OJO DE BIFE



Se eu pudesse, comeria carne todos os dias.

Sou daquelas pessoas que não resistem quando abrem uma revista e encontram a foto de um suculento filé.

A imagem não vai embora, funciona como um alarme que não desliga, até se transformar em algo comestível.

São Paulo é riquíssima em casas de carnes. Algumas são espetaculares, independentemente do estilo.

As chamadas “parrillas” preparam os pratos, guardadas algumas diferenças, como se faz na Argentina e no Uruguai.

E entre um e outro, é impossível escolher o melhor.

Tem “clássico da carne” logo mais, na parrilla do Estádio Centenário, em Montevidéu. Será a edição número 198 de um Uruguai x Argentina. Nenhum jogo entre seleções aconteceu tantas vezes.

Na história das Copas do Mundo, só dois: a final do primeiro Mundial, que os uruguaios ganharam em casa por 4 x 2.

E o jogo de oitavas de final da Copa de 86, vencido pelos argentinos por 1 x 0.

O fato de o encontro desta noite fazer parte das Eliminatórias não diminui seu tamanho.

Tem tudo para ser verdadeiramente histórico.

Previsão: o Uruguai não só ganha como ganha bem. Chile e Equador empatam em Santiago.

Argentina na repescagem.

Acho que será impossível segurar a fome dos uruguaios, que há quatro anos perderam a repescagem para a Austrália.

Por falar em fome…

ATUALIZAÇÃO, 22h04 – Pena que o jogo (Argentina 1 x 0 Uruguai: Bolatti) não entregou o que prometia. Mas é lógico que os argentinos não estão nem aí. O time de Maradona jogou para empatar (se é verdade que Messi está brigado com Diego, deve ser coisa séria, porque o rapaz simplesmente não entrou em campo), sem vergonha de se fechar, e ganhou com um gol de bola rebatida na área, aos 39 do segundo tempo.

Tudo certo. No futebol também se vence desse jeito. E a Argentina, ainda bem, vai à Copa do Mundo. Os supersticiosos que enxergam semelhanças entre as classificações para os Mundiais de 1986 e 2010 (gol no final do jogo contra o Peru, com chuva em Nuñez; o craque do time, um baixinho canhoto, não jogou bem nas Eliminatórias, mas ganhou a Copa) devem estar convencidos de que tudo se repetirá. Futebol não falta, mas com esse time…

Decepcionante Uruguai. Em casa, adversário medroso, tudo a favor. De volta à repescagem, desta vez sem precisar atravessar o planeta. Boa sorte.

Para completar os palpites certeiros, o Chile ganhou (1 x 0: Suazo) do Equador em Santiago. O gol de Suazo roubou a artilharia de Luis Fabiano.



MaisRecentes

Vencedores



Continue Lendo

Etiquetas



Continue Lendo

Chefia



Continue Lendo