NOTINHAS PÓS-RODADAS (e o Barça em estado de graça)



Vai uma Copa aí?

* Novamente sofrendo mais do que deveria, o Corinthians (2 x 0 no Racing: Dentinho e Elias – público ND no Parque Central) voltou do Uruguai classificado, e com ótimas possibilidades de fechar a fase de grupos com a melhor campanha geral.

* Até os 42 minutos do segundo tempo (momento do gol de Elias), o jogo estava mais para empate do que para vantagem maior do Corinthians.

* Um amigo meu diria que o Internacional (0 x 0 – público ND no estádio Geroge Capwell) grudou no Emelec. Infame, eu sei.

* O Inter precisará vencer o Deportivo Quito, no Beira-Rio, para se classificar sem ter de olhar outros resultados.

* A situação do Flamengo (Universidad Católica 2 x 0: Diaz e Silva – público ND no Estádio San Carlos de Apoquindo) é bem mais preocupante.

* Terá de vencer o Caracas, no Maracanã, e ver se 10 pontos serão suficientes para uma vaga entre os seis melhores segundos colocados.

* O regulamento da Copa do Brasil deveria mudar. Vitória em casa por mais de 6 gols de diferença, como a do Santos (8 x 1: Neymar-5, Robinho-2, Marcel e Moreno – 8.131 pagantes na Vila Belmiro) sobre o Guarani, deveria cancelar o jogo de volta.

* A coisa mais legal do atual time do Santos é que ele não tira o pé do acelerador.

* O Vasco (1 x 0 no Corinthians-PR: Léo Gago – 1.249 pagantes no Durival de Britto) não gaguejou em Curitiba. Essa foi pior do que a do Inter?

* Notável o movimento da bola na cobrança de falta.

* Freddy Flugger (Fluminense 1 x 0: dele –  2.728 pagantes) assustou a Portuguesa no Canindé. E essa?

* A Lusa segue no roteiro de não conseguir jogar bem em casa. ATUALIZAÇÃO, 18h25 – O técnico Vagner Benazzi foi demitido.

* No reencontro de Silas com o Avaí, o Grêmio (3 x 1: Jonas-2, Borges e Robinho – 16.628 presentes no Olímpico) fez um placar interessante, mas não definitivo.

* Obviamente, não foi escanteio no lance que originou o primeiro gol gremista. Por que o assistente marcou o que marcou, só ele pode responder.

* O Sport chegou ao Mineirão curtindo uma invencibilidade de 24 jogos em 2010.

* Saiu sem ela, cortesia do Atlético (1 x 0: Fabiano – 17.253 pagantes).

* Fora o Santos, claro, quem se deu melhor nos jogos de ida das oitavas da Copa do Brasil foi o Atlético Goianiense (2 x 1 no Santa Cruz: Gilberto Matuto e Robston-2 –  39.239 pagantes no Arruda).

* Impressionante o público, não?

______

O Barcelona fez 3 x 0 no La Corunã ontem.

O esperto passe de Xavi no gol de Bojan e o gol do meio da rua de Pedro estão aqui.

O que não está no vídeo, e é verdadeiramente impressionante, é a estatística de posse de bola do time: 74,19%.



MaisRecentes

Porte



Continue Lendo

Segunda vez



Continue Lendo

Paralelos



Continue Lendo