MAIS NOTINHAS PÓS-RODADAS



* Fechado o grupo 7 da Libertadores. O empate do Cruzeiro (1 x 1 com o Colo Colo: Thiago Ribeiro e Millar – público ND no Estádio Monumental) valeu o segundo lugar, porque o Vélez venceu.

* O Cruzeiro teve todas as chances para ganhar no Chile.

* O primeiro jogo entre Palmeiras (1 x 0: Robert – 20.269 pagantes no Palestra Itália) e Atlético Paranaense está nas manchetes pelo educativo episódio entre Danilo e Manoel.

* Na bola, o Palmeiras fez o mínimo. E deve estar aliviado por não precisar lidar, na volta, com os cruzamentos de Paulo Baier, expulso.

* Terceira nota, inevitável: o que Danilo fez foi enojante (no som e na imagem), e Manoel agiu bem em procurar a Justiça. Não me interessa se isso acontece todos os dias, na vida, e em todos os jogos de futebol. Precisa acabar.

* Quarta nota??!! Você entenderá. O gramado do Palestra Itália, tão criticado pelos próprios jogadores do Palmeiras por tanto tempo, está tão bom que parece artificial.

* A blitz do Vitória (4 x 0 no Goiás: Ramon Menezes, Júnior, Bida e Schwenck –  8.846 pagantes no Barradão) pode ser chamada de “classificação virtual”.

* Não dá para imaginar que o Goiás vai virar.



  • RAÇA(ismo) no FUTEBOL! (fazendo escola) http://bit.ly/c2rG3v se o país e o Palmeiras fossem sérios esses 2 seriam banidos do futebol!

    http://felldesign.wordpress.com/2010/04/16/raca-no-futebol/

  • Ah… cadê o senhor Lucas para dizer que a imprensa está pegando no pé do Palmeiras?????????????????

  • Fábio Bruxel

    O zagueiro do atlético genérico se chama Manoel, André!

    Abraço

    AK: Valeu. Fiz confusão. Um abraço.

  • Pedro Valadares

    Sinceramente, o cara tem que ter uma cabeça muito pequena pra agir de forma racista. Não nenhuma sustentação pra esse tipo de comportamento. Danilo foi mal, aliás, foi péssimo. Mas também foi péssimo o Manuel que deu uma cabeçada e depois pisou no Danilo.

    Enfim, os jgadores tem que entender que aquilo é o trabalho de cada um e não uma batalha campal. Depois quando o Neymar dá um chapéu no Chicão com a bola parada, os jogadores caem de pau em cima dele, agora cadê os jogadores condenando as atitudes violentas?

  • Bruno

    André, fiquei muito decepcionado com essa atitude do Danilo, até quando teremos que aturar canalices como essas????

    Danilo tem que ser punido exemplarmente, porque não usá-lo como bode expiatório e lhe aplicar uma suspensão rigorosa de 2 anos, por exemplo, ai os jogadores iriam pensar 2 vezes antes de cometer barbaridades como esssas.

    Fiquei com nojo dessa atitude desse jogador.

  • Marcel Diego Tonini

    Parabéns, André Kfouri! Por não deixar de notar a reprovável e lamentável atitude do Danilo. Além de denunciá-lo, vamos aproveitar o caso para discutirmos sobre o racismo no futebol brasileiro. Que isto esteja na pauta das nossas mesas redondas! Nesta semana e nas próximas.

  • Rejane

    A atitude do jogador Danilo foi decepcionante! Ele está totalmente por fora da constituição brasileira que diz: “A prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão”. Por isso espero que o jogador Danilo seja punido!

  • Ivan Dias

    Injúria, talvez, racismo, não!

    Tirado do blog do Juca em 26/06/2009.

    Por favor leiam!!!!!!!!

    AK: Racismo, de forma bem simples, é negar a alguém um serviço ou um direito, por causa da cor da pele. O que temos neste caso, e em tantos outros, é “ofensa qualificada”. Uma coisa é tão repugnante quanto a outra. Um abraço.

  • Lucas

    A FIFA abraça o sempre louvável lema: “say no to racism”. Chamar um negro de macaco é ofensivo, cuspir nele, mais ainda. Só que os preconceitos e racismos transparecem aqui na hipócrita sociedade brasileira, assim como em outras. O uso de rótulos e diferenciações também é claro na imprensa que exige punição para o zagueiro Danilo. Dentro deste raciocínio o Corinthians será eternamente o time do povo, o São Paulo, o time da elite, e o Palmeiras, apenas mais um time de c olônia. Será que a imprensa exigiria o mesmo, se o jogador aem questão, atuasse nos Todo Poderosos Corinthians e São Paulo? Acredito que não. O Brasil é o País do jeitinho, da malandragem sempre exaltada! Aqui é legal quando um jogador de uma equipe grande, ao invés de jogar sério contra outra equipe, mesmo diante de um placar que lhe é vantajoso, prefere fazer embaixadas para provocar o outro time emocionalmente! Aqui é legal comemorar gol fazendo gesto de provocação ao adversário! Estravasar todos os recalques culturais em campo! Fazer careta para o adversário ridicularizando sua fraqueza! Antonio Carlos não havia nem chegado ao Palmeiras e a Imprensa Marrom do Futebol Brasileiro já alardeava o seu antigo episódio de prática de racismo! Querem agora estigmatizar o zagueiro Danilo! Deixá-lo marcado para sempre, por responder de maneira infeliz, a uma clara e evidente provocação! Coisa de jogo no país do jeitinho! Afinal de contas, no momento, a crise do Palmeiras tem de prevalecer a todo custo! O time não pode se classificar e seguir na única competição que disputa de nenhum jeito! Tem de fracassar “pelo bem geral da nação”! (Só se for a corintiana e seus jornalistas simpatizantes) O que estão fazendo me faz lembrar a raiva e o preconceito latente que também acompanha árabes e judeus. E infelizmente, com toda a certeza, seus descendentes! Não é Teoria de Conspiração o que deixo claro aqui e sim conspiração mesmo, descarada, baixa, hipócrita, porém fruto de um negócio, que anteriormente era conhecido como esporte futebol! A provocação está sendo esquecida e os sentimentos só pendem de um lado só! É o Brasil do Lula, dos ressentimentos sociais e do Populismo de Quinta Categoria!

MaisRecentes

Escolhas



Continue Lendo

Gracias



Continue Lendo

Abraçados



Continue Lendo