NOTINHAS PÓS-RODADAS (com Eliminatórias)



Começando pelo clássico paulista:

* Washington é um artilheiro certificado, que se jogasse basquete, faria 20 pontos por jogo. Nem 50, nem cinco. É mandá-lo para a quadra e contabilizar.

* Mas Washington joga futebol, e o negócio dele é fazer gols (São Paulo 1 x 0 Palmeiras: ele). No clássico, o posicionamento perfeito entre Sandro Silva e Maurício Ramos resultou numa cabeçada precisa.

* E se Dagoberto quisesse devolver a bola, Washington teria outras chances.

* Pierre, Cleiton Xavier, Hernanes e André Dias foram os outros nomes de um clássico morno, mas que teve seus momentos.

* É correto dizer que a arbitragem deu uma força para o Corinthians (0 x 0 com o Guarani) em Campinas.

* Ronaldo criou gols para Souza e Chicão, mas o goleiro Douglas tinha outras idéias.

* O Santos (0 x 0 com o Grêmio Barueri) reclamou, com razão, de um gol legal anulado por impedimento.

* E terminou a rodada fora do G-4.

* Porque a Portuguesa (4 x 1 no Marília: Fellype Gabriel, Ataliba, Edno e Christian) está determinada a jogar as semifinais.

* Agora, só depende dela.

* O Flamengo (4 x 0: Josiel-2, Zé Roberto e Kleberson) desvendou o Resende, e Josiel é novamente artilheiro.

* O atacante é chave para os objetivos rubronegros.

* O Vasco (5 x 3 no Volta Redonda: Fábio Bala, Robinho, Dedé, Mateus, Titi, Elton e Enrico-2) já está nas semifinais da Taça Rio.

* Só falta saber em que posição.

* O mesmo vale para o Fluminense, que se especializou em viradas (2 x 1 no Botafogo: Maicosuel, Allan e Conca).

* O clássico não foi tão bom quanto o da Taça Guanabara, mas teve emoção nos quinze minutos finais.

* Nas cobrança de pênaltis com paradinha, não deveria ser permitido dar o “chute falso”, como Maicosuel fez.

* Ney Franco disse que o Botafogo não relaxou por já estar classificado, mas é o que parece.

* Já são oito vitórias consecutivas, em jogos oficiais, do Atlético Mineiro (1 x 0 no Uberaba: Éder Luís).

* Bonito chute de Éder Luís, que, por motivo não revelado, não comemorou o gol.

* Por causa de um festival de axé nos dias 3 e 4 de abril, no Mineirão, o Cruzeiro (1 x 0 no Tupi: Marquinhos Paraná) inverteu o mando das quartas-de-final do Campeonato Mineiro. Decidirá a vaga em Juiz de Fora.

* É sério.

* Um dos gols mais bonitos do ano foi marcado no empate (3 x 3: Mendes-2, Andrezinho, Nilmar-2 e Juan Pérez) entre Internacional e Juventude.

* Palmas para Nilmar.

______

* Em Quito, a Seleção Brasileira ia conseguindo, graças aos Júlios César e Baptista, uma das vitórias mais milagrosas de sua história.

* A jogada espetacular de Méndez, pela direita, acabou no gol que deixou o placar (1 x 1: Júlio Baptista e Noboa) menos injusto. Mesmo assim, um grande negócio para o Brasil.

* A fase de Júlio César vale mais uma nota. Espetacular.

______

Estou em Porto Alegre, para Brasil x Peru.

A segunda-feira será praticamente inteira ao vivo, na ESPN Brasil.

Tentarei passar por aqui antes do final do dia.



MaisRecentes

Poupe



Continue Lendo

Pertencimento



Continue Lendo

Vitória com bônus



Continue Lendo