NOTINHAS PÓS-RODADAS (com Eliminatórias)



Começando pelo clássico paulista:

* Washington é um artilheiro certificado, que se jogasse basquete, faria 20 pontos por jogo. Nem 50, nem cinco. É mandá-lo para a quadra e contabilizar.

* Mas Washington joga futebol, e o negócio dele é fazer gols (São Paulo 1 x 0 Palmeiras: ele). No clássico, o posicionamento perfeito entre Sandro Silva e Maurício Ramos resultou numa cabeçada precisa.

* E se Dagoberto quisesse devolver a bola, Washington teria outras chances.

* Pierre, Cleiton Xavier, Hernanes e André Dias foram os outros nomes de um clássico morno, mas que teve seus momentos.

* É correto dizer que a arbitragem deu uma força para o Corinthians (0 x 0 com o Guarani) em Campinas.

* Ronaldo criou gols para Souza e Chicão, mas o goleiro Douglas tinha outras idéias.

* O Santos (0 x 0 com o Grêmio Barueri) reclamou, com razão, de um gol legal anulado por impedimento.

* E terminou a rodada fora do G-4.

* Porque a Portuguesa (4 x 1 no Marília: Fellype Gabriel, Ataliba, Edno e Christian) está determinada a jogar as semifinais.

* Agora, só depende dela.

* O Flamengo (4 x 0: Josiel-2, Zé Roberto e Kleberson) desvendou o Resende, e Josiel é novamente artilheiro.

* O atacante é chave para os objetivos rubronegros.

* O Vasco (5 x 3 no Volta Redonda: Fábio Bala, Robinho, Dedé, Mateus, Titi, Elton e Enrico-2) já está nas semifinais da Taça Rio.

* Só falta saber em que posição.

* O mesmo vale para o Fluminense, que se especializou em viradas (2 x 1 no Botafogo: Maicosuel, Allan e Conca).

* O clássico não foi tão bom quanto o da Taça Guanabara, mas teve emoção nos quinze minutos finais.

* Nas cobrança de pênaltis com paradinha, não deveria ser permitido dar o “chute falso”, como Maicosuel fez.

* Ney Franco disse que o Botafogo não relaxou por já estar classificado, mas é o que parece.

* Já são oito vitórias consecutivas, em jogos oficiais, do Atlético Mineiro (1 x 0 no Uberaba: Éder Luís).

* Bonito chute de Éder Luís, que, por motivo não revelado, não comemorou o gol.

* Por causa de um festival de axé nos dias 3 e 4 de abril, no Mineirão, o Cruzeiro (1 x 0 no Tupi: Marquinhos Paraná) inverteu o mando das quartas-de-final do Campeonato Mineiro. Decidirá a vaga em Juiz de Fora.

* É sério.

* Um dos gols mais bonitos do ano foi marcado no empate (3 x 3: Mendes-2, Andrezinho, Nilmar-2 e Juan Pérez) entre Internacional e Juventude.

* Palmas para Nilmar.

______

* Em Quito, a Seleção Brasileira ia conseguindo, graças aos Júlios César e Baptista, uma das vitórias mais milagrosas de sua história.

* A jogada espetacular de Méndez, pela direita, acabou no gol que deixou o placar (1 x 1: Júlio Baptista e Noboa) menos injusto. Mesmo assim, um grande negócio para o Brasil.

* A fase de Júlio César vale mais uma nota. Espetacular.

______

Estou em Porto Alegre, para Brasil x Peru.

A segunda-feira será praticamente inteira ao vivo, na ESPN Brasil.

Tentarei passar por aqui antes do final do dia.



MaisRecentes

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo

Não estamos prontos



Continue Lendo