NOTINHAS PÓS-RODADAS (e será que Federer é o maior?)



O Internacional continua no topo, agora perseguido pelo Atlético Mineiro, que pulou três posições.

Boa rodada para Palmeiras, Fluminense, Grêmio e Corinthians, que ganharam 5 posições.

O Flamengo foi quem se deu pior, caiu 5 andares.

As notas da quinta rodada do BR-09:

* Na derrota de virada para o Palmeiras (2 x 1: Apodi, Ortigoza e Maurício Ramos – 16.118 pagantes no Palestra Itália), o Vitória teve todas as chances que poderia querer, e levou o segundo gol nos acréscimos.

* No primeiro tempo, Marcos defendeu uma cabeçada de Roger depois que a bola ultrapassou a linha do gol. O lance, dificílimo, é responsabilidade do auxiliar.

* O toque de calcanhar de Diego Tardelli, no lance do primeiro gol do Atlético Mineiro (4 x 0 no Atlético Paranaense: Júnior, Diego Tardelli e Éder Luís-2 – 15.505 pagantes na Arena – Geninho pediu demissão após o jogo), foi genial.

* É linda a camisa toda branca (e sem patrocínio) do Galo.

* Frenesi de gols no primeiro tempo da virada do Sport (4 x 2: Emerson-2, Durval e Weldon-3 – 25.602 pagantes na Ilha do Retiro) sobre o Flamengo.

* O Flamengo fez dois gols em três minutos. O Sport respondeu com quatro em oito minutos.

* Pouco a dizer sobre o 0 x 0 entre Avaí e São Paulo (público ND na Ressacada), além das boas atuações de Eduardo Martini e Denis.

* O gol de Fred, bela demonstração de recurso, salvou o fraco clássico do Maracanã (Fluminense 1 x 0 Botafogo – 13.726 pagantes).

* O lançamento de Leandro Amaral congelou a zaga do Botafogo, e quem pediu impedimento (mais uma vez) foi exatamente quem deu condição.

* O Goiás levou a virada do Barueri aos 37′ do segundo tempo, e buscou o empate (2 x 2: Ramalho, André Luiz, Ewerton e Everton – 4.252 pagantes no Serra Dourada) aos 42′.

* No Serra Dourada, quando a bola toca na rede, dá para ouvir o “barulho do gol”. Questão simples de posicionamento de microfones, que poderia ser regra nos nossos estádios.

* Kléber Rooney tem o hábito de “procurar a encrenca” (o que pode ser criticável, mas não é proibido pela regra), mas foi injustamente expulso no empate (1 x 1: Magrão e Wellington Paulista – 16.687 pagantes no Mineirão) entre Cruzeiro e Internacional.

* Wellington Paulista estava impedido no gol mineiro.

* Pouca gente no Pacaembu viu Douglas jogar bem e Souza marcar na vitória do Corinthians (2 x 0: Souza e Douglas – 6.259 pagantes) sobre o Coritiba.

* Alessandro, para a surpresa de muitos, tem sido constantemente importante para o time de Mano Menezes.

* Três vezes o Santos esteve na frente, e três vezes o Santo André empatou (3 x 3: Kléber Pereira, Nunes-2, Madson, Fabão e Elvis).

* Injusta a expulsão de Nunes, no segundo tempo.

* Noite de Souza, na goleada do Grêmio (3 x 0: Souza-2 e Máxi Lópex – 10.793 pagantes no Olímpico) que pôs fim à invencibilidade do Náutico.

* O Grêmio jamais perdeu para o Náutico, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro.

______

* Pelo que vimos até agora, o Vasco não deve ter muitos problemas para terminar o ano na Série A.

* Desde que mantenha os nervos no lugar, o que parecia ser impossível no empate (0 x 0 – 5.317 pagantes em São Januário) em casa com o São Caetano.

______

Pronto.

Quem já considerava Roger Federer – 6/1, 7/6 (7/1) e 6/4) sobre Robin Soderling, finalmente campeão em Roland Garros – o maior entre os maiores, agora tem um argumento poderoso.

Ninguém ganhou mais Grand Slams (14, empatado com Pete Sampras) do que ele. E, agora, não há nenhum que ele não tenha conquistado.

Neste domingo, Sampras disse à Associated Press que “agora que ele ganhou em Paris, eu acho que isso solidifica seu lugar como o maior tenista da história”.

Difícil discutir com Sampras, mas eu acho que para definitivamente solidificar seu lugar, Federer precisa ganhar mais um Grand Slam, e estabelecer um recorde que talvez jamais seja quebrado.

É questão de tempo.

E, claro, é um privilégio poder vê-lo.

______

ATUALIZAÇÃO, 11h21 – Como pude esquecer da Seleção Brasileira, que goleou o Uruguai (4 x 0: Daniel Alves, Juan, Luís Fabiano e Kaká) e venceu em Montevidéu pela primeira vez desde 1976?

A última informação aqui em Recife é de que Kaká está, neste momento, fazendo exames médicos numa clínica da cidade. O Real Madrid enviou o chefe de seu departamento médico para vê-lo.

À noite, Kaká dará uma entrevista coletiva para confirmar oficialmente sua ida para o clube espanhol.

A Seleção treinará no Arrudão à tarde. Nilmar e Alexandre Pato estão de olho na vaga de Luís Fabiano, expulso no Uruguai.

Rápida (e desagradável) história: quando o avião se aproximou de Recife e começou a descer para pousar no Aeroporto dos Guararapes, deu aquela balançada tradicional. Nada demais.

Eu estava na fileira 10, e ouvi claramente uma senhora se desesperar lá na frente. Ela tinha certeza de que o avião estava caindo, e não parou de gritar até o pouso.

Situação horrível. As pessoas mais próximas tentaram acalmá-la, mas pânico é um negócio sério.

Claro que não posso afirmar com certeza, mas aposto que ela estava impressionada pela tragédia recente.

E quem não está?



  • O Inter foi beneficiado e muito pela arbitragem ontem. O Bolivar deu um golpe de kung-fu no Gerson Magrão e só tomou amarelo. O Sandro era pra ter sido expulso, mas o sr. Antonio Hora Filho deixou de dar a falta para não bota-lo na rua. Será que o STJD que puniu o Ronaldo por um puxão de cabelo, vai agir em relação ao Fabio Costa, ao Lauro e o Bolivar?! Pq o que eles estão praticando é qualquer tipo de arte marcial, menos futebol. Abraço AK.

  • Leandro Thomé

    Na minha opinião, não resta dúvidas quanto ao Federer ser o melhor que EU vi jogar. Muito se fala sobre Rod Laver, mas não tenho uma opinião pois não o vi jogar.

    Na comparação Sampras x Federer, Roger é mais completo, não somente por ter ganho Roland Garros mas pela sua consistência e se não tivesse pego o Nadal em finais consecutivas no saibro, já teria matado o recorde do Sampras.

    Abraço

  • Xandinho

    André Kfouri, me parece que você não assistiu ao jogo Cruzeiro e Internacional. Você realmente viu só o impedimento do Wellington Paulista? Você não viu as três jogadas violentas dos jogadores do inter, que mereciam expulsão. O kleber não fez nada para ser expulso. E você ao comentar o lance, perde mais tempo falando do historico dele. observe o lance com imparcialidade. O Cruzeiro teve 18 finalizações contra 4 do Inter.

    AK: Você, pelo menos, leu o que está escrito?

  • Pedro Dockhorn

    André, vc comentou o gol “impedido” do cruzeiro, mas não comentou em nenhum momento a entrada criminosa do Bolívar e a não expulsão de um jogador do inter que matou um contra-ataque e que já tinha amarelo e, por isso, o juíz nem falta apitou.

    O cruzeiro está sendo muito prejudicado, os times estão parando o cruzeiro na porrada, e isso tudo com a conivência dos juízes.

  • Caro André,

    Se você ver as imagens que a ESPN colocou no Bate-Bola, vai ver que o Kléber, além de empurrar o Marcelo Cordeiro para cima do Lauro, ainda deu um pisão no pé do goleiro colorado que, aí sim, se descontrolou e deu o chute.

    O brabo é que o juiz que colocaram no jogo é certamente o pior soprador de apitos do universo conhecido – ele errou em praticamente TODOS os lances: não deu vantagem para o Cruzeiro no início, não expulsou o Bolívar nem o Sandro e não deu a claríssima falta do Fábio sobre o Giuliano, que também provocaria a expulsão do goleiro.

  • Dizem que foi a melhor partida de Douglas este ano.

    carlospizzatto.blogspot.com

  • Pessoal, estão todos de brincadeira, né? O juiz apitou mal DEMAIS Cruzeiro e Inter, mas falar que o Cruzeiro foi prejudicado tb é forçar a barra. Falam da expulsão do Bolívar e do Sandro, mas o Fábio entrou de maneira CRIMINOSA em Giuliano, e Thiago Heleno parou de maneira muito feia um contra ataque de Taisson, onde fatalmente sairia o 2º gol Colorado. Já do lado glorioso da capital mineira, destaque a jogada de Márcio Araújo no segundo gol do GALO na Arena, André…Foi uma beleza. Tirou 2 jogadores na lateral, e correu em direção ao gol, limpando outros 3 defensores do fraquíssimo Atlético genérico…No final, foi garçon do Tardelli. Abraço e parabéns pelos ótimos comentários.

  • Massara

    André,

    Quem assistiu ao jogo de ontem entre Cruzeiro e Internacional ficou estarrecido com a arbitragem. Inverteu faltas, deixou de expulsar o Bolívar (jogador desleal), deixou de expulsar o Sandro (já tinha amarelo e fez falta por trás no Wagner matando um contra-ataque), expulsou injustamente o Kleber etc.

    É inaceitável que para um jogo entre candidatos ao título seja escalado um trio de arbitragem do Sergipe. Me explique, por favor, o que este trio faz da vida enquanto o Brasileirão não começa. Apita o campeonato Sergipano? Existe isso? Com todo respeito ao Estado de sergipe, mas todos sabemos que o futebol de lá é inexpressivo. É a mesma coisa de colocar um juiz da Malásia para apitar Brasil e Argentina pela Copa do Mundo.

    Pior do que a atuação do Juiz foi a transmissão do PFC. Os caras tiveram a coragem de dizer que o Inter jogou melhor. O Cruzeiro finalizou 18 vezes contra 4 do INter. O Cruzeiro teve mais de 60% de posse de bola. O jogo foi pressão do time mineiro o tempo todo. E eles ainda me falam uma asneira dessas? Fora os comentários desastrosos de arbitragem.

    Ganhar do Inter já é difícil, ainda mais com um Juiz daquele.

    Abs.

  • Massara

    Para completar…

    No primeiro tempo o Juiz anulou um gol do Gerson Magrão porque não aplicou a lei da vantagem.

    E não foi falta o lance do Fábio. Ele toca a bola e depois o jogador (porque seria impossível passar no meio do jogador). Mas ele toca a bola primeiro.

    Abs.

  • Henrique

    Federer joga muito, merecia esse Roland Garros! Agora vou torcer pro Nadaln USOpen, já pensou? 2 carrer slam no mesmo ano!

    Só não acredito nessa história de recordes inquebráveis, tanto que muitos achavam que o recorde de 14 GS do Sampras era insuperável, isso que é legal no esporte, a superação!

    Abs.

  • Anna

    Sim, que bom que chegaram bem aí em Recife. Quanto ao destaque do fim de semana, pra mim, foi a vitória de roger Federer que acompanhei pela ESPN. Ele será o maior de todos os tempos com certeza. E merece pelo tenis perfeito e pela pessoa que é. Continuo torcendo por Rafael Nadal mas reconhecer Federer é ainda mais admirar os feitos de Rafa. Eu concordo com vc que é um privilégio mesmo ver esses dois monstros jogarem. Temos sorte.

  • Anna

    Esqueci de dizer o principal: adorei a foto!

  • Felipe colorado

    André,

    Eu não gosto de falar em arbitragem, pois a banca paga e recebe. Porém, considerando o chororô da torcida do cruzeiro, é preciso registrar:

    1) No gol do cruzeiro, o Wellington estava impedido. Portanto gol irregular.
    2) O goleiro Fábio literalmente levantou o jogador colorado que estava cara a cara com o ele. A força desproporcional deve ser punida com cartão. Como a chance de gol era iminente, cartão vermelho para o Fábio.
    3) O Kléber pisou no goleiro Lauro antes de levar o chute. Se não me engano, a imagem está no site da ESPN (já olhei tantos sites que não tenho certeza).
    4) A derradeira é pra ti, André: Não seria melhor Kléber Chulapa???????

    abraço

  • Rodrigo

    André, tava vendo o bate-bola da ESPN hoje cedo e deu pra ver nitidamente um pisão do Kléber no pé esquerdo do Lauro. Depois disso o Lauro dá o chute, mas o Kléber pisou sim. Até aí, tudo bem. A pergunta que fica: o juiz viu MESMO o pisão (ou foi alertado disso pelo bandeira) ou expulsou o Kléber por achar que ele tinha feito algo, levando em conta seu histórico? Complicaaaaaaaaaado….

  • Rafael Machado

    André,

    desculpe, mas injusta nem tanto.. presta bem atenção.. ele dá um pisão no Lauro, que (imbecil) revida com um chute..

    os dois deveriam ser expulsos mesmo…

    Abraço

  • Gilson

    André gostaria de saber sua opinião sobre o jogo do Brasil contra o Uruguai.
    Eu assisti ao jogo e acho que o Brasil, apesar de ter vencido fácil, não foi tão bem assim.
    O que realmente aconteceu, foi que a o time teve foi muita sorte, pois o goleiro do Uruguai tomou um baita peru logo no inicio da partida, e depois disso foi muita pressão do Uruguai e mais um gol do Brasil em outra falha defensiva da seleção Uruguaia(que alias sem o Lugano fica muito mais fraca).
    Depois disso, é lógico que o Brasil soube controlar o jogo, mas mais uma vez uns dos destaques do Brasil foi o goleiro Julio Cesar.
    Acho que não devemos nos impolgar muito não, pois no contra o Chile também foi assim. O Chile veio pra cima, deu espaços e o Brasil goleou. Depois no jogo seguinte a seleção jogou contra a “poderosa” Bolivia e o Brasil não conseguiu vencer.
    Voce não acha que o Paraguai vai jogar todo fechadinho, explorando os contra-ataques?

  • Paulo

    No Brasil da década de 70, em pleno período de Ditadura Militar, Juca Kfouri, então jovem e ousado jornalista da Revista Placar, investigou e denunciou a Máfia da Loteria Esportiva, que agia nos bastidores dos jogos de futebol da época e indicava determinados árbitros para o comando de certas partidas. O que transparecia, era a manipulação de resultados, armação que possibilitava a grupos restritos, conhecer antes, quem viria a ganhar os jogos. Os anos passaram e eu entendo que os bons profissionais como você André, sempre cuidaram de vender os aspectos positivos e fundamentais da paixão chamada futebol em nosso país. Quem promove o jogo como os integrantes da crônica esportiva nacional não pode e nem deve perder tempo para especular em cima de Teorias de Conspiração promovidas pelos torcedores. O fato é que o bom jogo não pode ser desvinculado de uma boa arbitragem. Sempre ouvi, que o árbitro correto, que trabalha bem, é aquele que passa despercebido pelo torcedor e pelo analista. Infelizmente, nos útimos dez, quinte, vinte anos ou mais, não é isso que temos visto em todas as disputas. Vemos juizes que ameaçam técnicos, jogadores etc; que utilizam mal os cartões e que estão mal preparados para seguir o ritmo das partidas. É claro que são seres humanos passíveis de erro, que a televisão exibe suas falhas de maneira implacável, mas também é verdade que por trás dos erros de arbitragem pode se esconder a má fé e a índole dolosa e intencional de se prejudicar alguém em detrimento da saúde do esporte. Dentro deste cenário, a manipulação é possível sim. Ela assusta e ao mesmo tempo entristece quem ama o esporte futebol desde os tempos de moleque. Como os árbitros são pifiamente remunerados fica a impressão de que são corrompíveis pelo poder financeiro das equipes com mais dinheiro e estrutura. Nesta prática, alguém é sempre “bobo de alguém”. Notaram que o resultado “zebra” que antes exibia e materializava parte da magia do futebol, atualmente tornou-se mais rara?

  • marcelo

    * O toque de calcanhar de Diego Tardelli, no lance do primeiro gol do Atlético Mineiro (4 x 0 no Atlético Paranaense: Júnior, Diego Tardelli e Éder Luís-2 – 15.505 pagantes na Arena – Geninho pediu demissão após o jogo), foi genial.

    * É linda a camisa toda branca (e sem patrocínio) do Galo.

    concordo plenamente !

    FINALMENTE ALGUM JORNALISTA QUE RECONHEÇA O DESEMPENHO DO GALO !

  • Rodrigo

    Só mais uma coisa sobre o lance do Kléber: quem viu a entrevista coletiva logo após o jogo de ontem, teve certeza da inocência do rapaz. Até comentei com meu irmão, dizendo que ele foi expulso injustamente. O que chama a atenção foi ele ter dito que recebeu ligações de São Paulo, depois de ter deixado o campo, dizendo que não era para ele ter sido expulso, pois as imagens mostravam que ele não fez nada. Tenho certeza que isso deu a segurança necessária à ele para “jurar” inocência ao vivo. Ele só não contava com outras câmeras em campo, como a da ESPN.

  • Lelo

    Há pouco tempo atrás, Federer tinha menos espaco na mídia que Nadal e parecia não estar em sua melhor fase. Hoje ele é o melhor de todos os tempos, porque ganhou um título (difícil, claro) sem ter enfrentado nenhum dos melhores tenistas?

    Para mim, estranho ser rotulado de melhor do mundo num momento em que esta MUITO longe do no primeiro lugar da ATP. E ainda me pergunto: já houve um melhor da história que levasse clara desvantagem nos confrontos contra seu arqui-rival?

  • Massara

    Realmente o Kleber pisou no Lauro. Assisti hoje à imagem da TV Alterosa por trás do gol. Expulsão justa dele e do Lauro, que revidou.

    Mas o Fábio não fez falta no Giuliano.

    Ainda, o Juiz anulou mal um gol do Cruzeiro e deixou de expulsar Bolivar e Sandro.

    Arbitragem péssima, que prejudicou o clássico.

    Abs.

  • Fred Lyra

    vcs tão onde em Recife?
    seria um prazer tomar uma com a equipe da ESPN brasil que acompanho a tantos anos!!!
    valeu

  • Arlindo

    Brincadeira….A câmera da ESPN é clara!!! Quem provocou a cena toda foi o “marginal”, “mentiroso” e “mau cárater” do Sr. Kleber… Depois vem dar entrevista de que foi injustiçado!! O STJD deveria ter pena para o anti-futebol…O Lauro tinha que ser expulso…com certeza,!!!…Perdeu a cabeça e entrou na provocação do mau caráter! É jogador profissional e não deveria ter revidado…perdeu a razão no lance.

  • Leandro

    Caro André,

    Admiro muito seu trabalho há anos e não esqueço o “furo” produzido por você quando foi o único a ver o penalty ridículo que o Júnior Baiano fez no Centroavante norueguês.

    Porém, talvez em virtude da alta jornada de trabalho e viagens constantes que vem enfrentando, você não viu o pisão que o Kléber “Fábio Costa” deu no goleiro Lauro do Inter-RS.

    No mais, seus comentários foram precisos e preciosos como de costume.

    Forte abraço,

    Leandro.

  • André, penso ser muito difícil comparar gerações, seja no esporte que for. Na minha opinião, nunca saberemos se Federer é melhor que Sampras ou não, mas, assim como ocorre na F1 com Shumacher, por um bom tempo o suíço será o melhor nos números. Abraço!

  • Mário Penna

    Essa coisa de melhor do mundo é algo bem relativo mesmo, não é?
    Veja o caso do Borg. Quantos títulos não ganhou, sempre praticando o anti-tenis? Quem foram os adversários do Connors e quem são os adversários do Federer? Quantos livros não vendeu o Paulo Coelho, sem ao menos saber contar uma estória? Me parece que o ABC de Natal, se não me engano, é a equipe com mais títulos no futebol brasileiro. Talvez, então, seja a melhor do Brasil em todos os tempos. E viva o besteirol.

  • Josildo

    É preocupante que num jogo da importância de um Cruzeiro e Internacional seja escalado um árbitro sem a experiência necessária. É preocupante que a cada rodada, dois ou três jogos tenham seus resultados modificados por erros claros da arbitragem. O estranho é que os erros invariavelmente beneficiam times de São Paulo. Nessa rodada o beneficiado foi o Palmeiras. Na rodada da Copa do Brasil foi o Corinthians contra o Vasco. O São Paulo também foi beneficiado contra o Atlético Paranaense. E o presidente da Comissão de Arbitragem por coincidência é de São Paulo?

  • CARLOS

    Andre queria que voce comentasse as duas entradas violentissimas que o Fabio Animal Costa deu no jogo contra o Santo Andre´.
    Obrigado

  • BASILIO77

    Felipe Colorado disse tudo: “a banca paga, a banca recebe”.
    As faltas de Bolivar e F.Costa na rodada 5 do brasileirão seriam pra ficar na mídia pela semana toda e cair no STJD…mas não envolviam o rei do Ibope.
    Abraço.

  • Dirceu Vaz da Fonseca

    O que vocês não querem entender ou se fazem de abestados, é que o Coríntians não está com nada.Só conseguiu escapar do Vasco com a ajuda do Gaciba.A história com o Internacional não vai se repetir ou pelo menos não deve.Abaixo a imoralidade.

MaisRecentes

Gracias



Continue Lendo

Abraçados



Continue Lendo

A diferença aumentou



Continue Lendo