CAIXA-POSTAL



Aos assuntos da semana:

Rodolfo escreve: A eleição do clube dos 13 e disputa, com o perdão da piada infame e nada original, café (Koff) com Leite, está sendo bastante discutida na mídia esportiva e especialmente em alguns blogs. Você poderia me apontar quais as principais diferenças entre as duas chapas? E algo efetivamente diferente ocorrerá se algum lado específico ganhar?

Resposta: A principal diferença entre as duas candidaturas é que a CBF apoia uma delas, a de Kléber Leite. Leite significa a manutenção do cenário reinante no futebol brasileiro: poder da CBF sobre os clubes intocado, monopólio da TV Globo nas transmissões. Koff representa (em tese, o que não garante nada) um mínimo de independência do Clube dos 13 em relação à CBF e, possivelmente, um acerto com a TV Record. Nenhum dos dois candidatos pensa no que seria o melhor: dar aos clubes o direito de organizar os campeonatos e negociar com todas as emissoras interessadas em transmiti-los. É impossível prever o que acontecerá na eleição, já que a política do futebol é ainda mais surpreendente do que o próprio futebol. Ontem, Koff tinha mais votos. Mas a eleição é depois de amanhã.

______

Everton escreve: André, desde a temporada 2002-2003 da UCL não tínhamos uma semifinal sem times ingleses. Em 2008 tivemos 3 clubes da Inglaterra nas semifinais. O que voce acha que pode explicar isso? Foram os outros clubes das outras grandes ligas européias que a alcançaram a qualidade e sucesso dos ingleses na UCL, ou foram os próprios ingleses que decariam nesses ultimos anos? Você acha que o grande endividamento dos principais times ingleses tem alguma relação com essa fraca campanha na UCL esse ano?

Resposta: As quartas de final tiveram um clube espanhol, um italiano, um russo, um alemão, dois franceses e dois ingleses. Isso significa que, em qualidade, a Premier League e o Campeonato Francês estão no mesmo nível? Obviamente não. Numa competição em formato de mata-mata, e com sorteio definindo confrontos, não há como fazer esse tipo de avaliação. Por exemplo: se o sorteio definisse Arsenal x CSKA, e o Manchester United não tivesse se autodestruído em casa, provavelmente haveria dois ingleses nas semifinais. E falaríamos sobre o “domínio” do futebol inglês na Europa.

______

Denis escreve: Sempre que consulto listagens dos campeões argentinos, percebo que entre 1967 e 1984 existiam no mesmo ano o Campeonato Nacional e o Metropolitano. Qual era a diferença entre eles? O Metropolitano era uma espécie de Estadual brasileiro? Em um site vi a informação de que apenas equipes de Buenos Aires e região metropolitana disputavam o Metropolitano, mas o Newel’s Old Boys que é de Rosário (fora da Região Metropolitana de Buenos Aires) aparece como vencedor em 1974. Quem então participava desta competição?

Resposta: Até 1967 o Metropolitano fazia jus ao nome. Depois, foi aberto aos times de outras regiões. O atual formato, com os torneios Apertura e Clausura foi adotado na década de 80.

______

Sérgio (entre muitos) escreve: André, por que a ESPN não vai transmitir Real X Barcelona neste sábado? Você não acha que é uma falta de respeito com os assinantes do canal?

Resposta: Sim, se fosse apenas uma opção por não mostrar o jogo. Aliás, os problemas seriam bem mais graves do que uma “falta de respeito”. Ocorre que os direitos de transmissão do Campeonato Espanhol (bem como todos os outros) são regidos por um contrato. Por esse contrato, a ESPN só poderia mostrar o clássico do primeiro turno, como fez. O jogo de hoje (que começa às 17h), do segundo turno, é da Sky, que permitiu que apenas a ESPN HD também o transmitisse. A ESPN Brasil exibirá o videotape amanhã, às 20 horas.

______

Como sempre, agradeço pelas mensagens. Até o próximo sábado.

(e-mails para a CP do blog: akfouri@lancenet.com.br, ou clique no link abaixo da foto)

“Sua falha como filho é meu erro como pai.”

Marcus Aurelius, em “Gladiador”

(sugestão do blogonauta Teobaldo. Obrigado!)



  • BASILIO77

    Ak, não acredito que o Leite “significa a manutenção do cenário reinante”. Acho que haverão mudanças em ambas as possibilidades….ou pelo menos espera-se que seja assim.
    A questão é quais mudanças é que os clubes escolherão. Uma briga antiga que Flamengo e SCCP tem é a de quererem uma fatia maior, proporcional à suas exposições no contrato da TV. É desnecessário dizer o que esses dois clubes JUNTOS representam em termos de mídia e “poder de chamar atenção” da sociedade. Essa certamente deve ser uma das mudanças caso KL ganhe…e claro que só por esse motivo, SPFC, entre outros, estará do outro lado.
    Não acho que Koff represente o “bem” e KL o “mal” para o futebol.
    Vamos vero que acontece segunda.
    Abraço.

    AK: Também não acho que um represente o bem e o outro, o mal. Acho que ambos representam o mal, em níveis levemente diferentes. Um abraço.

  • Roberto Carlos

    Andre
    Pelo andar das situações, se o Barcelona for campeão espanhol e ainda por cima fizer a festa do titulo da UCL na casa do Real, voce acredita que o Kaká pode ficar com o “titulo” de simbolo desses fracassos mesmo que não tenha sido o grande culpado? Não vejo pelas criticas da imprensa espanhola o Cristiano Ronaldo ou qualquer outro jogador com tendência para levar esta fama.
    Abraços
    Roberto Carlos

  • Rejane

    È uma pena que a Espn Brasil não possa transmitir ao vivo o clássico espanhol! Irei acompanhar o jogo pela internet e amanhã assisto o VT na Espn Brasil!
    André, sobre o playoffs da NBA, o Chicago Bulls tem chance de conseguir uma vaga?

  • Anna

    Eu acho que o candidato ideal a presidente do clube dos 13 além de garantir maior segurança, saúde aos jogadores, impedindo partidas em condições subumanas como em altitudes extremas ou após enchentes ou chuvas rigorosas, deveria permitir que todas as emissoras transmitissem as partidas e o telespectador, sim, escolheria o canal que melhor lhe aprouvesse. Além disso, estabelecer um limite de horário noturno onde todos pudessem assistir às partidas, sem se preocuparem com o horário de voltar para casa. Eu gosto muito do filme Gladiador e do Russell Crowe que aniversariou, se não me engano, essa semana.

  • Pedro Valadares

    Muito esclarecedora sua visão sobre a relação dos times ingleses e da UCL. Ao ler a pergunta, eu já esperava uma resposta sobre a decadência dos times ingleses, mas seu posicionamento foi perfeito. Realmente, o formato da UCL não permite esse tipo de conclusão, senão como explicar uma final Porto e Mônaco?

    Você acha que o Liverpool foi outra vítima do formato da UCL ou foi só mal futebol mesmo?

    AK: Mau futebol. A temporada do Liverpool não é boa. Um abraço.

  • Rejane

    O Barça será o campeão espanhol da temporada 2009-2010! Depois desse 2 x 0 em cima do Real Madrid, não tenho mais dúvida disso!

  • gorpo

    Realmente esses donos de transmissão via satélite e a cabo como NET, SKY além de prestarem um serviço de péssima qualidade ainda são uns sanguessugas de primeira qualidade. Para mim não passam de um bando de “171” que exploram à preços caríssimos o bolso do cliente. Nesse caso da transmissão ser apenas em HD, induz o cliente a pagar mais caro pelo serviço do pacote com os canais digitais. Mais especificamente ainda, no caso da transmissão do jogo supracitado no texto o que eles fazem é bem simples : Ficam passando jogos pífios a temporada toda , jogos sem importância tipo Espanyol x Sevilla, Velência x Osasuna, jogos ridículos e na hora do filé o consumidor fica privado do direito primordial de assistir ao principal jogo, sendo que no início do ano nas chamadas dos comerciais o que a propaganda passa , e seus respectivos jornais de esportes dizem é que a temporada dio campeonato espanhol seria espetacular, e que o “fã do esporte”, como assim gostam de dizer teria acesso a todos as principais emoções do campeonato. Seria como ir à churrascaria com uma propaganda na portaria dizendo “RODÍZIO DE CARNES COMPLETO” e ao sentar-se a mesa comer alcatra, muela, maminha, pátinho, frango, calabresa e ficar esperando horas e horas pela picanha e nada de vir a mesma.

    Não há justificativa plausível para o que o Sr defende acima André Kfouri, nem todos os clientes tem condição financeira para tal assinatura e elitização, e além do mais ser enganado por propaganda enganosa da emissora é muito triste e fere o código do consumidor. Mais é perfeitamente compreensível a sua defesa à emissora que trabalha, afinal hoje em dia emprego está difícil, até mesmo para profissionais tão competentes como você, que chegou aonde chegou por talento, sem nunca ter precisado da ajuda de um parente da mesma empresa , e de influências para chegar aonde chegou né.

    Resumo : Isto é Brasil.

    AK: Quanta confusão. Não sei de onde você concluiu que eu estou “defendendo” alguma coisa. Apenas expliquei como funciona, porque é isso que interessa. Além disso, você se engana ao reclamar. A ESPN transmite o Campeonato Espanhol, com jogos das melhores equipes, todos os fins de semana. A questão é que quando há mais de uma emissora de TV com direitos (a Sky é concorrente da ESPN), acontece uma divisão evidente de jogos. É assim: por contrato, a Sky adquiriu o direito de escolher, a cada rodada, o jogo que ela quer fazer. Se a Sky escolhe o jogo do Real Madrid, a ESPN escolhe o jogo do Barcelona, e vice-versa. Entendeu? Em relação a Barcelona x Real Madrid, cada canal ficou com um clássico. Também é totalmente equivocado o argumento de que a transmissão no canal HD “induz as pessoas a pagar mais caro”, pois a solução de mostrar o jogo na ESPN HD foi alcançada durante a semana, em negociação entre os canais. Espero que agora você tenha entendido. No mais, obrigado pelo elogio ao meu trabalho! Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Numa entrevista ao LANCE!,Fábio Koff disse que,se Kléber Leite ganhar a eleição para presidente do C13,seria um prolongamento do poder de Ricardo Teixeira,pois,segundo Koff,Kléber é seu candidato.

    Na sua opinião,na real,mudaria algo para os clubes e,conseqüentemente,as torcidas,fora a tv,se Koff ganhasse?

  • Rodolfo

    Que legal ver minha pergunta escolhida. Obrigado André.

    AK: Eu que agradeço. Um abraço.

  • Anna

    Esqueci de dizer que eu preferiria a Patricia Amorim concorrendo ao Clube dos 13. Só uma mulher poderia dar jeito! 😉

  • Pedro Valadares

    Meu Deus, o Liverpool está mau, mas mau mesmo esou eu que confundi “mal” com “mau”. Então, é bom eu ficar atento a minha escrita para meu próprio bem! hehe!

    Abs e obrigado pela resposta =)

  • Marcio Braga

    Há 23 anos fundamos o Clube dos 13 para que os clubes assumissem seu papel na organização de suas competições, em sintonia com a Europa onde os campeonatos são organizados pelas ligas, com a apoio das Federações Nacionais.

    A candidatura de Kleber Leite representa a retomada deste ideal e sua capacidade de articulação e diálogo com os mais diversos setores, em especial a CONMEBOL e a CBF, são a garantia de que terá capacidade para implementar a agenda positiva e proativa que o futebol brasileiro tanto precisa.

    O Dr. Fabio Koff teve 14 anos para trabalhar e nada conseguiu além de deixar os clubes totalmente dependentes de receitas de uma única fonte.

    Quem teve a chance e não fez, perdeu a vez!

    Inclusive, gostaria de lembrá-los que na sua última reeleição, o Dr. Fabio Koff se comprometeu a dinamizar a entidade com uma ampla reforma estatutária. Prometeu e não cumpriu!

    Chega de continuísmo. Chega de marasmo.

    Os clubes precisam estar mobilizados em um diálogo permanente ao invés de convocados somente às vésperas das eleições com discursos vazios tentanto confundir diálogo e articulação com aparelhamento e subserviência.

    Kleber Leite tem compromisso com mudanças estruturais: a limitação de reeleições, o diálogo permanente, o esforço em negociações e estudos de mercado capazes de potencializar produtos ainda pouco explorados como, por exemplo, as novas mídias, internet, telefonia celular, naming rights e toda segunda linha de patrocinadores para que não mais sejamos dependentes de uma única fonte de receitas.

    Com Kleber Leite, o Clube dos 13 pode mais.

  • Alexandre

    André, acho que um contrato de transmissão do espanhol que só permite a transmissão de um dos dois clássicos é um contrato ruim. É quase o mesmo que transmitir a Libertadores e só poder passar um dos jogos da final. Não sei se é uma imposição do detentor dos direitos, mas do ponto de vista do telespectador é esdrúxulo e mereceria uma mudança para a próxima temporada, se é que é possível.

    AK: Não é o contrato ideal, mas está muito, mas muuuuuuito longe de ser ruim. E obviamente só é assim porque não é possível ser diferente. Um abraço.

  • Teobaldo

    Quem a agradece a “colher de chá” sou eu. Um abraço a todos os participantes do blog.

MaisRecentes

Dilema



Continue Lendo

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo