COLUNA DOMINICAL



(publicada ontem, no Lance!)

LEMBRA DO ENVELOPE?

O presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, já cumpriu dois terços da suspensão de 90 dias por causa do “Caso Tardelli”, e seu recurso ao Pleno do STJD ainda não foi julgado. Duas petições movimentaram o processo nas últimas semanas.

Uma foi feita pela defesa do dirigente, solicitando que uma testemunha seja ouvida. Trata-se do promotor José Reinaldo Carneiro, do Gaeco. Foi ele quem recebeu um telefonema de Del Nero na sexta-feira anterior à última rodada do BR-08, e sugeriu que o cartola comunicasse a CBF sobre “o envelope” (mais em instantes). Carneiro será ouvido no próximo dia 15, em audiência que se realizará na sede da OAB-SP.

A outra petição foi feita pela CBF, e é intrigante. No ofício, enviado ao tribunal a título de esclarecimento, a Confederação “sugere” que o processo se concentre na Federação Paulista, a instituição, e exclua seu mandatário. Ocorre que a CBF não é parte interessada, porque não quis. Ela pediu a abertura do inquérito, que já foi concluído. E agora parece querer, num claro atentado contra a independência do STJD, determinar como o tribunal deve proceder. Ocorre, também, que Del Nero já foi condenado à suspensão de 90 dias, pela Terceira Comissão Disciplinar, em decisão, repita-se, unânime.

É curioso que a CBF, à época indignada com a “tentativa de manchar o Campeonato Brasileiro”, peça que o caso seja apurado e, no momento em que os responsáveis são apresentados, queira desfocar a conclusão do imbróglio.

Mas aqui está o que é ainda mais curioso: a petição da defesa foi assinada pelo advogado Mario Alberto Pucheu. A petição da CBF, pelo advogado Carlos Eugenio Lopes. Até mesmo o site de buscas mais preguiçoso da internet, chamado ao trabalho, mostrará que Lopes (que é diretor-jurídico da CBF) e Pucheu são sócios da mesma firma de advocacia: Garcia & Keener Advogados, com escritórios no Rio de Janeiro, em São Paulo, Manaus e Campinas. Não é difícil concluir que quem está fazendo a defesa de Marco Polo Del Nero é a CBF. O que comprova o tamanho dos interesses envolvidos no caso.

Mas fiquei de voltar ao “envelope”, e espero que você não esteja com um copo, ou uma faca, na mão: o envelope não existe. Repita comigo: O. Envelope. Não. Existe. Uma das primeiras providências do inquérito foi produzir o aparecimento do que, num caso de assassinato, seria o corpo. E o que se comprovou após os depoimentos é que não há envelope algum. Não há, não houve, não haverá.

O São Paulo enviou, sim, ingressos do show da Madonna para o presidente da FPF e para o vice, Reinaldo Carneiro Bastos. Não para o árbitro Wagner Tardelli. O envelope sobre o qual conversaram as secretárias do São Paulo e da FPF era, na verdade, uma reclamação formal do clube contra um árbitro. Deveria chegar às mãos de Carneiro Bastos, e não tinha nada a ver com o show. Isso é o que está nos autos.

Como essa conversa entre secretárias se transformou numa “tentativa de corrupção” que sujou o nome de um árbitro e rasgou o Estatuto do Torcedor, é o que precisa ser explicado.

Marco Polo Del Nero cometeu um erro. E ele sabe disso.



  • Ricardo Oliveira

    Caro André,

    Acompanho direto o seu blog, gosto muito do trabalho que vc faz. Nunca tinha enviado um comentário antes, mas dessa vez resolvi mandar.
    Sou São Paulino fanático mas não deixo de ser lúcido por causa disso mesmo quando o assunto é futebol. Cito este fato porque esse artigo que vc escreveu está diretamente ligado ao meu time de coração, que, evidentemente, tentaram prejudicar nas finais do último campeonato brasileiro. Talvez vc não possa falar isso porque para se fazer uma afirmação dessa é necessário ter provas e quanto a isso eu entendo e respeito. Mas eu não posso deixar de falar que ler em seu artigo a frase……”Marco Polo Del Nero cometeu um erro”……….é algo que simplesmente me revolta e tenho certeza que revolta qualquer torcedor tricolor.
    Não acredito que alguém possa ser ingênuo a esse ponto e, certamente, sei que você não é. O caso Tardelli, o caso do gás de pimenta………..e por aí vai, quem sabe não demora muito e o Maior Time desse País não acaba sendo culpado por esse caso absurdo de compra do juiz, assim como tentaram insinuar no caso do gás de pimenta no parque antártica.
    Não escrevo isso pra fazer qualquer crítica a sua pessoa ou ao artigo em si, muito pelo contrário, não vi em nenhuma outra mídia, qualquer que seja ela, uma linha sequer sobre esse ponto que vc abordou. Na verdade queria até te agradecer pelo artigo e te parabenizar pelo seu trabalho aqui no blog que acompanho todo santo dia.
    Simplesmente, como são-paulino, quis demonstrar e deixar registrada minha indignação a esse lado podre do futebol, que infelizmente é dominante, e que ultimamente tem feito de tudo pra prejudicar o meu clube de coração já que é o único que faz ou tenta fazer frente a essa corja de safados.
    Só a título de curiosidade, vc lembra que foi os convidados do Ricardo Teixeira para o primeiro amistoso da seleção brasileira em Londres……. Marco Polo del Nero e Andres Sanches.
    Protesto Registrado, abraços e parabéns!

  • Shao

    Eu não sei se eu choro de desgosto, ou se eu dou risada com suas informações…
    Simplesmente lamentável…
    Abraços

  • Pedro Valadares

    André, parabéns pelo post. Jornalismo sério é jornalismo perseverante! Tem que insistir nessa história desse envelope. É ridículo, apesar de verídico, saber que uma Federação que foi criada para representar os clubes de determinado estado aja de forma a prejudicá-lo. Agora, discordo do Ricardo Oliveira. A perseguição não é contra o São Paulo enquanto instituição e sim contra dirigentes que são adversários políticios de Del Nero. Não há conspiração contra o São Paulo!

    Outro absurdo é a CBF, também criada para promover competições e cuidar dos interesses dos clubes e dos torcedores, resolver proteger exatamente quem agiu de má fé, por interesses políticos, par amanchar o campemonato e prejudicar um clube.

    Agora o absurdo maior desse rolo todo é causar prejuízos a dignidade de um trabalhador, como o Vagner Tardelli, juiz com imagem pública a zelar, apenas para provocar rivais políticos. Inaceitável que Del Nero continue no cargo depois desse acontecimento. Pena que suas matérias não serão lidas pelo próprio, porque h´pa fortes indícios de que ele é da turma que não liga para a opinião pública.

    Desculpe pelo imenso comentário,

    Parabéns pelo trabalho,

    Pedro Valadares

  • Pedro de Sousa

    Ta.
    E Papai Noel existe.

    A imprensa lambendo o SPFC já enjoou.

    AK: Lamento que o futebol prejudique sua capacidade de compreender um texto. Um abraço.

MaisRecentes

Escolhas



Continue Lendo

Gracias



Continue Lendo

Abraçados



Continue Lendo