NOTINHAS PÓS-RODADA (e um carpete velho na Costa Rica)



Gritos de “é campeão” no Morumbi.

Tem novo vice-lider na área.

O Inter voltou.

E o Fluminense não para.

As notas da trigésima-quinta jornada:

* De acordo com o capitão do São Paulo (2 x 0 no Vitória: Jorge Wagner e Hugo – 53.446 pagantes no Morumbi), o estádio lotado – recorde de público do clube – impulsionou o time para aumentar vantagem na liderança do BR-09.

* Se o árbitro Leandro Vuaden tivesse expulsado André Dias e Hugo, não teria cometido nenhum exagero (é só imaginá-los com camisas diferentes). E claro que o jogo seria outro.

* A campanha do Grêmio (1 x 1 com o Cruzeiro: Gilberto e Herrera – 51.534 pagantes no Mineirão) como visitante continua pífia, mas o time foi buscar, e com dois jogadores a menos, o empate nos acréscimos.

* A vitória daria o quarto lugar ao Cruzeiro. Ultrapassando o rival.

* Assim como aconteceu com São Paulo, Flamengo e Palmeiras, o Atlético Mineiro perdeu (Coritiba 2 x 1: Rômulo, Éder Luis e Marcelinho Paraíba – 17.825 pagantes) no Couto Pereira. Perdeu também o lugar na área-vip da tabela.

* Ainda não dá para cravar que o Coritiba, no ano de seu centenário, está livre do perigo. Mas quase.

* No jogo do vice-líder contra o vice-lanterna, o Flamengo ganhou (2 x 0 no Náutico: Petkovic e Adriano: 19.798 pagantes nos Aflitos) mais uma fora de casa.

* Apostei que o Náutico não cairia. Acho que vou perder.

* Depois de fazer o primeiro gol – dominando a bola com o braço – do Barueri (3 x 0 no Botafogo: Val Baiano-3 – 3.432 pagantes na Arena Barueri), Val Baiano atravessou o campo para comemorar com o “companheiro de exílio” Renê.

* O Botafogo voltou a sentir a força do campo magnético do calabouço da tabela: só 2 pontos de distância.

* O Avaí (3 x 1 no Corinthians: William-2, Marquinhos-contra e Léo Gago – 15.350 pagantes na Ressacada), que só queria ficar na Série A, está a 3 pontos do G-4. Destaque do campeonato.

* Não tenho certeza se Balbuena fez pênalti em William, mas sua justíssima expulsão completou um primeiro tempo que ele terá dificuldade para esquecer.

* No saldo de gols, o Internacional (3 x 1 no Santos: Danilo Silva, Marquinhos, Neymar e D’Alessandro – 12.944 pagantes no Beira-Rio) está de volta à parte da tabela em que passou mais tempo.

* Erra quem diz que o Santos não tem pretensões no campeonato. A não ser que a Copa Sul-Americana não seja considerada uma pretensão.

* Desde a décima rodada acorrentado no U-4, o Fluminense (2 x 1 no Atlético Paranaense: Fred, Maicon e Marcelo – 52.511 pagantes no Maracanã) pode se libertar no próximo fim de semana.

* Os números de Cuca, no Fluminense: 9 vitórias, 7 empates e 2 derrotas.

* A dupla “colorada” Iarley e Fernandão acabou com a agonia de 8 rodadas sem vitória do Goiás (3 x 1 no Santo André: Marcelinho Carioca, Fernandão-2 e Iarley – 1.819 pagantes no Serra Dourada). Mas, para a Libertadores 2010, é tarde.

* Claro que, agonia por agonia, a do Santo André é maior.

______

Não sei se você viu (23h45 de sábado é um horário compreensivelmente complicado…), mas Costa Rica e Uruguai (0 x 1: Diego Lugano) fizeram o primeiro jogo da repescagem para a Copa do Mundo, em San José.

O local da partida foi o estádio Ricardo Saprissa, que tem um gramado artificial aprovado pela Fifa.

Ocorre que esse tipo de superfície tem uma vida útil, estimada em 4 mil horas. O tapete do Saprissa passou um pouco do ponto, castigado por 18 mil horas de futebol do mais variados níveis.

Manchado, gasto, mais parecia carpete de hotel velho. Um absurdo.

E olha que era um jogo que valia vaga na Copa…



  • Raphael Silva

    André, bom dia
    Sei que o post não trata do assunto mas, vc leu isso: http://esportes.terra.com.br/futebol/europeu/2009/noticias/0,,OI4103513-EI14097,00-Novo+Kaka+jovem+saopaulino+entra+na+mira+do+Chelsea.html ???
    Isso pode acontecer? Qual a determinação da Lei e da Fifa pra coisas deste tipo? Se der emprego pro pai e um caderno pro muleque estar tá bom e já era?
    Abraços

  • Luis Jorge Araujo Junior

    É meu caro André se não fosse o ESQUEMÃO PRÓ SÃO PAULO,como penaltis contra o time paulista não marcados nos jogos contra Gremio e contra Barueri,o Flamengo já seria líder,e aquele absurdo do Presidente sãopaulino do Barueri barrar Val Baiano contra o São Paulo(e ia voltar ele já contra o Inter,só não o fez pois ia ficar muitoooo esquesito e a imprensa séria chiou),infelizmente o título ainda será decidido pelos erros já acontecidos e os que provavelmente virão a acontecer a favor do São Paulo,time que mereceu demais o Bi de 2006/07 mas desde o ano passado vem estranhosamente sendo ajudado nos jogos da Hora H; e ainda teve o caso de não expulsão de Hugo e André,se fosse um time do Rio certa imprensa bairrista paulista ia falar tanto…Mas como é o São Paulo nada falam!!!!

  • Anna

    Eu prefiro que o Flamengo seja campeão, se não der para o verdão que perdeu gás, mas ainda está na briga com o rubro-negro e o tricolor. Nada contra o São Paulo, mas o tetra seria deveras chato. Mesmo sendo vascaína, preferiria que o Fla quebrasse essa hegemonia. Gosto muito do Andrade e torço por ele. Eu vi esse jogo da Costa Rica e do Uruguai. O gramado era pífio. Boa comparação!

  • Adilson

    O juiz não poderia expulsar os dois jogadores do São Paulo. A bola não estava em jogo, era uma cobrança de escanteio.

    AK: Uma coisa nada tem a ver com outra. Jogadores podem ser expulsos até antes do jogo começar. Ou depois que o jogo acabar. Um abraço.

  • Rodrigo

    Costa Rica x Uruguai foi uma baita surpresa no sábado à noite. Cheguei “mais cedo” em casa e deu pra ver o segundo tempo inteiro. Nem sabia do jogo.
    Agora, fala isso pro povo da ESPN, por favor: sempre que tem transmissão simultânea de jogos nos canais ESPN e Sportv, fica gritante o banho de qualidade da ESPN. Não tem comparação.

  • Wanderley Takahashi Assis

    Tomar o terceiro cartão por brigar com o própio companheiro de time não é MUITA BURRICE??
    Ainda mais a essa altura do campeonato?

  • Heitor

    André, para o Flamengo ser campeao basta que o sp empate uma e que o mengao ganhe todas. O que vc acha do Flamengo levar o titulo graças ao critério de desempate? Ta certo que a regra é conhecida por todos, mas um time com mais derrotas que o outro ganhar o campeonato por conta do regulamento nao soa injusto?

    AK: Para mim, não. Um abraço.

  • Difícil imaginar um corintiano torcendo pro FLU escapar da degola… mas, cá estou!

    Aliás meerrmão, sou carioca dexde criancinha… rapá, tá tirando onda, qualé neguinho, qualé! Sou FLA-FLU, sou Vascalhau… só não sou Fogão porque alguém tem que sambar nessa história!

    André, aproveitei sua ideia e tive esse lampejo:

    http://felldesign.wordpress.com/2009/11/16/fred-flugger/

    Abraços!

  • Tiago Tricolor Cardoso (Franca/SP)

    E aí André, tudo bem?

    Agora complicou!?

    Se o sábado foi espetacular, o domingo foi preocupante!

    As vitórias do Barueri contra o Botafogo,
    do Fluminense contra o Atlético-PR e
    principalmente do Flamengo contra o Náutico

    provocaram uma intranquilidade nos tricolores, seja diretoria, comissão técnica, jogadores ou torcida!

    O próximo jogo do “Time da Fé” será o jogo do ano – parte 1!

    Se não vencermos o cabisbaixo e cambaleante Botafogo (que tem o Fluminense como seu pior pesadelo) no Engenhão, a urubuzada é campeã!

    Mesmo se conquistarmos a sagrada vitória, ainda teremos o jogo do ano – parte! 2 diante do Goiás no Serra Dourada!

    Buscaremos a vitória, senão os urubus serão campeões!

    Com 2 vitórias chegaremos ao derradeiro jogo do título (jogo do ano – parte 3!) diante do rebaixado e turbinado Sport!

    Esperamos reverter a perda do mando;

    recuperarmos os jogadores contundidos e

    livrarmos de eventuais punições do STJD (exceção de Borges que deve pegar um belo gancho)!

    Vamos torcer que a inacreditável (mas quase impossível, referindo-se aos 9 pontos garantidos do Flamengo) imprevisibilidade do mais arrebatador dos esportes esteja ao nosso lado, para arrebatarmos o maior feito de um clube brasileiro em todos os tempos (4 campeontos nacionais seguidos no sistema de pontos corridos)!

    São Paulo (62 pontos e 17 vitórias)

    Campeão se:
    3 vitórias = 71 pontos e 20 vitórias

    Frustração se:
    2 vitórias e 1 empate = 69 pontos e 19 vitórias

    Flamengo

    Hoje – 60 pontos e 17 vitórias

    06 de dezembro – 69 pontos e 20 vitórias

    Campeão se:

    O São Paulo não ganhar do Botafogo!

    Frustração se:

    O São Paulo ganhar os últimos 3 jogos!

    Para dificultar ainda mais o Tricolor e torcendo para estarmos na briga, o jogo de cartas marcadas Corinthians e Flamengo (37° rodada) programado inicialmente para o Pacaembu pode ser transferido para o interior a pedido da PM, por causa do jogo Palmeiras e Atlético-PR no Parque Antartica!

    Num campeonato em que chegamos a ficar a 13 pontos do líder e na 16° posição, não podemos depois de tanta superação deixar o título escapar entre os dedos e ver inconsolavelmente o falido e desestruturado Flamengo levantar a taça após 17 anos de jejum (1992-2009)!

    Abraços!

    Até mais!

    “Tricolor do Morumbi, o único 6-3-3 do Brasil!”

  • Willian Ifanger

    Ah Anna…….chato nada……eu vou ficar muito feliz com o Tetra/Hepta…hehehehe…..E o Palmeiras sabe muito bem onde encontrar o gás que está faltando (piadinha inocente, ok).

    Agora, tem uma coisa que anda me incomodando muito. Eu queria saber, honestamente, qual o propósito de alguém querer favorecer o São Paulo. Juro, não há lógica.

    Se alguém aqui tiver algum motivo/teoria que me convença, eu aceito numa boa. Só acho que estão forçando a barra e deixando de lado tudo que aconteceu no campeonato todo.

  • danigu

    Concordo com Luis Jorge (Flamenguista), a impresa de (do) São Paulo não comentou nada sobre a não expulsões do Hugo e André Dias (Que bate) e os lances sempre favoraveis a esse time sem historia mas… com uma força nos bastidores. Penso que o Tricolor da Elite tem que ganhar esse campeonato para ajudar ao Sr. Ricardo Teixeira, a convencer a FIFA, que o Morumbi é o melhor estadio do Brasil, quisá, do mundo para receber a Copa de 2014. Se não for isso, qual foi a justificativa de tirar o Muricy, que foi tri-brasileiro, e colocar o Ricardo Gomes.

  • Pedro Valadres

    André, fugindo um pouco do assunto. A Suiça foi campeã mundial sub-17. Você acha que é uma geração que tem futuro ou foi apenas um acidente, como a Grécia campeã da Eurocopa em 2004?

    Abs!

  • Anna

    William, também acho que não há favorecimento ao São Paulo… Sabia que a história do gás ia render! Com mil perdões a você e a todos os são-paulinos, não aguento mais ouvir o hino de vocês no final… Abraço,Anna

  • Esse papo de favorecimento é muito chato…odeio essas idéias de conspiração. É óbvio que os nosso árbitros são muuuito ruins, todos sabem pô.
    Nos bastidores a disputa sempre ocorreu, e incompetente é aquele que não participa ativamente dela.
    Um clube tem que ter em sua estrutura um cara só para ver escalações dos clubes e bater com as incrições da CBF, ver quem invadiu o campo, ler as súmulas, etc… e denunciar tudo o q for irregular dos rivais pro STJD. Isso é normal. A pressão em cima da arbitragem também funciona, pois como disse acima os mesmo são péssimos profissionais. O profissional incompetente mal sabe trabalhar, ainda mais sobre pressão.
    Mala branca sempre ocorreu…e sempre vai ocorrer. O competente faz isso sem ninguém perceber.
    O resto é tudo balela de sensacionalistas…pior q tem alguns reporteres nesse meio.

  • Andre Zenha

    Ei André, o Grêmio só estava com um jogador a menos no momento que fez o gol de empate. O Soares saiu machucado no momento que o Fábio Santos foi expulso, e como o Adílson já tinha feito as suas três substituições, o Cruzeiro ficou com 10 em campo e o Grêmio 9. Mas isso não tira o mérito do Grêmio pelo empate. E o meu Cruzeiro vai ficando cada vez mais longe da Libertadores.
    Abraço.

  • Willian Ifanger

    Anna…..na verdade há uma corrente São Paulina que está, nos bastidores, fazendo um lobby (mais um, né?!) para trocar o “Bate-o-Sino” pelo hino Tricolor nas festas de final de ano (ainda mais que o Papai Noel tem um ar Tricolor). E esse quarto título ajudaria muito….hehehe.

    Eu só acho que se algum árbitro começar a favorecer certo time de forma sistemática, deve ser suspenso, banido, o que for…….só não saberemos se está beneficiando um ou prejudicando outros.

    O ruim pra mim é ver torcedores não reconhecer que o time está pecando na hora decisiva pela pressão de não ganhar títulos há algum tempo. Pra mim o exemplo classico é o Atlético/MG: há muito tempo é maltratado por cartolas e que aos poucos vem se reestruturando…….seria uma grande conquista ir pra Libertadores……mas o fato de estar disputando o título e estar tão perto dele, causa um alvoroço no torcedor……quando o time dá uma fraquejada, porque ainda não está estruturado mentalmente, cai pelas tabelas por causa da pressão e é ameaçado até de ficar fora da Libertadores, o que pra mim seria uma baita injustiça.

    O São Paulo só está hoje nesse nível de disputas porque passou por muitas mudanças duras (pergunta pra qualquer São Paulino sobre o Brasileiro de 2001)…..e a grande virada começou quando entenderam que era necessário voltar pra Libertadores (porque gera muita receita)……e a meta foi cumprida em 2004…o time jogou pra isso. O resto, pra frente, é história.

  • Fred Ferreira

    André,

    Será um milagre o Botafogo não cair. Ontem, após o jogo contra o Barueri, fiquei completamente perplexo com o que assisti. O time do Botafogo, que não se pode nem chamar de time, foi uma VERGONHA COMPLETA!!!

    Fiquei com nojo de ver aqueles jogadores com a camisa do Botafogo. É simplesmenmte inacreditável, inaceitável, incompreensível o comportamente dos jogadores….Parece que houve foi uma mala preta tamanha a vontade do time de perder e não fazer nada….Faltou futebol, raça, vontade, tudo…Depois querem apoio da torcida, só podem estar de sacanagem….O Botafogo, depois da atuação de ontem, é o time que mais merece o rebaixamento….Não consigo mais torcer pro meu time vendo esses caras em campo….Que nojo!!! Se o Botafogo for rebaixado com os jogadores fazendo esse papel humilhante para o clube, vai ter gente apanhando da torcida no meio da rua….

  • BASILIO77

    Ifanger, a questão não é procurar sentido ou lógica num suposto favorecimento a esse ou aquela agremiação.
    Lógica não tem nada a ver com a lisura no esporte.

    Acho até que não há “esquema” para nenhum time específico, entre os 4 da frente.

    Acho que existem clubes que “estão de bem” com o poder e outros que não.
    E um clube que tem o que o SPFC tem, DENTRO E FORA dos gramados, não pode ser classificado como opositor ao poder.

    Caso o Flamengo acabe campeão, surgirão um monte de teorias da conspiração, de cariocadas e etc…tudo baboseira.
    O “saldo” dos 4 primeiros da tabela é bem parecido, quando se fala em arbitragem. Eles não tem o que reclamar.

    Só acho muito chato torcedor que só acha o futebol um “meio sujo” quando o outro time é que levanta a taça.
    Quando é o seu time, tudo é límpido e cristalino.

    Futebol é isso que vemos a cada ano. Com seus vícios e virtudes.
    Quem não suporta isso, é melhor acompanhar o Baloubet du rouet ou o Robert Scheidt.
    Lá não tem polêmica.

    Abraço.

  • Willian Ifanger

    Só uma errata……..o Brasileiro que nenhum São Paulino quer lembrar é o de 2002.

  • tricolor 6-3-3

    se o SPFC não tivesse sido roubado nos 2 jogos contra o flamengo (sem falar no jogo com internacional e atletico-mg), se não fosse o time com menos penaltis marcados a seu favor, se não fosse o unico que teve um penalti repetido depois de perdido pelo adversario, ja seria campeao…Mudando de assunto daria pra vc. explicar para seus colegas de lance que depois de 4 vem 5 e portanto o flamengo não pode ser hexa.o campeao de 87 foi o sport como é reconhecido pela cbf e pela justica(decisao final que nao cabe recurso).O guarani era o vice campeao do ano anterior nao poderia estar na 2a. divisao nunca, se o clube dos 13 nao aceitou disputar o quadrangular , azar deles, copa uniao nao é brasileiro.A prova maior disso é que a taca do brasileiro de 87 esta em recife e os representantes na libertadores foram guarani e sport.

  • Rita

    Não ter expulsado André Dias e Hugo também não foi nenhum exagero, na minha opinião, claro!

  • Rita

    Anna, perdemos pro Vasco (em casa) em 89, pro Corinthians (em casa, de novo!) em 90, conquistamos o de 91 a duras penas. Só após 14 anos, no mesmo que perdemos uma final de Libertadores, foi que voltamos a ouvir o hino no final do campeonato.
    Não custa nada a gente ouvir só mais esse… rs
    Ano que vem juro (ai meu Deus!!!) que torço pro Vasco. rs
    Se eu fosse escolher um time, fora o São Paulo, pra ser campeão brasileiro neste ano, eu escolheria o Galo.

    Willian Ifanger, concordo plenamente com “mais esse lobby”. rs

  • Vinicius

    Uma questão. Esse não é o árbitro que deixa o jogo correr, não apita umas faltas pra boleirada largar mão de ser frouxa e o jogo rolar mais solto e sem frescura?

    Discussão pra não deixar o adversário fazer gol é que não ia gerar expulsão!

    Amarelo ficou de bom tamanho. Ou era melhor estragar a partida?

    Abraço!

    AK: Esse é o árbitro que deixa o jogo correr, o que é uma questão técnica. O que estamos discutindo é uma questão disciplinar. Um abraço.

  • Anna

    O gol do América, Osmar, ganhou no Linha de Passe. Muito legal! Adorei!

  • André bom dia !

    Tenho um blog, http://row51.blogspot.com, e falo sobre jogos entre seleções no mundo todo.

    Resolvi que irei fazer uma coluna semanal, com entrevistas com jornalistas conceituados no Brasil, e gostaria de saber se posso contar com sua resposta, para realizar uma entrevista, falando de futebol antigo e atual, para publicação em meu blog.

    As perguntas, falarão sobre futebol no Brasil, e no mundo, o que vc já viu e o que gostaria de ver.

    Ficarei lisonjeado.

    Aguardo resposta. Muito obrigado.

    André

  • Victor Lobo

    Nenhuma linha sobre “a rivalidade da década” Payton Manning x Tom Brady? 🙁 Foi uma partida incrível!

  • Anna

    Também acho que o André deveria postar sobre a NFL, já que ele sabe tudo do assunto. Vi o jogo, mas acabei dormindo… Pena que Tom Brady perdeu… 🙁

  • Tiago Tricolor Cardoso (Franca/SP)

    Por que o São Paulo é diferente?

    Restando 3 rodadas para o final do mais equilibrado e imprevisível Brasileirão de todos os tempos e com a possibilidade de conquistar seu 6° título de expressão em apenas 5 anos e o 13° em sua história (2005-2009/ recorde pessoal e brasileiro caso se concretize), vários questionamentos referentes ao São Paulo vem à tona para dimensionar sua singularidade.

    Depois de estar a 13 pontos do líder, na 16° posição e só assumir a liderança ao final da 34° rodada, seus torcedores confiantes ou/e ponderados acreditam em mais um feito glorioso e sobrenatural para o repleto e ilustre Memorial Tricolor.

    Por que o SPFC é diferenciado?

    Seria o time mais odiado do Brasil?

    Acaso ou competência?

    Presunção ou merecimento?

    Inegáveis fatos esclarecem que o “Clube da Fé” é:

    -o mais invejado pelos torcedores rivais!;

    -o mais cobiçado pelos jogadores e técnicos!;

    -o mais analisado pelos dirigentes concorrentes! e

    -o mais elogiado pela mídia em geral!

    Tudo graças a incontestáveis acontecimentos:

    -possui 12 títulos de primeira grandeza (Brasileiro, Libertadores e Mundial/ 6-3-3) enquanto juntos os gambás (4-0-1) e porquinhos (4-1-0) tem 10!;

    -é o caçula (mas prodígio) dos grandes times brasileiros com apenas 73 anos (16/12/1935)!;

    -é o mais estruturado e organizado do país (estádio; centros de treinamento para os profissionais e categorias de base; preparação física; clube de associados; contexto patrimonial)!;

    Chega a ser gritante, se confrontado com algumas equipes!

    -sua torcida cresce de maneira espantosa (a maioria das pesquisas recentes não compreendem os menores de 14 anos e mulheres)!;

    É preferível ser o maior vencedor brasileiro em âmbito nacional, continental e mundial do que ter a maior torcida!

    -nunca se submeteu a questionáveis e calamitosas parcerias!;

    -desde o início dos anos 2000 tem o maior faturamento entre os clubes brasileiros (receitas totais)!;

    Com exceção dos anos em que os gambás se venderam à MSI e os lambaris negociaram o mascarado Robinho e toda sua trupe!

    -arrecada no mínimo R$90 milhões anualmente, desconsiderando as receitas da TV e venda de jogadores!;

    -possui eficiente departamento de marketing (lojas, grife SAO, produtos licenciados, modernização do Morumbi,etc)!;

    -tem em seu quadro diretivo competentes dirigentes (presidente Juvenal Juvêncio, acessor da presidência João Paulo de Jesus Lopes, diretores de marketing Adalberto Batista e Júlio Casares, superintendente Marco Aurélio Cunha)!;

    Fica evidente quando comparado com os dirigentes de muitos clubes!

    -departamento de futebol integrado (administrativo, financeiro, recursos humanos, marketing, jurídico, etc)!;

    -relacionamento diferenciado entre os patrocinadores e o clube (ações promocionais e comerciais)!;

    -mentalidade de campeão e cultura de vencedor!;

    -pioneirismo (1988 – Centro de Concentração e Treinamento da Barra Funda, 2003 – REFFIS/ Reabilitação Esportiva, Fisioterápica e Fisiológica, 2005 – CFA de Cotia/ Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel e na década de 70 elaboração de um plano para conquistar a América, etc)!;

    Responsável pela popularização e obsessão brasileira em vencer a Taça Libertadores!

    -planejamento (visão antecipada e minuciosa)!, etc…

    Enfim, temos sorte e orgulho por sermos são-paulinos!

    O time mais coroado do Brasil!

    Como muitos dizem: “Um time europeu de expressão, no Brasil e na América do Sul!”

    Clube de estirpe, notável, distinto!

    “Tricolor do Morumbi, o único 6-3-3 do Brasil!”

    Tiago Tricolor Cardoso (Franca/SP)

  • Willian Ifanger

    Basilio: até entendo esse lado do “estar de bem com o poder”…não sei se o São Paulo está totalmente de bem, mas por causa do Morumbi a diretoria fez muitas coisas estranhas. Mesmo assim o que eu acho é que os árbitros são fracos, covardes e tem medo de apitar contra o time da casa, ainda mais com o estádio cheio e brigando pelo título. E isso sim estraga tudo.

    Rita: não torça não pros outros serem campeões…..eles já tem torcida demais…..hehehe…..e o lobby é uma grabde idéia.

    Anna: entra no Kibeloco e você vai entender porque o Osmar ganhou..:-)

  • Matrix – oráculo

    ENCONTREI MAIS UM ARGUMENTO FAVORÁVEL AO SISTEMA “MATA-MATA’ além da conhecida emoção e estádios Lotados. Eh o seguinte: O sistema Mata-mata MOBILIZA O PAÍS INTEIRO PARA VER 04 JOGOS, é algo incorporado não só à cultura brasileira, pois temos UEFA, COPA DO MUNDO LIBERTADORES, COPA DOS CAMPEOES, todos com esse sistema . ESSE SISTEMA PREMIA OS 08 MAIS REGULARES!!! os Juízes se sentirão inibidos a promover fraudes de qualquer tipo, sabendo que se MELAREM UM JOGOS , FICARÁ MARCADA A SUA CARREIRA NEGATIVAMENTE. Como prova, observem o que vai acontecer no JOGO SPORT X SÃO PAULO (38ª rodada)… Eu aposto que o São Paulo (SPFC – SÓ PARA FANÁTICOS E CORRUPTOS) será escancaradamente favorecido, se o Sport se meter a besta e ENDURECER O JOGO. Aguardem!!!!

    AK: Uefa, Libertadores, Copa do Mundo e Copa dos Campeões são, como o próprio nome diz, copas. O Campeonato Brasileiro não é uma copa. Você está confundindo formatos. Discordo também do argumento sobre os erros de arbitragem, não há nenhuma base para afirmar que ele acontecem menos quando o sistema é o mata-mata. Finalmente, falando em estádios cheios, dê uma olhada no públicos dos jogos da última rodada. Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Sabem aquela figura que fica a beira do campo durante os jogos,gesticulando muito,indo a loucura,gritando com seus comandados(Se bem que a gente nunca ouve o que ele grita,e é melhor assim,pro bem das criança)?Essa figura chame-se treinador,ou técnico.O que escrevo abaixo é sobre as ditas figuras que,para mim,mudaram de mãos o campeonato deste ano.
    No início do campeonato,o treinador do Palmeiras era o Jorginho,do Flamengo era o Cuca,e o do São Paulo era o Muricy(eu acho).Mudou tudo.Todos os times acima citados mudaram de comando.E isso,eu creio,mudou totalmente o rumo do campeonato.
    O Palmeiras era o time a ser batido.Ganhava,e bem,de quase todo mundo.O Jorginho tinha um comando eficiente,o elenco fechou com ele,e o time tava sobrando no campeonato.
    O Flamengo era um time mediano.Ainda não tinha o reforço do Pet,que quando chegou não agradou ao treinador,pois ele não lhe foi sugerido,lhe foi imposto.Tinha o Adriano,que vivia às turras com o treinador pelo tratamento diferenciado que recebia,com direito a atrasos,faltas não justificadas,e outros privilégios.Tudo isso sem o consentimento e nem conhecimento do treinador.
    O São Paulo tinha a mesma base dos outros anos.Tava ali,meio como quem não quer nada,com uma campanha com certa irregularidade,e até mesmo sua apaixonada torcida achava que os bons tempos tinham acabado.
    A diretoria do Palmeiras queria um nome de peso para comandar o time que era,até então,a sensação do campeonato.Depois de muita negociação,chegou-se a um acordo com Muricy.A partir de então,adeus regularidade.O time perdeu jogos fáceis,não conseguiu manter seu padrão de jogo,deixou seus adversários chegarem,Abriu uma considerável vantagem,para logo depois perdê-la.Ocupa,hoje,a terceira colocação.E se seus adversários fossem mais competentes,até da zona da Libertadores estaria fora.Onde o time estaria hoje se o comandante ainda fosse o Jorginho?
    O Flamengo,depois de uma sequência de insucessos e de o treinador se indispor com a diretoria,mesmo(e até mesmo)após a conquista do Estadual,apostou em um interino,cria da casa,respeitado por muitos dentro do clube,um boleiro,que fala a linguagem dos jogadores,que soube contornar o furacão que é a vida do Adriano fora de campo,um cara que deu padrão ao time,e que ainda teve a grande felicidade de ter em seu elenco,talvez até para sua própria surpresa,um dos melhores meias do campeonato,um jogador que estava desacreditado e que está arrebentando.O Flamengo,hoje,é fortíssimo candidato ao título.Onde o time estaria hoje se o comandante ainda fose o Cuca
    O São Paulo deu um tiro no escuro.Ricardo Gomes nunca ganhou(Perdão pelo cacófato)um título de expressão,teve passagem pífia pelas seleção pré olímpica,mas teve o mérito de dar regularidade ao time,continuou o excelente trabalhado do Muricy com uma pitada a mais de beleza,o São Paulo hoje consegue jogar bonito e ser eficiente,algo inconcebível na Era Muricy.É um cara de pouquissimas palavras,mas de suma eficiência.Talvez a diretoria tenha acreditado que ele é um treinador de clubes,e bom,mas não um de seleção,que é como nós lembramos do rapaz.Se o campeonato acabasse hoje,o Tricolor paulista seria o campeão,de novo.O time superou uma Libertadores pífia e ressurgiu no Brasileirão.Onde o time estaria hoje se o treinador fosse o Muricy?

    Perguntar onde o time estaria se o treinador fosse outro é uma conjectura,uma hipótese.Mas alguém acha que,mantidos os antigos treinadores,o Brasileirão teria sua classificação extamente como está hoje?

  • Vinícius

    Antesde qualquer coisa, obrigado pela resposta.

    Conocordo com a ênfase na diferença, não havia atentado para isto. Muito bem apontado.

    Minha questão era mais sobre o “estilo”. Achei que ele foi coerente com a postura que adota costumeiramente: Não estragar o jogo.

    Até!

  • André,

    esse texto é fabuloso, representa o que é fazer parte da maior torcida do Brasil:

    Domingo é o dia que o Flamengo pode se tornar líder do campeonato Brasileiro… é dia de 35 milhões de pessoas viverem por um só objetivo e outras 150 milhões torcerem contra.

    Na segunda-feira, como sempre, líder ou fora da briga, a capa dos jornais terá o tal do Flamengo.

    Decidindo título, lá estarão milhares de torcedores, em outro estado, fazendo com que o tal do Flamengo jogue em casa quando deveria atuar fora.

    No Domingo, onde todos brigam pela liderança, lá estará ele, de novo, jogando com 12, burlando o regulamento básico do futebol.

    E se o time pipocar e perder o título novamente, não muda nada. Vão se revoltar, xingar, protestar e, daqui 3 meses, lá estarão eles fazendo juras de amor ao time num clássico qualquer pelo campeonato estadual, aquele que nem eles aguentam mais vencer.

    O time mais inexplicável do planeta terra, sem dúvida.

    Não ganha o principal título nacional desde 1992. Lá se vão mais de 17 anos e a torcida diminui? Não, aumenta. Segundo pesquisa, a maior entre as crianças do país.

    Quando ninguém dá nada por eles, chegam e surpreendem a todos. Quando todos esperam muito, ele perde e decepciona sua nação.

    Favorito em tudo que disputa, simplesmente pelo citado acima. Ninguém é capaz de saber o que esperar do Flamengo, nunca.

    E quando eventualmente não tem um time capaz de ser campeão, a cobrança é como se tivesse. Ou seja, não existem jogadores no Flamengo. Existe o Flamengo e ponto final..

    Única torcida do planeta que paga ingresso por 2 espetáculos. Um no campo, como todas elas, e outro que ela mesmo proporciona.

    O flamenguista vai ao Maracanã pra curtir o time, o jogo, o clima e a própria torcida. É único.

    Talvez uma das raras torcidas do mundo que tenha dezenas de ídolos, mas que não há discussão sobre o maior.

    Existe o Zico e o resto. E o “resto” inclui, talvez, os dois melhores laterais que o mundo já viu em cores. Leandro e Junior.

    A Nação rubro-negra não tem esse nome à toa. São 35 milhões de torcedores, e vejamos:

    A cidade mais populosa do mundo é Tóquio. E tem 34 milhões de pessoas.

    A maior do Brasil é São Paulo, com 19.

    O Flamengo, sozinho, tem 35. Se cobrasse impostos seria trilhardário.

    Não cobra, e vive devendo.

    Deve milhões, e isso não faz a menor diferença.

    Ao contrário do amor que tanto exaltamos, este não vai embora quando o amado fica pobre. É amor de verdade, o mais puro que existe.

    Incondicional, este sim.

    Aquele que não analisa, que não raciocina, que não condiciona a nada.

    A nação poderia dizer, sem culpa: “Eu te amo, e pronto”.

    Não interessa por quê, como, quando e nem sob quais condições.

    É maior, é inexplicável.

    Ser Flamengo é algo que não tem comparação. Eu não nasci assim, e nem ouso dizer se felizmente ou infelizmente.

    Flamenguista é aquele sujeito que ama futebol acima do que ele o proporciona. Aquele que não troca amor por resultados, e que não condiciona sua preferência por um ou outro jogador.

    Por aí existe o Santos de Pelé, o São Paulo de Rogério Ceni, o Palmeiras de Ademir.

    Lá existe o Zico do Flamengo.

    A ordem é sempre inversa. Os valores são sempre diferentes.

    Ser flamenguista não torna ninguém melhor do que os outros, nem pior. Diferente, sem dúvida.

    Ser maioria é algo que fortalece. É infinito, porque a nação não tem fim, e nem deixará de ser a maior torcida do país nos próximos 200 anos.

    Odiar o Flamengo é absolutamente justificável.

    Qualquer um fica irritado em ganhar títulos e mais títulos e ver que a capa do jornal não muda de foto. É sempre a do Flamengo.

    Qualquer um se incomoda em saber que títulos e dívidas menores não conseguem sobrepor a importância de um clube que tem sua grandeza baseada em nada atual e concreto.

    É grande. Por quê? Porque é.

    Pode existir algo maior do que o que não se explica?

    Entrar num Maracanã lotado e olhar pra aquela torcida é algo que apenas eles sabem o que é, o que significa e o quanto importa.

    “Torcida não ganha jogo”, dizem.

    “Só se for a sua”, eles dirão.

    Hoje é dia do flamenguista.

    Você não é Flamenguista?

    Que pena.

    Adaptação ao texto de: RICA PERRONE, jornalista esportivo, torcedor do São Paulo.

    Abs João Vitor
    http://binario10.wordpress.com

  • Paula

    Luis Jorge Araujo Junior, deixe de conversa! O Flamengo tb foi beneficiado nesse brasileiro e se não fosse esses jogos beneficiados não estaria onde está! O SE não existe no futebol!

    Qto a expulsão por agressão… engraçado, não houve nem cartão amarelo para o tapinha do Marcelinho no Maxi:
    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Flamengo/0,,MUL981757-9865,00-MARCELINHO+E+MAXI+QUASE+SAEM+NO+TAPA.html

    E essa do Romário no Andrei (fluminense): http://www.terra.com.br/istoegente/164/semana/semana_01.htm

    Então não venha dizer que só acontece pq é paulista ou pq é São Paulo.

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo