NOTINHAS PÓS-RODADAS



(lamento os problemas técnicos que derrubaram este – e os outros – blog nas últimas horas)

O fim-de-semana foi ótimo para o Grêmio Barueri (subiu 8 posições) e Santo André (6).

Péssimo para Santos, Fluminense e Cruzeiro, que caíram cinco andares.

E como saíram gols no final…

As notas da sétima rodada:

* Até o primeiro gol do Corinthians (3 x 1: Cristian, Chicão, Jucilei e Richarlyson – 16.428 pagantes no Pacaembu), o São Paulo era mais organizado, sem ser tão perigoso.

* Depois do gol, o jogo efetivamente acabou. Porque, mesmo perdendo Marcelo Oliveira e Cristian, deu todas as cartas.

* Belos gols de Evandro e Diego Tardelli, na vitória do líder invicto (Atlético Mineiro 3 x 2 Santos: os outros foram de Neymar, Carlos Alberto e Léo – 7.214 pagantes na Vila Belmiro) em Santos.

* Quando um árbitro simplesmente erra o tempo do acréscimo (determinado, obviamente, por ele), e precisa reiniciar o jogo, está querendo arrumar confusão. Lógico que o Santos empatou. Obra-prima de Djlama Beltrami.

* Goleada imperial do Flamengo (4 x 0: Adriano-3 e Emerson – 15.864 pagantes no Maracanã), sobre o misto do Internacional.

* Extrema categoria de Adriano, no primeiro gol.

* Pedrão e o Barueri (4 x 2 no Cruzeiro: Jonathan, Thiago Humberto, Pedrão-2, Wellington Paulista e Márcio Careca – 6.117 pagantes no Mineirão) enterraram 27 jogos de invencibilidade dos mineiros – que pouparam titulares – em casa.

* Presentaço de Anderson para Márcio Careca, no terceiro gol.

* Quem gosta de ganhar com gol impedido, no final do jogo, deve ter adorado a virada do Santo André (2 x 1: Hugo, Elvis e Marcel – 1.368 pagantes no Bruno José Daniel) sobre o Sport.

* Marcel estava na banheira, aos 47’ do segundo tempo.

* O Palmeiras (2 x 2 com o Atlético Paranaense: Rafael Santos, Obina, Marcinho e Keirrison – 18.068 pagantes) também fez um gol nos últimos segundos, regular, para empatar na Arena.

* Obina fez um gol legal, anulado, e ganhou outro do goleiro Vinícius.

* Dois dos piores ataques do campeonato produziram um jogo com sete gols no Barradão.

* O Vitória (4 x 3 no Botafogo: Roger-2, Adriano, Apodi, Juninho e Batista – 7.912 pagantes) ganhou aos 44’ do segundo tempo.

* Outro gol no finalzinho saiu no Olímpico, onde o Grêmio empatou (2 x 2: Felipe, Tcheco, Felipe Menezes e Maxi López – 16.581 pagantes) com o Goiás.

* Os goianos foram os últimos a vencer no Olímpico, em setembro do ano passado.

* Segue a recuperação do Coritiba, que venceu (1 x 0 no Náutico: Marcos Aurélio – 12.758 pagantes nos Aflitos) fora de casa.

* Gilmar mandou um pênalti para fora, quando estava 0 x 0.

* O Avaí (3 x 2 no Fluminense: Muriqui, Marquinhos, Fred-2 e Léo Gago – 9.142 pagantes na Ressacada) fez 2 x 0 em dois minutos, no primeiro tempo. O Fluminense empatou em 2 minutos, no segundo.

* E Léo Gago mandou uma folha-seca aos 48’, para dar ao Avaí a primeira vitória no campeonato.

______

* Na sexta-feira, o Vasco (0 x 0 com o Duque de Caxias – 6.968 pagantes em São Januário) bobeou no duelo carioca pela Série B.

* O quarto jogo sem vitória tirou o time do G-4.



MaisRecentes

Vitória com bônus



Continue Lendo

Anormal



Continue Lendo

Saída



Continue Lendo