CAIXA-POSTAL



Minha caixa de e-mails do Lancenet! acordou ontem à tarde.

Portanto, aos temas das últimas duas semanas:

Haroldo escreve: VOCÊ TEM ALGUMA FOTO DO VERSO DA TAÇA DA UEFA CHAMPIONS LEAGUE? Porque eu procurei em tudo que é site de busca e sempre a foto que aparece é a que mostra a FRENTE da taça. Eu tenho curiosidade de saber como cabem os nomes de todos os campeões desde 1957(?). Ela é grande… mas são mais de 40 times e placares!! Aparece tb o nome do vice? E é claro que um dia vai faltar espaço… Tem ideía de qual é o plano para este caso? Onde vão colocar os nomes?

Resposta: Calma, Haroldo. Aqui está a foto que você procura, que mostra exatamente o que você quer ver. Só o ano e o vencedor são marcados. Não sei como vão fazer no dia em que a Taça ficar pequena, mas, como mostra a imagem, ainda há muito espaço.

______

Fernando escreve: André, qual a regra para inscrever jogadores vindos do exterior? Vi que o Vasco está esperando chegar agosto para o Aloísio poder jogar, enquanto o Adriano já estreou pelo Flamengo. Não são casos iguais, de dois jogadores vindos de fora? Afinal, por que o Adriano foi liberado e outros não?

Resposta: Jogadores vindos de clubes estrangeiros para o Brasil podem ser inscritos em dois períodos: 02/01 a 25/03, e 03 a 31/08. Mas como a Constituição Brasileira garante o direito ao trabalho, há jogadores que procuram a Justiça. São liberados por liminar para jogar, mas podem, eventualmente, ser suspensos esportivamente pela Fifa. É preciso lembrar que o termo usado para caracaterizar esses períodos é, em inglês, “transfer window”, ou seja, “janela de transferência”. E só há transferência quando um jogador sai de um clube para outro. O Adriano não veio de um clube estrangeiro, o contrato dele com a Inter de Milão foi rescindido. Ele era conseiderado um jogador livre, por isso pôde ser inscrito pelo Flamengo.

______

Roberto Carlos escreve: André, um dos charmes da Liga dos Campeões é o fato da final ser realizada em partida única e em um estadio que é escolhido antes da competição iniciar, o que faz com que geralmente acabe sendo em campo neutro. Seria viável implantar estes dois métodos na Libertadores?

Resposta: Viável, seria. É uma simples questão de formato. Basta a Conmebol achar que a Libertadores deve der decidida assim. Eu apenas não acho bom. Há muitas diferenças entre o futebol europeu e o sulamericano. Imagine uma final entre um clube argentino e um brasileiro, realizada na Colômbia. Um dia, quem sabe, a América chegará ao nível organizacional e, principalmente, estrutural, para poder fazer algo assim.

______

Leandro escreve: Gostaria da sua opinião sobre a possível volta do Michael Vick pra NFL, depois de ter deixado a prisão. Aqui nos EUA as opiniões são diversas, mas creio que a maioria acha que ele já pagou pelos crimes cometidos e deve ter uma nova chance na sociedade e na NFL.

Resposta: Vick foi preso por comandar um negócio ilegal de brigas de cachorros nos Estados Unidos. As crueldades com animais amplamente divulgadas deram mais repercussão ao caso porque, obviamente, tratava-se de uma estrela da NFL. Ele foi preso, processado, fez acordos com a Justiça e recentemente saiu da cadeia. Se suas obrigações legais forem cumpridas, é normal que ele queira retomar sua antiga profissão. Mas a Liga, que o suspendeu sem prazo determinado, precisa concordar. Eu acho que ele voltará, com direito ao roteiro tradicional (livro, filme, reality show…) que já vimos tantas vezes.

______

Luciano escreve: André, e os palpites, cara? Você deixou a gente na mão na atual fase da Libertadores, e até agora nada da final da Copa do Brasil. Não vai ter?

Resposta: Eu realmente pisei na bola na Libertadores. Estava em Roma enrolado com a final da UCL e, quando vi, os primeiros jogos das quartas-de-final já tinham acontecido. Ainda não decidi se vou palpitar só para os jogos de volta, mas é uma possibilidade. Sobre a final da Copa do Brasil, o palpite será postado na véspera da primeira partida.

______

Como sempre, obrigado pelas mensagens. E desculpe o transtorno técnico que impossibilitou nossa conversa no sábado passado. A CP volta na semana que vem.

(e-mails para a Caixa-Postal do blog: akfouri@lancenet.com.br, ou clique no link abaixo da foto)

“O sistema não trabalha para resolver os problemas da sociedade. O sistema trabalha para resolver os problemas do sistema.”

Capitão Nascimento, em “Tropa de Elite”.



  • Luís André

    E aí xará, empolgado com o novo filme do John Connor?
    Vai assistir o exterminador?
    ABRAÇO

  • Olá André, é a primeira vez que comento no seu blog, mas sempre o acompanho, sempre mesmo.Acho seus comentários inteligentes e engraçados. Gostaria de convida-lo a visitar o meu blog, não é só sobre futebol, é sobre um pouco de tudo, mas fiz um post do jogo da seleção de hj, e gostaria de saber a sua opinião sobre ele e sobre mais alguns se não for pedir demais, sou novo nesse mundo de BLOGS. Espero que goste do meu blog

    Parabens pelos seu blog!!!!

    Leandro.

  • Anna

    Eu vi Tropa de Elite há pco tempo,nao gostei muito, mas o Wagner Moura eu adorooo. Que bom que a CP voltou.

  • Rodrigo

    Roberto Carlos, sempre pensei nisso, mas quando imagino uma final Deportivo Cali x Nacional de Uruguai, por exemplo, sendo disputada no Brasil, desisto da idéia. Imagino que a “final do AK” até levaria público a Medelin, mas aqui no Brasil o estádio ficaria vazio. Na Europa um Brasil x Argentina é capaz de lotar Wembley, mas imagino que o Maracanã ficaria às moscas pra um Inglaterra x Itália. Mas não deixa de ser uma idéia …

  • Rodrigo

    Putz, coloquei uns 15 “imagino” no meu comentário…”imagino” que é porque acordei agora…

  • Leandro Thomé

    Valeu pela resposta André…

    Aqui o que se fala muito hoje em dia, é que muitos treinadores estão interessados em ter o Vick no time, mas os donos estão com medo da repercussão que isso possa trazer para a imagem do time e possíveis boicotes.

    E falta tb o comissioner liberar ele pra realmente jogar na temporada.

    Abraço

  • Fernando

    André, valeu pela resposta, mas ainda fiquei na dúvida.. Seria apenas uma questão de tempo, o jogador rescinde o contrato com o clube X (no dia 1), fica “livre”, assina com o clube Y (dia 3). Não seria o mesmo caso? Independente de quem pagou a multa, no momento em que o contrato é rescindido, o jogador está livre, certo? Acho que a questão então é entender o que caracteriza uma transferência de um clube para outro, é um clube pagar a multa? Lembrando que, se não existe passe, o jogador (ou qualquer interessado) paga a multa e está livre para atuar onde quiser.
    Abraço

    AK: O contrato do Adriano foi rescindido em comum acordo. Não houve qualquer pagamento. É como se o compromisso dele com a Inter tivesse se encerrado, e ele ficou livre para acertar com quem quisesse. Transferência de um clube para outro, independentemente de pagamento de multa, é quando um jogador troca de clubes enquanto seu contrato ainda está em vigência. Um abraço.

  • Gabriel

    Olá André, tudo bem?
    Quero entrar no tema da final da UCL em único jogo em campo pré-determinado e a possibilidade de prática semelhante na Libertadores. Concordo plenamente com você quanto às diferenças culturais e acho que além disso, não teremos em médio prazo aqui na América tal modelo, por questões geográficas, as distâncias entre as cidades que poderiam abrigar tal partida e as que possuem clubes com condições de chegar às finais são bem maiores e possuímos estrutura de viagem(aérea, ferroviária e rodoviária) inferiores à européia.

    Mas que seria um evento fenomenal seria, um abraço

    Gabriel

  • Hey Zero-Meia!

    Acho que outra frase se aplica melhor ao momento do futebol brasileiro:

    “Para eu poder te ajudar, você vai ter que me ajudar a te ajudar… quem quer rir tem que fazer rir!”

    Abraço!

  • David

    Duas referências aos Santos FC ali: 1962 SL BENFICA e 1963 AC MILAN.
    Com jogos na Europa e no Brasil, não um jogo único no Japão…

MaisRecentes

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo

Inglaterra 0 x 0 Brasil



Continue Lendo