NOTINHAS PÓS-CRUZEIRO FINALISTA



E quem consegue marcar Kléber Rooney?

As notas de mais uma partidaça do Cruzeiro:

* o jogo (Grêmio 2 x 2 Cruzeiro: Wellington Paulista-2, Réver e Souza: 44.920 pagantes no Olímpico), efetivamente, acabou aos 36′ do primeiro tempo, com o segundo gol mineiro.

* O primeiro, quem fez foi Wellington Paulista, mas quem criou foi Kléber. O energético atacante foi o MVP do confronto. Simplesmente imarcável.

* Dois gols em dois minutos, e fim de papo. O Cruzeiro foi cirúrgico, frio, e inteligente. Há times que “esquentam” na hora certa, e fazem tudo direito, independentemente das condições, dos problemas.

* É o que está acotecendo com o time de Adílson Batista, o técnico que (os próprios cruzeirenses diziam) “não sabe jogar fora de casa”. Imagine se soubesse.

* Tal qual o rival vermelho, o Grêmio precisava do jogo perfeito para se classificar. Tal qual o rival vermelho, ficou longe disso.

* A final, contra o Estudiantes, oferecerá ao Cruzeiro a chance de voltar ao estádio Ciudad de La Plata, local da única derrota (4 x 0, na primeira fase) do time na Libertadores.

* A Conmebol ainda não se pronunciou, mas o presidente da AFA entrou na parada para garantir o primeiro jogo na Argentina, apesar da gripe suína.

* Em mais uma peça da campanha publicitária da Copa de 2014, (sócios-)torcedores de um clube brasileiro foram tratados como bois, na porta de sua própria casa. Que horror.



MaisRecentes

Arturito



Continue Lendo

Terceirão



Continue Lendo

“Algumas tapas”



Continue Lendo