NOTINHAS PÓS-CRUZEIRO FINALISTA



E quem consegue marcar Kléber Rooney?

As notas de mais uma partidaça do Cruzeiro:

* o jogo (Grêmio 2 x 2 Cruzeiro: Wellington Paulista-2, Réver e Souza: 44.920 pagantes no Olímpico), efetivamente, acabou aos 36′ do primeiro tempo, com o segundo gol mineiro.

* O primeiro, quem fez foi Wellington Paulista, mas quem criou foi Kléber. O energético atacante foi o MVP do confronto. Simplesmente imarcável.

* Dois gols em dois minutos, e fim de papo. O Cruzeiro foi cirúrgico, frio, e inteligente. Há times que “esquentam” na hora certa, e fazem tudo direito, independentemente das condições, dos problemas.

* É o que está acotecendo com o time de Adílson Batista, o técnico que (os próprios cruzeirenses diziam) “não sabe jogar fora de casa”. Imagine se soubesse.

* Tal qual o rival vermelho, o Grêmio precisava do jogo perfeito para se classificar. Tal qual o rival vermelho, ficou longe disso.

* A final, contra o Estudiantes, oferecerá ao Cruzeiro a chance de voltar ao estádio Ciudad de La Plata, local da única derrota (4 x 0, na primeira fase) do time na Libertadores.

* A Conmebol ainda não se pronunciou, mas o presidente da AFA entrou na parada para garantir o primeiro jogo na Argentina, apesar da gripe suína.

* Em mais uma peça da campanha publicitária da Copa de 2014, (sócios-)torcedores de um clube brasileiro foram tratados como bois, na porta de sua própria casa. Que horror.



MaisRecentes

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo

Não estamos prontos



Continue Lendo