NOTINHAS PÓS-RODADAS



(lamento os problemas técnicos que derrubaram este – e os outros – blog nas últimas horas)

O fim-de-semana foi ótimo para o Grêmio Barueri (subiu 8 posições) e Santo André (6).

Péssimo para Santos, Fluminense e Cruzeiro, que caíram cinco andares.

E como saíram gols no final…

As notas da sétima rodada:

* Até o primeiro gol do Corinthians (3 x 1: Cristian, Chicão, Jucilei e Richarlyson – 16.428 pagantes no Pacaembu), o São Paulo era mais organizado, sem ser tão perigoso.

* Depois do gol, o jogo efetivamente acabou. Porque, mesmo perdendo Marcelo Oliveira e Cristian, deu todas as cartas.

* Belos gols de Evandro e Diego Tardelli, na vitória do líder invicto (Atlético Mineiro 3 x 2 Santos: os outros foram de Neymar, Carlos Alberto e Léo – 7.214 pagantes na Vila Belmiro) em Santos.

* Quando um árbitro simplesmente erra o tempo do acréscimo (determinado, obviamente, por ele), e precisa reiniciar o jogo, está querendo arrumar confusão. Lógico que o Santos empatou. Obra-prima de Djlama Beltrami.

* Goleada imperial do Flamengo (4 x 0: Adriano-3 e Emerson – 15.864 pagantes no Maracanã), sobre o misto do Internacional.

* Extrema categoria de Adriano, no primeiro gol.

* Pedrão e o Barueri (4 x 2 no Cruzeiro: Jonathan, Thiago Humberto, Pedrão-2, Wellington Paulista e Márcio Careca – 6.117 pagantes no Mineirão) enterraram 27 jogos de invencibilidade dos mineiros – que pouparam titulares – em casa.

* Presentaço de Anderson para Márcio Careca, no terceiro gol.

* Quem gosta de ganhar com gol impedido, no final do jogo, deve ter adorado a virada do Santo André (2 x 1: Hugo, Elvis e Marcel – 1.368 pagantes no Bruno José Daniel) sobre o Sport.

* Marcel estava na banheira, aos 47’ do segundo tempo.

* O Palmeiras (2 x 2 com o Atlético Paranaense: Rafael Santos, Obina, Marcinho e Keirrison – 18.068 pagantes) também fez um gol nos últimos segundos, regular, para empatar na Arena.

* Obina fez um gol legal, anulado, e ganhou outro do goleiro Vinícius.

* Dois dos piores ataques do campeonato produziram um jogo com sete gols no Barradão.

* O Vitória (4 x 3 no Botafogo: Roger-2, Adriano, Apodi, Juninho e Batista – 7.912 pagantes) ganhou aos 44’ do segundo tempo.

* Outro gol no finalzinho saiu no Olímpico, onde o Grêmio empatou (2 x 2: Felipe, Tcheco, Felipe Menezes e Maxi López – 16.581 pagantes) com o Goiás.

* Os goianos foram os últimos a vencer no Olímpico, em setembro do ano passado.

* Segue a recuperação do Coritiba, que venceu (1 x 0 no Náutico: Marcos Aurélio – 12.758 pagantes nos Aflitos) fora de casa.

* Gilmar mandou um pênalti para fora, quando estava 0 x 0.

* O Avaí (3 x 2 no Fluminense: Muriqui, Marquinhos, Fred-2 e Léo Gago – 9.142 pagantes na Ressacada) fez 2 x 0 em dois minutos, no primeiro tempo. O Fluminense empatou em 2 minutos, no segundo.

* E Léo Gago mandou uma folha-seca aos 48’, para dar ao Avaí a primeira vitória no campeonato.

______

* Na sexta-feira, o Vasco (0 x 0 com o Duque de Caxias – 6.968 pagantes em São Januário) bobeou no duelo carioca pela Série B.

* O quarto jogo sem vitória tirou o time do G-4.



  • Leandro Thome

    Andre…

    Santos 2 x 3 Galo

    Abraco

    AK: Valeu. Abraço.

  • André…Vc provavelmente não deve ter acompanhado o jogo inteiro de Galo e Santos. O Santos foi CLARAMENTE ajudado durante o jogo inteiro. Os 2 gols sairam de jogadas irregulares. No primeiro, o lance originou em um escanteio obviamente inexistente. No segundo, Kléber Pereira deu uma cortada na bola, e sem o domínio de mão/braço, Leo não teria conseguido finalizar. No lance da celeuma, o que seria o empate do Peixe, a falta não existiu, e KP claramente se apoia no jogador do Atlético para impedir que ele suba e corte o cruzamento. Tanto que Molina cabeceia do chão, logo atrás…o zagueiro não conseguiu cortar devido a falta, logo, gol bem anulado. Quanto aos acréscimos, um erro horroroso, mas do 4º árbitro, que colocou mais do que devia…Abraços!

  • Fala André!!!
    Parabéns pelo trabalho desenvolvido na ESPN Brasil!! Acompanho sempre as suas reportagens!
    Criamos um site com a campanha para que o Muricy volte ao tricolor e para protestar contra a diretoria que está pensando apenas em camarotes e questões relacionadas à copa do mundo (www.voltamuricy.com.br).
    Ajude-nos a divulgar o movimento!!
    Um Grande abraço da equipe voltamuricy! 🙂

  • Rubens Hurtado

    André, parabens pelo projeto na ESPN.
    Só gostaria de corrigir uma coisa que você escreveu em um post passado: o Grêmio tem a melhor campanha da PRIMEIRA FASE (desculpa o maiusculo, mas não soube como destacar esse dado de outra forma) da Libertadores, mas atualmente a melhor campanha da Libertadores é a do meu Cruzeiro.
    Vejamos: Grêmio: 10 J, 7 V + 3 E = 24 pts
    Cruzeiro: 10 J, 8 V + 1 E + 1 D = 25 pts.
    Abraço (e rumo a final da Libertadores, porque desde 2006 quem elimina o SP chega a final)

    AK: A campanha na primeira fase é a que conta para definição de mandos. Obrigado e um abraço.

  • Marcelo Andrade

    Mais um que crava que não houve falta sem ter certeza.
    Vai aí:

    Pela imagem da câmera da ESPN, que é bem mais esclarecedora que a da Sportv, não dá pra afirmar que não foi falta. No mínimo, dá pra dizer que há uma suspeita de empurrão do Kleber Pereira no Werley, zagueiro do Galo. Não dá é pra afirmar que houve e nem que não houve. Pra ter certeza, teríamos de ter uma imagem na diagonal, na visão do juiz. Essa sim esclareceria. Só dá pra dizer que o juiz errou se tivéssemos a visão dele. Há sim, uma suspeita de empurrão. Pode-se ver na imagem de vocês.
    No mínimo é um lance suspeito. Não dá pra cravar que não foi falta.
    E com relação ao tempo de jogo, ora, se o árbitro deu 3 minutos de acréscimo, e o 4o. árbitro mostrou erroneamente 4 minutos, aí já começa o erro. E se ele acabou o jogo pela primeira vez aos 47 minutos e meio, ora, falatm mais 30 segundos. Se ele acrescentou mais um minuto, era pra ter acabado a partida aos 49, e não aos 50.

  • Luiz

    Desde 2007 quem elimina o São Paulo é finalista.
    Desde 2007 quem elimina o São Paulo não é campeão.

  • Jovaneli

    Três aspectos importantes envolvendo Corinthians e São Paulo, equipes que fizeram o clássico da rodada e que tiveram um meio de semana pra lá de emocionante:

    Primeiro, o hoje vitorioso treinador do Manchester United, Sir Alex Ferguson conseguiu seu primeiro título de Liga dos Campeões somente após 13 temporadas no cargo. Chegou ao clube inglês em 1986 e ganhou a Liga em 1999. Muricy disputou “apenas” quatro Libertadores. Não venceu nenhuma. E daí? Ganhou três vezes o camponato cujo sistema de disputa (pontos corridos) teoricamente privilegia a equipe que executa o melhor trabalho. No mata-mata, nem sempre a melhor equipe consegue o título. Um dia infeliz, um frango ou erro do zagueiro e adeus título da Libertadores. Sem contar que Muricy foi considerado “só quatro vezes” o melhor treinador do Brasileirão e até cotado foi para o lugar de Dunga. Isso há seis meses. Por tudo isso, considero uma bobagem a demissão do treinador Muricy Ramalho. Com o que o São Paulo mostrou que não é tão diferente assim dos demais clubes do futebol brasileiro.

    Segundo, Cristian certamente não é o jogador mais doce, cordial e gentil em campo, mas, em termos de futebol, que é o que se joga ali dentro, nada a questionar. Tem jogado muito. Para mim, só Pierre, do Palmeiras, e Sandro, do Internacional, marcam tão bem quanto ele. E, dos poucos bons primeiros volantes do futebol brasileiro (daí a cadeira-cativa com Gilberto Silva na seleção…), é o mais técnico.
    Considero Cristian o corintiano que mais personifica a regularidade desse time do Mano Menezes. Machuca muito pouco. Quase não leva cartão. Nunca foi expulso de campo nessa passagem pelo Corinthians. Consequentemente, está sempre à disposição do técnico, o que eleva demais a relação custo-benefício desse jogador.

    Terceiro, não é verdade que a esposa do Ricardo Gomes é filha de Ricardo Teixeira. O presidente da CBF tem quatro filhos: Joana Havelange, gerente geral do Comitê Organizador da Copa de 2014 no Brasil, Beto e Rica (cujo nome é Ricardo Teixeira Havelange, para agradar o sogro famoso), esses três do primeiro casamento, e Antônia, da relação dele com a atual esposa Ana Carolina.
    O nome da esposa do novo treinador do São Paulo é Cláudia. Aliás, esposa dele há mais de 20 anos, desde os tempos de escola, conforme informou o bem informado PVC.
    Inclusive, uma edição especial da revista Caras, de junho de 1994, sob o título “Rumo ao Tetra”, fala sobre cada um dos jogadores inscritos pela seleção brasileira para a Copa dos EUA, entre eles Ricardo Gomes, então zagueiro daquele grupo.
    Eis um trecho daquela revista que fala da família do novo treiandor do São Paulo: “Ricardo Gomes vive na França com a mulher Cláudia (30) e os filhos Diego (7) e Ana Carolina (2). Quando vem ao Brasil, ele dá vazão ao estilo caseiro e vai até a cidade de Araruama, no Estado do Rio, onde pode descansar em sua casa de praia.”
    Repito, esse trecho é de junho de 2004, publicado na revista Caras, Especial número 5, com o título “Rumo ao Tetra”. Tenho a revista, por isso escrevi sobre o assunto.

  • Obina fez um golaço legal, anulado, diga-se.

  • Rodrigo

    André, me diz uma coisa: é impressão minha ou o Marco Aurélio Cunha só aparece nas horas gordas do SP?? Posso estar enganado, mas quando o time anda mal das pernas, não vejo o cara em mesas-redondas ou dando entrevistas. Quando o time está na ponta dos cascos, só dá o barbicha na telinha. Não seria função dele, digamos, “desviar o foco” do time nessas horas de crise, assim como fazia o Citadini no Corinthians??

  • Ricardo Max

    Tire o bairrismo eobserve bem vera que quem foi prejudicado foi o Galoooooooo.

  • Marcio

    Só para lembrar; o juiz Djalma Beltrame, autor da lambança no jogo Santos x Galo, é o mesmo da famosa “batalha dos Aflitos” (aquele jogo em que o Grêmio ganhou do Nautico depois de um pênalti mal marcado e quatro expulsões, em 2005). Ou seja; o cara tem um currículo respeitável. Não acho que seja melhor ou pior que os outros, mas a “estrela” dele é parecida com a do Barrichelo; tudo o que puder acontecer de errado acontece com ele.

  • Paulo Pinheiro

    Ah, se o Adriano estivesse em ao menos um daqueles jogos das quartas-de-final contra o Inter…

  • Corrêa Filho

    O SPFC é maior que isso, não gostaria que Muricy voltasse, já foi, já deu sua contribuição, chega, apoio a decisão da diretoria, quem tem chance de ganhar 4 libertadores, e fica impune? SPFC tem um bom elenco, na mão de alguém que sabe armar, Muricy ultimamente estava perdido, armando muito mal seu time….

  • Pedro Villela

    André, acredito que a quantidade de erros da arbitragem nesta rodada foi a maior de todas edições do campeonato brasileiro desde a era dos pontos corridos. E o problema não é discutir ponto eletrônico ou não, vt, etc. No Brasil nem o básico é aplicado pelos bandeiras e árbitros. Erros primários, absurdos ocorrem e não há nenhuma mudança significativa. Na minha opinião o problema é na formação dos árbitros. Só pode ser. Comente isto.
    Abraços

  • BASILIO77

    O que Muricy disse sobre o Cuca foi MUITO GRAVE. Pôs em dúvida o carater de um pai de família por conta do que o JJ disse a ele.
    E será que JJ disse a verdade? Será que JJ não estava querendo “valorizar” o cargo que estava colocando em aberto naquela conversa com Muricy?
    Fato é que, Muricy, em mais um “piti” diante dos microfones falou mais do que devia.

    O proprio Muricy conversou com o presidente do Inter após a derrota para o cruzeiro em BH, conforme disse o proprio F.Carvalho. E aí…pode se dizer que um estavam flertando um com o outro?

    Um clube que 24hs após demitir seu treinador, já apresenta o nome do novo contratado, só deixa bem claro que as conversações com o recém admitido JÁ aconteciam antes mesmo da saída do tricolor da Libertadores.

    Na época em que Dunga mais balançava, e que boa parte da imprensa JÁ dava o nome de Muricy como certo na seleção, Muricy NÃO negou essa possibilidade com a veemência e a clareza que ele mesmo cobraria de outro na mesma situação.
    Foi bajulado durante um bom período e gostou!
    Sorriu durante todo o programa “bem amigos” em que davam como certo o nome dele em substituição ao de Dunga.

    Enfim, Muricy é um dos melhores treinadores do país. E pára por aí.
    Como pessoa, tem os mesmos defeitos e virtudes de tantos outros.
    Não é do DONO DA ÉTICA como querem alguns e ele mesmo.
    Na minha opinião pisou na bola nesse lance do Cuca.
    Tite está certo, MR foi leviano. Fofoqueiro.

    Abraço.

  • Gomes

    Acredito que a analise dos jogos, teria que acontecer em sua totalidade. Apesar de não ser muito fácil haja vista a quantidade de jogos. Mas reintero que os formadores de opinião têm que ter muito cuidado nestes comentários.
    O jogo não foi somente as lambanças do juíz no final do jogo. Quando se separa alguns lances, fica a impressão que não existem méritos nas vitórias.E que somente o Santos foi o prejudicado.
    O conjunto da obra do juíz foi bizarra, o segundo gol do Santos foi uma vergonha e nada foi comentado. O Porque eu não sei.

    AK: A intenção das notinhas não é tratar do jogo “em sua totalidade”. Para isso, seria necessário ver 10 jogos “em sua totalidade”. Um abraço.

  • ADSON CARVALHO

    Caro André, gosto de seus comentários, são pertinentes além de inteligentes. Vai aí dois parenteses:
    O Galo mereceu a vitória, o gol do Santos foi ilegal (Carga no zagueiro)!!!
    O gol do Leo Gago não foi “Folha Seca” (Bola colocada sem força, tocada pela parte de dentro do pé), vide DIDI, seu inventor!!! Aquele gol foi uma Bomba de trivela, alá Rivelino.
    Obs. Pergunte para seu Pai, Ok!!!
    att.

    AK: A expressão “folha seca” nada tem a ver com a parte do pé que bate na bola. O nome vem do movimento surpreendente que a bola fazia, ao dar a impressão que passaria por cima do travessão, e cair dentro do gol. Foi o que o chute do Léo Gago fez. Um abraço.

  • Leandro Thomé

    E “um passeio na África do Sul” nas notinhas??

  • Gomes

    Por isto mencionei, a grande dificuldade em acompanhar todos jogos. Mas os lances capitais, que decidiram as partidas……….

    Quem não pode assistir(a grande maioria), terá uma visão distorcida dos fatos.

    AK: Não terá, não. Terá apenas lido dois comentários curtos sobre um jogo de futebol. Um abraço.

  • Jorge

    André, nada a ver com o post, mas vc e o Lance! não vão aderir ao twitter?

  • ADSON CARVALHO

    André, ainda insisto, pergunte para seu pai que é da época, se aquele gol do Leo Gago foi “folha Seca” alá DIDI, depois conversamos, Ok!!!
    Infelizmente vc está equivocado!!!
    Abraços tbém…

    AK: Amigo, qual parte do que eu escrevi você não entendeu?

  • Gomes

    Muito obrigado pela atenção. .

    O interessante de tudo isto é que apesar de não termos a mesma opinião, continuarei frequentando seu blog, e sempre que possível, comentando.

    Esta troca de opiniões é benéfica para todos. Grato.

    AK: Eu que agradeço. Um abraço.

  • Natália

    Esta rodada foi estranha…teve de tudo! Vários gols nos acréscimos, gol legal anulado, gol ilegal validado, árbitro voltando a partida, só não foi estranho ver o spf perdendo pro Corinthians! Chupa!

  • Guilherme

    2 GOL DO SANTOS IRREGULAR

    KLEBER PEREIRA IMPEDIDO

    http://www.uploadimagens.com/upload/1231af3e3c5df80a86fc20aa0940fcd2.jpg

    KLEBER PEREIRA DANDO O PASSE COM A MÃO

    http://www.uploadimagens.com/upload/f25a10aede5f823beb63d1cc4e8624ee.jpg

    QUEM FOI O PREJUDICADO ?

  • ADSON CARVALHO

    André, um chute forte, efetuado na corrida e sem olhar para o gol,(Leo Gago) , mesmo que parecendo que a bola ia para fora, é incompatível com a expressão “Folha Seca”. Folha Seca é sinônimo de bola colocada com maestria, na calma, com extrema categoria. Por favor não use esta expressão para um gol feito na sorte, Ok!!! Vc. é que não está entendendo, espero que agora sim!!!
    Obs. Ainda não perguntou pro seu velho, pô!!!
    Att.
    Adson

    AK: Na sorte? Desisto. Um abraço.

  • David

    Essa discussão sobre a folha seca me lembra um episódio: eu estava assistindo um jogo com meu pai, que é daquele tipo de torcedor que fica xingando o juiz, gritando instruções pro atacante e dando palpite pro técnico… pela televisão! Pois bem, o jogador passou a bola e o narrador (que costuma ser o meu alvo dos xingamentos) narrou “fulano passa de primeira, erra o passe, blablabla”. Dai meu pai disse “como foi de primeira se ele errou o passe blablabla”. Ai eu expliquei de “de primeira”, no caso, não se referia a qualidade do passe, como em “de primeira linha”, ou “de primeira qualidade”, mas sim ao fato do passe ter sido feito com apenas um toque na bola, ou seja, no primeiro toque. Dai ele fez aquela cara de “aaah”, como quem diz “entendi”. E era o que o Adson deveria ter feito quando o André explicou pra ele o que é a folha seca.

    Eu sei que deve ser difícil Adson, você deve ter passado décadas achando que folha seca era uma coisa, e agora descobriu que é outra. O André não precisa perguntar pro velho, ele deve ter perguntado isso faz uns trinta anos.

    Faça a cara de “aaah bom, folha seca, faz um movimento inesperado quando está caindo, agora entendi” e seja feliz.

  • ADSON CARVALHO

    Tá bom David e André, de agora em diante todo gol que parecia que a bola ia para fora e não foi virou “Folha Seca” !!! O mestre DIDI deve estar se remoendo no caixão (Sic)…
    Obs. tenho apenas 45 anos e apenas jogo umas peladas e entendendo um pouco de futebol. Pelo visto, vocês não tem intimidade com a redonda ???
    André, novamente insisto, pergunte pro seu Pai se o gol do Leo Gago contra o Flu foi folha Seca. Se ele concordar dou o braço a torcer, se não, se retrate, Ok!!!
    Um abraço.

    AK: Eu fico aqui pensando se você realmente não entende, ou se faz que não entende porque acha legal. É fantástico. Um abraço.

  • Paulo Lima

    Andre,

    essa sua discussão com o Adson está impagável!
    não sei quanto ao folha seca, mas fiquei na dúvida: você tem ou não alguma intimidade com a redonda?
    abs

    AK: Muita!! Eu a chamo de “você”. Um abraço.

  • ADSON CARVALHO

    Prezado André,

    Queria um favor seu, seria possível ???
    Pergunte ao Sr. Juca Kfouri se o gol marcado pelo Leo Gago contra o Flu foi uma legítima “Folha Seca”.
    Após resposta do respectivo comentarista favor me retornar, ok!!!
    Fico lhe devendo essa…
    Outro abraço.

    AK: É isso, você fica me devendo… um abraço.

  • David

    Não respondi porque pra mim a discussão já tinha acabado e não queria começar outra. Mas só pra constar, jogo muito bem, poderia ser profissional se quisesse. E se fosse perna de pau, isso não mudaria nada: não existe nenhuma relação entre ter intimidade com a redonda e conhecer o significado de uma expressão.

MaisRecentes

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo

Inglaterra 0 x 0 Brasil



Continue Lendo