NOTINHAS PÓS-RODADA



E depois de muito tempo, o BR-09 tem um novo líder.

O Palmeiras quer garantir que seja apenas por algumas horas.

O Atlético também.

Abrindo a trigésima-segunda jornada:

* Só quatro times têm mais empates do que vitórias no campeonato. Um deles é o Santos (1 x 1 com o Atlético Paranaense: Kléber Pereira e Bruno Costa – 17.930 pagantes na Arena da Baixada), com doze.

* Os outros três (Botafogo, Sport e Fluminense) estão na briga para fugir da Série B em 2010.

* Suponho que os botafoguenses dirão que seu time (1 x 0 no Náutico: Juninho – 6.127 pagantes no Engenhão), tantas vezes prejudicado pela arbitragem, dessa vez “deu sorte”.

* Mas Diego claramente escorregou no lance em que, bem posicionado, o árbitro Leonardo Gaciba da Silva criou um pênalti.

* O Grêmio (3 x 1 no Avaí: Tcheco, Maxi López, Souza e Emerson – 8.221 pagantes no Olímpico) é tão bom em casa, que nem uma expulsão aos 33 minutos (Rochemback) atrapalha.

* O Avaí não perdia há cinco rodadas.

* O time mais quente do campeonato é o Cruzeiro (3 x 2 no Santo André: Guerrón, Nunes, Júnior Dutra, Eliandro e Thiago Ribeiro – 19. 567 pagantes no Mineirão), cinco vitórias seguidas.

* E não importa o que acontecerá hoje à noite. O Cruzeiro terminará a rodada a um ponto do G-4.

* Infantil a falha da defesa do Vitória, no gol do Corinthians (1 x 0: Defederico – público ND no Barradão): o jogador que vigiava o argentino tentou dobrar a marcação em Ronaldo, e acabou não marcando ninguém.

* Viáfara quase fez um gol contra no segundo tempo, ao soltar a bola após uma cobrança de escanteio. A bola passou perto da trave.

* A invencibilidade de dez jogos do Flamengo acabou (Grêmio Barueri 2 x 0: Val Baiano e Everton – 10.374 pagantes na Arena Barueri). A porta do G-4 permanece fechada.

* Ao ser substituído, Juan teria dito “assim você me queima” para Andrade. Interessante a “visão de mundo” de determinados jogadores.

* André Dias “escalou” Bosco na segunda-feira, e o goleiro reserva do São Paulo (1 x 0 no Internacional: Washington – 34.256 pagantes no Morumbi) mostrou que o zagueiro estava certo.

* Muitos são-paulinos têm restrições a Washington, que não estaria nos planos do clube para o ano que vem. Mas ele tem 11 gols, sem ser titular.

* Logo mais, tudo às 21 horas:

Palestra Itália – Palmeiras x Goiás (dependendo do resultado do Atlético, um empate já devolve a liderança ao Palmeiras, ainda que seja no terceiro critério de desempate)

Maracanã – Fluminense x Atlético Mineiro (se vencer, e o Palmeiras não vencer, o Atlético será líder)

Ilha do Retiro – Sport x Coritiba (vitória do Sport provoca triplo empate em pontos com Santo André e Náutico)

______

ATUALIZAÇÃO, 15h37 – Essa história da “mala branca” (via Cruzeiro, de acordo com o goleiro Renê e com o atacante Val Baiano. Ótimo trabalho do repórter Conrado Giulietti, dos canais ESPN e da rádio Eldorado/ESPN. Ouça o que eles disseram, aqui) para o Grêmio Barueri ganhar do Flamengo está rendendo.

Parece até que se descobruiu vida inteligente fora da Terra.

Os clubes negam, é lógico. O Barueri diz que investigará o caso e pode punir os envolvidos. O Cruzeiro diz que quem falou terá de provar.

Val Baiano, que falou ao Conrado com tanta naturalidade, até já mudou sua “declaração oficial”.

Amigos, vamos parar de perder tempo com jogo de cena?

Quem disse que os clubes precisam saber do que os jogadores conversam? As malas, antiquíssimas no futebol, não são necessariamente institucionalizadas.

Viajam o Brasil, todos os anos, nessa época. E ficam mais numerosas, e pesadas, na medida em que as últimas rodadas se aproximam.

Que fique claro: eu não gosto, cheira mal, e deve ser punido quando provado.

Só que não pode ser motivo de tanto espanto.

ATUALIZAÇÃO, 19h24 – Ah, me esqueci de dizer que o único resultado desse barulho todo é que, agora, a “mala” não chegará a Barueri.



MaisRecentes

Cognição



Continue Lendo

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo