NOTINHAS PÓS-RODADAS (e outras coisas)



* O clássico de ontem (Palmeiras 4 x 3: Pará, Neymar, Robert-3, Diego Souza e Madson – 11.452 pagantes) na Vila assumiu o posto de “melhor jogo do Campeonato Paulista”, que era de Portuguesa x Santos.

* Na raça, no suor, na necessidade de recuperar o próprio orgulho, o Palmeiras foi buscar um resultado transformador. E que deveria fazer parte da torcida olhar para Robert de outra forma. O cara faz gol em clássico, e isso tem de significar alguma coisa.

* O jogo vale uma terceira nota? Lógico, pô: Neymar foi corretamente expulso (antes de pegar Pierre, chutou Danilo), e aprenderá com o vermelho. Nos dias em que a marcação o contém, ele precisa controla sua cabeça.

* Ronaldo, o assistente, reapareceu da Arena Barueri. Passou para os dois gols da vitória do Corinthians (2 x 1 no Santo André: Dentinho, Roberto Carlos e Ricardo Conceição – 7.845 pagantes). Mas o melhor passe foi o que Jorge Henrique, no segundo tempo, não conseguiu transformar em assistência.

* Roberto Carlos (primeiro gol pelo Corinthians) fez dois bons jogos em sequência.

* Quem também marcou pela primeira vez com a nova camisa foi o zagueiro são-paulino André Luis. Gol que livrou o São Paulo (2 x 1 no Rio Branco: Jorge Wagner, Marcio Carioca e André Luis – 9.370 pagantes no Morumbi) de um desagradável empate em casa.

* No Morumbi, assim como no Engenhão e no Mineirão, o jogo parou por falta de energia.

* No primeiro “clássico dos milhões” em um ano, Adriano voltou, marcou e mandou um recado que poderia ser mais claro. Quem são as “pessoas ruins”?

* Na vitória do Flamengo (1 x 0 no Vasco: Adriano – 30.214 pagantes no Maracanã), Bruno falou com as mãos e silenciou Dodô.

* Terceira nota para o clássico carioca: Pênalti para o Vasco, Carlos Alberto não está em campo. Quem bate?

* As forças da natureza se apossaram do Engenhão por quase 20 minutos. Quando a energia voltou, o campo não era mais um campo.

* Enquanto deu para jogar bola, o Botafogo fez o necessário para vencer (2 x 0: Antônio Carlos e Gabriel – 2.269 pagantes) o Olaria.

* No sábado, o Fluminense (1 x 1 com o América: Marquinho e Júnior – 2.226 pagantes no Engenhão) perdeu Everton, expulso aos 15 minutos do primeiro tempo, e não se encontrou mais.

* Como aconteceu nos primeiros jogos de Neymar, a estratégia dos adversários para lidar com Wellington Silva é a intimidação. Fabio Braz não esperou nem um minuto.

* O jovem volante Maylson está ganhando um lugar no time titular do Grêmio (3 x 0 no Internacional de Santa Maria: Maylson-2 e Fernando – 10.936 presentes no Olímpico), e fazendo jus ao que se falava dele.

* Mas não precisava – E ISSO É UMA BRINCADEIRA MINHA – roubar um gol de Jonas…

* O Internacional, com escalação genérica, teve dois expulsos mas não perdeu (1 x 1: Romano e D’Alssandro – público ND no Antônio David Farina) para o Veranópolis.

* D’Alessandro foi bem e deve reaparecer no meio de campo contra o Cerro, pela Libertadores.

* Obina já tem uns 200 gols pelo Atlético (4 x 0 na Caldense: Renan Oliveira, Fabiano-2 e Obina – 11.544 pagantes), mas marcou seu primeiro no Mineirão.

* O mais bonito saiu dos pés de Fabiano, de fora da área, no ângulo.

* Só dois titulares jogaram, e mesmo assim o Cruzeiro ganhou o “clássico” (3 x 2 no América: Wellington Paulista, Leandro Ferreira, Kieza, Fabinho e Fábio Júnior – 12.111 pagantes no Mineirão), que teve futebol enquanto a natureza permitiu.

* Como diria o outro, teve até chuva de granito no Mineirão.

______

Se você ainda não viu, aí vão os 3 gols de Leo Messi na vitória do Barcelona (3 x 0 no Valencia).

Alguns preferirão o lindo tapa “por fora” no segundo gol.

Outros darão risadas com o toque, de pé direito, que deixou o goleiro procurando a bola, no terceiro.

Mas eu quero falar do primeiro. Nada de outra galáxia, eu sei. Afinal, já nos acostumamos a ver lances desse tipo feitos pelo pulga.

Mas preste atenção no último drible. É uma finta de corpo, uma balançada para a direita que faz o zagueiro passar.

Aquela história de “o craque está dois ou três movimentos à frente dos outros” é difícil de ver.

Mas nesse gol, ela é cristalina.

______

Corrida de carros não é minha praia, mas não dá para ignorar o domingo que abriu a temporada da F-1 e da F-Indy.

É sensacional o trabalho de Luciano Burti como comentarista. Só o fato de ele conseguir dizer para o telespectador o que o telespectador não vê e não sabe, já seria ótimo.

Mas Burti o faz com clareza e sem se repetir.

Enquanto isso, em São Paulo…

Chuva, asfalto irregular, sujeira na pista, acidentes… esse é o trânsito que o paulistano conhece.

E que a Indy conheceu ontem. Deixemos assim.

Ah, só mais uma coisa: se pilotos famosos e conhecidos do público brasileiro, como Tony Kanaan e Hélio Castroneves, foram simpáticos (como são) e acessíveis no “Circuito do Anhembi”, alguém poderia me explicar por que Danica Patrick tinha de andar pela pista com quatro seguranças, fingindo que sua vida estava em risco a todo momento?

Como diz um amigo meu: ganhou o quê?



  • Anna

    Ouvi o jogo pela Rádio Eldorado entre Verdão e Santos e gostei muito. um dos melhores até agora, sem dúvida. Perder penâlti faz parte, não podem crucificar Dodô que tentou acertar. Não era o dia do Vasco, mesmo. Não sei a quem Adriano se referia, enfim. E, por último, também gostei do primeiro gol de Messi, uma pintura! Abraço, Anna

  • Fernando Leal

    O inter vai jogar com o Cerro pela Libertadores? Nãããaooo

  • Eduardo Pieroni

    Boa André, esta DANICA é uma mala ! com uma alça só e ainda quebrada , pô parecia que era de outro mundo, FELIPE COUTINHO e o PHG jogam muito mais que o NEYMAR , + o garoto tem um marketing muito grande.

  • Custodio Neto

    Peraí AK,

    vc está redondamente enganado ao dizer que não dá pra ignorar a F-Indy.

    ora bolas, na Glóbulo nada passou sobre o evento.

    e é claro que a Glóbulo tá mais certa que você, meu chapa.

    kkkkkkkkkkkkkkkkk

    sobre o Burti, o cara tem talento, porque já esteve lá, e porque sabe usar a fala …

    obs.: sobre o Camp. Mineiro, nova falha sua. O Cruzeiro não esteve desfalcado, muito pelo contrário. Jogou novamente com o juizão a seu favor.

    rs rs rs

    aquele abraço.

  • Hey André!

    Vi o último gol do Palmeiras hoje pela manhã, rapidamente… me diz: não deveria ser falta aquele “desarme” antes do gol? (como os comentaristas de arbitragem gostam de falar: força desnecessária…)

    Sobre F-Indy, só faltou você dizer que tinham “lombadas” na pista (não, aquilo NÃO ERA ondulação, sejamos francos!).

    E sobre RCarlos… você acha que, se ele disputar os jogos “pré-copa” em altíssimo nível, o Dunga o convoca (lembrando que a LE é até hoje um problema crônico da Seleção da CBF pós-2006)?

    Abraço!

    AK; Não achei falta, não. Na bola. Sobre RC: não acho que ele irá à Copa. Um abraço.

  • Custodio Neto

    AK,

    apenas mais um detalhe.

    as pessoas ruins ás quais o Adriano se refere seriam as pessoas próximas dele, que o paparicam indevidamente, ou aquelas que revelam verdades, como a matéria do Jornal o Dia de 13/03/2010, cujo link segue abaixo?

    http://odia.terra.com.br/portal/ataque/flamengo/html/2010/3/as_noites_de_arromba_na_corte_imperial_69159.html

    AK: Pois é. Não sabemos. Um abraço.

  • Fim de semana espetacular: clássicos, corridas, Fabiana Murer etc.

    Tantas coisas para comentar (e “chargear”): Messi, Rooney, gol histórico do Dentinho, ouro da Fabiana… nem sei por onde começar!

    Estudei com Burti, no Objetivo, época do antigo “colegial”. Já andava (e bem) de kart, naquela época… vê-lo pilotando um F1 foi emocionante (já naquele acidente da Jaguar, foi apavorante)… e concordo plenamente contigo, André! Luciano Burti dá um show de informações!

    Agora uma perguntinha simples para o senhor:

    – HOJE… Messi ou Rooney? (fácil essa, hein?)

    AK: Em 0,01s: Messi. Um abraço.

  • Leonardo atleticano

    André, não deixe de falar do seu companheiro de livro, o Fininho teve um fim de semana que merece destaque, entrou de azarão e papou todo mundo.

  • Rodrigo

    Eu juro que assistia de bom gosto os jogos do Santos. Dava gosto ver a molecada jogar e tal. Mas quando comecei a reparar em algumas atitudes do Neymar, parei. Até torci pro Palmeiras ganhar ontem. A expulsão dele foi infantil e a atitude depois, xingando o árbitro, mais ainda. Se não tiver ninguém pra orientar, o moleque se perde rápido, rápido.

    Atitudes assim são comuns no futebol: não apenas perde-se a simpatia de alguns torcedores rivais, mas ganha, também, a antipatia.

  • Leonardo atleticano

    André, sobre a Indy, eu desanimei no sábado, vendo os carros em plena reta andando a 40km por hora e com pisca ligado para não bater eu desisti. Praticamente na hora da corrida, os caras descobrem que a aderência é zero? Deve ser porque nenhum carro alegórico havia derrapado ali até então. No domingo não vi nem o resultado. André, a maior virtude do Burti vc não comentou, ele consegue falar estando ao lado do Galvão.

  • Anna

    Fórmula Indy foi uma pantomima molhada. Ridículo! E a Fórmula 1 com Fernando Alonso vencedor e Felipe Massa recuperado! Muito bom!

  • Gilson

    André, o unico penalti que foi convertido no maracanã, foi o que não existiu. O goleiro do Vasco tocou a bola e tomou um encontrão do jogador do Flamengo. Se tivesse que marcar alguma coisa seria falta no goleiro.
    É cada juizinho sem vergonha, que da medo! Oh safra ruim de árbritos!
    Um abraço

  • Paulo

    O Palmeiras é um time muito emocional! E sua torcida age demais em função das críticas que saem na imprensa… Nem sempre favoráveis como esta do André, que também fala mal, quando acha que tem de falar mal. Diante de tanta influência do marketing no futebol moderno, os torcedores deveriam ser mais frios, mais pragmáticos… Atualmente os resultados são mais importantes do que a qualidade do futebol apresentado. Será que estou sonhando com algo impossível? Se acha que o time não vai ganhar, não vá ao estádio… Fique em casa! Ir para vaiar atrapalha o rendimento do time e não parece atitude de gente palmeirense de verdade! Mas,ontem, contra os prognósticos de todos, o Palmeiras saiu do gramado sim, como o alviverde imponente a que se refere o seu hino! Tem que ser sempre assim… Contra tudo e contra todos! Sem o favoritismo da imprensa que muitas vezes só achincalha e fomenta crises, é muito mais gostoso vencer!

  • Willian Ifanger

    Eu vou te contar……domingo era pra ser aquele dia perfeito pra enrolar a esposa e ficar em casa vendo todos os eventos esportivos…..o problema é que durante a tarde caiu aqui uma chuva absurda, apagou tudo e simplesmente fiquei ser ver o final da F-Indy e o futebol…..só voltou no começo do Bate-Bola. Praga isso.

    Pra mim Santos x Palmeiras foi um jogo para um palestrante sobre Futebol mostrar do que o Futebol é capaz. Mas teria que contar desde o que aconteceu na segunda, com aquele sofrimento do Palmeiras contra o Sertãozinho e a goleada da dancinhas do Santos pra entender direitinho o clássico de domingo. Não tenho nada contras as dancinhas e achei sensacional o Palmeiras dar o troco na mesma moeda…..eu ria sozinho das comemorações. Foi divertido, como sempre deveria ser um jogo de futebol.

    Agora, deve estar um inferno a redação da ESPN hoje pra escolher a lista de gols do final de semana pro Linha de Passe. Ou vão tem que colocar duas listas e depois fazer mata-mata…..hehehehe.

    A grande vantagem do Luciano Burti é que ele trabalha de verdade ali…..ele assiste a corrida. Só tenho dó do Reginaldo Leme que tem que aguentar o narrador e ficar de boa.

    Aumentando o coro do Felldesign……Messi ou Rooney?

    AK: Meeeeeeeeessssssssssiiiiiii!!!!!! Um abraço.

  • Willian Ifanger

    Ah sim, você só esqueceu de falar da Fabiana Murer. Mas pode ser que vc esteja preparando algo mais especial, porque ela merece.

  • Edouard Dardenne

    Fui ao Anhembi sábado e ontem, e achei um espetáculo legal. A pista tinha evidentes problemas, mas ainda assim deu vontade de ir novamente ano que vem.
    No mais, acho que pouquíssimos circuitos no mundo suportariam numa boa uma chuva daquela. Nenhum de rua, seguramente, porque por melhor que seja o asfalto, ele jamais dará tanta aderência quanto dá o de um autódromo de verdade.
    Quanto ao Burti, eu fico irritado toda vez porque parece que o Galvão diminui o trabalho do cara. Ele manda bem, muito bem, sabe do que fala, faz intervenções pontuais e precisas e não tem vergonha de falar que não sabe de alguma coisa.
    Você pode imaginar como o Galvão deve ser chato para conviver?
    Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    “Que Deus perdoe essas pessoas ruins” estava escrito na camisa que Adriano usava por baixo da camisa do Flamengo,e que ele mostrou quando comemorou (comemorou?) seu gol contra o Vasco.

    O que parece é que o rapaz estava dizendo que pessoas fizeram coisas ruins contra ele,quando divulgaram o barraco armado por sua namorada na Chatuba.Fica subentendido que é a imprensa,que noticiou tudo o que houve naquela noite.O que Adriano esquece é o seguinte:

    1)Não foi a mídia quem quebrou um carro,não foi a mídia quem fez barraco na porta do baile,não é a mídia que o leva para os bailes de favela que ele tanto gosta,a mídia não está em sua roda de amigos que lhe oferecem álcool e sabe Deus mais o que,enfim,todo esse furacão que é sua vida pessoal,a mídia,escrita ou falada,nada tem a ver com isso.Isso é uma escolha pessoal dele,e uma pessoa pública como ele,que é astro de um dos maiores times do Brasil,é notícia em quase tudo que faz.

    2)A função do repórter é noticiar.Infelizmente,no Brasil,criamos a cultura BBB,onde barraco bom é barraco que vende.Adriano não negou nada do que disseram a seu respeito e de sua noiva.Ao contrário,confirmou toda a história.Logo,o que foi feito foi trabalho de repórter,uma notícia de uma celebridade que foi publicada.Se chateou com isso?Paciência,amigo.Esse é um dos preços a se pagar pela fama.

    Adriano é um grande cara,além de um cara grande.Pouca gente sabe,mas ele ajuda muita gente.Distribui cestas básicas,compra cadeiras de rodas,remédios e ajuda instituições de caridade,mas não gosta que isso venha a público.

    Ele se chateia com o fato de “se intrometerem em sua vida pessoal”.Mas enquanto ele for o astro maior da constelação Flamengo vai ser assim.

    Dito isso…
    Dodô,seu @##¨$%@!%&(*()*¨%$?}{`>!!!!!!Perdeu dois pênaltis e o Vasco o jogo!

    André,vc não disse,mas,apesar da derrota,essa foi uma das melhores partidas do Vasco em 2010.Perdeu por falhas individuais de seu principal jogador e por um erro crasso de arbitragem,pois,e isso vc também não colocou,o pênalti marcado sobre o Léo moura não aconteceu.

  • Gustavo

    O curioso na atitude de Danica Patrick é que ela corre muito mais risco de ser supreendida nos EUA por algum estudante psicopata armado até os dentes que ser assaltada aqui em pleno sambódromo…

  • Alberto Loureiro de Souza

    pessoas ruins ? jornalistas de pasquins de meia pataca que vivem de fofoca para ganhar dinheiro na vida. quer notícia ? vai atrás de artista e deixa jogador de futebol em paz.

    AK: Uma pergunta: o jogador mais caro de um clube ficar fora de dois jogos por causa de um “problema pessoal” não é notícia? Um abraço.

  • David

    Eu vi esse mesmo drible de corpo tbm maravilhosamente no primeiro drible, que só pareceu fácil demais por causa dele… Messi continua sendo o melhor do mundo.

  • David

    Num jogo de 1 contra 1 entre o Messi e o Rooney, Messi venceria facil. Nao existe nem comparação entre a categoria dos 2…. Se tivesse uma bola pra cada um, o Rooney ate poderia ganhar, mas com uma bola só, coitado, não conseguiria pegar nela.

  • Klaus

    Sobre as corridas de carro: sempre adorei F1 e assisto, às vezes, o que aguento das 500 milhas de Indianáopolis. Mas apesar de ambas as categorias terem suas diferenças (a F1 é a F1), São Paulo conseguiu dar um “ganho” a mais (ou a menos) sobre essa disparidade. Pra ajudar, nada contra a Band, mas os cortes e alguns posicionamentos de câmera estavam uma tristeza só. E o orgulho de passar essas imagens “em HD” para 200 países???
    Pra terminar, de pleno acordo sobre o Burti e excelente comparação com o trânsito paulistano (diria das capitais brasileiras).
    Abraço.

  • Carlos Futino

    Meu Deus! Não tinha visto os gols do Messi ainda. O que foi aquilo? Ainda não sei qual é mais bonito. Depois tem gente que diz que ele não é o melhor do mundo…

  • Paula

    Um monte de gente fala de messi e rooney e nem acompanha os caras, só os melhores momentos heheheh.

    Eu vi uns 10 jogos de Rooney (entre o ano passado e esse ano) e uns 6 de Messi (idem). Vi Rooney bem em todos! Messi meio apagado em alguns. Os dois decisivos. Hj acho que, para um time, prefiro rooney (pelo que assisti).

  • Leandro Azevedo

    A Danica soh esta correndo de Indy pq tem contrato… a carreira dela esta totalmente focada na NASCAR e ela tem fama de antipatica msm.

    E quanto ao jogo do Barca, o Henry jogou muito tb. Os passes pro segundo e terceiro (fez um malabarismo) foram dele e articulou bem as jogadas no ataque.

    Andre, depois desse tempo depois do troca entre Ibra e Eto’o, vc acha que o Barca fez o certo?

    Abraco

    AK: Eu não tenho dúvidas de que Ibra é mais jogador do que Eto’o. Mas jogar como ele joga no Barcelona, em posição diferente, ainda é um desafio para o sueco. Um abraço.

  • Edouard Dardenne

    A sua coluna desse fds que se aproxima será sobre a F. Murer? Dá para imaginar que do drama na China-2008 à gloria em Doha-2010 vale uma boa referência. Pode-se dizer que ela superou, ou melhor, PULOU todas as dificuldades, e seu resutado pode causar um SALTO de qualidade para o atletismo brasileiro…
    Um abraço.

  • M. silva

    André,

    acho que quase sempre discordamos quanto a jogadores de ataque. Será que o Ibra é mais jogador que o Eto’o mesmo? Concordo que ele faz coisas que o Eto’o não faz (pivô, vir com a bola mais de trás), mas o Eto’o é tão fera das imediações da área para a frente – recebendo e girando para o gol, por exemplo – que me dá muita dúvida quanto a afirmar isso… penso que os dois são equivalentes em qualidade. Contrataria qualquer um deles para ser banco no meu time.

    Um abraço,

    M. Silva

  • BASILIO77

    Meu time continua na lenga lenga de sempre. Corre e marca quando interessa…e quase nunca ineteressa…são os reis de cozinhar o jogo..e isso fa toda a diferença.
    A bola pune…já dizia o banguela.
    Abraço.

  • Fred Ferreira

    Acho o Wellington Paulista um jogador “injustiçado” . Ele marca muitos gols, luta o jogo inteiro e incomoda demais qualquer defesa. É um cara com bom porte físico e , ao mesmo tempo, “leve”. Merecia ser mais valorizado do que é….

  • Daniel Santos

    O Burti é muito competente no que faz. Pontual, inteligente, fala bem, é claro e não é chato. Muito menos fica se achando um Deus porque esteve lá, como outros de menor expressão ficam fazendo. Sem contar o “bônus track” de conseguir trabalhar ao lado do “Chatão” Bueno.

    A Danica é mascarada mesmo. Já assisti a vários episódios de antipatia dela.

    Abraço!

MaisRecentes

Dilema



Continue Lendo

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo