NOTINHAS PÓS-RODADAS



Bem…

Tudo o que podia dar errado para o líder, deu.

E a configuração dos cinco primeiros lugares ficou exatamente como se comentou neste post.

É lunático o equilíbrio a sete rodadas do final.

As notas da trigésima-primeira jornada do BR-09:

* Só o saldo de gols segura o Náutico (2 x 1 no Grêmio Barueri: Bruno Mineiro, Márcio Careca e Patrick – 13.249 pagantes nos Aflitos) no U-4.

* Obviamente, vencer os jogos em casa (segundo seguido) é crucial para evitar a Série B em 2010.

* Na hora de colar no primeiro lugar, o Atlético Mineiro (1 x 0 no Vitória: Diego Tardelli – 57.901 pagantes no Mineirão) não bobeou.

* Mas não foi fácil. O coração do Mineirão parou durante o lance de Neto Berola, em que a bola bateu na trave e correu sobre a linha.

* Algo me diz que Marcos Aurélio nunca mais vai esquecer o gol da vitória que deixou o Coritiba (3 x 2 no Atlético Paranaense: Ariel-contra, Ariel, Jeci, Marcinho e Marcos Aurélio – 32.838 pagantes no Couto Pereira) cinco pontos acima do calabouço.

* Clássico… jogo duro… vitória importante e suada… com gol aos 47 do segundo tempo. A vida não fica muito melhor do que isso.

* O gol do Internacional (1 x 0 no Grêmio: D’Alessandro – 35.834 pagantes no Beira-Rio) foi marcado com colaboração do “quique artilheiro”. Não há “morrinhos” no gramado de sinuca do estádio do Inter.

* De todos os integrantes do G-4, o Internacional é quem tem o melhor saldo de gols.

* Empatar (2 x 2: Iarley, Romerito, Mariano e Equi González – 10.078 pagantes no Serra Dourada) na casa do Goiás não é necessariamente um resultado ruim. Mas para o Fluminense, foi.

* Já são cinco rodadas sem vitória dos goianos.

* Clássico de falhas defensivas dos dois times, na virada que recolocou o São Paulo (4 x 3 no Santos: André, Hernanes, Rodrigo Souto, Washington, Jorge Wagner, Robson e Rogério Ceni) na briga.

* Carlos Eugênio Simon exagerou ao expulsar o goleiro do São Paulo, no segundo tempo.

* Nunca, na era dos pontos corridos, o Flamengo (1 x 0 no Botafogo: Adriano – 25.192 pagantes no Engenhão) ficou tantos jogos (10) invicto. A chance de título nunca foi tão grande como agora.

* Eu ia escrever outra coisa, mas a campanha publicitária para a Copa de 2014 e para a Olimpíada de 2016 teve mais um grande momento ontem no Engenhão.

* O Cruzeiro (1 x 0 no Corinthians: Gilberto – 23.672 no Pacaembu) é o único time que venceu as últimas quatro rodadas. E tem dois jogos seguidos (Santo André e Fluminense) em casa.

* A atuação dos mineiros não pode ser reduzida a um gol tecnicamente irregular. CORREÇÃO, 11h44 – O gol de Gilberto foi legal. É o que mostrou a imagem congelada. Obrigado pelos comentários sobre o assunto.

* O Sport (2 x 2: Wilson, Luciano Henrique, Marquinhos e Luis Ricardo – 8.571 pagantes na Ressacada) é o único time que não venceu fora de casa no campeonato.

* Missão (bem) cumprida: o Avaí estará na Série A em 2010.

______

* O golaço de Elton, no Maracanã repleto, foi a moldura perfeita para a situação do Vasco (2 x 1 no Bahia: Fagner, Elton e Paulo Isidoro – 49.990 pagantes), em processo de despedida da Série B.

* Arrepiante o grito de “o bacalhau voltou”, quase definitivo. É uma das “vantagens” da Série B: tem festa pela volta antecipada e pelo título, que o Vasco promete buscar.



MaisRecentes

Em voo



Continue Lendo

Não estamos prontos



Continue Lendo

Ferido



Continue Lendo