NOTINHAS PÓS-RODADAS



Para cima ou para baixo, a maior mudança foi de três posições.

Para cima: Avaí e Flamengo.

Para baixo: Corinthians, Barueri e Santos.

Mas quem vibra mesmo é o Goiás, de volta à área-vip.

As notas da vigésima-quinta rodada do BR-09:

* O Atlético Paranaense (1 x 0 no Sport: Marcinho – 15.026 pagantes na Arena) fez um gol no primeiro minuto, e aguentou o Sport nos outros 90+.

* Com 15 derrotas, o Sport é o time que mais perdeu no campeonato.

* Pela segunda rodada seguida, o Vitória bateu (2 x 0 no Internacional: Uelliton e Roger – 19.033 pagantes no Barradão) um candidato ao título.

* Um ponto em Salvador, e o Inter seria líder (pelo menos até o Palmeiras jogar).

* Pouco a dizer sobre o empate entre Náutico e Atlético Mineiro (0 x 0 – 14.355 pagantes nos Aflitos), além de que o Atlético ficou à porta do G-4, e o Náutico, do U-4.

* Aos 22 minutos de jogo no Olímpico, o Grêmio (5 x 1 no Fluminense: Souza-2, Tcheco, Kieza, Cássio-contra e Jonas – 27.285 pagantes) já vencia o Fluminense por 3 x 0.

* O Fluminense é o time que menos venceu (3), e está empatado com Grêmio Barueri e Santos como os que mais empataram (9). CORREÇÃO: quem mais empatou foi o Botadogo, 13 jogos.

* Se o São Paulo não ganhar o título, o empate (1 x 1: Jean e Pablo Escobar – 19.716 pagantes no Estádio Santa Cruz) em Ribeirão Preto será lembrado.

* Ótimo resultado para o Palmeiras, que nem jogou.

* O Avaí, que tinha perdido três jogos seguidos, venceu (4 x 0 no Grêmio Barueri: William, Eltinho, Muriqui e Léo Gago – 9.902 pagantes na Ressacada) um adversário que tem o mesmo objetivo: permanecer na Série A, sem sofrimento.

* Golaço de Léo Gago.

* Pouco a dizer sobre o empate entre Santos e Botafogo (0 x 0 – 6.336 pagantes na Vila Belmiro), ruim para os dois.

* Grande atuação, mais uma, de Iarley, no passeio do Goiás (4 x 1 no Corinthians: Iarley, Fernandão, Dentinho e João Paulo – 35.748 pagantes) sobre o Corinthians, em pleno Pacaembu.

* O Goiás não vencia há quase um mês.

* Lindo gol por cobertura de Adriano, na vitória (3 x 0 no Coritiba: Petkovic, Adriano e Willians – 47.921 pagantes no Maracanã) que recuperou a esperança do Flamengo.

* O Coritiba sente a força do campo magnético do calabouço.

_____

* Começou a contagem regressiva para a volta do Vasco (1 x 0 no Guarani: Elton – 50.335 pagantes no Maracanã) à Série A.

* Elton (13 gols) é um dos artilheiros do campeonato.

* Sem querer ser chato…

* Sou obrigado a mais uma nota, sobre a Série B: o escandaloso gol de mão que decidiu a vitória do Paraná sobre o Ceará não teria existido, se a tecnologia estivesse a serviço da arbitragem de futebol.



  • renato

    Tudo bem, para a Globo manter seu horário na quarta-feira alguém precisa deslocar seu jogo para quarta, e é natural que o Palmeiras, que é líder, o faça. Mas é inacreditável que o próximo jogo (contra o Atlético PR) seja no sábado, e não no domingo, deixando apenas dois dias de descanso para os jogadores palmeirenses, sendo que os atleticanos estão descansando desde o sábado anterior!

    Da última vez que isso ocorreu, o Palmeiras jogou na quarta contra o Galo e, exausto, no sábado apenas empatou com o Botafogo em casa.

    Será que ninguém da CBF ou da diretoria do Palmeiras vê isso?

  • ADSON CARVALHO

    Impressionante o amor do carioca pelo futebol… Os quase 100.000 torcedores no maraca nos jogos de Vasco e Fla demonstram que o torcedor carioca não merece passar pelo vexame atual. Falta planejamento e controle aos times, ações que uma administração profissional não teria muita dificuldade em implantar. Já passou o momento dosTimes cariocas serem tratados como empresas familiares, o carioca não merece!!!
    PS. BR09 totalmente em aberto e mais concorrido de todos desde os pontos corridos.
    att.
    AC

  • Tárcio

    André é ridículo mas meu botafogo é o time que mais empatou no campeonato, impressionantes 13 jogos, mais de 50%.
    Pra se ter uma idéia, como empate não vale nada, o botafogo tem o mesmo numero de derrotas que o Internacional, não perdeu tanto assim, mas não consegue ganhar de ninguém, merece ser rebaixado mesmo.

    Abraço e boa viajem.

  • Leandro_GOIÁS ESPORTE CLUBE!

    Vencer o Corinthians (por goleada) no Pacaembu é ainda mais gostoso!

    Iarley e Fernandão jogaram muito!

  • Marcos Vinicius

    Faltam 4 vitórias.Mas a torcida do Vasco não quer apenas o acesso.Quer o título,pois um gigante do futebol brasileiro,em passando pela Série B,deve isso a sua apaixonada e fiel torcida.

    Quanto ao erro que decretou a vitória do Paraná,foi um erro generalizado.Errou o árbitro e errou o quarto árbitro,mais a grande culpada foi a assistente.A jogada era dela,foi na frente da moça.Sem querer minimizar a culpa do árbitro,mas se alguém deve ser punido,é a assistente.

    Prato cheio pra quem acha que lugar de mulher é em casa.

    Na Série A,a zebra pastou no Pacaembu.Mais pelo placar que pelo resultado.Quem,em sã consciência,acreditaria em uma chinelada daquelas que o ótimo time do Goiás impôs ao Corinthians?

    Surpresas positivas,não da rodada,mas do Campeonato:

    Avaí,Grêmio Barueri e Goiás,que,aparentemente,vai brigar,no mínimo,por uma vaga na Libertadores até a última rodada.

    Negativas:
    Coritiba.Boa campanha em 2008,desastrosa campanha em 2009.Se treinador não ganha jogo,o que dizer de o Coxa ter começado sua derrocada após a demissão de Renê Simões?Acho que vai passar longe da zona de rebaixamento,mas se esperava muito mais desse time.

    Sport.Começou o ano ganhando tudo,foi bem na Libertadores,mas o que houve com o time?Vai ser,na minha opnião,junto com Náutico e o já rebaixado Fluminense,um dos componentes do Z-4 ao final do Campeonato.

    E,a maior de todas as decepções:

    Fluminense.Contra fatos não há argumentos:O Tricolor carioca é o primeiro rebaixado do Brasileirão 2009.Um elenco caro,que não corresponde em campo,um PAItrocinador,que concede ao clube quem ele quer,mas simplesmente a máquina não funciona!Ou há uma reformulação completa,a começar pela diretoria,ou o Flu irá amargar temporada maior que a prevista na Série B.

    André…

    Ouvi muita gente falar que achava chato o Lyon,quando tinha Juninho,Cris,Caçapa,ganhar todo ano o francês.Era mérito da equipe,mas parecia que o campeonato começava com todo mundo sabendo quem iria ser o campeão.

    Será que vai acontecer o mesmo com o São Paulo?apesar da ameaça verde,o Tricolor continua Beirando a liderança,como nos anos anteriores.

    Será o tetra consecutivo?

  • Caro André, uma correção: o Botafogo foi o time que mais empatou, com 13 empates na competição.

  • João Carlos Braga

    André, discordo que a eletronica resolveria o problema das arbitragens, pois é claro que mesmo com a eletronica, a polemica existirá em quase todos os lances que não envolvam a bola e o campo. Lógico que em lances claros como os do Castelão, fica mais facil ver o toque mesmo a olho nu (incrivelmente a bandeira do jogo não conseguiu ver um lance claro desses, ela que estava tão de frente para a jogada como a camera que filmava o lance). Só que eletronica não resolve casos de má fé e nem lances interpretativos, como é a maioria dos lances do futebol.
    A eletronica mostrará o lance, os analistas ficarão discutindo se houve infração ou qual a intenção na jogada, e mesmo com os inumeros replays, haverá discordancias eternas, na maioria dos lances. É só ver as mesas-redondas, sem consenso mesmo analisando replays indefinidamente.
    No fim a eletronica servirá mesmo para o mesmo fim que serve no tenis, saber se a bola tocou ou não a linha, se foi dentro ou fora. No caso do futebol, se ultrapassou ou não a linha e em casos claros de agressão (mesmo assim, haverá a dúvida da intenção). No Ceará, a eletronica mostraria que a bola passou a linha de gol, indiscutivelmente. E para a mão empurrando a bola, aínda poderá ter gente afirmando que o jogador tocou sem querer com a mão na bola, que quis cabecear e errou e coisas do tipo. É só ver como foi isso em muitos outros casos famosos, em que o arbitro viu e interpretou assim e os analistas de replay não chegaram a consenso no lance, mesmo em camera lenta e depois de muito ver.
    Em relação ao jogo de RP, a eletronica geraria mais polêmica (houve ou não o penalti do Miranda, pelo replay?), se bem que quem sofreu o tal penalti, disse ao “Lance” que não houve nada e a Globo pelo replay disse que foi penalti claro. A Band por sua vez, disse que não houve, pela mesma imagem.

    AK: Obviamente, discordo de você. A TV resolve praticamente todos os lances duvidosos de um jogo de futebol. Árbitros com acesso aos replays não ficariam em dúvida a respeito desses lances. E, se por acaso ficassem, estaríamos como estamos hoje. O futebol decidido no campo só tem a ganhar com a ajuda da eletrônica. Um abraço.

  • WELSONN

    QUEM EMPATOU MAIS FOI O BOTAFOGO COM 13 EMPATES

  • André Lamin

    O Botafogo é o time que mais empatou, e não os 3 supracitados.

    E o Mengão vai só subindo…

  • Anna

    O Goias destruiu o Timão e pode ser considerado como um dos favoritos ao título sim, basta pedir ao Helio dos Anjos pra ficar quietinho e apostar na dupla Fernandão-Iarley que está mandando bem, além dos dois laterais Vitor e o outro que esqueci o nome. Gosto de área-vip. Acho bem legal. E a contagem regressiva para a subida do Vasco já começou… Bom jogo na NFL!

  • Anna

    Campo magnético do calabouço também foi genial! Devia fazer um dicionário com suas expressões do campeonato! 🙂

  • Rodrigo Vascão

    André, gostaria de lhe fazer uma pergunta: O atual elenco do Vasco teria condições de disputar a 1ª do BR2009??? Sei que o atual time sobra na série B devido ao baixo nível tércnico, até pq a série B se ganha mais na raça do que na técnica, mas não vejo tanta diferença entre o Vasco e alguns times da série A… Campeão ou G4 sei que seria muito difícil, mas entre os 10 primeiros ou Sul-Americana acho que seria bem possível… E vc, o que acha??? Abraço e Parabéns pelo Blog!!!

    AK: Concordo com você. Um abraço.

  • Fred Ferreira

    Muito pior do que ser o time que mais empatou, o Botafogo também é o time mais roubado….Ontem, mais uma vez fomos prejudicados pela arbitragem…..Pros nossos juízes a regra é clara, na dúvida é contra o Botafogo

  • Paulo

    Foi lindo… O campeão do Brasil deu uma aula de incapacidade, de ineficiência, de mediocridade. Ronaldo, garoto propaganda da Dilma em 2010 até que tentou jogar… Correu, dividiu, mas depois se rendeu ao maior talento do Goiás… Não era o Palmeiras! Não era o Guarani dos bons tempos e mais fazia lembrar a Francana de Zé Guimarães! Zé Guimarães ressuscitado no Iarley… Sem árbitro e sem o Lula ajudando, o Todo Poderoso Timão não existe… Não passa de um blefe! Mas, que não se iludam os adversários… Em 2010, virá com tudo! A pressão para conquistar uma Libertadores a qualquer preço! Com Lula, Ronaldo, Riquelme e os juízes… Ah… Os Todo Poderosos Árbitros de futebol, que interpretando, decidem tudo, contra tudo e contra todos, e em qualquer continente! Os fins justificam os meios! Muita gente vai apostar muita grana no Timão e não pode perder, de jeito nenhum! Investimento é investimento… Vamos todos (os invejosos torcedores de outras equipes da América) testemunhar mais uma farsa… Talvez a maior de todas já vista… Um “jogo de cena” como só o futebol, mero negócio na era do marketing pode proporcionar! Corinthians (finalmente) campeão da Libertadores 2010! Num ano em que também não vai dar para a Seleção lá na África! (quem sabe será até moeda de troca) Abram o olho e testemunhem mais uma palhaçada do País do Futebol!

  • Neilor

    Sobre o gol de mão: nem precisava de tecnologia, André. Um auxiliar ali na linha de fundo (como os da Liga Europa) já daria conta do recado.
    Abraço.

  • Ricardo Pires

    A eletrônica é simplesmente essencial para o futebol. Nao existe mais lugar para tantos erros gritantes e amadores. Acho inaceitavel um time perder um jogo (e até titulo) devido a erros e incompetência da arbitragem. Nao consigo entender porque o futebol nao moderniza. Os mais românticos diriam que perderia o charme… ora, que vantagem existe em vencer sem merecer?

    Talvez, para começar, pudessem fazer como no tênis: cada equipe teria direito a contestar um numero X de lances que julgar duvidosos.

    Abraço

  • Roberto Carlos

    Andre
    Voce ao responder ao João Carlos escreveu “A TV resolve praticamente todos os lances duvidosos de um jogo de futebol”, se é assim, por que depois dos jogos existem tantas discussões em mesas redondas, bares, locais de serviços etc.? as imagens mostradas e reprisadas exaustivamente durante os jogos não eliminariam as duvidas?
    Abs

    AK: Primeiro porque as mesas redondas não existem se não houver polêmica, e para haver polêmica é preciso haver discordância. E depois porque as pessoas que opinam não são especialistas em arbitragem. Quando digo que a tecnologia deve ajudar os árbitros, estou dizendo que outros árbitros, com auxílio da tv, devem entrar no circuito. Um abraço.

  • BASILIO77

    O jogo entre “os manchester” teve 6 minutos de acrescimo, foi isso?

    Elton, do Vasco, é dinheiro em caixa. Centroavante alto, canhoto, jovem e goleador.
    Abraço.

  • Carlos Eduardo

    Caramba, como esse pessoal consegue ser chato. Até em um jogo que o Corinthians perde de goleada, tem gente reclamando da arbitragem pró-Corinthians. Não sabem perder, e pelo que vejo, não sabem ganhar. Que coisa…

  • Anna

    Não vi nem ouvi vc no jogo da NFL. Não sei se perdi o iniciozinho ou acabei dormindo de cansaço quase no fim pq o jogo estava eletrizante. mas imaginei: com vc lá que dá sorte, o jogo ia ser muito bom mesmo. Bom retorno! Faça uma excelente viagem de volta! E conte-nos depois tudo que rolou antes da reportagem do The Book. E do evento da Espn tb! Em primeira mão aos fieis blogueiros do seu espaço, do seu cadinho de esportes…

  • Anna

    Desculpe se houve repetição de mensagens mas minha conexão está muito ruim. Abraço, Anna

  • Marcelo Coelho

    E o lance do Miranda no Fernando? Foi penalty ou não? Pode passar um milhão de vezes, é um lance interpretativo. Se a eletrônica fosse usada para dirimir dúvidas o jogo estaria parado até agora para decidirem o lance.
    Abraço

    AK: Não, o jogo não ficaria parado por mais tempo. Ou se chega a uma conclusão, ou não. E, de novo: se, neste lance específico, a dúvida permanecesse (o que acho pouco provável, pois não foi pênalti), estaríamos na mesma situação que estamos hoje. Qual é o mal? Um abraço.

  • Luiz

    Não, Paulo. Não tem perigo.

    Salvo se conseguirem organizar toda a Libertadores no Brasil, como foi aquele projeto piloto de mundial.

    Como isso é pouco provável, o time da mídia provavelmente continuará sendo café-com-leite em competições internacionais, um Lyon do Brasil…

    AK: Permita-me uma sugestão de leitura: nos links indicados pelo blog, clique em “IUPST”. Um abraço.

  • Só pra ilustrar a idéia de tecnologia no lance do Miranda com o Fernando: Imaginem uma cabine especial no estádio com uma TV de 42” de LCD passando o jogo. Sem som, só as imagens. Em frente a ela, três ex-árbitros de futebol de reconhecida competência e recém-aposentados. O Fernando entra na área, passa pelo Miranda, que tira a bola, derruba o adversário e sai jogando. O juiz da partida, Flavio Guerra, paralisa o lance e aciona um dispositivo que dispara uma sirene na cabine especial. O ex-juiz mais velho, líder do trio, desliga a sirene e os três passam a assitir o replay do lance. De novo, pelo ângulo oposto. Mais uma vez, com um close na cara dos jogadores. Uma última, em câmera lenta. Já se passaram 30 segundos e o ex-juiz líder pergunta: – E então?
    Um ex-juiz diz: – Eu acho que foi.
    O outro diz: – Eu acho que não.
    O ex-juiz líder completa: – Também acho que não.
    O ex-juiz líder aciona o seu rádio e diz: – Flavio, não foi penalti.
    Flavio Guerra marca um tiro livre indireto para o São Paulo cobrar. Não se passou nem um minuto e o jogo já está rolando de novo.

    Em tempo: não que seja relevante, mas eu também achei que foi penalti.

    AK: É mais ou menos por aí. E nem precisa ter um “juiz líder” na cabine. Basta que sejam três. Um abraço.

  • leonardo atleticano

    André ??? Não foi penalidade máxima do Miranda??? Jesus !!!!!

  • Marcos Vinicius

    Em 2005,foi veiculado na tv um comercial em que o juiz de uma partida de futebol,na dúvida sobre um lance,ligou para a sua mãe,que estava vendo o jogo pela tv,e a perguntou sobre o lance.

    Resposta da mãe:
    “Que falta que nada,meu filho!Tá passando no replay o safado se jogando na área!”

    Tecnologia a serviço do futebol.A questão está resolvida!Dêem a mãe de cada árbitro um celular e uma assinatura de tv a cabo.Em questão de segundos a dúvida será tirada!

    André,discordo de vc.Acho que quando os recursos eletrônicos forem usados diminuirá a responsabilidade dos árbitros.A bola com chip é boa,mas acho que deveria parar por aí.Não haveriam mais árbitros de qualidade que se diferenciassem dos outros.Seriam todos equiparados pelos recursos eletrônicos.
    O que precisa,e digo isso a algum tempo,é de qualificação para os árbitros.Ser árbitro,hoje,nem profissão é.É bico.Quando houver melhor estrutura para os homens de preto,tenho certeza que os erros serão cada vez menos frequentes.
    E nunca que no Brasil irá haver revolução assim no futebol sem que parta do Velho Continente!
    Grande abraço.

  • André,

    mais uma vez o Flamengo deu um show! Pena que seu comentário tenha sido de apenas uma linha…(mais uma vez). Prefiro acreditar que isso seja apenas pelo fato da viagem…

    Abraços!

    AK: Compreendo sua empolgação. Talvez ela tenha te impedido de perceber que cada jogo da rodada (exceção feita aos dois 0 x 0) foi conteplado com duas notas. Um abraço.

  • Rejane

    André, parabéns pela reportagem sobre os bastidores do Jogo da NFL em Miami! Não curto muito futebol Americano mas sempre é interessante assistir reportagens falando sobre a Liga Americana e de como os americanos são fascinados por esse esporte!

  • BASILIO77

    ôpa…uma hora eles acertam.

  • Marcelo Coelho

    Pois é André, eu acho que foi penalty do Miranda sim. O Arnaldo César Coelho também, o Oscar Roberto de Godoy acha que não foi. O Juca Kfoury achou que sim, depois que não e agora acha de novo que sim.

    Lances interpretativos, é difícil com um árbitro, três ou cinco. Com TV ou sem

    O melhor a fazer é deixar como está, e saber que árbitros erram. Assim como atacantes, goleiros, zagueiros, jornalistas, palpiteiros de blog…

    Grande abraço

    AK: Vou repetir: árbitros com acesso ao replay do lance tomariam a melhor decisão, no momento do lance. É inaceitável que jogos e campeonatos sejam decididos por erros, quando existe tecnologia para mininizar a influência deles. Um abraço.

  • Lula_dodói

    Dividiria os lances duvidosos em três tipos principais: faltas (e mão na bola), se a bola ultrapassou a linha e impedimento.

    Também tem a questão de pra quem é o lateral, se é tiro de meta ou escanteio, mas acho irrelevante.

    Na minha opinião o que deve ser logo resolvido são os impedimentos. Até pq é humanamente impossível pro assistente. Seria ótimo que a tecnologia pudesse dar uma mãozinha nesses casos. Quem sabe sem parar o jogo…

    De resto, ou são situações muito raras ou uma preparação melhor dos árbitros daria conta.

  • Marcelo Coelho

    Prezado Eduardo Mion e André Kfouri,

    Depois de ver o lance na tv LCD 42″, o juiz mais velho acha que foi, o do meio acha que não foi e o mais novo não sabe direito. Procuram outro ângulo, decidem que foi, mesmo com o juiz de campo achando que não foi. Isso vai demorar só um minuto?
    E se no outro dia uma câmera exclusiva ou uma foto de algum fotógrafo disser que foi, ou que não foi?
    No caso do lance do Miranda com o Fernando, já se passaram 4 dias e não existe consenso, nunca vai existir.
    Eletrônica é bom para o tênis, não tem interpretação. É bola fora ou dentro, e acabou.
    No futebol se julga a intenção, se a força foi proporcional ou não. A eletrônica vai ser um problema a mais, não a menos. As discussões no botequim vão aumentar e não diminuir. Isso não é romantismo é realismo.

    Façamos uma enquete André, o gol do Adriano contra o Corinthians ano passado. Pegou na mão? Foi intencional? Vamos analisar o lance com 10 grupos diferentes de 3 pessoas e ver no que dá!

    Como vocês podem ver a polêmica está aumentando desde agora. Pelo menos é o que eu acho.
    Abraço a todos

    AK: Sim, isso vai demorar só um minuto. E a decisão da cabine será a correta na gigantesca maioria dos casos. Um abraço.

  • Tirso

    Como eu disse neste blog há algum tempo, o Goiás não é um Náutico ou Figueirense qualquer. Vai brigar pelo título. E ganhar de 4 do Corinthians no Pacaembu, se vingando da injustiça do ano passado, é muito bom. A uva roxa é mais gostosa.

  • José A. Matelli

    André, acho que o conceito-chave nessa discussão do auxílio tecnológico aos árbitros é a MINIMIZAÇÃO de erros, e não a ELIMINAÇÃO deles. Compreendo isso, mas sou um purista incorrigível. Sou contra esses auxílios. O futebol ainda é um dos últimos recantos low-tech do nosso cotidiano (apesar de chuteiras, bolas, luvas e fardamentos de última geração) e isso, estranhamente, me traz algum conforto…

  • Marcelo Coelho

    Concordo com você José A. Matelli.
    O futebol, por ser low-tech, ainda pode ser jogado no Gabão, Nepal, Vietnã, Bolivia, Arapiraca…
    Se complicar demais vai ser bacana, mas vai virar Grand Slam de tênis, Fórmula 1, NBA, tudo isso muito bacana, mas para pouquíssimos.
    Em tempo na NBA tem “apito eletrônico”?
    Abraço a todos.

  • André,
    o juiz-líder foi só pra não ficarem os três falando ao mesmo tempo na orelha do Flavio Guerra. Sácomé, quem trabalha em processos fica obcecado por esses detalhes.

    Sabe outra coisa, até mais simples de implantar, que poderia dar um upgrade na arbitragem? Um ranking qualitativo objetivo, com erros sendo classificados pela relevância (inverter lateral é baixa relevância, não dar penalti claro é alta) e análises das performances por ‘auditores’. Junta os três juízes em uma sala, passa o jogo de novo e vão somando ou subtraindo pontos pelas intervenções do árbitro. Podia até ter um tira-teima com a visão do árbitro nos lances mais difíceis ou polêmicos, o que atenuaria eventuais erros caso a visão estivesse encoberta ou potencializaria se estivesse livre. Aí sim saberíamos quem apita melhor. E os próprios juízes saberiam pra onde deveriam ir pra melhorar.

  • Paulo

    Nada está ganho ou perdido! Tem muito “chão” de campeonato pela frente… 13 rodadas de muita emoção. A reclamar apenas a não marcação do penalti claro no Fabrício e a constatação de que no Brasil, não há time líder ou campeão sem a conivência das más arbitragens. E como ninguém faz nada mesmo, que o beneficiado acabe sendo o meu time… São paulinos e corintianos vem pulando muito e festejando nestes últimos anos graças ao “show de arbitragem dos juízes do Brasil”…

MaisRecentes

São Paulo joga, Corinthians soma



Continue Lendo

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo