NOTINHAS PÓS-RODADAS



Começando com dois brasileiros (quase) classificados na Libertadores:

* Por volume de jogo e chances criadas (incluindo uma jogada de desenho animado no segundo tempo, em que Rogério voou para o canto esquerdo, a bola desviou para o outro lado, e o goleiro são-paulino tentou “brecar” no ar), a vitória do São Paulo (1 x 0 no Defensor: Borges) pode ser classificada como injusta.

* Mas por aproveitamento de oportunidades, não. O mais correto é chamá-la de eficiente. Graças a um bolão de Jean, e uma (mais uma) ótima conclusão de Borges. No futebol, e na Libertadores, é importante saber vencer assim.

* Com dificuldades ou não, enquanto o Cruzeiro conseguir descobrir como bater adversários retrancados no Mineirão, estará bem.

* A vitória (2 x 0: Wellington Paulista-2) sobre o Universitário Sucre, foi assim. Costruída no segundo tempo, com a paciência que esse tipo de jogo exige.

* Noite histórica na Vila Belmiro (Santos 4 x 0 Rio Branco-AC: Neymar, Lucio Flavio, Germano e Kléber Pereira). Não, não estou falando do primeiro gol de Neymar em casa. E sim de um raro gol em jogada ensaiada de cobrança de pênalti. Kléber Pereira chutou na trave, e a bola voltou rolando para Germano, fora da área, bater no canto. Ok, não foi proposital. Mas pareceu.

* Sobre Neymar: o menino é diferente, e seu lugar é no campo. O Santos pega o CSA (3 x 1 no Serra-ES) na próxima fase da Copa do Brasil.

* Nos outros jogos de ontem (em negrito, quem passou):

América-RN 0 x 0 Confiança (mesmo com um a menos, Confiança segurou o empate. Pega o Icasa)

Juventude 2 x 0 Atlético Sorocaba (dois chutaços indefensáveis. Pega o Vitória)

Ponte Preta 6 x 1 Vilhena (maior goleada da Copa do Brasil. Ponte pega o Figueirense)

Ceará 1 x 1 Central (gol da vaga do Central saiu após falha do goleiro Adilson, em bola atrasada. Pega o Vasco)

Remo 2 x 0 Barra-PI (Remo é o próximo adversário do Flamengo)

Brasiliense 3 x 1 Cristal-AP (placar feito no primeiro tempo. Pega o Goiás)

Vitória 1 x 1 ASA (nos pênaltis: 5 x 4 – Viáfara pegou a cobrança do goleiro Santos)

Náutico 2 x 0 Moto Club (Carlinhos Bala perdeu um gol incrível, aos 2 minutos. Pega o Criciúma)

* Pelo Campeonato Gaúcho, Jonas se reencontrou com a rede, na goleada do Grêmio (6 x 1 no São José: Tcheco, Fabiano, Léo, Jonas-2, Fábio Santos e Maxi López), que começou aos 30 segundos de jogo.

* O argentino Maxi López marcou seu primeiro gol pelo Grêmio.

* E na terça-feira, em jogo que atualizou a tabela do Campeonato Paulista (e praticamente garantiu o Palmeiras nas semifinais), Keirrison (Palmeiras 2 x 0 Noroeste: os 2 dele) seguiu em seu incrível ritmo de gols.

* Já são 16 em 14 jogos.



MaisRecentes

O início



Continue Lendo

Desconforto



Continue Lendo

Irmãos



Continue Lendo