NOTINHAS PÓS-RODADAS (Seis vezes Flamengo, sempre Flamengo)



Antes do campeão, o campeonato.

E que campeonato. Quatro (quatro!) times chegaram à última rodada com chance de título, que mudou de mãos conforme os gols foram saindo no domingo.

E pensar que, pouco tempo atrás, tinha gente querendo mudar o sistema de disputa…

A média de 17.772 pagantes por jogo, a melhor dos últimos 22 anos, fala por si.

E é bom, sim, para o Campeonato Brasileiro e para o futebol brasileiro, que o Flamengo tenha sido campeão.

Primeiro porque o Flamengo forte é um sinal de saúde. E depois porque, agora que temos um campeão diferente após três anos, talvez parem de detonar a fórmula.

A conquista teve a marca austera e trabalhadora de Andrade, a força e a presença de Adriano, a inteligência e o talento de Petkovic.

Parabéns à maior torcida do Brasil.

As notas da trigésima-oitava jornada do BR-09:

* A vitória (1 x 0: Eltinho – 2.830 pagantes nos Aflitos) sobre o rebaixado Náutico fechou a excelente campanha do Avaí, um dos destaques do campeonato.

* Sexto lugar (à frente de Atlético Mineiro, Grêmio, Goiás e Corinthians), para quem só queria ficar na Série A, é um resultado e tanto.

* Com menos de 6 mil torcedores em casa, o Atlético Mineiro (Corinthians 3 x 0: Souza-2 e Bill – 5.769 pagantes no Mineirão) se despediu com a decepção de quem fraquejou na hora decisiva.

* Desde a chance de liderar a tabela, se vencesse o Flamengo no Mineirão em 8/11, o Atlético perdeu cinco jogos seguidos.

* Pouco a dizer sobre o 0 x 0 (1.741 pagantes no Eduardo José Farah) entre Grêmio Barueri e Atlético Parananense. O Barueri vai jogar a Sul-Americana em 2010.

* O Vitória (2 x 2 com o Goiás: Roger, Felipe-2 e Leandro Domingues – 9.784 pagantes no Barradão) também, ficou com a última vaga.

* Depois de mexer na briga pelo título, nos jogos contra Flamengo e São Paulo, o Goiás deu férias antecipadas a sete jogadores.

* O Botafogo escapou da Série B, com mais uma vitória (2 x 1 no Palmeiras: Wellington, Jobson e Robert – 38.717 pagantes no Engenhão) na raça contra um pretendente ao título.

* O Palmeiras, fora até da Libertadores, é a grande decepção do BR-09.

* E o Cruzeiro (2 x 1 no Santos: Wellington Paulista, Neymar e Kléber – 6.942 pagantes na Vila Belmiro) terminou sua reação garantindo que voltará à Libertadores em 2010, um feito que não deve ser subestimado.

* A boa notícia do fim de semana santista foi a vitória da oposição na eleição. Alternância de poder é necessária.

* Pela primeira vez, desde 2004, o São Paulo (4 x 0 no Sport: Washington-3 e Rogério Ceni – 30.937 pagantes no Morumbi) não ganhou nenhum título na temporada.

* Mas irá à sua sétima Copa Libertadores seguida.

* Até o Flamengo virar no Maracanã, o Internacional (4 x 1 no Santo André: Alecsandro, Índio, Andrezinho, Giuliano e Nunes – 36.597 pagantes no Beira-Rio) era o campeão brasileiro de 2009.

* O Inter teve o segundo melhor ataque do campeonato, com 65 gols. O primeiro foi o do Grêmio, com 67.

* A invencibilidade de 11 jogos – com 7V – manteve o Fluminense (1 x 1 com o Coritiba: Marquinho e Pereira – 32.630 pagantes no Couto Pereira) na Série A, desafiando a percentuais.

* E em mais uma peça publicitária da campanha para a Copa 2014, invasão de campo e briga generalizada num estádio brasileiro.

* Foi na raça e no coração, porque decisão (Flamengo 2 x 1: Roberson, David e Ronaldo Angelim – 78.639 pagantes no Maracanã) é assim mesmo. Seis vezes Flamengo, sempre Flamengo.

* E que se reconheça a postura séria do Grêmio na última rodada.



  • Eduardo Pieroni

    Boa andré, e agora para onde vão VALDIVIA E KLEBER GRADIADOR será que vão querer jogar no palmeiras que esta fora da libertadores,falaram antes da hora,agora chora,juntio com GALO PARAGUAIO.kakakakakakaka.

  • Anna

    André, fiquei feliz com o título do Fla, mais ainda por causa de Adnrade que é um fofo e mostrou que é a antítese daquele treinador que estamos acosutmados, não é falastrão, é sereno, não fica dando aula em coletiva, é simples e humilde. Aliás, o campeonato do Fla quebrou váriso paradigmas. O Brasileirão 09 é carioca! Foi um dia feliz para todos os clubes, inclusive Vasco e América! Vou torcer para Petkovic ganhar a Bola de Ouro. Mostra que aos 37, pode ser craque em qualquer área! 😉 Grande abraço, Anna ps. me esquivo de falar do lamentável ocorrido em Curitiba. Lembro dos gladiadores tricolores somente!

  • Leonardo Pires

    André, vc sabe como eu gosto do seu blog e respeito, ainda que divergindo no mais das vezes, suas opiniões. Entretanto, chega a soar pueril o argumento apresentado por vc para manutenção do campeonato por pontos corridos. A mim não convence dizer que havendo 4 times disputando título é incontestável o fato de que o campeonato foi altamente competitivo. E devemos lembrar que essa fórmula permite situações esdrúxulas como a que vimos, o Grêmio não disputando nada e o Flamengo buscando o título. É uma aberração decorrente dos pontos corridos. Ressalte-se que ao mesmo tempo em que havia uma meia dúzia buscando o título e vaga na Libertadores, já há várias rodadas muitas outras equipes jogavam só pra cumprir tabela. Isso é sinal de campeonato competitivo? E o grande mérito dos pontos corridos, segundo seus defensores, de premiar o clube mais organizado e consistente, tb caiu por terra. Não me venha querer convencer que o Flamengo foi campeão por conta de consistência do time e organização ou competência da diretoria do clube… Diria que foi um tanto de sorte, muito de garra e um tal 12o jogador… Ah, e um técnico que não é chamado de ‘professor’!

    AK: Desculpe, pueril é acreditar que o que aconteceu nas últimas rodadas é decorrência do sistema. No mata-mata, há uma fase de classificação anterior em que as mesmas situações ocorrem na briga por posição nas rodadas finais e, principalmente, na luta contra o rebaixamento. O mérito dos pontos corridos não é premiar o time mais consistente (ainda que isso ocoorra na maioria das vezes), e sim premiar o melhor time. O campeonato desse ano permitiu o ataque de um “time de chegada”, porque não houve fuga na liderança. Isso não aconteceu nos anos anteriores. Um abraço.

  • Cruvinel

    Meu FLAMENGO agora é hexa!
    ( dizem por aí que é o primeiro hexa-hetero o brasileirao… )
    Esse campeonato foi emocionante na parte de cima e na parte de baixo da tabela ! O futebol do Rio nao morreu!

    E fica a honra: GANHAMOS O CAMPEONATO MAIS DISPUTADO (até agora) DA ERA DOS PONTOS CORRIDOS!

    E se nao fosse o Andrade acho q as coisas seriam muito diferentes! Os jogadores corriam em dobro por ele! Anos e anos trabalhando nos bastidores do clube… e hoje é ídolo-hexa!

    VALEU ANDRADE!

  • Cruvinel

    ….E que papelão o Palmeiras fez!
    (SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS-PIPOCA)

  • Anna

    Cruvinel, parabéns pelo título. O Palmeiras não pipocou, só se desestabilizou na reta final. Espero que Muricy fique. Grande abraço a todos, Anna. ps. André, depois faça por favor um boletim da Bola de Prata porque não poderei ver pois estou no trabalho.

  • Vagner Luis

    5 vezes Flamengo. Sei, esta discussão é interminável mas, se quiserem considerar o Flamengo campeão, algo que oficialmente não, como bem escreveu Antero Greco, que considerem campeões tbém Santos, Cruzeiro, Fluminense e Palmeiras na época da Taça Brasil.

    AK: Eu respeito a questão da nomenclatura. Não tenho problemas em concordar que o Sport ganhou o Campeonato Brasileiro de 1987, porque esse era o nome da competição. O Flamengo ganhou a Copa União. Porém, é ridículo que se discuta qual campeonato de futebol foi o mais importante do país naquele ano. Portanto, seis vezes Flamengo. São seis títulos do campeonato nacional mais importante do Brasil. Quanto aos vencedores de Taça Brasil e Robertão, não penso assim, como já escrevi aqui. Um abraço.

  • carlos alberto silva

    Gostei da comparação com Dias de Trovão (até coloquei um post lá)…

    O Flamengo venceu o campeonato não por causa de estrutura (financeira ou política) mesmo porque não tem, mas simplesmente porque venceu seus principais concorrentes (Internacional 4×0, São Paulo 2×1 – no Maracanã e Palmeiras 2×0 e Atlético 3×1 fora de casa).

    Isto tem um nome. Chama-se “time de chegada”. Das útlimas 17 partidas, venceu 13, empatou 3 e perdeu apenas uma…

    Por isso é que chegou na última rodada na frente de seus rivais (sem contar a brochada vergonhosa do São Paulo contra Botafogo e Goiás)…

    Portanto, não adianta tentar reclamar de time A ou B, a fim de desmerecer o título do Flamengo.

    É o legítimo campeão. Hexacampeão. Ponto final.

    Ps: Para quem contesta o título de 1987, acesse a coluna o Mauro César Ribeiro, que tem um post elucidativo sobre aquele campeonato vencido pelo Flamengo.

  • José Eduardo Freitas

    Eu que defendia o pontos corridos até recentemente, acreditando na igualdade da disputa que esse sistema oferecia, mudei de idéia após as entregas e malas que nortearam e viciaram principalmente este campeonato.
    O argumento de que no mata-mata também teriam entregas e malas me parece falso, principalmente no quesito importância, facilidade e objetivos envolvidos.
    Uma coisa é hipoteticamente, um time no fim de uma fase de classificação, já estar desclassificado ou classificado e ceder resultado para outro se classificar ou alguém ser prejudicado (nestes casos, que se use o argumento recente para limpar os PC, de colocar clássicos nas ultimas rodadas de classificação). Outra coisa, muito diferente, é a tres ou quatro rodadas do fim, já se falar em malas ou entregas de jogo, para candidatos ao título ou para evitar que rivais regionais cheguem a conquistá-lo.
    Que o PC tenha seus adeptos e o argumento de hipotéticas “vantagens”, não pode interditar o debate de se discutir o MM e suas também hipotéticas “vantagens”.
    Principalmente porque os ultimos mata-mata realizados pela CBF, foram de tal modo mal feitos que o objetivo parecia ser inviabiliza-los (chegou-se até a colocar times de divisões diferentes).
    Em vez de dois grupos de dez, por exemplo, classificando quatro para o titulo e quatro para o descenso em cada grupo (que deixariam apenas dois times por grupo, sem objetivos), em turno e returno dentro dos grupos, optou-se em criar um extenso pontos corridos apenas como criterio de classificação dos oito melhores e quatro piores, o que o tornou arrastado (exceção, 2009) e muito propício a manipulações (regra, 2005-08-09). Mesmo assim, essa formula que existiu até 2002, pareceu menos suscetível a malas do que os PC atual. O paulistinha atual, por exemplo, tem um criterio assim, misto, que é ruim, mas com menos denuncias de malas e entregas, apesar da disparidade tecnica entre os times (curiosamente, no caso, a mesma midia que prefere o PC para o brasileirão, prefere a formula MM clássica do campeonato carioca).
    Finalizando, o campeonato deste ano foi didático para demolir uma das vantagens do PC, que seria o da igualdade entre candidatos, já que ou temos um candidato a título disparando, que traria monotonia na disputa, ou temos alguns candidatos disputando de forma aguerrida num universo de varios times desinteressados e mais preocupados com outras vantagens ou em prejudicar desafetos.
    Em qualquer dos casos, o MM lida melhor com isso, a meu ver.
    Que pelo menos, haja o debate do critério de disputa, sem desqualificações do debatedor adversário por parte de alguns xiitas (como colocar “aínda tem gente”, “movidos por interesses”, ou coisas do tipo, que se escuta por parte de alguns patrulheiros quando alguém resolve levantar o debate).
    É o que penso!

    AK: Aqui não se desqualifica o debatedor, apenas se deixa claro o real motivo de certas correntes. O que penso é diferente do que você pensa, não há problema nenhum nisso. Um abraço.

  • José Eduardo Freitas

    Errata

    na hora de fazer uma edição do comentario para enviar, acabei colocando entre parenteses uma regra e algumas exceções sem atentar que ja havia suprimido a parte o texto em que os parenteses poderiam fazer referencia. O resultado é que os parenteses ficaram absolutamente sem sentido e sem qualquer referencia ao texto, já que o assunto eram os campeonatos anteriores a 2003.

    Quem os ler, favor desconsiderar.

  • Parabéns FLA!!! Parabéns FLU!!!

    Por ser corintiano e saber que meu time comporta-se de forma pífia e ridícula em campeonatos de pontos corridos (exceção à 2005, mesmo quase perdendo o título), sempre fui contra esse sistema…

    Mas 2009 foi um cala-a-boca para mim (e, creio, para muitos)… foi o campeonato mais emocionante que acompanhei, nas duas “pontas” da tabela…

    E outra: quem assistiu o jogo do FLA x Grêmio e ainda acha que existiu qualquer falcatrua… por favor! Tivesse o Grêmio entrando com o time titular, a vontade não seria a mesma (jogadores desmotivados, declarações e provocações polêmicas, blablabla…). Já a molecada jogou muita bola, dificultou e valorizou ainda mais o título rubro-negro. Quem REALMENTE acha que um jogador (do Grêmio), na hora do arremate final, pensa: ” – vou chutar essa bola raspando a trave, p/ o Bruno defender e meu companheiro errar na cara do gol… para deixar tudo mais ‘crível’!” … por favor, mude de tópico: deixe a área ESPORTE e vá para a TEORIAS E CONSPIRAÇÕES! Ah, aproveitando o ensejo: o Corinthians TAMBÉM não entregou… o time está RIDÍCULO mesmo (vide COR 2 x 3 NAU).

    Mas 2009 foi FENOMENAL! 1º semestre FENOMENAL e 2º semestre FLAFLUnomenal!!!

    Que venha 2010!!!

    http://felldesign.wordpress.com/2009/12/07/hexa/

  • Massara

    Gostaria de utilizar este espaço para agradecer aos atleticanos, que gentilmente guardaram a vaga na Libertadores para o Cruzeiro.

    Vocês realmente foram muito gentis e cordiais, como todo flanelinha deveria ser.

    Prometo que depois dou um trocadinho para vocês, ok?

    Ah, e peçam para o Papai Noel a camisa do Real Potosí da Bolívia de presente de Natal. Assim vocês começam o ano que vem já secando o maior time e a maior torcida de Minas.

    Um abraço.

  • Massara

    AK,

    Desculpe a ignorância, mas a Taça Brasil não era o principal campeonato de futebol entre (os principais) clubes do Brasil (envolvendo clubes dos principais Estados da Federação)?

    Abs.

    AK: Era. Mas não era o Campeonato Brasileiro, que só passou a existir em 1971. A diferença em relação à Copa União é que em 1987, obviamente, o CB já existia, e não há dúvida quanto ao “verdadeiro”. Um abraço.

  • Thiago

    Postura séria e digna dos profissionais do Grêmio, cuja direção ordenou a escalação de time de reservas, sendo que alguns são terceiros reservas do clube, desequilibrando o campeonato.
    A direção gremista e o Grêmio, como instituição, queria e entregou o jogo para o Flamengo ao “jogar às feras” meninos que sequer tinham viajado de avião ainda. O jogo foi complicado porque o Flamengo ficou nervoso pelo peso da decisão. No mais, parabéns ao Flamengo!

  • Ricardo Inocencio

    André, parabéns pelas entrevistas na Espanha, acompanhei na ESPN e ficaram excelentes.

    Sobre o sistema de pontos corridos, é um eterno debate.

    Eu sou contra. Concordo que o time mais regular, de melhor aproveitamento na soma das rodadas é o legítimo vencedor, mas olhando pelo lado torcedor, apaixonado por futebol me parece que fala um algo a mais.

    Ontem por exemplo, um estádio com 80.000 pra ver um time brigando pelo título contra outro de garotos que estavam ali pra provar que não ia ter nenhuma entrega de resultado. Isso sem falar que após o final da partida, o time campeão não pode nem mesmo levantar a taça pra sua torcida, porque a taça tem que ser entregue numa segunda-feira a noite (que tédio)num evento da entidade-mandachuva longe da torcida que pagou ingresso o ano todo, viajou pra lá e pra cá, sofreu…a taça vem longe do palco principal, vem toda fria, engravatada…sem aquela euforia, sem aquela alegria de um final de jogo decisivo.

    Isso sem falar que nem sempre a tabela ajuda na hora decisiva…o SP por exemplo, com chances de título pegou um Sport já rebaixado há várias rodadas…ao passo que Flamengo, Grêmio, Palmeiras pegaram o Sport durante o campeonato com outra motivação.

    Por isso eu penso que o mata-mata é melhor porque as duas equipes envolvidas na partida tem a mesma motivação, a mesma oportunidade de brigar pelo mesmo objetivo.

    É apenas uma opinião, respeito a sua e a dos demais que são a favor do sistema de pontos corridos.

    Um abraço,

  • Willian Ifanger

    Parabéns ao Fla e a sua torcida (Maracanã lotado é a segunda coisa mais linda do mundo). Mas quase o time sentiu a pressão do Maracanã lotado, de novo. Aliás, claro que sentiu.

    Agora, foi campeão um clube que está ressurgindo ou foi apenas uma efemeridade? Porque, logo após a conquista, a maioria dos jogadores não sabiam se ficavam pro ano que vem porque todos tinha propostas pra sair. Estranho esse tipo de coisa logo após um título tão importante.

    Sou são paulino e fiquei feliz com a última partida do time. Encarou que o jogo não valia o título, mas sim a temporada 2010. Sete Libertadores seguidas, 15 participações e fome de títulos depois de um ano sabático……hehehe. Que a diretoria contrate com sabedoria.

    Honestamente, vai ser ruim ficar sem futebol por 1 mês.

  • Cruvinel

    A bola de ouro da Placar foi merecidíssima ao Imperador Adriano que nao esteve na premiaçao pq está fazendo farra e bebendo todas até agora no morro kkkkk

  • Eduardo Pieroni

    Massara,

    Fantastico,bateu com luva de pelucia.

  • JGK

    O Campeão foi o melhor time de fato. Como justificar um campeão senão por sua campanha, por sua regularidade?

    Um campeão pode ser definido numa loteria, como são penalidades? Um vice pode ser invicto e o campeão ter menos pontos, ter vencido menos e perdido jogos, como ocorreu?

    Estamos em fase de adaptação ao sistema de pontuação corrida. Mas é o melhor.

    Deve-se valorizar a Copa do Brasil, com todos os times envolividos nos 4 escalões do futebol disputando-a, durante o ano inteiro, para que não ocorra o que ocorreu com o Corinthians, que disputou meio ano um campeonato desinteressadamente.

    Quanto às teorias da conspiração, esqueçam. Foi mostrado profissionalismo. Mesmo enfraquecido tecnicamente, seus titulares estavam cansados e desinteressados. Aqueles garotos foram campeões nacionais sub-20 ano passado. Eu sei, até estava em Porto Alegre aquele dia. Assim, foi visto um jogo disputado. Parabéns ao Grêmio, portanto. E parabéns ao Flamengo.

  • Nilton

    O post como sempre esta otimo, só errou no ultimo paragrafo:
    * E que se reconheça a postura séria do Grêmio na última rodada.
    Deveria ter dito que a postura dos jogadores do Grêmio foi séria, pois a diretoria já tinha feito o que tinha que fazer para acabar com o resto do campeonato, principalmente depois da belissima atuação do Sr. Roman na rodada anterior.

    AK: Acho que está claro que me referi aos jogadores. Um abraço.

  • Edouard Dardenne

    Entrei aqui e pretendia fazer piada em relação ao trágico final enfrentado pelo Palmeiras. Mas em respeito à dor que o torcedor deve estar enfrentando, vou deixar defazer qualquer comentário debochado e apenas oferecer meus votos de pesar. Fiquei muito triste com o ocorrido… Coitadinhos… Entrei na cantina hoje para almoçar e, veja você, o ‘seu Luigi’, abaixo de um poster do time, informava aos clientes: para sobremesa, só sorvete. O sonho acabou.” Um abraço.

  • Fala André!

    Curioso o fato dos melhores ataques serem gauchos…até ontem a escola deles era retranqueira e chute pro mato.

    Sou sao paulino, fiquei P* com o STJD que aprontou um pouquinho na hora errada e com corinthians e Gremio que, vamos ser sinceros, não queriam ganhar mesmo….

    Acho que a formula ideal é um misto:
    Os times que terminarem o campeonato com uma diferença de 3 pontos ou menos do 1º colocado, entram em disputa…pode ser final, triangular ou quadrangular. Agora se o time chegar 17 pontos a frente, como o SP de 2007, ai não há discussão, nem corpo mole, nem stjd, nem mala branca e nem arbitragem que desmereça o titulo..
    Será que isso funciona???

    Abss cara

    Bom trabalho pra vc!

  • Paulo Otah

    Mas, o flamengo ganhou a taça união e o sport ganhou o campeonato brasileiro em 87, porque então o flamengo é considerado campeão brasileiro?
    Já que você citou a cbf, no proprio site da mesma está claramente escrito que o único campeão brasileiro de 87 é o Sport.
    Seria o mesmo que dizer que o campeão da sulamericana é considerado campeão da libertadores, sendo dois torneios continentais.
    O flamengo teve a chance de disputar o titulo em 87 e se recusou, e mesmo assim você o considera campeão?

    AK: Assunto velho, pergunta já respondida. Um abraço.

  • ah…esqueci de comentar um detalhe:

    Parabens ao Flamengo que passou por cima de todo mundo. Ganhou do SP, do Palmeiras, do Galo…não há o que discutir, eles mereceram mesmo.

    E qnto ao meu SP…não tem problema perder um titulo depois de 3 ganhos..seria exagero e fanatismo doente exigir isso de um time. TRI já é MONSTRUOSO!

  • Paulo Otah

    Só pra constar:
    retirado de http://www.cbf.com.br/seriea

    CAMPEÕES
    2009 – Flamengo (Rio de Janeiro)
    2008 – São Paulo (São Paulo)
    2007 – São Paulo (São Paulo)
    2006 – São Paulo (São Paulo)
    2005 – Corinthians (São Paulo)
    2004 – Santos (São Paulo)
    2003 – Cruzeiro (Minas Gerais)
    2002 – Santos Futebol Clube (São Paulo)
    2001 – Atlético Paranaense (Paraná)
    2000 – COPA JOÃO HAVELANGE – Vasco da Gama (Rio de Janeiro)
    1999 – Corinthians (São Paulo)
    1998 – Corinthians (São Paulo)
    1997 – Vasco da Gama (Rio de Janeiro)
    1996 – Grêmio (Rio Grande do Sul)
    1995 – Botafogo (Rio de Janeiro)
    1994 – Palmeiras (São Paulo)
    1993 – Palmeiras (São Paulo)
    1992 – Flamengo (Rio de Janeiro)
    1991 – São Paulo (São Paulo)
    1990 – Corinthians (São Paulo)
    1989 – Vasco da Gama (Rio de Janeiro)
    1988 – Bahia (Salvador)
    1987 – COPA UNIÃO – Sport Recife (Pernambuco)
    1986 – São Paulo (São Paulo)
    1985 – Coritiba (Paraná)
    1984 – Fluminense (Rio de Janeiro)
    1983 – Flamengo (Rio de Janeiro)
    1982 – Flamengo (Rio de Janeiro)
    1981 – Grêmio (Rio Grande do Sul)
    1980 – Flamengo (Rio de Janeiro)
    1979 – Internacional (Rio Grande do Sul)
    1978 – Guarani (Campinas)
    1977 – São Paulo(São Paulo)
    1976 – Internacional (Rio Grande do Sul)
    1975 – Internacional (Rio Grande do Sul)
    1974 – Vasco da Gama (Rio de Janeiro)
    1973 – Palmeiras (São Paulo)
    1972 – Palmeiras (São Paulo)
    1971 – Atlético Mineiro (Minas Gerais)

    Agora, por favor, encontre 6 titulos do flamengo aí
    🙂

  • Rodrigo

    André, vc que acompanha NFL,NBA… pode me responder, porque esses torneios podem ter PLAY OFFS e os daqui nao podem?(E sao 2 bom exemplos de torneios esportivos extremamente bem sucedidos)
    E outra coisa, sou a favor do debate, mas vcs da imprensa passam a sensaçao de que quem defende Mata-Mata é do “mal” e quem defende Pontos Corridos é do “bem”. Sao so 2 formulas diferentes. Apenas isso.
    E usando uma logica dedutiva, se o diretor da Globo esporte prefere mata mata, é pq da mais audiencia,e se da mais audiencia paraTV , nao acaba ajudando tb os clubes de futebol? (Com patrocinios mais caros,por exemplo).
    Att,
    Rodrigo.

    PS: Voce podia de vez em qnd comentar as noitadas da NFL na Espn.

    AK: O campeonato nacional de futebol de um país deve ser realizado no sistema de pontos corridos. Ele é o sistema mais justo, que premia o melhor, e permite que a temporada inteira seja planejada (datas, exploração do estádio…). Fórmula de disputa é questão de gosto. Nada tenho contra o mata-mata, ao contrário. Apenas não acho que seja a melhor maneira para determinar o campeão de um país. Não acredito em comparações entre NBA, NFL e futebol. Se pensarmos assim, vamos acabar com o rebaixamento e fazer jogos de pré-temporada no México e no Japão. Um abraço.

  • Alexandre

    Caro André, não entendi bem as suas respostas ao Vagner Luis e ao Massara. Me acompanhe, por favor:
    1) O Sport é o “Campeão Brasileiro” de 87, pois assim o diz a CBF, que é quem tem o poder para tal, correto?
    2) Mas o Flamengo ganhou a Copa União, o campeonato “mais importante” de 87, o que o faz considera-lo seis vezes campeão nacional, correto?
    3) Quem ganhou os campeonatos nacionais anteriores a 71, tal como o Flamengo/87, não ganhou o “Campeonato Brasileiro”, pois ele não existia à época, correto?
    4) Mas estes mesmos campeonatos anteriores a 71 eram os “mais importantes” desta época, correto?
    5) Então, me desculpe, caro André, mas só há 2 formas (excludentes) de considerar as 4 afirmativas ao mesmo tempo corretas e manter a coerência, a lógica:
    6) Ou se consideram os times que ganharam antes de 71 também campeões nacionais (embora não Campeões Brasileiros), com direito à somar os títulos tal como se somam os títulos da Copa União e da Copa João Havelange aos títulos do verdadeiro Campeonato Brasileiro;
    7) Ou NÃO se consideram estes times que ganharam antes de 71 como campeões nacionais PORQUE o futebol praticado antes de 71 no Brasil era “menos importante” que o praticado depois de 71;
    Na minha opinião, a afirmativa 7 é claramente absurda. Então considero correta a afirmativa 6.
    E você?

    AK: Essa conversa é antiga, já dei minha opinião. Mas vamos lá:

    1) O Sport ganhou uma competição chamada “Campeonato Brasileiro” em 1987. A CBF, por ora, o considera o campeão brasileiro daquele ano. Ninguém, além dela e do Sport, pensa assim.

    2) Correto.

    3) Sim.

    4) Não. Quem ganhou a Taça Brasil e o Robertão, torneios anteriores a 1971, ganhou a competição mais importante da época. Porém, obviamente, não ganhou o Campeonato Brasileiro. Em 1987, o Flamengo ganhou a competição que é considerada por todos (menos a CBF e o Sport) como o Campeonato Brasileiro de futebol, apesar de não se chamar assim. Não é correto igualar a Taça Brasil e o Robertão à Copa União. O mesmo vale para a Copa João Havelange, pois não há a menor duvida de que ela foi o Campeonato Brasileiro daquele ano.

    5) Isso é você quem afirma.

    6) Se os times que ganharam os torneios anteriores à 1971 quiserem se considerar campeões nacionais, estão no seu direito. Nesse caso, os times que ganharam a Copa do Brasil também poderão fazê-lo. Mas não devem, na minha opinião, se considerar campeões do Campeonato Brasileiro, por motivos óbvios.

    7) Hipótese absurda, realmente.

    Um abraço.

  • leonardo atleticano

    André, a única coisa boa que tirei do brasileiro, foi ver uma figura gentil e serena como o Andrade ser o campeão e um Silas fazer um trabalho fenomenal. Mostra para os arrogantes de plantão que máscara e falta de educação não são elementos indispenssáveis a um grande técnico. No mais foi um fim melancólico e triste, pelo menos para mim. Minhas saudações ao grande Andrade, no meu entender o maior responsável pelo sucesso, fosse outro técnico a atingir o feito, hj estaria exigindo uma estátua gigante.

  • guilherme gonzaga

    André

    Parabéns pela reportagem com o Kaká
    Parabéns ao Flamengo, merecidamente o melhor time. Embora não há como não dizer que houve interferência externa neste campeonato.

    Também fiquei muito cabrero com a postura do Grêmio, pois acredito que este só deixou o flamengo ganhar pq o Internacional estava naquele instante em 2º colocado, fosse outro time talvez disputassem para valer o jogo. Qual sua opinião sobre o vídeo que circula na internet aonde o jogador do grêmio claramente fala para outro parar de chutar?

    Também gostaria de dizer que na minha opinião o Flamengo é penta, lamento quem diga ao contrário, afinal opinião é que nem bunda, todo mundo tem a sua.

    Para aqueles que não concordam comigo peço que respondam algumas questões:
    1. Quem é o campeão de 1987 segundo a CBF. Quem está no site da CBF como campeão.
    2.O módulo verde foi disputado apenas pelos times que legitimamente deveriam estar na 1ª divisão em 1987?
    3. O módulo amarelo tinha só times da 2a divisão de 1987? O que o vice campeão de 1986 (Guarani) estava fazendo ali? Junto com o 4º colocado do Brasileiro (América)?
    4. O Sport não foi declarado judicialmente por sentença transitada em julgado como campeão?
    5. Quem disputou a Taça Libertadore scomo Campeão de 1987?
    6. Aonde está a taça do Campeonato Brasileiro de 1987?

    Esse papo de que a Copa União reunia os principais clubes não convence, só poderiam ser chamados de principais clubes aqueles que deveria estar na 1ª divisão de 1987 com base no final do campeonato de 1986. A copa união representou uma virada de mesa, que expurgou times menores do Campeonato Brasileiro. O critério na Copa união não era merecimento, mais sim representatividade. Não consigo aplaudir tamanho ato de segregação.

    Às vezes acho que você insiste com essa questão do título de 1987 por demais influenciado pelo Juca que é um dos mais reticentes nessa questão

    Infelizmente esta será uma discussão eterna. Jamais poremos um ponto final nela, pois após a palavra da CBF, o que restou foi inconformismo de alguns.

    AK: Sugestão de leitura:

    http://www.trivela.com/Conteudo.aspx?secao=45&id=16544

    Um abraço.

  • carlos alberto silva

    Caro Guilherme Gonzaga:

    A fim de elucidar as suas dúvidas, acesse o Blog do Mauro César Pereira.

    Ao final, você vai saber porque o Flamengo é Hexacampeão Brasileiro.

    Abraços.

  • carlos alberto silva

    Caro Guilherme Gonzaga e demais analfabetos de plantão:

    A fim de elucidar as suas dúvidas, acesse o Blog do Mauro César Pereira.

    Ao final, você vai saber porque o Flamengo é Hexacampeão Brasileiro.

    Abraços.

  • Marcos Vinícius

    Cara,discordo radicalmente dos seus argumentos quando vc diz que o Flamengo foi campeão de 87.

    Vejamos:

    À Vagner Luis:
    “É ridiculo que se discuta qual campeonato de futebol foi o mais importante daquele ano”
    Campeonato de futebol envolvendo os times habilitados a participarem da primeira divisão do nosso futebol só tem um:O organizado pela CBF.É a CBF quem manda no nosso futebol,a CBF é a voz da FIFA no Brasil,qualquer outro campeonato que não seja organizado pela CBF é paralelo,não é autêntico,e não deve ser reconhecido como campeonato.Portanto,não houve,naquele ano,campeonato menos ou mais importante,só houve um,o organizado pela CBF.

    À Massara:
    “…e não há duvida quanto ao “verdadeiro”.
    Se há um “verdadeiro” campeão,é o Sport,esse sim reconhecido pela CBF.Quanto a isso realmente não há dúvidas.

    À Alexandre:
    “Nesse caso os times que ganharam a Copa do Brasil também poderão fazê-lo”(considerar-se campeão brasileiro)
    Amigo,essa foi a pior.A Copa do Brasil não é campeonato,é torneio,e disputado com uma fórmula absolutamente diferente.Não há a menor possiblidade de um campeão da Copa do Brasil reivindicar o título de campeão brasileiro,pois o nosso Brasileirão é CAMPEONATO,e a Copa do Brasil,como o próprio nome já diz,É COPA!

    E,por fim:
    Um dos direitos do campeão brasileiro daquela época era disputar a Libertadores do ano seguinte(apenas o campeão a disputava).
    Em 1988 o representante brasileiro na Libertadores foi o Sport.O Flamengo não obteve o direito de disputa-la.Logo,não foi reconhecido pela CBF como campeão,pois se fosse disputaria a Libertadores do ano seguinte.

    PARABÉNS A INSTITUIÇÃO CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO E À SUA TORCIDA PELA INCONTESTÁVEL CONQUISTA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2009.
    O Flamengo fez,e muito,por merecer esse caneco.

    AK: Uma correção, pois você entendeu errado o que está escrito no terceiro comentário citado acima: eu disse “campeões nacionais”, não “campeões brasileiros”. A Copa do Brasil é uma competição “nacional”, assim como era a Taça Brasil. É incrível a dificuldade de compreender o que está escrito de forma absolutamente clara.

    E para entender o que aconteceu no futebol brasileiro em 1987, sugestão de leitura:

    http://www.trivela.com/Conteudo.aspx?secao=45&id=16544

    Um abraço.

  • Luiz Fernando – Rio

    Kfoure,
    Escreve aí, o time do campeonato, aquele que jogou o melhor futebol no brasileirão 2009, chama-se Fluminense. O Futebol de Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Cruzeiro, Atlet. Mineiro, Internacional etc…, não chegaram nem perto ao apresentado pelo time do Cuca. Os tricolores cariocas estão de parabéns, foram buscar uma classificação que ninguém acreditava, nem a diretoria do próprio clube, que declarou que já estava trabalhando para encarar a segunda divisão em 2010. Bonito o Fluzão, que gosta realmente de futebol, deveria nunca esquecer dessa lição que os tricolores cariocas apresentaram.

  • Gostaria de saber dos que não acham que o Flamengo foi campeão brasileiro em 1987, quanto foi o jogo entre São Paulo e Sport pelo mesmo campeonato, já que o Sport é o legítimo campeão.

    Ora, façam me o favor de procurar algo para fazerem.

    MENGOOOOOOOOOOOO!!!

    HEXACAMPEÃO!!!

    1980-1982-1983-1987-1992-2009

  • Shao

    André,

    Um link para alegrar um pouco o dia

    http://chongas.mtv.uol.com.br/2009/12/grupos-da-copa-do-mundo-2010/

    Abraços

  • Emanuel Borges

    Comentando a resposta do André Kfouri ao comentário de Alexandre sobre o titulo do Sport de 87:

    Na verdade, ninguém além da mídia e dos flamenguistas desconsideram este titulo do Sport, talvez se você sair do seu meio, e conversar mais com o povo brasileiro, que ao contrário de muitos pensam, não é só feito de flamenguistas, verá o que nós estamos falando.

    Sobre o quinto título do Flamengo, totalmente merecido. Não concordo nem discordo que o Grêmio tenha aberto as pernas, porém, se querem realmente acusá-lo disso, não deve-se parar por ae, me lembro bem do inicio do campeonato, quando o meu Cruzeiro ainda disputava a libertadores, ele jogava o Brasileiro com time reserva, sem oferecer muita resistência pra vários times, inclusive perdendo pro Patético Mineiro por 3×0. Não perdeu para o Flamengo, mas perdeu para o São Paulo, seguindo a mesma analogia de entrega do Grêmio, caso o SP tivesse sido campeão, o Cruzeiro seria o “culpado”. Empatou com o Inter no Mineirão, ou seja se tivesse jogado com time completo, o Inter não teria chegado a ultima rodada em condições de disputar o titulo. Sem falar que essas vitórias no inicio do campeonato pode ter servido de motivação para os times terem ido até onde foi.

    Parabéns Flamengo, pelo título LIMPO, conseguido não só pela competência do time, mas pela incompetência dos seus adversários.

    AK: É uma pena que você leve essa questão para o território flamenguistas x não-flamenguistas. Eu não sou Flamengo e penso como penso, porque minha opinião é baseada nos fatos. O ponto central da conversa não é quem ganhou a Copa União, é a Copa União. Se o campeão tivesse sido qualquer outro time, minha opinião seria a mesma. E tenho certeza de que se tivesse sido o seu Cruzeiro, você pensaria como eu.

    Sugestão para que se entenda o que aconteceu em 1987:

    http://www.trivela.com/Conteudo.aspx?secao=45&id=16544

    Um abraço.

  • jorge

    PRA QUEM ENTENDE DE FUTEBOL E ACREDITA Q FUTEBOL NÃO SE RESUME AO Q ACONTECE NO CAMPO, MAS “PODE” SER UM AGENTE DE CRESCIMENTO PARA O POVO… O FLAMENGO EH PENTA… POIS NÃO ENTROU EM CAMPO QUANDO DEVERIA… SE ENTRASSE PODERIA SER CAMPEÃO, MAS NAUM ENTROU… ENTAUM EH PENTA… NÃO FAÇAM DO BRASIL FAVELA SEM LEI!!!!!

    E EU ESPERAVA(COMO ESTÁ ACONTECENDO) ESSE TIPO DE DECLARAÇÃO DA GLOBO, MAS NÃO DE VC ANDRE KFURI, QUE SE DIZ ALGUEM COMPROMETIDO COM A INFORMAÇÃO E TRABALHA NUMA EMISSORA COM O SLOGAM: “JORNALISMO É O NOSSO ESPORTE”

    AK: Sugestão para que se entenda o que aconteceu em 1987:

    http://www.trivela.com/Conteudo.aspx?secao=45&id=16544

    Um abraço.

  • Eduardo Pieroni

    Já deu deu este assunto todo mundo é campeão, vamos festejar e tomar cerveja no GALINHEIRO! que o ano que vem tem mais.

  • Ricardo Pires

    André, o Cruzeirão chegou!!!!!!!!!!!!!!!

    2010 promete… viva a imprevisibilidade do futebol!!!!!!

    Abs e agradecimentos aos atleticanos por segurarem a vaga. Camisas do Real Potosí já devem estar à venda.

  • VC SE PORTOU COMO UM TORCEDOR… ATÉ POR QUE VC AINDA SITA A COPA JOÃO HAVELANGE CONQUISTADA PELO VASCO!!! POR QUE VC NAUM COMENTA A EXCLUSÃO DO AMERICA-RJ DA COPA UNIÃO SENDO Q NO ANO ANTERIOR ESTE MESMO TINHA SIDO VICE DO CAMPEONATO NACIONAL!!! ESTÁ USANDO DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS NAS SUAS CONSIDERAÇÕES!!!

    NÃO SE ESQUEÇA QUE O BOM JORNALISTA É IMPARCIAL, INDEPENDENTE DE SUAS CONVICÇÕES E É POR ISSO QUE ARMANDO NOGUEIRA É E SEMPRE SERÁ “O JORNALISTA ESPOTIVO”!!

    AQUELE ABRAÇO

    AK: Lamento que você não tenha entendido o que escrevi. Um abraço.

  • Alexandre

    Caro André, sem querer mer estender no assunto, gostaria de fazer apenas mais um comentário.
    Quando você diz que TODOS, menos a CBF e o Sport, consideram a competição ganha pelo Flamengo como campeonato brasileiro de futebol de 87, está claramente faltando com o respeito aos que pensam diferente de você. Quando fala que a conversa é antiga faz parecer que o assunto é simples e está resolvido, o que não é verdade.
    Em tempo, minha opinião é semelhante à do seu colega de Lance, Mauro Beting: o título de 87 deveria ser dividido, já que o caso é similar aos vários rachas (o que houve em 87, factualmente, foi isso: um racha) nas federações estaduais nas primeiras décadas do século XX, com vários campeonatos paulistas, cariocas, etc, oficialmente divididos, sem se procurar saber se um lado tinha razão ou não, até porque isto é bastante relativo (será que se tivessem alijado o Corinthians ou o São Paulo ou o Palmeiras, ao invés do vice de 86 Guarani, pensariam da mesma forma?).
    Quanto aos campeonatos anteriores a 71, considero a Taça Brasil similar e de mesma importância à Copa do Brasil e o Robertão similar e de mesma importância do Brasileiro pós-70 (vejam http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rgp1970.htm e http://www.rsssfbrasil.com/tablesae/br1971.htm).
    Por fim, uma provocação: quem afinal é o campeão mundial de 2000: o Corinthians (campeão oficial, como o Sport/87), o Boca (campeão de fato, como o Flamengo/87) ou o título deve ser dividido???

    AK: Sobre o que aconteceu em 1987: http://www.trivela.com/Conteudo.aspx?secao=45&id=16544

    Respondendo sua última pergunta: o título não pode ser dividido porque não é o mesmo. Em 2000 (e só em 2000), aconteceram duas competições diferentes. O Boca Juniors ganhou a Copa Intercontinental, o Corinthians ganhou o Mundial de Clubes da Fifa. Assim como Campeonato Brasileiro e Copa União, em 1987, são dois torneios. Um abraço.

  • LEANDRO CASTRO

    6 VEZES ?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

  • FabianoPadilha

    Caro André, a sua obrigação é informar corretamente. Caso contrário, informação vira propaganda nazista, como boa parte da cronica esportiva vem tentando fazer. O Sport não ganhou uma competição que era chamada de “Campeonato Brasileiro”. O clube pernambucano ganhou o Campeonato Brasileiro, informação oficial registrada nos anais da CBF e da Fifa, respaldada por decisão da Justiça Federal. É pouco? Então, vá à Ilha do Retiro e confira: a taça está lá. Se você ou alguém mostrar a taça de campeão brasileiro de 1987 na sede do Flamengo eu posso até mudar de ideia… E mais um detalhe: não é “por hora”. O processo transitou em julgado. Você pode até questionar e dizer que foi um título polêmico, coisa e tal, mas dizer que o Flamengo ganhou um título brasileiro em 87 jamais. E o Fla poderia muito bem ter seguido o exemplo do Vasco, lembra. Disputou a final da Copa João Havelange com o campeão da “segunda divisão” e foi homologado campeão brasileiro de 2000. Título inquestionávelo.

    Saudações

    AK: Opiniões devem (ou deveriam) ser baseadas em informações. Eu opino com as informações sobre o que aconteceu em 1987. Se você quiser acessá-las, clique aqui:

    http://www.trivela.com/Conteudo.aspx?secao=45&id=16544

    Um abraço.

  • Leonardo Lopes

    E o Muricy hein…. É melhor que o Caio Junior. Ele alcança os objetivos…

    O Caio passou o Campeonato de 2007 inteiro tentando ganhar a vaga na Libertadores. Não conseguiu…
    O Muricy passou esse Campeonato inteiro tentando perder. E conseguiu…

    PS. Sem ironia conosco… Palmeirenses podem criticar o Muricy.

    Abraço.

  • Alexandre

    Tá lá: http://www.trivela.com/Conteudo.aspx?secao=45&id=16544

    A CBF, em crise, abre mão de organizar o Brasileiro de 87. É fundado o clube dos 13, que cria a Copa União. Times médios bem classificados no Brasileiro de 86, como Guarani, América-RJ e Portuguesa são sumariamente excluídos da Copa União. A Globo apóia ($$$). Os excluídos se revoltam. A CBF muda de idéia e cria o “seu” Brasileiro. O interlocutor do Clube dos 13 na CBF concorda com proposta da mesma de que os finalistas dos dois torneios devem se cruzar para definir o Campeão. Os demais membros do clube dos 13 discordam. Flamengo e Inter, campeão e vice da Copa União se negam a jogar com Sport e Guarani, campeão e vice do torneio da CBF. Sport é declarado campeão brasileiro e disputa, juntamente com o Guarani, a Libertadores do ano seguinte. Com o rabinho entre as pernas, o clube dos 13 volta para os braços da CBF, que organiza o Brasileiro de 88. Fim.

    Resumo da ópera: confusão geral, como tantas outras na história do futebol brasileiro. Com razão, só o América-RJ, que se recusou a participar do circo.

    Curiosidade: Em inúmeros outros casos semelhantes (vejam as listas completas de campeões paulista e cariocas, por exemplo), sempre se decidiu pela salomônica “divisão” dos títulos, ao menos para efeitos estatísticos, mas neste caso a CBF resolveu ignorar o Flamengo e a mídia resolveu ignorar o Sport.

    AK: Não acho que seja possível dividir um título que não é “um”, mas dois. Um abraço.

  • BASILIO77

    Na MINHA opinião, a sétima edição do Brasileirão modelo PC mostrou definitivamente os defeitos e vícios desse formato.
    E opinião não é SÓ baseada em informação, mas em gosto particular…preferência.
    AK, que vc adore esse formato, tudo bem…mas transformar SUA opinião em verdade absoluta…menos amigo…menos.
    Desce do coqueiro.

    Quanto ao comentário jocoso: “E pensar que, pouco tempo atrás, tinha gente querendo mudar o sistema de disputa…”

    EU QUERO!
    Nunca tive tanta certeza disso.
    Parabéns ao campeão.
    Abraço.

    AK: Não tenho a menor intenção de transformar a minha opinião em verdade absoluta. Mas a TV, que queria mudar, agora não quer mais. Um abraço.

  • Simone

    Como boa flamenguista que sou, eu me considero Hexa, mas no papel, para a CBF isso não é verdade. Penso que seria melhor se a CBF considerasse o Fla campeão, como ela nunca vai fazer isso, comemorando meu hexa.
    Agora, André, ocê tem paciência de Jó, respondeu sobre o memo tema em quase todos os comentários
    abçs

  • Marcos Vinicius

    O que ,vc coloca como “está escrito de forma absolutamente clara” é o que vc pensa a respeito de determinado assunto.O que está absolutamente claro é sua opinião,e quanto a isso não há discussão,pois qualquer opinião deve ser respeitada.Mas isso não significa que vc esteja com a razão.
    Absolutamente claro está a sua opinião.E eu discordo dela.
    E que isso fique absolutamente claro.

    AK: Eu me referi a uma frase, só uma, que está escrita de forma cristalina, e que você entendeu errado. Nada a ver com opinião, apenas a Língua Portuguesa. Um abraço.

  • Urubu azarão

    O título do Flamengo foi provavelmente a melhor solução, dentre as possíveis, para o Campeonato Brasileiro. A crônica futebolista terminou desmoralizada, após defender favoritismos enganadores durante o ano todo. O fracasso de treinadores célebres e supervalorizados, como Vanderlei Luxemburgo e Muricy Ramalho, demonstrou que a descortesia e a arrogância não ganham jogos.
    Agora, como sempre, tudo parece comprovar o sucesso dos pontos corridos, esta enorme falácia do podre mundo ludopédico. Poucos admitem, porém, que o triunfo rubro-negro (penta, insisto) contraria toda a cartilha da “regularidade” e da “competência” que parece associada ao modelo.
    Venceu um time fraco, montado às pressas, dirigido por técnico inexperiente, numa campanha irregular, com o clube em permanente crise, cercado de problemas financeiros e administrativos. Até outro dia, os comentaristas das capitais diziam que esse era um exemplo típico das injustiças do sistema com jogos eliminatórios e finais.

  • Marcos Vinicius

    AK: Pelo amor de Deus, e pela última vez: eu NÃO (N-Ã-O) sugeri que o campeão da Copa do Brasil pode se dizer campeão brasileiro. LEIA o que está escrito. Um abraço.

    Amigo,tem a ver com opinião,sim.
    Vc coloca o campeão da Copa do Brasil como campeão nacional,e o campeão do Campeonato Brasileiro como campeão barsileiro,o que é óbvio,pois o próprio nome da competição sugere isso.
    E vc sugere que os campeões da Copa do Brasil poderiam reivindicar o título de campeão brasileiro.
    Vejamos como é questão de opinião:

    Sou da opinião que tanto o campeão da Copa do Brasil quanto o do Campeonato Brasileiro são campeões nacionais.São competições diferentes,de formato e fórmula diferentes,a Copa é muito mais abrangente,dela paticipam times de todos os estados,e o Campeonato é mais “elitizado”,há critérios muito mais rígidos para se participar do Brasileirão.
    Mas,a partir do momento em que ambas as competições são de abrangência nacional,são reconhecidas pela entidade máxima do futebol brasileiro,os campeões podem se considerar campeões nacionais.A Copa é mais democrática,o Campeonato é mais elitizado,mas ambos são de abrangência nacional.
    Então,amigo,na minha opinião,não há o que se diferenciar,não creio que seja adequado classificar um como campeão nacional e outro como campeão brasileiro.O que se deve é diferenciar de qual competição o time foi campeão,pois cada uma tem valor e peso diferente.Mas ambas são de abrangência nacional/brasileira.Logo,o campeão de cada uma dessas competições pode ser considerado campeão nacional.

    E sobre o link sugerido por vc em comentário anterior:
    Está claro,como diz vc,”de forma cristalina”,que o autor do texto sugere que a decisão de considerarmos ou não o Flamengo(também) campeão nacional/brasileiro de 1987 deve partir da CBF,que até o presente momento não se manifesta sobre o assunto,deixando o Sport Clube de Recife como campeão nacional de 1987.
    Então:
    Se é a CBF que manda no futebol em nossa terra,e ela diz que o campeão de 87 é o Sport,porque a imprensa(e não me refiro apenas a vc,mas a muitos colegas seus) insiste em colocar o Flamengo campeão do mesmo ano?
    Abraço,querido!

  • BASILIO77

    Pô, eu tava esperando uma sapatada…

    Já que não veio, te pergunto:
    Depois desse brasileirão, vc mudou seu conceito sobre o Muricy?
    A maioria dos sampaulinos e alguns de outras torcidas como eu, continuam com a mesma opinião: não é top!
    O tricolor NÃO precisa gastar grandes somas com treinador, lá a coisa anda sozinha, e bem.
    No máximo, Muricy teve participação “considerável” apenas no titulo de 2008.
    Abraço.

    AK: Meu conceito sobre MR é que ele é um técnico acima da média do futebol brasileiro. Top? Acho que não, mas certamente sabe o que faz com grupos que ele conhece e teve influência na montagem. Não acho que esse período no Palmeiras seja suficiente para avaliar o trabalho dele no clube. Um abraço.

  • Leonardo Lopes

    Guilherme Scalzilli,

    eu acho que o Flamengo não venceu o Campeonato… Ele só não teve tempo de perdê-lo como os outros fizeram… Talvez mais duas ou três rodadas, ele poderia tropeçar um jogo (vide Goiás) e outro, até o Cruzeiro, poderia assumir a liderança. E o meu pensamento continuaria, como um círculo vicioso…

    Conclusão (MINHA OPINIÃO): O Campeonato pode ter sido o mais emocionante! Tambem foi o mais fraco.

  • Ana Paula

    vocês da imprensa deveriam ter um mínimo de dignidade e parar com essa que o Flamengo é hexa. Vcs como formadores de opinião, deveriam ser os primeiros a publicar aquilo que é oficial, verdadeiro. Nesse caso, o verdadeiro é o que está na CBF, na FIFA e que todos sabem que a justiça acatou e que o Flamengo não tem mais como entrar com recurso: O Sport é o campeão de 1987, portanto o Flamengo é penta! isso tudo que tá acontecendo é simplesmente deplorável pra vcs jornalistas que acabam por perder a credibilidade, o que, para um jornalista, é lamentável! Espero que vcs tenham a humildade para uma retratação!
    abs,
    Ana Paula

    AK: Ninguém perde credibilidade por opinar baseado em fatos. O Flamengo ganhou seis vezes o campeonato de futebol mais importante do Brasil. São cinco títulos do Campeonato Brasileiro e um da Copa União, em 1987. Um abraço.

  • BASILIO77

    Dentro do pais, no primeiro semestre temos dois campeonatos, o estadual(menos importante) e a Copa do Brasil(mais importante).
    Em 2002 não houve estadual porpriamente dito, substituido pelo regional, no meu caso o RJ X SP, este ocupando o lugar de “menos importante do semestre”.
    Então posso afirmar que o meu SCCP é o TRIcampeão paulista, já que ganhou 2001, 2002(representado pelo Riosampaulo) e 2003.
    Simples.
    Abraço.

  • Marcelo

    Sim, o Grêmio teve uma postura muito sería mesmo. Realmente, seriamente decidido em entregar o título pro urubu e prejudicar o rival. Mandar um time reserva pra partida foi vergonhosa atitude de um Grêmio não imortal como se auto-denomina, mas tão somente imoral.

  • Paulo Otah
  • Ricardo Dias

    O problema dessa discussão é que tem muito moleque que usava fraldas ou sequer era nascido em 1987. Essas pessoas desconhecem as causas e consequencias desta confusão iniciada pela própria CBF. Agora têm opinião formada, influenciados pelo oportunismo do sport e rivalidade com o Flamengo.

  • Mauro Domingos

    Bom André, só pro pessoal q ainda não leu nada sobre a polêmica de 1987, a tabela do Sport…
    Tabela do ‘CAMPEÃO BRASILEIRO’* de 1987

    Primeira Fase
    16/09 – Atlético/PR 1 x 1 SPORT
    20/09 – SPORT 2 x 0 Guarani
    23/09 – SPORT 3 x 0 Criciúma
    27/09 – Joinville 0 x 1 SPORT
    30/09 – Portuguesa 1 x 1 SPORT
    04/10 – Atlético/GO 0 x 0 SPORT
    07/10 – SPORT 1 x 0 Rio Branco/ES
    11/10 – SPORT 4 x 0 Inter de Limeira

    Segunda Fase
    25/10 – SPORT 2 x 1 Ceará
    28/10 – Bangu 2 x 0 SPORT
    01/11 – SPORT 1 x 0 Náutico
    08/11 – SPORT 0 x 0 Vitória/BA
    11/11 – CSA 0 x 1 SPORT
    15/11 – SPORT 2 x 1 Treze/PB

    Semifinais
    25/11 – Bangu 3 x 2 SPORT
    29/11 – SPORT 3 x 1 Bangu

    Finais do Módulo Amarelo
    06/12 – Guarani 2 x 0 SPORT
    13/12 – SPORT 3 x 0 Guarani
    Obs. Nos pênaltis 11 x 11. O Sport foi
    declarado campeão do grupo amarelo
    pela CBF, pois fez a melhor campanha.
    * Ironia.

  • Gilberto RS RJ

    Ahahahahah agora quero ver esses chatos de plantão defenderem q o Fla não é hexa! Se alguém puder publicar as campanhas de Fla e do meu Inter, comparem essas “potências” que o Sport (time guerreiro, de massa, mas médio) com os q os dois clubes do povo enfrentaram! saudações coloradas e parabéns aos Flamenguistas. Foi na bola, sem apito amigo!

  • Paulo

    O Palmeiras precisa de equilíbrio. E isso não virá da grande maioria da imprensa paulista e brasileira, interessada constantemente em perturbar o ambiente de um time de tradição que não é da elite de quatrocentos anos do Morumbi (donos da mídia) e nem do povão e dos políticos (vide presidente Lula), que também conta com muitos aficcionados não declarados e confessos, entre os repórteres e comentaristas. A equipe rendeu sim, abaixo do esperado, decepcionou, mas também foi gravemente prejudicada por arbitragens, num torneio decidido pelas ingerências do STJD. Como em 2005, 2006, 2007 e 2008. As bolas da vez, já foram Corinthians, São Paulo, e agora, o Flamengo da Cidade Maravilhosa, sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Futebol é organização, força política e cinismo. Muito mais do que o esporte que apaixonava a todos no passado. Não pode chamar o juiz de ladrão, mesmo que ele roube, não pode modernizar o jogo com a introdução do apito eletrônico (porque senão, ninguém vai poder roubar) e não pode contestar os poderes constituídos. Talvez seja uma das maiores ditaduras existentes, aquela que existe nos bastiodores de um jogo que se considera popular. E o cinismo que esconde a força do mafioso iraniano Kia Joorabchian, por trás do garoto de recados Andres Sanchez, lá pelos lados do Todo Poderoso Timão do Bando de Loucos?
    Um mundo de negócios e de negociatas que uma imprensa comprometida insiste em esconder. O que não pode é parceria com a Traffic, Parmalat, ou o que quer que seja. Nem tanto ao Céu, nem tanto a Terra, ou melhor, o inferno, como já afirmava Dante Alighieri. E outra coisa… Oposição a direção do Palmeiras agora, é coisa que interessa ao São Paulo e ao Corinthians. Não aos palmeirenses reais e verdadeiros. Tristes, decepcionados, porém solidários ao Predidente Belluzzo.

MaisRecentes

São Paulo joga, Corinthians soma



Continue Lendo

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo