FELIZ ANO QUE VEM



Acabou o ano da Seleção Brasileira (2 x 0 em Omã: Nilmar e Al-Ghailani-contra), com os seguintes números:

17 Jogos
14 Vitórias
2 Empates
1 Derrota (Bolívia 2 x 1 Brasil – Eliminatórias)

Artilheiros:

Luis Fabiano – 11 gols
Nilmar – 7 gols
Kaká e Robinho – 3 gols

Quem mais jogou:

Júlio César – 17 atuações
Robinho – 12 atuações

Em 2009, o Brasil completou as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa da África do Sul em primeiro lugar. E conquistou o título da Copa das Confederações.

Como diz o outro, melhor do que isso, só “dois disso”.

O ano terminou com uma arrancada de Nilmar (gols nos dois últimos amistosos) rumo à convocação final para a Copa. E com a confirmação de Júlio César e Luis Fabiano, com todo o merecimento do mundo, como intocáveis de Dunga.

Apesar de algumas atuações ruins contra times muito inferiores, a Seleção mostrou o saudável hábito de vencer jogos importantes. E jogou melhor justamente quando o adversário era mais forte.

Claro que se a Copa do Mundo terminar mal, ninguém se lembrará disso.

A vida de amarelo é assim mesmo.



MaisRecentes

Pertencimento



Continue Lendo

Vitória com bônus



Continue Lendo

Anormal



Continue Lendo