CAMPEONATO OLÍMPICO



Quem olha com a atenção a tabela (a do Lance!, que separa as campanhas dos times em jogos em casa e fora) do Campeonato Brasileiro, só encontra, hoje, 4 zeros no meio de tantos números.

Um zero é o saldo de gols do Cruzeiro.

O outro é o saldo de gols do Vitória.

O terceiro zero é o total de vitórias do Sport como visitante.

E o quarto, o total de derrotas do Grêmio em casa.

Não é nenhuma novidade que ninguém venceu o Grêmio no Olímpico. Só que não estou falando apenas do Campeonato Brasileiro.

Veja essa sequência:

30 jogos

22 vitórias

8 empates

0 derrotas

77 gols marcados

20 gols sofridos

É a campanha do Grêmio em seu estádio, no ano de 2009. Incrível.

Para tornar tudo mais interessante: os dois times que, neste momento, lideram o campeonato com o mesmo número de pontos, ainda visitarão o Monumental Olímpico.

O São Paulo, amanhã.

O Palmeiras, no dia 22.

Nos planos dos dois, fazer o que ninguém fez em toda a temporada.

Alguém poderá dizer que o Grêmio ficou para trás na tabela, não tem mais tanto interesse, talvez não seja um adversário poderoso como foi nas rodadas anteriores.

Mas talvez por isso mesmo, pela queda na classificação, o grande interesse do Grêmio seja mostrar aos candidatos ao título por que ninguém vence no quintal dele.

Vejamos.



  • BASILIO77

    Acho que a derrota do Cruzeiro deu uma esperança ao Gremio.
    Se não ganhar na quarta, adeus libertadores.
    Abraço.

  • Marcelo Campos

    Detalhe dos jogos no Olímpico:
    Grêmio 4 x 1 Cruzeiro
    Grêmio 4 x 1 Flamengo
    Grêmio 4 x 1 Atlético MG
    Grêmio 2 x 1 Internacional (ao menos o Inter conseguiu dar um sufoco!)

  • Anna

    O Grêmio pode ser um diferencial mesmo nessa reta final. Não briga pelo título, talvez pela Libertadores, embolado, mas pode tirar pontos de times de ponta. Abraço e boa noite, Anna

  • Dhiancarlo

    O difícil é acreditar que a pegada tradicional do Grêmio vai ressurgir no sonolento time do Paulo Autuori..aliás André…já estão dizendo que ele está voltando para o Qatar…impressionante como ele nunca conclui um trabalho, passa a impressão que nem é por causa de grana mas por ele não ter tanta paciência em construir um trabalho, em ter uma imagem vinculada a um clube.Em poucos meses ele sempre arruma uma briguinha ali, uma declaração acolá, algo muito estranho. ( Lembranças ai de Cruzeiro em 97,São Paulo pós mundial, Inter, etc.).
    Abraço

  • Marcos Paulo

    Com a ajudinha “habitual” da arbitragem e uma grana extra para o Natal o São Paulo vai ganhar!
    Esse é justamente o principal defeito dos PONTOS CORRIDOS. Dá muita margem a compra de resultados e aos “erros” de arbitragem. Em contra-partida, toda manipulação de jogos decisivos de ida e volta sempre marcam a história negativamente.
    Veja que com os pontos corridos ninguém vai recordar dos pontos roubados em partidas que interessam aos líderes, ora, os holofotes não estão nelas diretamente.
    Tem gente pouco ganhava com mata-mata, de uma hora para outra passou a ganhar mesmo com futebol medíocre.
    Ah, já sei, dirão alguns, é a ESTRUTURA!

  • Willian Ifanger

    Sorte de quem vai usar o outro lado da moeda…..o Grêmio, fora de casa, é uma presa fácil. Cruzeiro e Flamengo (ultima rodada) tem essa vantagem na reta final.

    O Ricardo Gomes reclamou desse jogo de meio de semana, pra agradar a tv…..e na rodada que vem o Palmeiras terá o mesmo prejuízo (de novo). Enquanto os clubes deixarem a tv gerenciar e ingerenciar o campeonato vamos perder toda emoção da reta final. Esses jogos deveriam ser todos domingo, as 17:00……pra classificação ir mudando a cada gol.

    Parece até que a Globo faz de propósito pra diminuir a emoção dos pontos corridos.

  • Ricardo Pires

    Bem observado André. Ganhar do Grêmio no Olímpico é tarefa àrdua e pode mesmo decidir quem leva a taça esse ano. Eu acho que o São Paulo arranca um empate e o Palmeiras cai, até porque a rivalidade com o Porco é maior – vem dos tempos de Luxa e Felipão.

    Meu Cruzeiro bate o Sport e o Galo ganha do Flamengo. Assim, com um pouco de sorte e boa atuação do Barueri, poderemos chegar ao G-4, de onde não sairemos mais. O Cruzeiro ia mesmo tropeçar (não acreditava que ganharia todos os seus jogos até o final), mas agora não pode mais ter vacilo. Se perder ou empatar com o Rubro-Negro de Recife, a casa cai.

    Abs

  • leonardo atleticano

    Paulo Autuori, Tite, Vanderlei Luxemburgo, Parreira e outros mais, altíssimos salários e baixos rendimentos, mas a turma continua pagando caro por eles, o Celso Roth foi mandado embora do Grêmio por ter terminado em segundo lugar no brasileirão do ano passado e não ter levado o Gaúcho desse ano, com um time muito inferior ao que o sr Paulo Autuori tem nas mãos, e o Grêmio se encontra no meio da tabela. É incrível como certos treinadores tem respaldo incondicional de grande parte da mídia, enquanto outros não podem errar em nada, ao preço de serem massacrados. É assim também com as equipes, algumas recebem moral e confiança desde as primeiras rodadas, outras tem que lutar contra o descrédito todo o campeonato. Parece que os comentaristas já saem com uma cartilha nas mãos com o que pode ser dito, o que pode ser elogiado, quem vai ter moral, quem não vai, é incrivel.

  • Marcel Souza

    Como disse o Plihal, pra ser campeão o São Paulo vai precisar de um vitória improvável hoje.

    Sinceramente eu acho que um empate ou até mesmo uma derrota não vai complicar muito nesse momento, talvez só em aspectos psicológicos. Em contrapartida, se o São Paulo ganha hoje joga um pressão monstro no Palmeiras pro final de semana.

    E apesar do Palmeiras ainda jogar com o Grêmio no Olimpíco, uso o mesmo argumento do jogo contra o Atlético. Até o dia 22 muita coisa vai ter acontecido.

    Pra finalizar, realmente a Globo não sabe promover o futebol como ele merece. E depois reclama da fórmula do campeonato…

  • TEOBALDO

    Vaaaaaaaiiiii Grêmio, faz essa massa feliz.

  • Gilson

    Sou torcedor do São Paulo e fico impressionado com o “poder” que o time tem.
    O juiz deu 2 penaltis duvidosos contra o Flamengo e a “culpa” é do São Paulo. O Cruzeiro ofereceu a “mala branca” para o Barueri ganhar do Flamengo e a “culpa” é do São Paulo. O Barueri afastou os 2 jogadores envolvidos na “suposta mala branca” somente para beneficiar o São Paulo. Aliás, o São Paulo ganhou os últimos campeonatos brasileiros, sempre com a ajuda da arbitragem, nuna por méritos próprios. Até na final do mundial, o São Paulo foi ajudado pela arbitragem. E se os jogadores do Barueri não tivessem sido afastados e o São Paulo tivesse ganho o jogo com um frango do goleiro e um gol incrivelmente perdido pelo Val Baiano, com certeza seria porque o Barueri não tinha punido esses jogadores que tinham recebido a tal da “mala branca”.
    Ah tambem é culpa do São Paulo, o Inter ter perdido pro Botafogo, pois quem fez o gol foi um jogador que já jogou no São Paulo.
    Aliás tudo que aconteceu de errado nesse campeonato é culpa do São Paulo. É a nova organização secreta “TPBSP” (Tudo para Beneficiar o São Paulo).

    Tenham dó né era só isso que faltava. O São Paulo chegou mais uma vez e choradeira começou a todo vapor…

  • kappen

    ao leonardo atleticano:

    o celso roth foi demitido pq substituiu um atacante por um volante em um gre-nal no qual jogava melhor e tinha feito o gol de empate (foi fazer o gol para ele arranjar a substituição). resultado, o tricolor perdeu de 2 a 1. não foi o resultado em si, pq clássico é clássico (e vice-versa /jardel), mas a péssima mexida no time.

    o roth, muitas vezes, passa a impressão de não conseguir ‘ler’ o time em campo.

  • TEOBALDO

    Não sei se você concorda, Kappen, mas esse é um problema de vários técnicos brasileiros. Conseguem treinar o time muito bem em determinado esquema tático, mas durante um jogo se precisar alterar este esquema tático e fazer o time mudar a forma de jogar, é uma tragédia.

  • leonardo atleticano

    Kappen, o que eu disse é que ele teve , com um time inferior, resultados melhores que o Paulo Autuori está tendo com um time reforçado, e a ele não é dado o direito de errar, e disse que Paulo Autuori, Parreira, Luxa, Joel Santana e outros tem mais tranquilidade para trabalhar, podem não ganhar nada que não perdem a fama, e a torcida vai no embalo, massacrando os que são criticados e engolindo os que são protegidos, não disse que o Roth é o melhor, só digo que outros piores tem vida mais fácil, só isso.

  • kappen

    ao teobaldo:

    com a tua hipótese eu concordo, só não sei dizer se o problema é o técnico ou são os jogadores.

    mas no exemplo que citei, o roth estava dominando o meio-campo do tite justamente porque um dos atacantes ficava segurando o lateral (acho que era o jonas sobre o kléber). tirou o jonas para colocar um volante (acho que foi aquele que depois parou no fluminense…) e perdeu o ataque (o seminoperante alex mineiro – que fez o gol… – ficou sozinho), chamou o inter para cima, e bagunçouo meio tricolor.

    e isso tudo simplesmente porque o roth quis, contentou-se com o empate, sei lá. não precisava ter mudado (ninguém machucou, o inter não pressionava, não havia furos no esquema).

  • rodrigo coelho

    O Grêmio é tão estranho, que se marcar um amistoso contra o Barcelona (completo), no Olímpico, vence de goleada!!! Agora se marcar um amistoso contra o lanterna da nonagézima quarta divisão da Mongólia, e o tal jogo sendo na Mongólia, aposto no time local com certesa!!! Como explicar? Porquê o Grêmio em casa é tão forte e fora é tão medíocre? Ainda bem que os jogos contra São Paulo e Palmeiras são no Olímpico!!! (obs: sou corinthiano!!!)

  • roberto

    Andre………. Para complementar teu raciocinio: o gremio em todo o brasileirao de 2008 perdeu apenas para o goias no olimpico…………………
    em dois anos, esta foi a unica derrota no brasileirao jogando no monumental……………………. e mais: temos o melhor ataque e a terceira melhor defesa……………….. entao, se naum fosse o fato da vitoria gremista favorecer o rival inter, eu afirmaria com certeza que muito dificilmente o gremio perderia para este que considero o pior sao pauo dos ultimos 5 anos.

  • Marcos Vinícius

    A TODOS OS FREQUENTADORES DESTE BLOG:
    Os que puderem(e quiserem) visitem o blog do Mauro Beting e vejam o texto que o cara bolou a respeito da instituição Clube de Regatas Vasco da Gama.Independente time que vc torce,da camisa que vc veste,da bandeira que vc hasteia,aprecie o texto.
    O cara(Mauro Betting)é palmeirense assumido,não esconde isso de ninguém,mas fez um texto belíssimo homenageando a instituição Vasco,a hístória do clube e sua torcida.Prova de jornalismo competente e imparcial.
    O texto rebeu mais de 120 comentários,muitos até mesmo,pasmem,de flamenguistas,elogiando o texto do rapaz.Bem,se um texto sobre o Vasco recebe elogios de flamenguistas,imaginem!

    Quando puderem(e quiserem) passem lá e leiam.É de encher os olhos.

    André,desculpe usar o espaço do seu blog para divulgar um outro.Não quero,com isso,suscitar concorrência,estou indicando o texto como vascaíno,fã incondicional do Vasco,sem preferir este ou aquele,e sem quere sugerir que este é melhor que aquele,ok?
    Grande abraço,e obrigado por aceitar meu(s) comentário(s).

    AK: Eu que ageadeço. O blog do Mauro está indicado entre os favoritos. Um abraço.

  • kappen

    o grêmio com o melhor ataque da competição é outra coisa surpreendente, eis que no nosso campeonato já jogaram ou ainda jogam ronaldo, adriano, nilmar, fred, diego tardelli, wagner love e outros que esqueço.

    e pensar que o ataque titular era, até a contusão do contestado jonas, este mais o maxi lopez em recuperação.

  • Luiz Felipe

    Quem não conhece o referido estádio, ouvindo o nome, pode imaginar que seja grande coisa. Ledo engano.

    Na verdade é um puxadinho remendado, onde foi feito um micro anel superior para tentar se aproximar da imponência do Gigante da Beira-Rio. Evidentemente não conseguiram…

  • Anna

    É lindo mesmo o que o Mauro Beting escreveu. Amei! Faço minhas as palavras do Marcos Vinícius. o Vasco é a minha paixão maior! Grande abraço, Anna

  • Paulo

    Infelizmente, e outra vez, árbitros nordestinos sem expressão, desconhecidos (entenda-se: com medo de errar e sem competência para acertar) são escolhidos para apitar jogos decisivos do Tricolor Paulista de Todos os Lobbys. Isto quer dizer, em caso de dúvida nos lances da partida desta noite em Porto Alegre, apitarão a favor do time mais rico: o São Paulo do Juvenal e suas vedetes! Atlético e Palmeiras estão ferrados, já que não tem força nos bastidores do Jogo! São Paulo Hexacampeão de sugestão e convencimento antes das partidas. Coisa de marketing forte mesmo!

  • leonardo atleticano

    Impressionante, todos hj torcem pelo Vasco da Gama, todos odiavam o Vasco do Eurico, como foi que ele ficou tanto tempo por lá?? Aqui no Brasil alguns conseguem ser donos de time sem investir uma prata, muito pelo contrário.

  • Marcos Vinícius

    À leonardo atleticano:
    O problema do Vasco,durante muito tempo,foi o Eurico.Amigo,não sei a sua idade,e não precisa dizer,mas a relação Eurico/Vasco talvez tenha sido a última remanescente de uma época em que os dirigentes tomavam conta do clube.Eurico no Vasco,Emil Pinheiro no Botafogo,Francisco Horta no Fluminense e Márcio Braga no Flamengo.Este último ainda teve o mérito de ceder a evolução,de abrir as portas do clube aos investidores que,como bons capitalistas que são,investiam em troca de retorno financeiro.
    Mas no Vasco era diferente.O Vasco era comparado a Cuba,uma ilha no meio de um continente em franco desenvolvimento,mas que não aceitava regras,ninguém sabia o que acontecia dentro do clube,só vinha a tona o que seu mandatário queria que viesse.O cara cansou de dizer que “ele era o Vasco”,como se isso desse ao mesmo o direito de fazer o que quizesse dentro de São Januário.Isso,claro,afugentou investidores,o clube não tinha mais credibilidade,não tinha mais capital e não tinha meios de consegui-lo,ficando restrito as cotas de TV.
    Todo vascaino consciente do que é futebol não gostava do Eurico.Eleições manipuladas,jogo de bastidores,inversão de mando de campo,tudo isso o cara fazia.Claro que isso criou uma antipatia,mas foi em relação a pessoa Eurico,não a instituição Clube De Regatas Vasco Da Gama,que é maior que qualquer Eurico,ou Roberto,ou Romário,ou Edmundo,enfim,a instituição Vasco é maior que qualquer pessoa.A instituição fica,as pessoas vão,e o Vasco permanece.
    O Vasco nunca foi odiado.Eurico Miranda sim.O Vasco,nunca.

  • Anna

    Eurico foi motivo de vergonha para muitos vascaínos. Hoje, mesmo na série B, temos um presidente que foi craque dentro dos campos. O Vasco é maior que tudo. Fico feliz que as pessoas falem do Vasco pelas suas tradições, camisa e história. A mais bonita, me perdoem os outros, do futebol brasileiro. É muito bom ter a cruz de malta encravada no peito. Aquela coluna Na saúde e na doença que o André Kfouri escreveu também é muito bonita e foi reproduzida no netvasco. Abraço e boa noite, Anna

  • Leonardo atleticano

    Marcos Vinícius, infelizmente a tranferência de antipatia é automática, mas nada que não tenha um rápido concerto. Com certeza, vcs terão um longo caminho de conquistas e simpatia com a grande maioria. Segunda eu vi o Bem amigos com o mala do Galvão, estava lá o Paulinho da Viola, que baita representante vcs tem!! A torcida do Vasco é ligada à torcida do Galo, é uma pena todas não serem ligadas, mas a do Vasco assiste aos jogos junto com torcida do Galo. Tenha certeza que a torcida do Galo está subindo com vcs.

  • Marcos Vinícius

    André,por favor,me envie o link,se possível,da coluna citada pela Anna.Isso,claro,caso vc a tenha publicado na net.
    Abraço.

    AK: Não consegui encontrar o link. Aí vai o texto. Um abraço.

    NA SAÚDE E NA DOENÇA (uma história de amor ao clube)

    O e-mail caiu na minha caixa-postal na terça-feira, relatando uma conversa que aconteceu na semana passada, num apartamento em São Paulo. O vascaíno, angustiado com a situação do time às vésperas do clássico contra o Fluminense, revelou à mulher uma decisão importante:

    – Preciso ir ao Rio neste fim de semana.

    – Mas por que, amor? Já vamos na semana que vem para um aniversário.

    – Preciso ir ao Rio, preciso ver o jogo.

    – Precisa mesmo?

    – Sim, você se importa?

    – Se você precisa, então vai lá.

    – Preciso. Preciso estar lá para ajudar o Vasco a ganhar. Se não ganhar, preciso estar lá para cair junto com ele e lhe dar a mão para começar a levantar. Preciso muito ir a esse jogo. É uma prova de esperança, uma prova de amor. Eu preciso estar lá. Você se importa?

    – Não, pode ir.

    Se você não tem, na vida, uma cena parecida para contar, não perca o tempo de ler essa coluna até o fim. Será inútil.

    Se tem, aceite o convite para lembrar, e celebrar, a paixão pelo futebol. Não importa qual seja o seu time, só que você tenha um. Aquele distintivo é parte integrante do que somos, e não podemos ser compreendidos separadamente.

    Ainda que o poder destrutivo do ser humano seja infinito como sua capacidade de criar. Ainda que existam cartolas inescrupulosos, gerentes de futebol muito mais bem remunerados do que se imagina, jogadores que não passam perto da noção do significado da camisa que vestem, bagrecéfalos que insistem em confundir uniformes com roupas camufladas.

    Quanto mais atrasada a sociedade, mais feio é o cenário em seus estádios de futebol. Por aqui, a seis anos da Copa do Mundo, os nossos continuam distantes de oferecer um tratamento minimamente decente. Freqüentá-los é puro masoquismo, na esmagadora maioria dos casos.

    Só que o campo magnético em torno deles tem uma força tamanha, que continua nos atraindo semana após semana. A ponto do vascaíno em questão deixar a família em São Paulo, e atravessar a Via Dutra, duas vezes, para ver o time dele jogar.

    Mas e se o time perder? Você sabe como isso funciona. Mesmo em caso de arrependimento momentâneo, a decisão de não repetir a aventura duraria pouco.

    Bastaria que o coração pedisse, e não precisaria insistir muito.

    Mas, como se sabe, o chute deWagner Diniz passou por baixo de Fernando Henrique. O Vasco venceu, e ainda tem pulso no campeonato.

    E para melhorar a história, o email conta como foi a chegada em casa:

    – Bom dia!

    – Oi…

    – Cansado?

    – Sim.

    – Feliz?

    – Muito.

    Então valeu a pena, né? Assim o vascaíno encerra: “Um sorriso, um silêncio, um abraço, a compreensão, e a lágrima escapando pelo canto do olho. Sou mesmo um cara de muita sorte”.

    Sem dúvida, vascaíno.

    E você, que sabe como são essas coisas, também é. Não se trata de comparar amores, escolher o que é mais importante. Mesmo porque, entre família e futebol, não deve haver comparação.

    A sorte vem da felicíssima reunião de sentimentos. Da oportunidade de se dar o luxo de brindar ao indissolúvel casamento entre torcedor e time.

    O que a bola uniu, o homem não separa.

  • Anna

    Leonardo, não vi o Bem,amigos, mas adoro o Paulinho da Viola. Torço por todos os alvinegros no Brasil, à exceção do Verdão em São Paulo. Obrigada pelo apoio! Grande abraço, Anna

  • Paulo

    Geral nos bastidores do Jogo. Danilo não tomou cartão vermelho do juizão no clássico de Presidente Prudente e agora será denunciado ao STJD (espécie de cartório de quem tem força de lobby) e pode pegar um ganchão! Vagner Love, também do Palmeiras, foi expulso contra o Avaí e pegou punição de dois jogos. O juiz da Bahia, inexpressivo, como sempre pede o time mais forte nos bastidores do Jogo, “pendurou” o Grêmio, permitiu a usual “catimba” sãopaulina (falta de pressa em muitos momentos da partida) e ainda não deu uma penalidade clara a favor do time da casa. Depois, deu uma de migué: expulsou três jogadores do Tricolor para não dar na cara. Será que Dagoberto e Borges também pegarão dois jogos de gancho? Borges deu com a chuteira no rosto de um gremista caído e Dagoberto deu uma entrada tão violenta quanto a do Danilo. Agora é só chamar o anteriormente “vetado” Wagner Tardelli para apitar o jogo do Palmeiras. E a equipe alviverde, desfalcada, e também “pendurada” terá de rebolar ou dançar conforme a música para conseguir um bom resultado diante do desesperado Fluminense. Contra a força do Tricolor Paulista de Todos os Lobbys nada pode ser feito? É sempre assim que os títulos brasileiros tem sido obtidos… Vamos todos bater palma de novo? Se não for o Verdão, que seja o Galo Mineiro! (Precisa ver o que não vai acontecer no Mineirão também).

  • Bem, respondendo ao Gilson:

    Meu caro, depois do jogo de ontem entre spfc e grêmio, tenho absoluta certeza que a CBF quer escolher o campeão brasileiro. quando o jogo estava 1 x 1, houve um penâlti escandaloso contra o pobre grêmio. Em situações normais de jogo, a infração seria assinalada. Contra o Grêmio, no olímpico, ser garfado dessa maneira, só mesmo contra o são paulo…
    Não vou nem relatar o penalti que houve a favor do Barueri não marcado…
    Você ainda acha que o time do são paulo não é beneficiado?

    Saudações

  • Marcos Vinícius

    André,obrigado pela reprodução do texto.Tenho certeza que te dei trabalho.Mas,se isso vale como obrigado,valeu muito.Pelo texto,pelo amor de um vascaíno expressado nele,pela identificação de muitos vascainos com ele,inclusive eu.
    O amor ao clube,seja ele qual for,não tem explicação científica,lógica ou racional.O cara é apaixonado pelo time,faz loucuras pelo mesmo,e pronto!Não há o que explicar.Uma cena muito marcante que me lembro de ter visto pela TV foi o rebaixamento do Corinthian,contra o Grêmio,no Olímpico,em 2007.Aquela cena de torcedores chorando,não acreditando no que viam,mostra bem o que é amor incondicional a um time de futebol.

    Ano passado estava num bar no Grajaú,zona norte do Rio.Estava desesperado,pq no bar não tinha televisão,e era a última rodada do brasileiro,tinha Vasco x Vitória em São Januário.Foi o jogo fatídico,o jogo que carimbou o passaporte do Vasco a Sére B.Recebi a noticia pelo telefone,acessando o serviço de informações.Imadiatamente me lembrei dos corinthianos de 2007.Senti o mesmo que eles sentiram naquele dia.Teve uma mãe que ligou pro filho,que estava no Olímpico naquele dia,e a mãe disse que,quando ligou pro filho e perguntou como ele estava,o rapaz respondeu:”Mãe,foi horrível…”,e desabou a chorar.
    André,aquele dia…Foi horrivel!
    Mas passou.Hoje o Vasco é outro,outro time,outra cara,outra atitude,enfim,novos(e bons) ventos sopram em São Januário.
    Certa vez jurei que nunca mais iria em um jogo do Vasco.Disse isso quando o Vasco perdeu a decisão do Mundial de Clubes para o Corinthians,em pleno Maracanã.Eu estava lá naquele dia.Estava numa cadeira à direita do gol onde foram cobrados os penais.Chorei,como todo vascaino chorou aquele dia.Espraguejei o Edmundo e o Gilberto,como todo vascaino fez aquele dia.
    Um mês e meio depois,rodada do estadual de 2000.Vasco x Botafogo,no Maracanã.Vc consegue imaginar onde eu estava?Acertou,tenho certeza.

    “Sou vascaíno,um sentimento que não pode parar”(Parte de uma música cantada por uma torcida organizada do Vasco).
    Valeu,André.Obrigado.

  • Gilson

    Respondendo ao joao vitor:
    É a “TPBSP” (Tudo para Beneficiar o São Paulo) agindo de novo.
    Ficou claro ontem pois foram só 3 jogadores expulsos, inclusive o carrinho que o Dagoberto deu ontem foi muito mais violento que o pontapé que o jogador Danilo do palmeiras deu no Jorge Henrique.
    Tenha dó né, o time de voces não tem competência nem pra comprar juizes, quanto mais pra ganhar campeonato. Podem chorar, o choro é livre…..

  • Repondeno ao Gilson:
    Na verdade é o TPDCB (Tudo para desprestigiar o campeontato brasileiro) que faz com o campeonato não seja melhor. O campeonato é bom? Com certeza! É o mais disputado do mundo? Sem dúvida! Poderia ser muito melhor? Evidente, se não fosse essas atitudes descaradas a favor de alguns times… Pena que seu fanatismo, o impeça de ver essas coisas…

    Saudações

MaisRecentes

Campeão de novo



Continue Lendo

Inglaterra 0 x 0 Brasil



Continue Lendo

Domingo discreto



Continue Lendo