fazer alguma substituição chega a me dar calafrios…Não crie um clima desnecessário no Santos Dorival. O time joga o que joga pelo ambiente do grupo que é ótimo. Vender o Madson, tirá-lo pela porta dos fundos, pode abalar os garotos. Tudo desnecessário..Será que nem pra resolver um probleminha simples desse o Dorival tem competência??

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo