NA FAIXA



Números que chegaram num e-mail de um antigo leitor deste blog, que, como sempre, agradece.

Atenção:  não se trata de comparação de campeonatos, condições de estádios, nível e horário dos jogos, preços de ingressos… nada disso. Nem mesmo a máfia das carteirinhas de estudantes entra na conversa, pois, obviamente, ela não atua em apenas um lugar.

Mas veja:

Corinthians 4 X 3 São Paulo – Pacaembu

Público: 23.372 pagantes (24.557 presentes)
1.185 pessoas entraram sem pagar ingresso
Pagantes:  23.372 – 95,17%
Não Pagantes: 1.185 – 4,82%

Vasco 3 X 0 Fluminense – Maracanã:

Publico: 13.096 pagantes (19.607 presentes)
6511 pessoas entraram sem pagar ingresso
Pagantes: 13.096 – 66,79%.
Não pagantes: 6.511 – 33,21%

No Pacaembu, para cada 19,7 pagantes, tivemos uma gratuidade.

No Maracanã, para cada 2,01 pagantes, tivemos uma gratuidade.

Pergunta do blog: qual é a explicação?

Por favor, se você sentir uma tentação irresistível de falar em bairrismo, comente em outro lugar.

Além do leitor que enviou os números ser carioca, quem conhece minha opinião sobre os estaduais sabe o que penso a respeito do Campeonato Paulista.

Só mais um exemplo, fresquinho: o público pagante de Botafogo 4 x 1 Boavista, em São Januário, foi 797 torcedores.

O público total foi 1.232.

O que é mais assustador? Menos de 800 torcedores pagarem ingresso para ver um jogo do Botafogo, ou o fato de que 35,3% das pessoas que foram ao estádio (435) entraram de graça?



MaisRecentes

Filme



Continue Lendo

Perversidades



Continue Lendo

Arturito



Continue Lendo