OS LINKS DA LIGA (e parou, parou, parou…)



Vinte e um gols em oito jogos, na abertura da segunda rodada da UCL.

Grupo E:

Em Florença, a Fiorentina recebeu e venceu o Liverpool: 2 x 0.

O líder Lyon foi ao estádio Ferenc Puskas, em Budapeste, e goleou o Debreceni: 4 x 0.

No grupo F, a Internazionale empatou de novo: 1 x 1 com o Rubin Kazan, na Rússia.

E o Barcelona, em casa, ganhou a primeira: 2 x 0 no Dynamo de Kiev.

Pelo grupo G, na terra do conde Drácula, Unirea Urziceni e Stuttgart ficaram no 1 x 1.

E o líder Sevilla foi a Glasgow e atropelou os Rangers: 4 x 1.

Grupo G:

Em casa, o Arsenal passou pelo Olympiacos: 2 x 0.

E na Holanda, AZ Alkmaar e Standard de Liége empataram em 1 x 1.

Lyon, Sevilla e Arsenal lideram seus grupos com 100% de aproveitamento.

Logo mais, em campo, os times dos grupos A, B, C e D.

Volte para ver os gols.

______

Ontem, no Rio de Janeiro, Joseph Blatter deu uma ótima notícia:

A “paradinha” vai acabar.

Uma reunião do International Board marcada para o dia 20, em Zurique, tomará a decisão, que será distribuída para todas as associações nacionais de futebol.

Frase do presidente da Fifa: “É uma infração e o árbitro deve punir com o cartão amarelo. Se o jogador repetir, precisa ser expulso. Não é justo, é uma trapaça e precisa acabar.”

Há dois tipos de “paradinhas”: a que interrompe o movimento em direção à bola, antes do chute, como Pelé fazia.

E a que interrompe o movimento do chute, ou o chamado chute falso.

O segundo tipo é uma covardia (se o goleiro cai, fica proibido de defender o chute), quem vem sendo tolerada nos gramados brasileiros, por problemas de interpretação da regra.

A Fifa quer o fim da interpretação. Enfim.



MaisRecentes

Desconforto



Continue Lendo

Irmãos



Continue Lendo

Na mesa



Continue Lendo