NOTINHAS PÓS-RODADAS



Nada mudou para o líder.

O que significa que ficou pior para os outros.

Além do Palmeiras, Flamengo e Atlético Mineiro (dois andares para cima) vibram.

As notas da vigésima-sétima rodada:

* Primeira vitória do Atlético Paranaense (3 x 1 no Corinthians: Paulo Baier, Wallyson, Jucilei e Wesley – 26.842 pagantes no Pacaembu), fora de casa, em dois meses.

* O Corinthians (que levou 7 gols nos últimos dois jogos no Pacaembu) desperdiçou uma boa atuação de Ronaldo.

* A invencibilidade de cinco jogos do Vitória não resistiu a quarenta segundos contra o Santo André (1 x 0: Nunes – 1.701 pagantes no Bruno José Daniel).

* Fábio Ferreira foi até a linha lateral dar um pontapé em Marcelinho Carioca. E depois ficou olhando Nunes cabecear para o gol. Certas coisas não mudam.

* O Atlético Mineiro (2 x 1 no Grêmio Barueri: Diego Tardelli, Correa e Flavinho – 44.707 pagantes no Mineirão) não apenas parece um time que se acertou para a arrancada final.

* Cada um comemora como quiser, é claro. Mas nunca vou entender a simulação de tiros, comum no mundo inteiro.

* O Grêmio (3 x 3 com o Sport: Jonas, Vandinho, Maxi López-2, Paulinho e Fininho – 19.174 pagantes) ainda tem o melhor aproveitamento como mandante (80,9%) do BR-09.

* Para o Sport (a quatro pontos da saída do calabouço), o pontinho valeu muito.

* Após 11 jogos, o Botafogo finalmente venceu (3 x 1 no Goiás:Jobson, Victor Simões, André Lima e Amaral – 22.989 pagantes no Serra Dourada). Mas permanece no U-4 justamente porque venceu pouco.

* Recado para o técnico Hélio dos Anjos: quando um time leva 3 x 0 em casa (e faz um gol nos acréscimos), a culpa não pode ser da arbitragem.

* Os interessados no título comemoraram o gol de Luizinho, na Vila Belmiro.

* Mas Diego Souza tratou de frustrá-los, ao comandar a virada que manteve o Palmeiras (3 x 1: Luizinho, Diego Souza, Robert e Vágner Love – 10.402 pagantes) cinco pontos à frente.

* O Coritiba (2 x 0 no Internacional: Marcos Aurélio e Thiago Gentil – 21.259 pagantes no Couto Pereira) respira um pouco mais tranquilo, a cinco pontos do calabouço. O plano agora é sair da “zona do limbo”.

* Fora da área-vip, tudo indica que o Inter mostrou a porta a Tite. Mas não é oficial. (ATUALIZAÇÃO, 12h01 – Ôps, agora é. Tite caiu.)

* A Libertadores 2010 parece longe do alcance do Cruzeiro (2 x 2 com o Avaí: Leonardo Silva, Léo Gago, Fabrício e Cristian – 10.823 presentes na Ressacada), que vencia até os acréscimos.

* Parabéns ao Avaí pelo gramado de seu estádio.

* Sob o comando do Imperador, o Flamengo (2 x 0: os dois dele – 78.409 pagantes – recorde do Campeonato Brasileiro em 2009) mostrou que está chegando ao G-4.

* Será que teremos Fla-Flu no BR-10?

______

* De acordo com alguns depoimentos, choveu até granito no empate (0 x 0 – 1.963 pagantes no Nabi Chedid) entre Bragantino e Vasco, pela Série B.

* Mesmo com um a mais no segundo tempo, o líder não conseguiu a recuperação que Dorival Júnior queria ver.



MaisRecentes

Vencedores



Continue Lendo

Etiquetas



Continue Lendo

Chefia



Continue Lendo