NOTINHAS PÓS-RODADAS (e a linda virada na África)



Sem mudanças nas três primeiras posições, mas líder e vice agora têm a mesma pontuação.

Ótima rodada para o Cruzeiro, que ganhou seis posições.

Péssima para o Grêmio, que perdeu cinco.

As notas:

* Ricardo Gomes estreou com uma vitória típica do São Paulo (2 x 0 no Náutico: Jean Rolt e Hernanes – 7.977 pagantes no Morumbi) dos últimos anos.

* Os dois gols foram produtos de jogadas de bola parada. Deve-se dizer que gols assim não valem menos.

* O Grêmio Barueri (4 x 2 no Atletico Mineiro: Thiago Humberto-2, Fernandinho, Diego Tardelli-2 e Marcos Pimentel – 3.613 pagantes na Arena Barueri) é o exterminador de invencibilidades mineiras.

* Derrubou a do Cruzeiro (em jogos no Mineirão), na rodada passada, com o mesmo placar.

* O Atlético Paranaense (1 x 0 no Corinthians: Paulo Baier – 17.119 pagantes na Arena) deixou a lanterna no sábado, e a ZR no domingo.

* Os reservas do Corinthians não foram mal.

* Mas os reservas do Cruzeiro (1 x 0 no Avaí: Zé Carlos – 3.435 pagantes no Mineirão) foram bem melhor.

* Os mineiros estavam há quatro rodadas sem vencer no BR-09.

* O novo lanterna é o Botafogo, que perdeu (4 x 1 para o Goiás: Felipe Menezes, Victor Simões, Felipe, Rafael Tolói e Iarley – 6.689 pagantes no Engenhão) o segundo jogo seguido.

* O Goiás, que subiu cinco andares, está invicto (2V, 2E) fora de casa.

* O Palmeiras (1 x 1 com o Santos: Obina e Róbson – 8.277 pagantes no Palestra Itália) perdeu seu lugar na área-vip.

* O Santos começou a rodada em décimo lugar, e assim permaneceu.

* O Internacional não completou o mês de junho sem uma vitória (3 x 0 no Coritiba: Bolaños-3 – 9.762 pagantes no Beira-Rio).

* Foi a segunda partida do equatoriano Luis Bolaños pelo Inter, a primeira em casa.

* No Fla-Flu (0 x 0 – 41.038 pagantes no Maracanã) dos atacantes, Adriano e Fred passaram em branco, e o Flamengo foi um pouco mais perigoso.

* Aos 33′ do segundo tempo no Barradão, o Vitória (4 x 1 no Santo André: Elkeson, Roger-2, Uelliton e Morais – 9.741 pagantes) vencia por 1 x 0 e Marcelinho Carioca cobrou um pênalti na trave.

* Os gols do Vitória saíram aos 34′, 38′ e 45′.

* Aos 32′ do segundo tempo na Ilha do Retiro, Sport (3 x 1: Fabiano, Jonas, Elder Granja e Fumagalli – 14.883 pagantes) e Grêmio empatavam em 1 x 1, e Jonas foi expulso.

* Os gols do Sport saíram aos 39′ e 43′.

______

* O Vasco (1 x 1 com o Figueirense: Carlos Alberto e Clodoaldo – 7.961 torcedores no Orlando Scarpelli) chegou a cinco rodadas sem vitória na Série B, e perdeu uma posição na tabela (é o sexto).

* Depois da derrota para o Paraná, em 30/05, foram quatro empates seguidos.

______

Em Johanesburgo, os Estados Unidos fizeram um primeiro tempo de sonho contra o Brasil.

Sabiam que teriam menos posse de bola, conseguiram um gol cedo (chute errado de Dempsey, aos 10′) e se trancaram atrás, em configuração de contra-ataque.

Só precisaram de uma chance. Davies e Donovan seguiram exatamente o que está escrito no manual, e o jogador do LA Galaxy ampliou.

O Brasil sentiu, mas não entregou os pontos. E Luis Fabiano fez, no primeiro minuto do segundo tempo, o gol que não fez (o cruzamento de Maicon desviou na zaga) no último minuto do primeiro tempo.

Tínhamos um jogo no Ellis Park, um jogo que o Brasil controlava com autoridade e atenção ao contra-ataque gringo.

Kaká fez ótima jogada pela esquerda e, depois que Robinho mandou de canela no travessão, Luis Fabiano (incontestável) mandou de cabeça para o gol: 2 x 2. Ficou claro que o Brasil ganharia.

Perfeito que o gol do título tenha sido de Lúcio, que jogou muito na Copa das Confederações e se dedica à Seleção Brasileira de maneira exemplar.

Vitória de virada, taça merecida, e atuação empolgante do Brasil.

Foi bonito.



MaisRecentes

Cognição



Continue Lendo

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo