NOTINHAS PÓS-RODADA



(Numa das salas-vip do Aeroporto Santos Dumont. Granola, iogurte, expresso e água com gás. Se eu não estivesse morrendo de vontade de voltar para casa, ficaria aqui mais um pouco…)

Quartas-de-final da Copa do Brasil.

Começando pelo Maracanã:

* O Fluminense iniciou o jogo (2 x 2: Chicão, Jorge Henrique, Alan e Thiago Neves) com uma escalação que não criava como devia, e convidava o Corinthians para seu campo, onde não marcava como precisava. Em pouco mais de 15 minutos, já estava 2 x 0, estrago feito.

* E a pergunta que (pelo menos em “on”) não será respondida é se a escalação com dois meias foi fruto da pegadinha que Mano Menezes jogou na direção de Parreira, no domingo.

* Um golaço de falta, nos últimos suspiros do jogo no Beira-Rio, classificou o Internacional (2 x 1 com o Flamengo: Taison, Emerson e Andrezinho) para as semifinais.

* Claro que é coincidência, mas Juan, que criou confusão na segunda-feira por causa de um treino, armou o primeiro gol do Inter.

* No Barradão, ganhar do Vasco era questão de honra para o Vitória, que nem isso (1 x 1: Neto Baiano e Elton) conseguiu.

* A relação custo/benefício do time do Vasco é uma das melhores do Brasil.

* Na terça-feira, a Ponte Preta apertou, apertou, e perdeu (1 x 0: Ariel) para o Coritiba no final.

* Mas Marcelinho Paraíba está fora do primeiro jogo das semifinais, o que é um problemaço para René Simões.

* O sorteio dos mandos da próxima fase será feito hoje, na CBF.



MaisRecentes

Plano B?



Continue Lendo

Pendurado



Continue Lendo

Porte



Continue Lendo