NOTINHAS PÓS-RODADA



Só dois times (Inter e Atlético Mineiro) têm um jogo a menos.

A tabela não sofreu grandes mudanças (o Flamengo deu o maior salto, ganhou três posições), mas se achatou logo abaixo da área-vip.

Só dois pontos separam o quinto do décimo colocado.

As notas da vigésima-segunda rodada:

* Acabou a maior invencibilidade (11 jogos) do campeonato brasileiro, com a vitória do Coritiba (2 x 0: Marcelinho Paraíba e Pereira – 16.272 pagantes no Couto Pereira) sobre o Avaí.

* Marcelinho Paraíba tomou de Fernandinho o posto de maior destaque individual do BR-09.

* Gol espetacular de Carlinhos Bala, na goleada do Náutico (3 x 0: outros de Michel e Derley – 14.099 pagantes nos Aflitos) sobre o Atlético Paranaense.

* O Náutico já está com a mão na porta (de saída) do calabouço.

* Com Petkovic ativo, e reforços estreando, o Flamengo (3 x 0: Dênis Marques, Léo Moura e Zé Roberto – 13.531 pagantes no Maracanã) não teve problemas para golear o Santo André.

* O Santo André está fora do calabouço por causa do saldo de gols.

* O clássico sem gols entre São Paulo e Palmeiras (41.083 pagantes no Morumbi) foi mais um jogo que não fez jus ao barulho que o precedeu.

* No placar dos abraços (teriam sido todos sinceros?), Muricy Ramalho ganhou o jogo de goleada.

* A bola parada de George Lucas é um perigo, e o Santos impôs ao Fluminense (2 x 0: André e Paulo Henrique – 9.705 pagantes na Vila Belmiro) sua décima-segunda derrota.

* O Fluminense é o time que menos venceu (3).

* O Atlético Mineiro (1 x 1 com o Sport: Arce e Renan Oliveira – 19.783 pagantes no Mineirão) não vence desde o dia 02 de agosto.

* O Sport é o time que mais perdeu (13).

* No Beira-Rio, Fernandão ganhou o cartão colorado, e o Inter amassou (4 x 0: Marquinhos, Guiñazu, Giuliano e Kléber – 30.198 pagantes ) o Goiás.

* Lindo toque do jovem Marquinhos, no primeiro gol.

* Jogão no Barradão, em que o Cruzeiro (3 x 3 com o Vitória: Gilberto-2, Roger-2, Thiago Ribeiro e Ramón – 7.388 pagantes) achou que os três pontos estavam no bolso, e levou dois gols após os 40 do segundo tempo.

* Roger é um dos três artilheiros do campeonato (11, com Val Baiano e Marcelinho Paraíba).

* O Engenhão também viu 6 gols (Botafogo 3 x 3 Grêmio: Reinaldo, Jonas-2, Victor Simões, Souza e Leandro Guerreiro – 10.031pagantes), num jogo em que a arbitragem não viu a bola sair na jogada do segundo gol do Grêmio, e não deu um pênalti para o Botafogo.

* Jonas fez o gol mais estranho do ano.



MaisRecentes

Cognição



Continue Lendo

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo