NOTINHAS PÓS-RODADAS



* A melhor partida do ano (e a primeira atuação convincente num jogo decisivo na temporada) deu ao São Paulo (2 x 0 no Cruzeiro: Dagoberto e Hernanes – 48.602 pagantes no Mineirão) uma gigante vantagem no caminho para as semifinais da Libertadores.

* Os dois gols são-paulinos tiveram as impressões digitais do estreante Fernandão, jogador inteligente, que sabe exatamente como contribuir. Mesmo sem as condições ideais.

* Até ontem, não havia um exemplo prático sequer que pudesse sugerir que o São Paulo faria a atuação que fez. A ideia de que o time renderia melhor se voltasse a jogar com três zagueiros era evidente para quem estava prestando um pouco de atenção. Mas faltava ver. Não falta mais.

* O maior problema do Cruzeiro (que não jogou no nível em que estava acostumado) foi enfrentar um time seguríssimo na defesa, e que “escolheu” a noite de ontem para mostrar uma aplicação inédita em 2010.

* Quinta nota? Por que não? O chute de Roger, que bateu nas duas traves aos 38 do segundo tempo, foi o símbolo de uma noite que o cruzeirense quer esquecer.

* Libertadores, Maracanã cheio, adversário estrangeiro, torcedor do Flamengo (U. de Chile 3 x 2: Victorino, Olarra, Adriano, Fernández e Juan – 61.643 pagantes) decepcionado. O que acontece?

* Bruno falhou (existe goleiro que não falha?) no segundo gol e soltou mais uma pérola: “estou me lixando para eles” (a torcida).

* Repito o que escrevi nos palpites: em termos de potencial, não dá para comparar a U. de Chile com o Flamengo. Desde que esse potencial seja usado, é claro.

* Grêmio e Santos (4 x 3: André-2, Borges-3, Jonas e Robinho –  38.475 pagantes no Olímpico) fizeram o melhor jogo de futebol no Brasil neste ano. Um espetáculo que merece todos os aplausos.

* No intervalo, o Santos vencia por 2 x 0 e estava praticamente classificado. Aos 37 do segundo tempo, quem tinha a vaga era o Grêmio, com 4 x 2. O gol de Robinho deixou tudo aberto para o que promete ser outro jogaço na Vila.

* Gol que só saiu porque PHG não é um jovem jogador em formação. É um jovem jogador pronto.

* O Grêmio tem tudo para criar problemas para o Santos na Vila. O time de Silas já mostrou que sabe jogar fora de casa.

* O Santos volta para casa com um resultado um pouco melhor do que o que conseguiu no Mineirão, contra o Atlético. Por ter feito um gol a mais como visitante.

* Na semifinal menos badalada, o Atlético Goianiense (1 x 0 no Vitória: Rodrigo Tiuí – 7.097 pagantes no Serra Dourada) teve mais uma noite feliz neste histórico ano de 2010.

* Há uma importante diferença entre ter de vencer o Vitória no Barradão (o que ninguém conseguiu) e ter de sobreviver ao Barradão.

* Ainda assim, não quero dizer que sobreviver será fácil.



  • Guto

    Esse jogo foi para todos os que duvidavam do SPFC e colocavam o Cruzeiro como favorito. Entendam, o Cruzeiro NUNCA será favorito contra o SPFC, ganhou no ano passado só pq RC estava lesionado e não jogou. Ontem, tudo voltou ao normal (em 31 partidas no Mineirão, o SPFC ganhou 14 e o Cruzeiro só 8, não tem comparação) e seguimos fortes rumo ao tetra no ano do centeNADA.

  • Renato

    – É um erro o Fla voltar a ter aquela dependência do apoio dos laterais. Foi sempre assim e só quando deixou de ser, conquistou um título importante (Carioca não é importante).
    – Isso porque não há quem ponha a bola no chão e troque passes. O meio de campo composto de quatro volantes tenta lançamentos que uma zaga profissional rebate facilmente. Isso quando não há excessiva condução de bola, pelos laterais, principalmente, mas também por alguns desses volantes. A galera pede Pet não por ser um baita jogador e que vá resolver o jogo, mas é alguém que pelo menos põe a bola no chão. Ao carregar demais a bola, a movimentação fica comprometida. Quando Leo Moura para na frente de seu marcador para pensar no drible que vai dar, a zaga adversária já está toda bem posicionada, não adianta. O time do Santos é chamado de futebol moleque mas a grande virtude deles não é o drible, apesar de eles os executarem bem. É a movimentação e a troca de passes. Drible bom é aquele que serve para limpar uma jogada na hora H, quando o defensor não tem mais jeito de se recuperar. Não é assim que o Fla está usando o drible.
    – Fora tática e técnica, tem a atitude. Vários desses jogadores que estão no Fla viveram situações parecidas e não aprendem. O time vê o Maraca cheio e pensa que nada pode dar errado. Que vai ganhar quando quiser. E dá-lhe apatia no começo do jogo, com erros infantis e uma cara de bobo olhando o adversário entrar a mil e eles a dez. É Libertadores, não carioca. Pouco importa pro time adversário que temos uma camisa de peso. E eles estão certos.
    – O Bruno chamou atenção pra isso depois de estar perdendo, mas ele mesmo parece que fica dormindo em alguns lances. No primeiro gol, Williams deu uma pixotada de pelada, dando passe pro adversário, mas a bola pingou na pequena área, vinda num lançamento alto. Bruno ficou grudado embaixo das traves. Era pra ele berrar “É minha!” e sair. No segundo gol, recebeu falta, é verdade, mas ele foi na bola como uma senhorita, diriam uns amigos. Faltou vigor. Um homem daquele tamanho! E no terceiro, a culpa não foi dele mas também dava para um goleiro mais inteligente fazer algo para antever e interceptar aquela jogada. Não foi à toa que a torcida pegou no pé.
    – Individualmente, o time foi uma lástima: Bruno já foi dito. Gosto da pessoa do Angelim e de sua atuação em muitos jogos, mas ele está horroroso. Não sobe em nenhuma bola e parou em várias jogadas. Engraçado que deve ter boa impulsão pois faz alguns gols de cabeça. Precisa sentar no banco de novo. Põe o garoto Fabrício lá. Os laterais são daquele jeito mesmo, conduzem demais a bola e forçam jogadas. Mas sempre foram assim. Em relação a eles, o erro é tático. Vou pular os volantes também pois pra mim alguns deles nem deveriam estar ali. O Império do Amor, ah, o Império do Amor. Os gols que os dois perderam diz tudo. Não são nem um pouco tranquilos na hora de resolver. Os grandes atacantes mesmo se destacaram pela frieza dentro da área. Pelo jeito, Adriano estava com aquele pensamento de provar que foi injusto não levá-lo à Copa e estava brigando pela bola. Ocorre que, pensar que vai chegar no estádio e resolver só com vontade é a mesma coisa que pensar que a camisa resolve. Os treinos que ele falta, fazem falta. Love é um jogador limitadíssimo. Não entendo a fama de jogador de primeira linha que adquiriu. Ao conduzir e tentar dribles, ou mesmo tentar dominar, perde todas. Tem´péssimo domínio de bola – adianta demais todas, ela sai de seu controle – e o gol que perdeu diz muito sobre sua capacidade.
    – Pra terminar, o técnico foi bastante responsável pela derrota pois escalou mal. Acredita que a força do Fla está nos laterais e não está. Eles devem ser apoio e surpresa, sem contar que devem cuidar da marcação pois bola cruzada na área é um Deus nos acuda. E mesmo com quatro volantes sempre há uma avenida pelas laterais largadas por Moura e Juan.
    – A verdade é que, se em 3 jogos, sendo dois em casa, o Fla não conseguiu ganhar nenhum desse time do Chile, é porque eles são melhores mesmo. A não ser que haja uma superação fora do comum, com a ajuda de um time desfalcado do outro lado, o técnico enxergue os erros táticos e de escalação e o time entre a mil, não a dez, o Fla está fora da Libertadores. De novo.

  • Lucas

    Sobre PHG: realmente “um jogador pronto”, um craque incontestável e também um jogador com evidentes atos de indisciplina. Gostaria muito que os treinadores europeus soubessem de sua atitude recente (diminuída sempre pela “liberal” – quando e com quem interessa – imprensa tupiniquim) de se recusar a sair do time numa final de campeonato. Não deveria mais ter mercado lá fora para aprender desde cedo que ousadia deve ser com a bola e não com exemplos tolos de rebeldia, péssimos para jovens sem nenhum referencial de valores. Aliás como todo o time do Santos que se Deus quiser, será eliminado da Copa do Brasil ainda nesta fase! Apesar de extremamente paparicado pela imprensa especializada… Um time tão temerário quanto a Seleção Brasileira de 82/86 que encantou o mundo mas não tinha disciplina tática! Saber se defender também é prova de competência no futebol brasileiro e mundial! Trata-se de ser humilde e de se conhecer as limitações que todos possuem por melhores que sejam! Esta filosofia ou a falta dela, vai fazer com que percam muitos títulos ainda…

  • Willian Ifanger

    Realmente o Cruzeiro deu um baita azar de pegar um time que entrou ontem, pela primeira vez no ano, sabendo o que fazer em campo. Foi um pouco retranqueiro, mas acho que o time foi humilde a ponto de saber que o Cruzeiro é superior e não podia dar espaço de jeito nenhum.

    Eu respeito muito esse time do Cruzeiro que vem há uns 3 anos se formando como grande time e o Adilson que é um baita técnico.

    Enfim, eu fiquei muito feliz, muito mesmo. Aliás, tive que tomar cuidado pra quando fosse dormir, não cair dentro do meu sorriso.

  • Massara

    André, como cruzeirense, admito que o São Paulo merece a classificação. Não pelo futebol que joga, porque não é nada de mais. Mas sim pela ambição da sua diretoria.

    O São Paulo não brinca em serviço. Contrata mesmo. Investe mesmo. Dá condições para qualquer técnico no mundo chegar e fazer um trabalho de alto nível. Veja o banco de reservas do time ontem. Tinha seis jogadores (J. Wagner, Marcelinho, Cleber Santana, Washington, Marcelinho e Jean) que seriam titulares na maioria dos clubes do Brasil.

    O Cruzeiro, por outro lado, tem a conta do chá. Os 11 que entram formam um time bom, ponto final. Não tem muitas opções. Por isso mesmo o R. Gomes disse que o time do Cruzeiro é muito previsível. E é mesmo. Quem quiser jogar contra o Cruzeiro basta marcar a saída dos laterais e congestionar o meio. Acabou, não produz nada.

    Vamos ver o que o Adílson arma para o jogo no Morumbi.

    Abs.

  • Rodolfo

    Realmente em Libertadores (ou torneios em mata-mata em geral) a coisa é diferente. Nem sempre o favoritismo se confirma. Basta um dia ruim que tudo pode ir por água abaixo.

    Boa vitória do São Paulo mas pra ser campeão vai ter de melhor muuuuuito. Mas pelo menos, depois de ontem, o torcedor tem um pouco mais de perspectiva.

    Parabéns pelo blog. Um grande abraço.

  • E o Fernando Carvalho não queria o Fernandão no Inter… :\

  • Cesar

    Acho um absurdo o que o Ganso está fazendo. O cara não foi chamado para a seleção e, ao invés de ficar chateado, triste e parar de jogar, não, o cara vai lá no Olímpico cheio, contra um Grêmio forte e faz uma ótima partida. Realmente, ele não merece a seleção.

    Abraço.

  • Rubão

    André, lembrei de vc durante o jogo do SP ontem, na hora que saiu o impedimento no gol do Thiago Ribeiro e depois que as câmeras mostraram, minha mulher, que não entende nada de bola disse “mas por que não mostram essa imagem p/ o juiz voltar atrás, que absurdo !”. Só a FIFA não quer, abraço !

  • Jacques

    Caro Lucas,
    Pelo visto você deve ser um dos poucos que gostaram dos jogadores escalados pelo Dunga para a copa. Não gosta do futebol bonito e sim de botinudos que só pensam em se defender e destruir. Por isso, as críticas ao Santos e ao PHG, ou então deve estar apenas com dor de cotovelo, já que seu time não deve estar apresentando um futebol digno de ser visto.
    Quanto ao ato do PHG não ter saído de campo na final do paulista, na minha opinião, nao foi rebeldia e sim a atitude de um jogador que enchergou o jogo melhor que o técnico e viu que sua presença em campo era essencial para se conquistar o título, o resultado todos nós vimos qual foi.
    Torço para que o PHG nao tenha mercado na Europa, mas não pela sua
    “rebeldia” e sim para que ele continue a jogar pelo Santos com seu belo futebol.

  • Teobaldo

    O Rubão e a mulher dele estão certíssimos. Infelizmente, minutos antes, teriam que marcar o penalti no Fernandão e expulsar o Fábio. Aí, com possíveis 3 X 0 e um jogador a menos, talvez o gol anulado do Tiago Ribeiro não tivesse ocorrido.

  • Rubão

    Concordo com vc Teobaldo, afinal sou são paulino :). Imagina se não tivesse ocorrido o penalti antes no Fernandão a choradeira que não viria lá de Minas pelo gol do Thiago … Eixo do mal, complô da Globo etc…

  • Mauro Domingos

    AK, o Bruno falhou no segundo gol tbm. Não é possivel um goleiro, no momento do salto, com os braços erguidos perder a bola pra um jogador…. Pelo jeito vamos ter q ver mais uma conquista do rival ( SPFC) e amargar uma eliminação vexatória…

  • Leonardo atleticano

    André, é incrivel como a instituição Flamengo está sendo desrespeitada, incrivel como jogadores como Bruno, Adriano, Pet e outros se acham maiores que o clube e a torcida. A diretoria não faz nada. Não discuto a qualidade do Adriano, o Bruno sempre alternou coisas boas com horríveis, mas a falta de respeito que tratam o clube, a torcida e a diretoria é sinistro. E pensar que o clube tem como ídolo maior um sinônimo de qualidade, competência, educação e profissionalismo, pelo amor de Deus, até quando vamos cultivar esses projetos de como heróis.

  • Ricardo Pires

    O Sao Paulo, como o Cruzeiro, eh um clube copeiro e que cresce quando a circunstancia lhe exige. Ontem, na partida mais importante do ano para ambos os times, a equipe mostrou suasion principais virtudes e jogou com seguranca. Alex Silva, Hernanes, Ceni e mais que ninguem Fernandao acabaram com o jogo.

    Concordo com o Massara: a diferenca eh na ambicao. Os Perrella vendem e conversam fiado, enquanto no Sao Paulo se investe. Semana passada, quando vi que o Fernandao havia sido contratado, jah five um pressentimento ruim. Que se confirmou.

    Parabens ao Sao Paulo. Eu ainda acredito na vaga, mas soh com milagre daqueles que soh o futebol proporciona.

  • Marcelo Morais

    Agradavel surpresa o SPFC me proporcionou ontem. Aplicado, ciente de suas limitacoes, reconhecendo a superioridade do adversario, mas consciente de que poderia buscar um bom resultado.

    Espero que (i) Fernandao seja mesmo o tal “cerebro” que ha muito falta ao SPFC e (ii) o time mantenha a aplicacao e seriedade no jogo de volta – que nao deve ser nada facil. Dispenso outra frustracao como a de 2008, quando, no jogo seguinte a sua “melhor partida do ano”, foi eliminado com um gol aos 46′ do segundo tempo.

  • Vagner Luis

    Não é a primeira vez que vejo o Lucas discorrendo contra o PHG pela suposta “rebeldia” dele. Colega, um subordinado questionar um superior é completamente normal e faz muito sentido, sim, num ambiente empresarial. Inúmeras vezes conversei com superiores de que o melhor caminho a ser tomado era outro, por estar no “operacional”, fazendo as coisas acontecerem. O que ocorre é que esta conversa deve ser feita com respeito, e, se, mesmo assim, o chefe achar melhor a idéia dele, como tbém já ocorreu comigo, aí, sim, o chefe tem a palavra final. Foi o que ocorreu com PHG e Dorival, ele entendeu que PHG tinha condições de ficar e o elogiou por isto. Não tente menosprezar e diminuir PHG por este ato, justamente este que provou a maturidade deste jovem jogador pronto. Abraço!

  • Marcos Vinícius

    Após a partida no Olímpico,Dorival culpou diretamente Rodrigo Mancha pela derrota do Santos.

    Mancha falhou em dois dos quatro gols gremistas,perdendo infantilmente a bola no meio campo e possibilitando ao bom ataque do Grêmio pegar a já frágil defesa do Santos desprotegida.

    Mas,André,a questão é:

    Se o treinador culpa a determinado jogador pela derrota,ele não pode criar entre seus comandados uma certa insegurança?Veja bem,os rapazes podem pensar da seguinte forma;”Hoje ele culpou ao Mancha,amanhã pode ser eu.”

    AK: A declaração do Dorival que eu vi foi “Ninguém é culpado de nada. E se alguém for culpado, é o técnico.”
    Um abraço.

  • Pedro Valadares

    Sempre tem gente que tem conceitos esquesitos de futebol…tem gente que acha que o Rivaldo não jogou nada, que Zico era jogador de Maracanã e agora que Ganso não pode ser jogador de seleção porque é “rebelde”. Tudo bem, são opiniões…mas pra mim é um conceito de futebol muito chato!

    Prefiro alegria e risco a monotonia e segurança.

    Abs!

  • Marcos Vinícius

    Rapaz,ouvi na Rádio Globo (se bem que não foi do próprio Dorival,e sim de um repórter) que o homem,depois de dizer essas palavras que vc repetiu,acusou o Mancha de falhar nos gols gremistas.Não foi de forma agressiva,mas,segundo o repórter (se não me engano era o Eraldo Leite),Dorival o acusou pelas bisonhas falhas.

  • Anna

    eu vi o jogo do Santos, mas até onde me mantive acordada os meninos da vila estavam ganhando. depois, o gremio virou e ganhou de 4 a 2. Mas ainda acredito na classificação santista! Boa noite a todos, Anna

  • Infernal

    Meu chapa ainda bem que terão os jogos de volta, pois a principio seus palpites foram por agua abaixo, apenas o Chivas salvou sua pele. Futebol é imprevisível e quase sempre que alguem é apontado como favorito, acaba decepcionando. Vamos ver o que acontece, semana que vem teremos as respostas, se acertar todos, ficará devendo os seis numeros da mega-sena aqui no blog. FUI!!!!!!!!

    AK: “Ainda bem que terão os jogos de volta”? Desde quando os jogos de volta são condicionais? Um abraço.

  • Teobaldo

    Não sei o motivo, mas desde ontem 13/05/10 toda vez que acesso o blog, as letras dos textos estão muito reduzidas, quase ilegíveis. Algum outro participante está com o mesmo problema?

  • Leonardo atleticano

    André, tenho visto entrevistas dos garotos da vila e lido muita coisa de jornalistas especializados em futebol, e notei uma coisa que pode ter atrapalhado a ida do Ganso para a copa. Acho que Ganso poderia acrescer muito a essa seleção, mas creio que tanto ele, quanto a mídia precisa separar a imagem dele com a do Neymar, quando se fala em convocação dos garotos, parece obrigação levar os meninos, sempre é colocado o nome da dupla, como se fossem o Sandy e Junior do futebol, e olha que até Sandy e Junior se separaram.
    Ele é um baita jogador, muito mais maduro e pronto que o Neymar, que tambem é ótimo, mas passa a imagem que um só joga com o outro, o que não é verdade, o Ganso tem que ter vida propria, mesmo porque, eles devem ser vendidos separadamente e essa dupla vai acabar uma hora dessas.

  • Pondoemti Latraz

    Esta semana muito jornalista e metidos a conhecedores de futebol, estão economizando na feira, no supermercado e em restaurante, pois estão se alimentando de letras depois da vitória do SPFC no mineirão, em função
    de terem de engolir as proféticas palavras que quase com unanimidade darem vitória ao time de Minas Gerais.
    SPFC, não é Corinthians, e está mostrando como se joga Libertadores.

  • Luiz Eduardo

    Parabéns ao São Paulo pelo grande jogo no Mineirão . Não é a tôa que tem um grande histórico dentro da Libertadores . É um grande time que como já diziam os antigos , começa pela seu goleiro que infelizmente não pertence a “panelinha da coerência” do Dunga . Que o Bruno observe bem este exemplo pois ser capitão de um time é muito mais do que colocar uma “braçadeira” .
    Parabéns ao Grêmio e Santos , foi um belo jogo e nada está definido ainda . Ganso pode esperar que Deus é brasileiro e quem sabe alguém não se machuca e você vai para a Copa !!!! Sua postura após a convocação é o tipo de conduta que o Dunga admira e pode contar que somou muitos pontos . Continue jogando o seu futebol pois eu ainda acredito .
    Parabéns Flamengo pois não é qualquer time que consegue deixar 70.000 pessoas caladas e totalmente paralisadas durante quase 90 minutos dentro do Maracanã , isto sem contar os milhões de torcedores no Brasil e no exterior que assistiram pela TV . Já está virando uma perigosa rotina , mas quem sabe nós não viramos o jogo na semana que vem . Tudo é possivel em se tratando de Flamengo .

  • Edouard Dardenne

    Cara, é um problema de configuração da minha máquina ou está tudo menor mesmo? Um abraço.

    AK: Para mim está normal. Já avisei o pessoal técnico. Um abraço.

  • Rubinelson

    nao esta normal nao, o problema voltou hoje!

  • Teobaldo

    Para mim o problema começou ontem 13/05. Já reclamei alguns posts acima, achava que era somente a minha máquina. Alô suporte técnico, dê uma força.

  • Paula

    Sobre as letras. Para mim tá ok. Mas vcs podem aumentar assim: clique no ctrl + “tecla -” (p/ diminuir) ou ctrl + “tecla +” (para aumentar). Usar a bolinha de scrool do mouse tb funciona junto cmo o ctrl.

    Tb pode ir no menu, tem opção de aumentar a fonte.

  • Gilson

    André, o problema não é de configuração não, pois eu tambem tive o problema, para poder ler só aumentando o zoom para 150%.

  • Anna

    Aqui no trabalho, está ruim. Está pequenininho e tem que aumentar em 150%. Achei que fosse um problema daqui. Abraço, Anna

  • Marcel Souza

    É por isso que o futebol é fantástico! Quem esperava uma vitória dessas do São Paulo? Ainda bem que queimei a lingua!!! Mas tem mais por vir, se perdermos o respeito pelo Cruzeiro, aí que não vamos chegar a lugar nenhum…

  • Willian Ifanger

    Aqui as letras continuam pequeninas.

  • Lucas

    Como no Brasil não gostamos de autoridade nenhuma, culturalmente, acaba também sendo sempre mais conveniente colocar a culpa nos técnicos e treinadores pelo insucesso das equipes nos gramados. Dorival Júnior é excelente e sempre “joga” com o time do Santos que infelizmente, apesar da bajulação é um time muito técnico, mas que prova a cada dia, que não sabe o que significa disciplina tática. Não entende que existem momentos numa partida, em que o ataque (por melhor que seja) não cumpre a função de melhor defesa! Não fosse a atuação burocrática e tragicamente comprometida do Sálvio Spínola e daquela bandeirinha de circo ou de boate, o Santo André teria sido Campeão Paulista de 2010. O Santos não sabe se defender! A arrogância de PHG e seus companheiros será a tampa do caixão do alvinegro praiano em mais esta edição da Copa do Brasil! A não ser que o “árbitro” convidado acabe auxiliando o time novamente… Afinal de contas, o lobby deles é bastante forte neste momento e a única coisa que o Grêmio deve temer!

  • Eder

    E há cruzeirense que reclama do gol anulado do Cruzeiro. Caso o árbitro tivesse dado o penalti em Fernanão, seriam 3 x 0 . Duvido que o Cruzeiro tivesse forças para esboçar mais alguma reação. Sejamos realistas: O SPFC matou a raposa no ninho.

MaisRecentes

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo

Renovado



Continue Lendo