NOTINHAS PÓS-TRI DO CORINTHIANS



4 x 2 no placar agregado, resultado que nem os “do contra” profissionais ousarão questionar.

Se bem que esses são capazes de tudo…

As notas da festa alvinegra no “inferno” vermelho:

* O jogo (Corinthians 2 x 2 Internacional: Jorge Henrique, André Santos e Alecsandro-2 – 50.286 presentes no Beira-Rio) acabou, efetivamente, aos 20′ do primeiro tempo, no primeiro gol.

* O segundo comprovou que o que o Beira-Rio estava vendo era o Internacional ser engolido pelo Corinthians, um time eficientíssimo no aproveitamento do espaço que recebe. E recebeu muito.

* O Inter precisava do jogo perfeito para viver uma noite histórica. Ficou bem longe disso.

* O árbitro Ricardo Ribeiro foi mal. Sem controle, sem critério, confuso. Para a sorte dele, seus erros não decidiram o jogo.

* O capitão do Corinthians, William, foi muito bem. Ao tratar o “alguém me segura senão eu bato nele” de D’Alessandro, com a devida ironia.

* Tem cara que, quando vê tudo perdido, joga “para a torcida” desse jeito, porque tem muita gente que acha bonito.

* Obviamente, Guiñazu ficou em campo até o fim, correndo. E depois foi dar entrevista.

* O Corinthians fez gols em todos os seis jogos fora de casa nessa Copa do Brasil. Fez dois gols em cinco desses seis jogos. Fez 11 dos seus 16 gols como visitante.

* Mano Menezes (3 títulos em 7 meses, alguém acha que ele não é top?) já está falando na “tríplice coroa” – feito do Cruzeiro, em 2003 – como forma de motivar o time, que já garantiu seu principal objetivo da temporada.



MaisRecentes

Pendurado



Continue Lendo

Porte



Continue Lendo

Segunda vez



Continue Lendo