NOTINHAS PÓS-JOGÃO NO MINEIRÃO (e mais uma piada de Brasília)



Podemos concluir a décima-oitava rodada?

Creio que sim.

Lembrando que a quarta posição do Internacional (dois jogos a menos do que o líder) é virtual.

As notas do empate em BH:

* Claro que Diego Tardelli fez falta, mas o Atlético Mineiro (1 x 1 com o Palmeiras: Éder Luis e Ortigoza – 51.532 pagantes no Mineirão) conseguiu ser perigoso sem seu artilheiro.

* Faz bem o Palmeiras em se recusar a negociar atletas, porque pelo que Diego Souza está jogando, o fax do Palestra Itália não deve ter um minuto de sossego.

* O jogo vale uma terceira nota: se Cleiton Xavier estivesse numa noite “normal”, o Palmeiras provavelmente teria vencido.

______

O Congresso Nacional, essa casa que nos representa tão bem e tanto nos orgulha, pediu lotes exclusivos do remédio Tamiflu (que trata a gripe suína) ao Ministério da Saúde.

A razão do pedido era evitar que servidores e parlamentares tivessem de procurar centros públicos de saúde para conseguir o medicamento.

O pedido foi negado pelo Ministério, para “evitar uso indiscriminado do remédio e quebra do protocolo”.

Albert Einstein disse que só havia duas coisas infinitas: o Universo e a estupidez humana.

Ele não conhecia a cara-de-pau dos políticos brasileiros.



MaisRecentes

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo

Não estamos prontos



Continue Lendo