APENAS UM EXERCÍCIO



Sem julgamentos, moralismos, acusações.

Mesmo porque o problema é muito maior.

Mas pense num jogador de futebol imitando um pistoleiro ao comemorar um gol.

Bom humor para uns.

Mau exemplo para outros.

Agora acrescente uma informação à cena.

Pense que esse jogador é Vagner Love.

Como fica?

ATUALIZAÇÃO, quinta-feira 18/03, 08h20 – Apesar do grau baixo de dificuldade, houve quem não entendesse o exercício proposto.

Então aí vai o gabarito:

Há tempos, neste blog, discuto as “comemorações bélicas” que vemos pelo Brasil afora.

Sustento que são mau exemplo, que a escolha deveria ser melhor.

Muita gente não concorda comigo, o que é bom, é seguimos conversando.

Vagner Love, o jogador citado, costuma comemorar gols assim. Na semana passada, ele foi flagrado pelo “Fantástico” sendo escoltado por homens armados na favela da Rocinha.

Por isso voltei ao assunto.

Não chamei ninguém de bandido, nem de cúmplice de bandido.

Só acho que o mau exemplo está mais do que claro.

Espero que o exercício também esteja.



MaisRecentes

Escolhidos



Continue Lendo

Carente



Continue Lendo

Hoje tem



Continue Lendo