NOTINHAS PÓS-RODADAS (com 10 anéis para Phil Jackson)



Novo líder na área, o Atlético Mineiro.

Ótima rodada para o Palmeiras, que subiu 3 degraus.

Péssima para o Avaí, que caiu três.

As notas:

* “Queimado” pelo frio, o gramado do Couto Pereira lembrou o do Estádio Nacional de Tóquio, onde o Flamengo conquistou seu título mais importante, em 1981.

* Mas o Coritiba não teve nada de Liverpool. Ao contrário, massacrou (5 x 0: Wellington-contra, Marcos Aurélio, Bruno Batata-2 e Leozinho – 20.623 pagantes) o rubronegro. Bruno falhou em 3 gols.

* Agitado empate (Fluminense 0 x 0 Grêmio – 16.270 pagantes) no Maracanã, com os gaúchos um pouco mais perigosos.

* O Goiás (0 x 0 com o Corinthians – 16.337 pagantes no Serra Dourada) só não venceu porque Felipe e as traves não deixaram. O Corinthians iniciou o jogo com cinco reservas.

* Pela segunda rodada seguida, Diego Tardelli deu um passe de calcanhar para um gol do Atlético Mineiro (3 x 0 no Náutico: Júnior, Diego Tardelli e Márcio Araújo – 40.820 pagantes no Mineirão), novo líder do BR-09.

* O Atlético marcou 7 gols, e não levou nenhum, nos últimos dois jogos.

* Terceira virada do Palmeiras (3 x 1 no Cruzeiro: Bernardo, Marcão e Keirrison-2 – 11.214 pagantes no Palestra Itália) em casa, com uma atuação animadora para a decisão na Libertadores.

* O primeiro gol de Keirrison foi um lembrete de que ele é um jogador especial.

* Primeira vitória do Barueri (3 x 1 no Avaí: Marquinhos, Ewerton, Pedrão e Marcos Pimentel – 1.288 pagantes na Arena Barueri) no campeonato. O Avaí segue sem vencer, na lanterna.

* No gol catarinense, cobrança de falta que desviou na zaga e foi aceita pelo goleiro Renê, Marquinhos ficou até sem jeito de comemorar.

* O goleiro Michel Alves e a trave impediram uma derrota dos reservas do Internacional (0 x 0 – 17.302 pagantes no Beira-Rio) para o Vitória.

* Um gol (mais um) de Borges, aos 39′ do segundo tempo, evitou que o São Paulo (1 x 1 – 8.995 pagantes no Morumbi) perdesse para o Santo André, em plena semana de Libertadores.

* Marcelinho Carioca fez um gol com classe, o décimo-segundo da carreira dele contra o São Paulo.

* Ao vencer o Sport, fora de casa, o Atlético Paranaense (1 x 0: Rafael Santos – 20.401 pagantes na Ilha do Retiro) largou a lanterna.

* Mas terminou a rodada ainda no calabouço da tabela.

* Vai demorar para Fabão esquecer os nove minutos finais da derrota do Santos (Botafogo 2 x 0: Batista e Laio – 6.535 pagantes) no Engenhão.

* No primeiro gol do Botafogo, o chute de Batista desviou nele. No segundo, a cabeçada para trás deixou Laio na cara de Fábio Costa.

______

* Um ponto, na casa do líder, é bom resultado em qualquer campeonato. Mas o Vasco (0 x 0 com o Guarani – 11.853 pagantes no Brinco de Ouro) poderia ter se dado melhor, se Carlos Alberto não tivesse sido expulso no final do primeiro tempo.

* O Vasco é o quarto colocado na Série B, com 11 pontos. O Guarani lidera com 16.

______

Décimo-quinto troféu da NBA para o Los Angeles Lakers, após um quinto jogo (99-86 no Orlando Magic, 4-1 na série) que não produziu a menor dúvida sobre quem seria o vencedor.

O “mestre-zen” Phil Jackson agora tem dez anéis de campeão, um para cada dedo de cada mão. É o técnico mais vencedor da história.

Kobe Bryant, que declarou abertamente que estava obcecado pelo título, garantiu (na temporada regular e nos playoffs) que a decepção do ano passado não se repetiria.

Melhor jogador da NBA desde Michael Jordan? Cada um terá uma opinião, mas ele, definitivamente, faz parte da conversa.



  • Ricardo Inocencio

    De fato não consigo imaginar outro jogador pós-MJ tão completo quanto Kobe…Lebron, Shaq, Nash, Ginobili, Duncan, Garnett…ok,ok,ok, todos craques, mas Kobe é decisivo, tem um “algo” a mais (e não é marketing, é talento mesmo).

    Fui dormir super satisfeito por ter visto mais um título de NBA para os “angelinos”, já tenho mais uma história pra contar pros meus filhos.

    Congratulations Lakers !!!

  • Massara

    André,

    O Palmeiras jogou mais que o Cruzeiro (o que não foi uma tarefa difícil com um time tão debilitado), mas acho que deve ser dito que no primeiro gol palmeirense (quando o Cruzeiro ganhava o jogo) a bola não cruzou a linha do gol e no terceiro (quando o Cruzeiro buscava o empate), Keirrison estava impedido no primeiro lançamento e participou da jogada, mesmo tendo saído (depois) da jogada para dar condição a quem vinha de trás.

    Cruzeiro prejudicado contra São Paulo no Morumbi e novamente contra o Palmeiras no Parque Antártica. Só para registrar mesmo.

    Abs.

    AK: No primeiro gol, a bola realmente não entrou. Mas entendo que o árbitro acertou ao deixar o lance do terceiro gol seguir. Um abraço.

  • Diego D. Mazeto

    Eu também acho que o Kobe é maior pós Jordan, Lebron tem tudo para superar mas hoje em dia não vejo um melhor que o Kobe.

    Gostaria de vem em um mesma franquia Kobe, Lebron e Ducan de preferência no New York Knicks

  • Mario Corá

    André, na transmissão da partida de ontem, o José Roberto Lux deu as seleções de todos os tempos de Leste e Oeste, segundo o próprio, baseadas em pontos e títulos conquistados. A partir deste mesmo princípio, pode-se dizer que Phil Jackson é o maior técnico da história da NBA?

    Grande Abraço, e muito sucesso no SC das 12:00.

    AK: Se os nove títulos de Red Auerbach justificam que ele seja chamado de “lendário” (e deve ser assim mesmo), os dez troféus de Phil Jackson devem ter o mesmo significado. Não acho que há dúvidas. Obrigado pela mensagem de boa sorte, e um abraço.

  • Marcel Souza

    Pós-Jordan eu acho que não tem dúvida que o Kobe é o maior e melhor jogador da NBA. Seria lindo se ambos jogassem na mesma época…

  • pitacos

    André, sugestão de pauta: comparações estatísticas e históricas entre Michael Jordan e Kobe Bryant, tais quais aquelas que você fez semana passada sobre Sampras x Federer. Uma provocação: aos 31 MJ só tinha três anéis nos dedos; KB já tem quatro. Abraço. Filé mignon ou bife?

    AK: Eu acho até um desrespeito compará-los. Por isso deixei claro que estava me referindo à era “pós-MJ”. Durante muito tempo, Jordan jogou sozinho no Chicago Bulls. Kobe ganhou os três primeiros títulos com aquele cara chamado Shaquille. É um espetacular bife, mas ainda um bife. Um abraço.

  • André,

    Pós-Air, concordo.

    Marcel,

    Acho que o Kobe estava começando quando Air estava terminando a carreira (no Bulls ou no Wizards)… André, confirma?

    Abraço!

  • Anna

    O titulo dos Lakers foi sensacional. Diga-se do Lakers, meu segundo time, pois o primeiro é o New York Knicks. Lakers de Magic Johnson, meu idolo,Shaquille O”Neal e agora Kobe Bryant. Foi muito bom ter ficado ate tarde vendo o jogo… E Phil merece os dez anéis…

  • Lula_dodói

    Também acho que a discussão de quem é o melhor, jordan ou kobe, não faz mais sentido há algum tempo. Pós MJ, sim. Acho ele o melhor.

    Talvez o talendo dos dois (MJ e KB, seja até parecido. Mas quando o bicho pegava, MJ pedia a bola, falava ‘eu sou o cara’, ia lá e resolvia. Kobe esta a milhares de milhas de distancia nesse sentido (não só ele, e não só no basquete).

    Aliáis, me corrigindo, essa frieza, faz parte do talento do jogador, né…Habilidade, talvez a palavra correta seja que se equivalem em Habilidade…

    t+ AK.

  • Andre Dadi

    Jordan é Jordan e Kobe é Kobe. É como Pelé e Maradonna. Mas o que se pode negar é que Kobe já está entre os melhores da história. Ele é simplesmente espetacular e está para a NBA de hoje o que Jordan era para a NBA do tempo dele. Decisivos e imarcáveis. Abraços!

  • Cruvinel

    Apesar ter torcido para o Orlando Magics fiquei feliz pelo Kobe Bryant & cia! O cara joga demais….!
    Como flamenguista: sem palavras (perder de goleada e para o Coritiba… é brincadeira!!)
    Fugindo um pouco do assunto:
    Parabens pelo programa ! Assisti hoje o novo Sportscenter … gostei bastante!
    Uma boa sintonia entre voce e o Arnaldo!
    Que privilégio apresentar o Sportscenter – o xodozinho dos telespectadores da ESPN!

    AK: Obrigado pela mensagem. Um abraço.

  • André, parabéns pelo SC hoje, que seja o primeiro de muitos e muitos (já se imaginou completando 3 mil programas, como o Amigão e o Antero fizeram recentemente?). Sobre as finais da NBA, gostaria de destacar o desempenho do Turkoglu, para mim, o melhor jogador do Orlando. Abraços!

    AK: Obrigado pela mensagem. Um abraço.

  • Olá, convido a todos para a leitura do meu artigo “Os efeitos da altitude na mídia brasileira”, publicado no Observatório da Imprensa, seção “Feitos & Desfeitas” (http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=541FDS004). O texto, evidentemente muito longo para inserção neste espaço, trata da abordagem distorcida da imprensa acerca dos jogos em grandes altitudes. Espero que gostem.
    Um grande abraço do
    Guilherme

  • Leandro Thome

    E que tal os rumores de que o Cavs esta em trade talks com o Suns para conseguir o Shaq??

    Imagina uma final Lakers x Cavs (Kobe x Lebron) e o duelo do 5nto titulo de Shaq e Kobe??

    Abraco

  • Olá. Só desejando parabéns e sucesso no SC. Vi apenas o comecinho, você parecia um pouco nervoso, mas isso é coisa de momento. Abraço.

    AK: Obrigado! Um abraço.

  • Massara

    Respeito sua opinião, André.

    Mas acho que uma coisa é o cara estar impedido, ser lançado e não ir na bola para deixar outro companheiro que vem de trás recebê-la.

    Outra coisa é o cara tentar se posicionar atrás da linha dos zagueiros para receber a bola em condição legal, daí sai o lançamento, ele parte para a corrida e, somente quando percebe que estava impedido, dá a preferência para o companheiro que vem de trás. Para mim, foi isso que o Keirrison fez.

    Ele está impedido, corre para trás (tentando voltar do impedimento a tempo de ser lançado em condição), é lançado, parte para a corrida e depois para.

    Abs.

    AK: A diferença em nossas opiniões é que, para mim, a bola não foi lançada para o Keirrison. Um abraço.

  • marília

    te vi no novo sportscenter e ADOREI! elegância e competência como sempre! Parabéns por mais um passo dado! Tô em falta por aqui, mas vc sabe que tem uma fã que adora seu trabalho e sempre que pode dá uma checada!
    acho que vou poder acompanhar vc e o tbm excelente Arnaldo quase todo dia!

    Boa sorte!!! e Parabéns mais uma vez!!!

    AK: Obrigado pela mensagem! Um abraço.

  • Fala André! Só para lembrá-lo que o 1º gol do Galo, não só o passe do Tardelli de calcanhar se repetiu, mas a conclusão de Júnior também. O time joga muito certinho, e pode ir longe, caso continue com o embalo. Destaque também a torcida mineira, quase 41.000 pagantes e crescendo….dia 4 de julho tem mais show…só que dessa vez, pode contar com mais de 50 mil! Abraço!

  • Pedro

    André,

    Os LAL passearam nesses playoffs, não acha?
    O Kobe Bryant joga muito mesmo. Agora, o que jogou o Gasol nas duas últimas partidas? Brincadeira?

    Abraços

  • Teobaldo

    Pós MJ, Kobe é o melhor. Agora, convenhamos, o Orlando é muito fraco. Só chegou porq

  • Teobaldo

    Pós MJ, Kobe é o melhor. Agora, convenhamos, o Orlando além de muito fraco, se comprado ao LAL e aos Cavs, dependia enormemente das bolas de três pontos. Só chegou porque o time do Boston Celtics sofreu um desgaste muito grande, com muitas contusões dos principais jogadores na reta final da temporada regular (Garnnett fora desde os jogos finais da temporada regular e Allen, visivelmente sem condiçoes físicas nos play offs, o que propiciou muitos erros, principalmente em arremessos de três pontos). E os Cavs, principalmetne Lebron, falharam na “hora h”, embora seja compreensível que ele tenha jogado praticamente sozinho. Acho que vale também a seguinte reflexão: Os times da Conferência Leste são mais competitivos e os jogos são mais equilibrados que os da Conferência Oeste… bem, pelo menos na minha opinião. Logo, considerando a exigência física dos embates, o desgaste é maior na conferência Leste. Por esse aspecto imagino que os Lakers chegaram mais inteiros que os Magics na final e, de certa, forma, também levaram vantagem por esse aspecto. O que os amigos acham?

  • Anna

    A parte que eu peguei, voce estava calmo… Perdi a cena antologica do amigao e do antero passando o cetro do SC… Vi no Linha agora… Nao vou poder ver todo dia como a Marilia ai de cima mas hoje valeu muito ter visto um pedaço da estreia. A dupla e muito boa e o Sc ficou bem leve, sereno. Tudo de bom a vc e ao Arnaldo. Eu tb adorei!

  • Gilberto

    Taí uma questão uma questão para qual eu não consegui resposta…

    Por que alguns jogadores são perseguidos e outros não? Por que as arbitragens são tão rigorosas com o Carlos Alberto, do Vasco, ou o Kléber, do Cruzeiro, dando amarelos quando outros jogadores receberiam advertência verbal?

    Claro que sei que eles não são santos (poupe minha inteligência dessa resposta fácil), mas podemos elencar uma seleção de jogadores que também não são santos e, ainda assim, não são perseguidos pela arbitragem… Exemplos? Claro! Fábio Costa… Juan… Willians… Ronaldo Traveco…(ultimamente tem puxado cabelos e pisado e adversários) Keirrison…

    Ok! O Juan e o Willians são protegidos por jogar no Flamengo e o Ronalducho por ser o queridinho da mídia, mas… e o Fábio Costa?

    Alguém saberia dizer?

  • Paulo Cunha

    André, concordo que o Kobe tem de estar na lista dos melhores pós-Jordan.
    Agora, cá entre nós, se o Magic tivesse levado este título, o MVP das finais seria o Howard, vc não acha?

  • gustavo luiz

    que ele é o melhor jogador pos Jordan ai nao tem nem duvidas. eu vou alem e na minha opiniao, tirando o camisa 23 do Bulls, o kobe é o melhor de todos os tempos.

    se o Jordan é o Pelé do basquete, o Kobe é o Maradona

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo