E VIVA A LITERATURA ESPORTIVA BRASILEIRA



As informações estão acima, no convite.

Na próxima terça-feira, meus camaradas Milton Leite e Mauro Beting farão a noite de autógrafos de dois livros sobre times de futebol inesquecíveis.

Eu sou suspeito para falar dos autores.

Trabalhei com Milton na Rádio Jovem Pan e na ESPN Brasil. Era ele o apresentador do programa em que minha primeira reportagem “profissional” foi ao ar, em 1993, na Pan.

Não me lembro do assunto (não era esporte), mas não esqueço do que senti quando o ouvi dizendo o meu nome.

Juntos, cobrimos uma Copa do Mundo, duas Olimpíadas e um Campeonato Mundial de basquete, fora algumas centenas de jogos de futebol pelo Brasil.

Milton é um baita de um narrador. Como pessoa, é ainda melhor.

E o Mauro é um cara que eu ouvia na Rádio Gazeta e lia na antiga Folha da Tarde, no início dos anos 90, quando minha carreira engatinhava.

Eu precisava preparar boletins sobre clubes de futebol para o programa do Wanderley Nogueira,  e ligava pro Mauro no começo da noite, para saber o que ele tinha ouvido, o que achava disso ou daquilo.

Ele certamente estava ocupado na redação do jornal, com o prazo para fechar a coluna.

Mas sempre me atendeu como se eu fosse um colega.

Hoje, minha coluna no Lance! sai um dia depois da dele. É até difícil de acreditar.

Na terça estaremos lá.

______

Ainda no departamento literário, mas de outro país e com um tema bem mais específico: acabei (infelizmente) de ler “The GM: a Football Life, a Final Season and a Last Laugh”.

O livro conta a história da carreira profissional de Ernie Accorsi, o homem que moldou a profissão de gerente-geral na NFL.

O autor Tom Callahan acompanhou a última temporada da carreira de Accorsi, no New York Giants, em 2006, e escreveu um livro de bastidores, que mostra como funciona um time de futebol americano por dentro.

Para quem gosta da bola oval (e eu sei que tem muita gente aqui que gosta), é desses livros que se lê devagar para não acabar.

Mais ainda, para quem se interessa sobre a rotina de um executivo de esportes (contratações, folha salarial, trocas, egos…), é um verdadeiro manual.

Para não chatear, falarei mais sobre o livro no Mais Gelo.



MaisRecentes

Anormal



Continue Lendo

Saída



Continue Lendo

Em controle



Continue Lendo