M&M (atualizado com votos curiosos)



Primeiro, Marta.

Quatro vezes seguidas, a melhor jogadora de futebol do mundo. Um recorde.

A diferença de Marta para as adversárias é essa mesmo: quatro mundos.

Depois, Messi.

Primeiro argentino a ganhar o prêmio, uma barbada neste ano:

1073 pontos na eleição.

Mais do que os outros quatro concorrentes (na ordem: C. Ronaldo, Xavi, Kaká e A. Iniesta) juntos, que somaram 872 pontos.

Bobagem discutir.

E que ano para o Barcelona. Campeão de tudo o que disputou, o clube ainda viu o menino que começou a formar com 13 anos ser escolhido o melhor jogador de futebol do planeta.

Uma noite feliz em Zurique, também, para Daniel Alves. Ele está no “time do ano”, eleito com os votos dos 50 mil jogadores filiados ao FifPro:

Iker Casillas, Daniel Alves, Nemanja Vidic, John Terry e Patrice Evra; Xavi Hernández, Steven Gerrard, Andres Iniesta e Lionel Messi; Cristiano Ronaldo e Fernando Torres.

O meio-de-campo é fraquinho…

ATUALIZAÇÃO, 21h40 – Abaixo, alguns votos interessantes (lembrando que os capitães não podem votar em compatriotas, e os técnicos não podem votar em jogadores que dirigem):

TÉCNICOS

Dunga (Brasil) – Fernando Torres, Frank Lampard e Didier Drogba

Parreira (África do Sul) – Kaká, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo

Maradona (Argentina) – Didier Drogba, Wayne Rooney, Zlatan Ibrahimovic

Dick Advocaat (Bélgica) – Michael Ballack, Didier Drogba, Lionel Messi

Marco Tardelli (Rep. da Irlanda) – Gianluigi Buffon, Lionel Messi, Wayne Rooney

CAPITÃES

Lucio (Brasil) – Didier Drogba, Samuel Eto’o, Zlatan Ibrahimovic

Javier Mascherano (Argentina) – Michael Essien, Steven Gerrard, Thierry Henry

John Terry (Inglaterra) – Didier Drogba, Michael Ballack, Andres Iniesta

Iker Casillas (Espanha) – Cristiano Ronaldo, Kaká, Lionel Messi

Chiang Ming-Han (China Taipei) – Diego, Frank Lampard, Iker Casillas



MaisRecentes

Cognição



Continue Lendo

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo