NOTINHAS PÓS-RODADAS



Copas Libertadores e do Brasil:

* Pela quantidade de tensão envolvida, nada mais apropriado do que, com um minuto de Libertadores, o Corinthians (2 x 1 no Racing: Cauteruccio e Elias-2 – 31.035 pagantes no Pacaembu) estar perdendo.

* Mas a forma como o time controlou seus nervos e virou o jogo é tão importante quanto a própria virada.

* O Flamengo (2 x 0 no Universidad Católica: Léo Moura e Adriano – 24.301 pagantes no Maracanã) perdeu Willians, expulso, aos dois minutos de jogo. Léo Moura garantiu que ninguém percebesse.

* O segundo gol foi um flashback dos melhores momentos da história rubro-negra.

* Tudo que o Cruzeiro achou que lhe foi tomado na estreia, contra o Vélez, deve ter sido devolvido na vitória (4 x 1: Thiago Ribeiro, Paredes, Kléber-2 e Pedro Ken) sobre o Colo Colo.

* Até agora, foram péssimas as arbitragens nos jogos desse grupo 7.

* O grande objetivo do Naviraiense era garantir o jogo de volta na Vila Belmiro, e o orçamento para o restante da temporada. Por isso não é exagero dizer que o time sul-matogrossense jogava por uma derrota simples em casa.

* Conseguiu (Santos 1 x 0: Marquinhos – público ND no Morenão) e vibrou muito ao fim do jogo.

* Em Aracaju, a ideia do Fluminense (1 x 1 com o Confiança: Gum e Serginho – público ND no Batistão) era liberar uma data do seu calendário. Ficou longe disso.

* O goleiro Pantera não caiu na paradona de Fred, o que deve ter complicado a batida (para fora) do atacante.

* Obina deixou nada menos do que 5 gols no passeio do Atlético Mineiro (7 x 0 no Juventus-AC: os outros foram de Diego Tardelli e Marques – 6.567 pagantes na Arena da Floresta) pelo Acre.

* Próximo adversário do Atlético: Chapecoense (que venceu em casa por 3 x 0) ou Brasiliense.

* A Portuguesa (7 x 0 no Roraima: Preto Costa, Biscayzacu-2, Fabrício, Glauber, Celsinho e Luis Ricardo – público ND no Ribeirão) fez igualzinho, e sem cinco titulares.

* Próximo: Ponte Preta, que fez 4 x 1 no JV Lideral-MA (“JV” são as iniciais do nome do filho do presidente do clube. Lideral é o nome da empresa dele.)

* Além de Atlético MIneiro e Portuguesa, Ceará (5 x 0 no Picos, pega o Corinthians-PR), Avaí (3 x 0 no Ypiranga, pega Coritiba – que fez 1 x 0 fora – ou Luverdense) e Sport (4 x 2 no Brasília, pega o Paraná Clube) eliminaram o jogo de volta.



MaisRecentes

O início



Continue Lendo

Desconforto



Continue Lendo

Irmãos



Continue Lendo